Mostrando postagens com marcador Devir. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Devir. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Resenha: "Sin City: A Cidade do Pecado", de Frank Miller - Por Ademir Pascale

Neste último final de semana li "Sin City: A Cidade do Pecado" (Devir Livraria), de Frank Miller. Mais do que uma hq, é uma verdadeira obra de arte. Miller cuidou da história e da arte, deixando sua marca registrada em cada quadrinho. Seus heróis são humanos e aguentam muita porrada. Vide Batman de O Cavaleiro das Trevas e Marvin, de Sin City. Sua linguagem é coloquial e cheia de gírias, assim como deve ser nas ruas, bares, inferninhos e becos escuros de uma cidade dominada pela violência. Miller desenvolve suas personagens com paixão e é difícil não entrar no clima da história. Como fã de hqs adoro Stan Lee, mas Frank Miller chega a ser superior, pois quebra todas as regras dos super-heróis com seus personagens durões, revoltados e cansados da vida. Tenho praticamente todas as suas hqs e o único dos seus trabalhos que não curti muito foi Bad Boy, desenvolvido em parceria com Simon Bisley, o que acaba compensando em dobro em Sin City: A Cidade do Pecado, que é apenas parte da coleção que completa com Sin City: Balas, Garotas e Bebidas; Sin City: A Dama Fatal; Sin City: A Grande Matança; Sin City: O Assassino Amarelo; Sin City: A Noite da Vingança e Sin City: De Volta ao Inferno.

Um pouco mais sobre Sin City - A Cidade do pecado:

Frank Miller, o escritor e desenhista responsável pela reformulação de Demolidor, o Homem Sem Medo, e também o genial criador de obras-primas como Ronin, Batman: O Cavaleiro das Trevas, Elektra, Liberdade, Hard Boiled e 300 de Esparta, é também o premiado e cultuado criador de SIN CITY: A CIDADE DO PECADO, uma obra em quadrinhos sem igual, adaptada para o cinema em 2005 numa superprodução dirigida por Robert Rodriguez (Era Uma Vez no México e Planeta Terror) e o próprio Miller, com a participação de Quentin Tarantino (Kill Bill e Bastardos Inglórios) como diretor convidado.

Um verdadeiro mestre na narrativa e na arte de luz e sombra, Miller narra as desventuras de Marvin, o perdedor nato que fará qualquer coisa para honrar uma paixão roubada. Mas sua tarefa não será fácil. Sin City é uma cidade cujas ruas são pavimentadas com corrupção e ódio, onde os becos acobertam crimes que ninguém quer tomar conhecimento e os olhares de cada pessoa bastam para revelar pecados secretos.

Sin City é mais do que uma história em quadrinhos. É uma obra gráfica de perturbadora beleza que oferece textos tão afiados quanto uma navalha assassina.

Sin City: A Cidade do Pecado
História & Arte: Frank Miller
Acabamento: brochura com laminação fosca, reserva de verniz e orelhas
Miolo: 216 páginas PB em papel off-set 90 g/m²
PARA LEITORES ADULTOS.
Compartilhe:

terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Resenha: “Vermelho, Vivo”, uma grata surpresa - Por Ademir Pascale


Recebi da Devir Livraria a HQ “Vermelho, Vivo”, com roteiro da Cristina Judar, arte de Bruno Auriema e cores de Rodrigo Perrote e também de Bruno Auriema. Confesso que foi uma grata surpresa... Bom, nem tanta assim, pois as HQs da Devir são sempre de extrema qualidade. Mas, confesso que não conhecia o trabalho da Cristina Judar, que já tinha elaborado anteriormente o roteiro da HQ “Lina”, publicado pela Editora Estação Liberdade.
“Vermelho, Vivo”, é a adaptação de um conto escrito em 2006 que leva o mesmo título, no qual com o passar do tempo, a autora foi modificando, acrescentando novas passagens e personagens.

Sobre a história, gostei do estilo da autora, que descreve a personagem central como uma garota simples; funcionária de um banco que almoça todos os dias numa lanchonete que fica num shopping próximo do Viaduto do Chá, em São Paulo. Mas às vezes a simplicidade esconde segredos obscuros, e este é o mote que Cristina Judar, aos poucos, vai revelando com maestria.

A arte é excepcional, uma verdadeira obra prima feita pelo experiente Bruno Auriema, que é formado em publicidade e já teve alguns dos seus trabalhos publicados nos EUA, como “Tenth Muse (Alias)”, “New Orleans & Jazz”, entre outros. Li esta HQ numa manhã, e estou feliz por ver um trabalho tão bem produzido, tanto da parte gráfica, como do roteiro, arte e cores.
OBS.: esta HQ foi publicada pela Devir com o apoio do Governo de São Paulo. Secretaria de Estado da Cultura. Programa de Ação Cultural (PROAC).

Para adquirir: https://devir.com.br/
Compartilhe:

sábado, 25 de janeiro de 2020

Resenha da HQ: "Dreadstar - A Odisseia da Metamorfose", por Ademir Pascale

Lançada pela Devir no Brasil, a saga cósmica que deu origem a Dreadstar, um dos mais cultuados e importantes heróis da ficção científica nos quadrinhos. "Dreadstar - A Odisseia da Metamorfose", é um álbum de luxo de 128 páginas, uma verdadeira obra-prima dos anos 80. O autor James P. Starlin, contou com grandes mestres em sua carreira, tendo trabalhado para Steve Ditko, Jack Kirby, Roy Thomas e John Romita (Marvel Comics). Starlin serviu na Marinha americana de 1968 a 1971 como fotógrafo, o que deixou marcas profundas em seu trabalho. E com apenas 46 dólares no bolso, foi para Nova York e, felizmente, acabou sendo contratado para trabalhar com john Romita, para auxiliar na revista do Homem-Aranha, além dos layouts das capas.
O trabalho de Starlin é maduro, nítido de um artista experiente e decidido, chegando a ser tão bom quanto Alan Moore ou até mesmo os seus antigos mestres. Com certeza, uma HQ que já está ocupando um lugar de destaque em minha estante :)

Sobre a história: durante milênios, os Orsirosianos foram a raça mais avançada da Via Láctea, além de terem sido os ancestrais de toda a vida humanoide da galáxia. Sua supremacia, entretanto, chegou ao fim com o surgimento dos Zygoteanos, uma raça impiedosa que deseja conquistar e destruir todo o Universo…

Aknaton, um místico imortal Orsirosiano, deve colocar em prática um plano devastador que dará fim à ameaça desses invasores e trará consequências cataclísmicas! No entanto, para que esse estratagema se concretize, ele deverá reunir um grupo de pessoas especiais. Entre elas está Vanth Dreadstar, um guerreiro implacável e astuto de enorme poder.

Mas somente Aknaton sabe o que os aguarda…

Título: Dreadstar: a Odisseia da Metamorfose
História & Arte: Jim Starling
Editora: Devir
128 páginas coloridas em papel couchê 115 g/m²
Formato: 21,0 cm × 27,5 cm
Compartilhe:

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Resenha: "O Zen de Steve Jobs" - Por Ademir Pascale


Por Ademir Pascale

Leitura concluída da graphic novel "O Zen de Steve Jobs", com roteiro de Caleb Melby, um dos colaboradores da Forbes, com arte e design da Jess3, uma agência criativa de renome mundial especializada em visualização de dados, já tendo trabalhado para clientes de renome, como Google, NASA, MTV etc. Particularmente eu conhecia pouco sobre a vida pessoal de Steve Jobs, conhecendo em partes a sua carreira pelas notícias veiculadas na mídia, além do longa-metragem "Piratas da Informática", que conta o início da sua carreira e do seu concorrente Bill Gates. Em "O Zen de Steve Jobs", conheci apenas a trajetória do Steve com o monge budista Kobun Chino Otogawa, nomeado posteriormente como guru espiritual da Next. 
Pessoas importantes ligadas ao Steve, como a esposa dele, foram descartadas, mas propositalmente, como o próprio autor relata numa pequena entrevista nos extras. O intuito era contar as duas histórias interligadas, de Steve e Kobun, deixando de lado outras pessoas que tirariam o foco da história. Gostei, achei diferente e também bacana as informações extras, como uma conversa com o autor, biografia do mestre Kobun, estudos de capa - algo que eu adoro ver -, e alguns pequenos comentários de pessoas ligadas ao Steve, como Bill Gates, Steve Case, Patton Oswalt, Katie Couric etc.

A caprichada edição ficou por conta da editora Devir. Recomendo :)
Compartilhe:

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

HQ "The Spirit - Mais Aventuras", lida e comentada


Por Ademir Pascale

Criado em 1940 por Will Eisner, um dos artistas mais importantes do mundo das histórias em quadrinhos, Denny Colt, o personagem principal, passou a ser chamado de "The Spirit" depois de ter sido considerado morto, mas que continuou sendo visto nas violentas ruas de sua cidade na luta contra o crime. A maioria das histórias de "The Spirit" tem um ar sobrenatural envolvendo misticismo, horror, romance, crime, drama e mistério.
Após Eisner entrar para o exército durante a segunda guerra mundial, “The Spirit” passou por diversas mãos, tendo traços e histórias diferentes das habituais conhecidas pelos fãs.

Tendo inspirado outros artistas, podemos até fazer uma semelhança com “O Corvo”, de James O'Barr, tendo sido adaptado para o cinema em 1994. E acredite, “The Spirit” passou pelas mãos até do grande Frank Miller, que adaptou a história para as telonas, tendo um estilo semelhante ao do longa-metragem “Sin City”, mas que infelizmente não fez tanto sucesso por tentar reinventar demais o herói, modificando o original.
“The Spirit: Mais Aventuras”, hq publicada pela Devir Livraria, reúne as últimas quatro edições da raríssima série que reapresentou o Spirit a uma nova geração de leitores em 1998, numa mescla de vários artistas, como Paul Chadwick, John Ostrander, Paul Pope, Eddie Campbell, Tom Mandrake, Scott Hampton, Joe R. Lansdale, Peter Poplaski, Dennis P. Eichhorn, Gene Fama, Marcus Moore, Pete Mullins etc. Com uma arte de capa belíssima produzida por Paul Chadwick, artista que também desenvolveu o desenho e a história “Beleza Maldita”, que daria uma ótima adaptação cinematográfica, é uma das melhores do álbum, seguida da história “Swami Vashtibubu, de John Ostrander, com arte de Tom Mandrake e “O Caso Eichberg”, de Scott Hampton e Mark Kneece, num dos melhores traços e ilustrações do conjunto de histórias.

Recomendadíssimo para quem curte uma boa hq de luxo. A minha já está devidamente guardada :)

OBS.: A Devir ainda disponibiliza “The Spirit – Mais Aventuras” em capa-dura ou brochura.

The Spirit: As Novas Aventuras
Histórias: Vários artistas
Arte: Vários artistas
Miolo: 128 páginas coloridas em papel off-set 90 g/m²
Pinups: Will Eisner e William Stout
Acabamento: Capa-Dura ou Brochura
Compartilhe:

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Devir Brasil lança segundo romance da série As Lições do Matador, de Roberto Causo

As Lições do Matador é a série número um de space opera militar na ficção científica brasileira

Em Mestre das Marés, o segundo livro da série (e que pode ser lido separadamente, sem prejuízo ao leitor), o Capitão Jonas Peregrino e seus Jaguares combatem robôs exterminadores nas vizinhanças do buraco negro Firedrake e se aventuram nas entranhas de um planeta devastado, em busca dos segredos de um artefato alienígena causador de efeitos nunca testemunhados antes.
Posicionado um pouco abaixo do plano galáctico central e a dezenas de milhares de anos-luz da Terra, existe um buraco negro.

Para os cientistas humanos, essa estrela desmoronada sobre si mesma e com altíssima densidade era chamada de Firedrake, o dragão que respira fogo. Mas os alienígenas conhecidos como o Povo de Riv têm outro nome para ele: Agu-Du’svarah, “O Mestre das Marés”.

Quando uma estação internacional de pesquisa é atacada pelas naves-robôs dos misteriosos alienígenas chamados tadais, o Capitão Jonas Peregrino e os seus Jaguares, a mais inovadora unidade de operações especiais, são enviados para resgatar os sobreviventes.

Mas os cientistas encontraram uma impossível máquina tadai instalada nos subterrâneos do planeta em que se refugiaram, um mundo devastado pela maior força energética conhecida no universo: o jato relativístico de partículas aceleradas pelo buraco negro.

Tanto os cientistas quanto Peregrino querem os segredos do dispositivo tadai que anula vibrações sísmicas e mantém a estabilidade em torno da máquina desconhecido. Mas para chegar a ela, precisam passar por um esquadrão de robôs-exterminadores.

O destacamento liderado por Peregrino luta nos subterrâneos do planeta e as naves Jaguares seguram os agressores tadais na órbita elevada — enquanto corre a contagem regressiva para mais um jato relativístico fatal.
   
Elogios antecipados a Mestre das Marés:

“Com sua competência habitual, Roberto Causo conduz o leitor através de uma envolvente aventura interestelar. O Capitão Peregrino e sua equipe dos Jaguares penetram num sistema estelar destruído por um buraco negro gigante. Contando com o benefício das descobertas mais recentes da Astrofísica e dos telescópios espaciais, o autor nos brinda com mais um exemplo notável da new space opera.”
—Jorge Luiz Calife, autor da Trilogia Padrões de Contato e Angela entre dois Mundos.

“Amálgama delicado de poesia clássica e ficção científica contemporânea, Mestre das Marés mostra-nos um Causo bem mais maduro do que em obras anteriores, com amplo domínio dos aspectos científicos do enredo ... Constata-se, a cada novo livro, a evolução do autor, que se firma com segurança como um dos pilares da ficção científica brasileira.”
—Henrique Flory, autor de Evolução e O Elo.

SERVIÇO:
Título: Mestre das Marés
Autor: Roberto de Sousa Causo
Capa: Vagner Vargas

Editora: Devir Brasil
Número de páginas: 288
Formato: 14 x 21 cm
ISBN: 978-8575326688
Para adquirir: clique aqui.

Sobre o Autor:

Autor de mais de 80 histórias publicadas em 11 países, Roberto Causo é um dos mais experientes escritores brasileiros de ficção científica e fantasia. Escreveu os romances A Corrida do Rinoceronte, Anjo de Dor, Mistério de Deus e Glória Sombria: A Primeira Missão do Matador (finalista do Prêmio Argos do Clube de Leitores de Ficção Científica). É ganhador do Projeto Nascente, da Universidade de São Paulo, com O Par: Uma Novela Amazônica.

Compartilhe:

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Possessão Alienígena reúne grandes escritores brasileiros de ficção científica


Monitorar, possuir e manipular. De certo modo, a literatura, a mídia e o cinema ajudam na descrença da existência dos alienígenas, tornando tudo isso mera ficção de escritores e roteiristas criativos ou malucos. Algo que certamente “Eles” querem que pensemos. E o conglomerado de avistamentos coletivos de luzes e naves estranhas no céu que tantas pessoas ao redor do mundo presenciaram e ainda presenciam, não passam de ilusão de ótica. As autoridades só não sabem explicar como estas ilusões ficam registradas. em vídeos e fotos.

Possessão Alienígena reúne grandes escritores brasileiros de ficção científica, com histórias diversificadas de possessões alienígenas. A arte da capa e ilustrações internas ficaram por conta do ilustre Vagner Vargas.

Com trabalhos de:

Tibor Moricz
Estevan Lutz
Marcelo Bighetti
Miguel Carqueija
Jorge Luiz Calife
Mustafá Ali Kanso
Roberto de Sousa Causo
Ademir Pascale

Sobre o organizador:

Ademir Pascale é paulista, editor e criador da revista Conexão Literatura, escritor e ativista cultural. Já participou como organizador, editor, autor e coautor em mais de 40 livros, tendo contos publicados no Brasil, França, Portugal e México. Adora pizza e séries televisivas.

Organizador: Ademir Pascale
Arte da capa: Vagner Vargas
Formato: 13,8x21cm
Estrutura: 98 páginas, pb, com orelhas
Acabamento: brochura
Peso: 158g
http://devir.com.br/possessao-alienigena
Para adquirir: https://www.amazon.com.br/dp/8575326678
Compartilhe:

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Se você é fã de ficção científica, corre pra pré-venda de Possessão Alienígena


Você acredita em vida fora da Terra? Todas aquelas fotos e vídeos, será que é tudo montagem ou seria a verdade que alguns não querem ver?

Se você é fã de ficção científica, corre pra pré-venda de Possessão Alienígena: https://goo.gl/4ZBY8d.

SERVIÇO:
Título: Possessão Alienígena
Organização e prefácio: Ademir Pascale
Coautores: Marcelo Bighetti, Miguel Carqueija, Roberto Causo, Tibor Moricz, Estevan Lutz, Jorge Luiz Calife e Mustafa Ibn Ali Kanso (in memoriam)
Capa e ilustrações internas: Vagner Vargas
Nº de págs.: 98 páginas
Editora: Devir
Preço: R$ 35,00
Compartilhe:

sábado, 8 de dezembro de 2018

Exclusivo: Ademir Pascale e o livro Possessão Alienígena, por Sérgio Simka e Cida Simka

Ademir Pascale - Foto divulgação
Ademir Pascale é paulista, escritor e ativista cultural. Criador e editor da Revista Conexão Literatura. Membro Efetivo da Academia de Letras José de Alencar (Curitiba/PR). Chanceler da Academia Brasileira de Escritores (Abresc), título entregue por seu trabalho na disseminação da literatura e cultura. Participou em vários livros, tendo contos publicados no Brasil, França, Portugal e México. Cursou Direção de Audiovisual, na escola Educine, tendo como professores Cao Hamburguer (Castelo Rá-tim-bum), Toni Venturi (Filme Cabra-Cega), Tata Amaral (Filme e minissérie Antônia, Rede Globo), Lina Chamie (Filme Tônica Dominante) e Fernando Bonassi (Roteirista dos filmes: Cazuza - O tempo não para, Carandiru e Cabra-Cega).

Pascale é regularmente consultado e convidado para entrevistas e matérias sobre o escritor norte-americano Edgar Allan Poe, sendo o trabalho mais recente publicado em documentário no site da Saraiva Conteúdo (Para Ler... Edgar Allan Poe) e no programa Trilha de Letras, apresentado pelo escritor Raphael Montes, na TV Brasil, onde comenta sobre a criação da revista Conexão Literatura, é fã dos heróis da Marvel, ama pizza, séries televisivas, moedas antigas e HQs. Em breve lançará o seu novo romance "O Clube de Leitura de Edgar Allan Poe", pela Editora Selo Jovem.

ENTREVISTA: 

Fale nos sobre o livro. 

Claro. Sou apaixonado por HQs e grande parte da minha coleção são de títulos da Editora Devir (www.devir.com.br), que sempre tratou muito bem de suas publicações (me refiro ao material impresso). Participei de dezenas de livros, sendo como coautor, prefaciador, autor e editor. Mas sempre tive em mente uma publicação minha na Devir. Pois bem, criei em 2013 o tema e o título “Possessão Alienígena” e fiz o convite para alguns autores que já publicaram e escrevem ativamente histórias de ficção científica. Sendo eles: Tibor Moricz, Marcelo Bighetti, Roberto de Sousa Causo, Estevan Lutz, Miguel Carqueija, Jorge Luiz Calife e Mustafá Ali Kanso, que faleceu recentemente. Convidei o artista Vagner Vargas (http://vagnervargas.com.br) para ilustrar a capa e fazer ilustrações internas que antecedem os contos. Eu também cuidei do prefácio e da sinopse. Esse processo de reunir os contos e obter as ilustrações demorou mais de um ano. Com esse material pronto, entrei em contato com o editor da Devir, Douglas Quinta Reis e depois de alguns meses marcamos uma reunião e acertamos a publicação, assim como o contrato. Infelizmente a publicação demorou mais do que eu esperava e em 2017 o editor Douglas faleceu, uma grande perda para o meio literário. Outro editor assumiu o seu lugar e foi mais um ano de espera para começarmos a acertar novamente a publicação. O livro ficou excepcionalmente bom e já está em pré-venda: https://www.amazon.com.br/dp/8575326678

Como vê o mercado editorial, principalmente o de terror? 

As redes sociais e o crescimento da tecnologia facilitaram muito a entrada de novos autores no mercado editorial, isso para quem publica qualquer gênero, pois hoje muitas plataformas facilitam a publicação, principalmente a Amazon KDP, Wattpad e Clube de Autores. Muitas editoras pequenas abrem edital para publicação e anunciam como “Publicação Tradicional”, o autor manda o original e recebe uma resposta que a obra foi aprovada, mas que terá que adquirir x quantidade de livros, tendo que pagar um mês depois. Não acho isso legal, publicação tradicional cabe à editora publicar e pagar os direitos autorais ao autor. Não tenho nada contra editoras que cobram para publicar, mas todas precisam deixar isso bem claro quando anunciam que estão recebendo originais para avaliação. 

Já no gênero terror, alguns autores estão despontando, como o Aislan Coulter, que vem publicando histórias de terror diversificadas e não ficando apenas num mesmo tema, como zumbis ou vampiros, que também são superlegais, claro, mas é preciso diversificar, assim como Stephen King faz em suas obras. 


Conte-nos como é o seu trabalho de editor na revista Conexão Literatura. 

Adoro o que faço e isso ajuda muito, pois não é um trabalho tão fácil. Recebo muitos e-mails de autores independentes, editoras e principalmente de assessores de imprensa. Acredito que hoje praticamente todos os assessores enviam e-mails para nós com notícias sobre lançamentos e o mercado editorial em geral. Então sempre estamos bem-informados e nosso site atualizado diariamente: www.revistaconexaoliteratura.com.br . Já as edições mensais da revista ocupam dias de trabalho. São muitas horas para chegar até a edição pronta, que é totalmente gratuita ao leitor. 

O que está escrevendo atualmente? 

Estou com a obra “O Clube de Leitura de Edgar Allan Poe” no prelo, pela Editora Selo Jovem, com publicação prevista para o primeiro trimestre de 2019. Adorei escrever esse livro, com prefácio escrito pelo amigo Sérgio Simka :) E no momento escrevo um romance envolvendo o escritor Oscar Wilde. 

Deixo aqui nossas redes sociais: 

http://www.instagram.com/revistaconexaoliteratura

Agradeço pela entrevista ;)
  

*Sérgio Simka é professor universitário desde 1999. Autor de cinco dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a coleção Mistério, publicada pela Editora Uirapuru. Membro do Conselho Editorial da Editora Pumpkin e integrante do Núcleo de Escritores do Grande ABC.

Cida Simka é licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Coautora do livro Ética como substantivo concreto (Wak, 2014) e autora dos livros O acordo ortográfico da língua portuguesa na prática (Wak, 2016), O enigma da velha casa (Uirapuru, 2016) e “Nóis sabe português” (Wak, 2017). Integrante do Núcleo de Escritores do Grande ABC.




Compartilhe:

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Glória Sombria - O início de um épico da ficção científica

GLÓRIA SOMBRIA
A PRIMEIRA MISSÃO D­O MATADOR

Roberto de Sousa Causo
“Talvez um dos melhores escritores da ficção científica brasileira da atualidade.”
—Ronaldo Bressane

Transferido para a Esfera, onde os humanos e membros de diversas raças alienígenas são fustigados por naves-robôs, o Tenente Jonas Peregrino enfrentará não apenas os seus próprios limites, mas as divisões internas dentro das Forças Armadas.

Peregrino era só mais um oficial júnior da Patrulha Colonial no distante século 25. Sua carreira parecia condenada à mediocridade, até que seu talento para o planejamento de operações especiais chamou a atenção do comandante máximo da Esquadra Latinoamericana na Esfera, a maior área em conflito que a humanidade encontrou em seu avanço pelos braços da Via Láctea.
Enquanto os obstáculos se acumulam, é preparada a primeira missão do matador trazido para a Esfera: formar uma nova unidade de elite, os Jaguares, e evacuar um planeta duplo ameaçado de destruição total pelos tadais — alienígenas implacáveis que nunca mostram a sua verdadeira face. Mas como ser um matador, se o inimigo se esconde atrás de enxames de naves-robôs?

Comandados por Jonas Peregrino, os Jaguares partem para Tukmaibakro, o sistema estelar onde eles serão testados até ao limite das suas forças, e de seu senso de dever e honra.

Elogios a Glória Sombria:
“Glória Sombria é o ótimo início de uma saga épica protagonizada por Jonas Peregrino, herói de perfil clássico (vale dizer: honrado e incorruptível), seguindo seu destino numa esfera de civilizações em expansão. O conflito com os tadais é intenso, mas não é o único. Outros, de natureza moral, cercam o matador-peregrino, pondo à prova sua inteligência e integridade. Enfim, um herói para tempos sombrios, com o qual os leitores gostarão de se identificar.”
—Nelson de Oliveira, premiado autor de Poeira: Demônios e Maldições

"Causo, um dos grandes nomes da FC hard brasileira, nos conduz por uma trama envolvente nas profundezas da Via Láctea. Glória Sombria prende o leitor da primeira à última página enquanto o herói se envolve em batalhas espaciais, disputas políticas e o jogo do poder em uma força militar do futuro. Um digno sucessor de Tropas Estelares de Heinlein e de Guerra sem Fim de Haldeman."
—Jorge Luiz Calife, autor da Trilogia Padrões de Contato e de Angela entre dois Mundos

O INÍCIO DE UM ÉPICO DA FICÇÃO CIENTÍFICA

Cronologicamente, Glória Sombria é a primeira aventura de Jonas Peregrino na série As Lições do Matador, que existe como histórias mais curtas, desde 2009. Essas aventuras do personagem, ambientadas num momento posterior da sua trajetória, têm aparecido em antologias de destaque como Futuro Presente (2009), organizada por Nelson de Oliveira; Assembleia Estelar (2010, também pela Devir), organizada por Marcello Branco (2010); e Space Opera II (2012), organizada por Hugo Vera & Larissa Caruso, e Sagas Volume 4: Odisseia Espacial (2013).

Com a Devir, outros romances se seguirão, em um projeto original que aposta na maturidade do mercado para ficção científica brasileira. O próximo lançamento já tem título: Mestre das Marés, programado para 2014.

Glória Sombria e demais as histórias d’As Lições do Matador fazem parte de um conhecido subgênero da ficção científica, a space opera, um das tradições mais identificadas com o gênero. Basta pensar em Jornada nas Estrelas, Guerra nas Estrelas, Babylon 5, Galactica e outras produções de cinema e TV.

SITE PROMOCIONAL
GALAXIS: CONFLITO E INTRIGA NO SÉCULO 25

Para divulgar Glória Sombria e a série As Lições do Matador (e sua série paralela, Shiroma, Matadora Ciborgue), a Devir, em parceria com a Aquart Creative do artista Vagner Vargas, desenvolve o site promocional GalAxis: Conflito e Intriga no Século 25, que já pode ser visitado em sua versão beta.

Em GalAxis o leitor encontrará material visual exclusivo, relações de todas as histórias já publicadas, personagens, povos alienígenas, especificações de veículos e armamentos, promoções e outros textos e imagens que expandem o universo das duas séries.

Em www.universogalaxis.com.br

SERVIÇO:
Título: Glória Sombria: A Primeira Missão do Matador
Autor: Roberto de Sousa Causo
Capa e ilustrações internas: Vagner Vargas
Editora: Devir Livraria, primeira edição eletrônica, julho 2018
Tamanho: 5384 KB
ASIN: B07DNG4NK8
Preço: R$ 37,00

SOBRE O AUTOR:
“Causo é prolífico e sua obra é variada... Um promotor incansável da ficção científica e da literatura de gênero no Brasil, o trabalho de Causo exemplifica o foco nacional da Segunda Onda [da Ficção Científica] do Brasil.”
—The Encyclopedia of Science Fiction

Roberto de Sousa Causo é autor dos romances A Corrida do Rinoceronte e Anjo de Dor, e das novelas premiadas Terra Verde (III Festival Universitário de Literatura) e O Par (Projeto Nascente 11). Suas histórias de ficção científica e fantasia apareceram em onze países, incluindo Cuba, França, Grécia, Portugal e Rússia. Vive em São Paulo com esposa e um filho. Visite o site do autor em http://robertocauso.com.br

Devir Livraria
Rua Teodureto Souto, 624 - Cambuci - São Paulo-SP, CEP 01539-000
Fone: (0__11) 2127- 8787 - horário comercial
Visite o nosso site: http://www.devir.com.br/
Compartilhe:

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

RPG: A Bandeira do Elefante e da Arara – Livro de Interpretação de Papéis

Reúna seus amigos e explore o mundo fantástico de A Bandeira do Elefante e da Arara. Crie seu próprio personagem e participe de aventuras ilimitadas no Brasil Colônia. Enfrente as criaturas lendárias que habitam o imaginário popular. Mude a história do país com uma jogada dos dados.

“As sessões de RPG fizeram parte de toda a minha infância e adolescência. Desde os 7 anos tive que me virar nas primeiras sessões, tentando entender o que estava acontecendo. Já aos 14 era mestre de aventuras e bolava dezenas de desafios, encruzilhadas e personagens interessantes. Quase como um laboratório, onde se vive outros tantos papéis, hoje percebo o impacto desta experiência na minha vida.

A simulação de um personagem, dentro de um contexto lúdico, me permite testar e experimentar o que levaria anos e muitos tropeços se fosse na vida real. Tentar viver e sentir o que é ser um herói, um antagonista, um ladrão ou um paladino, todas essas foram oportunidades de colocar em prova aquilo que queria ser como ser humano na vida real. Não pensamos assim com tanta clareza quando jogamos, mas os sentimentos positivos e negativos nos marcam, e influenciam como queremos ser de fato. Se os atos heroicos no RPG me deixam pleno e feliz, isso me faz querer buscar o heroísmo para também construir a minha vida real”.

Saulo Camarotti
Fundador do Behold Studios, estúdio criador dos premiados games Knights of Pen & Paper e Chroma Squad.

Para adquirir, acesse: http://devir.com.br
Compartilhe:

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

HQ "Rugas", de Paco Roca

Internado num asilo para idosos porque sofre de Alzheimer, Emílio encara a vida comunitária como uma prova difícil de se vencer. Mas ele aceita rapidamente o seu novo ambiente e decide lutar para escapar à decadência que sua doença o levará.

Para o autor, a comunidade do ser-humano lembra uma biblioteca, na qual os livros se empilham em montanhas de papel amarelado, povoadas de sonhos e fantasias.

O desgaste de toda uma vida os cobre de rugas, e alguns veem as letras das suas páginas se apagarem, folha após folha, até ficarem totalmente brancas. Apesar disso as emoções mais intensas sobrevivem, preservadas como um tesouro escondido numa ilha distante.

INFORMAÇÕES
Título original: RUGAS
Roteiro e desenhos: Paco Roca
Adaptação: Leandro Luigi Del Manto
Formato: 20 x 26 cm
Estrutura: 106 páginas coloridas em papel couchê
Acabamento: Capa dura, laminação fosca
Peso: 564 g
Para saber mais: http://devir.com.br/rugas
Compartilhe:

terça-feira, 28 de novembro de 2017

30 anos de Devir - Diversão e muitos quadrinhos na Virada Nerd 2017


Prepare-se para a edição 2017, nos dias 02 e 03 de dezembro

Já vai juntando aquela grana, na Virada Nerd 2017 você terá muitos descontos e vai sair com a bolsa cheia!

Este ano, em comemoração aos 30 anos da Devir, o evento principal ocorrerá no Museu da Imagem e do Som - MIS SP e, simultaneamente, em mais de 30 lojas. Fica ligado nas nossas redes sociais para ficar por dentro de toda a programação do evento.
Confirme presença no evento e compartilhe com os amigos: https://goo.gl/GckwVD 

Saiba mais, acesse: http://devir.com.br/viradanerd/
Compartilhe:

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Morre Douglas Quinta Reis, editor da Devir e um dos maiores incentivadores dos quadrinhos e RPG no Brasil

Douglas Quinta Reis
Faleceu na madrugada desta sexta-feira Douglas Quinta Reis, um dos nomes mais importantes dos quadrinhos e RPG do Brasil, diretor editorial da Devir Brasil, uma das mais importantes editoras nacionais de RPG, quadrinhos e livros (www.devir.com.br). Douglas tinha 63 anos e não resistiu ao infarto.

Passaram pela Devir autores como Angeli, Laerte, Roberto Causo, Rosana Rios e Christopher Kastensmidt. Será uma perda irreparável, pois além do editor ser uma pessoa simples, carismática e super acessível, foi um dos maiores incentivadores do RPG e dos quadrinhos no Brasil, publicando tanto autores nacionais como também trazendo de fora, traduzindo e publicando obras internacionais.
Douglas Quinta Reis e Ademir Pascale, editor da Revista Conexão literatura
Vários amigos e pessoas próximas ao editor estão se manifestando nas redes sociais:

Nós da Revista Conexão Literatura lamentamos a perda do editor. Que Deus reconforte seus amigos e familiares. Descanse em paz.

Velório: Cemitério da Quarta Parada (Avenida Salim Farah Maluf, s/n – Água Rasa, São Paulo), a partir das 17h. O enterro será no mesmo local: sábado (14) às 9h.
Compartilhe:

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

O Homem que Passeia, de Jiro Taniguchi

Jiro Taniguchi nos apresenta "O Homem que passeia", através das suas caminhadas, frequentemente mudas e solitárias, através da cidade onde reside.
Nestas páginas com um estilo introspectivo e intimista, que se distancia dos estereótipos habituais do mangá, sucedem-se pequenas histórias sem diálogo, onde o personagem partilha com outros o prazer da contemplação e de andar sem destino.

Caminhando devagar, ele escuta e cheira. Para e observa. É impossível não nos sentirmos alheios e indiferentes ao mundo, em contraste com este olhar puro. Passeando por estas páginas, reaprendemos a olhar e, quem sabe, a vivenciar com mais atenção as pequenas coisas.

Serviço:
Roteiro: Masayuki Kusumi;
Desenhos: Jiro Taniguchi;
Tradução: Arnaldo Oka;
Formato: 17 x 24 cm;
Estrutura: 244 páginas PB;
Capa: Brochura (com sobrecapa);
Peso: 470 g;
Código Devir: DEV111395;
ISBN: 978-85-7532-666-4;
Preço: R$ 55,00
http://devir.com.br
 
Compartilhe:

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Não Existem Super-Heróis na Vida Real

O que fazer quando mesmo superpoderes não são o bastante para livrar-nos das mazelas da vida cotidiana?

Pense num mundo onde existe injustiça, fome, ganância, inveja, pobreza e todos os problemas que você conseguir lembrar… Não. Não se trata de um mundo imaginário, mas o seu mundo. O nosso mundo!

E é neste cenário que o livro NÃO EXISTEM SUPER-HERÓIS NA VIDA REAL nos mostra como seria se existissem seres dotados de poderes únicos que os diferenciassem do restante da humanidade. Essas pessoas superpoderosas são exatamente como nós, habitando este mundo imperfeito e cheio de problemas.

Assim, em cada um dos treze contos interligados deste livro, somos apresentados a incríveis situações em que ter um superpoder não é exatamente o que estamos acostumados a ver nas histórias em quadrinhos e nos filmes de super-heróis. Projetar sua forma astral para fora de seu corpo, manipular o fluxo do tempo, prever o futuro, sorte ilimitada, visão de raios-x, super audição, a capacidade de alterar sua aparência, invisibilidade, força descomunal, o dom de se esticar e rastejar pelas paredes, ligação telepática, beleza fora do normal, a habilidade de esquecer… Você já deve ter visto alguns desses superpoderes se manifestando nos mais variados super-heróis, mas nunca imaginou o que seria se tivessem de ser usados para combater um inimigo implacável e impiedoso chamado… vida!

Criado e escrito por Nick Farewell (GO, Manual de Sobrevivência para Suicidas) e ilustrado por Mário César, NÃO EXISTEM SUPER-HERÓIS NA VIDA REAL nos oferece uma visão bem diferente do gênero de super-heróis iniciado no final da década de 1930 e transformado num verdadeiro fenômeno POP nos últimos anos ao redor do globo. Nas páginas desta edição, você verá como um superpoder pode mudar completamente a vida de uma pessoa e, na maioria das vezes, para pior…

INFORMAÇÕES
Texto: Nick Farewell
Desenhos: Mário César
Formato: 16 x 23 cm
Estrutura: 216 páginas coloridas
Acabamento: Brochura
Peso: 475 g
Saiba mais: http://devir.com.br


Compartilhe:

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Parker – O Golpe (Devir)

Darwyn Cooke (16 de novembro 1962 - 14 de maio de 2016), o quadrinista vencedor do Prêmio Eisner por clássicos modernos como DC: A Nova Fronteira, Mulher-Gato: Um Crime Perfeito e as novas aventuras do Spirit, emprestou seu talento para dar vida a uma das mais cultuadas séries de romances policiais: PARKER.

Escritos originalmente por Richard Stark (o pseudônimo mais conhecido de Donald Westlake), os livros são verdadeiras obras-primas do gênero e inspiraram legiões de cineastas, quadrinistas e romancistas do mundo inteiro. O protagonista, Parker, é um homem cruel, de poucas palavras e muita ação, e que não irá descansar até atingir seus objetivos, sejam quais forem. Assim, o mundo do crime nos é apresentado como um lugar ao mesmo tempo fascinante e assustador, onde não existem mocinhos, mas apenas pessoas movidas por cobiça, vingança, libido e uma noção distorcida do que é certo ou errado.


PARKER: O GOLPE, o terceiro volume dessa premiada série policial, mostra seu personagem-título numa vertiginosa viagem através da América, quando Parker consegue reunir uma dúzia dos seus melhores (piores?) parceiros no crime para tentar aplicar o que pode ser o maior golpe de todos os tempos: roubar uma cidade inteira. Considerado um dos melhores volumes da série, aqui podemos apreciar o talento de Darwin Cooke no seu ápice.

Com uma estética retrô que resgata os saudosos anos 1960, Cooke transformou os romances originais numa série de graphic novels formidáveis, fazendo de Parker muito mais do que apenas outro anti-herói nos quadrinhos. Sua visão mostra um personagem que veio das camadas mais baixas da selva urbana, mas está no topo de sua cadeia alimentar, trazendo sempre a morte nos olhos e a certeza de que eliminará qualquer um que cruzar seu caminho. Ele não gosta e nem desgosta de matar, e apenas faz o que é necessário.

INFORMAÇÕES
Título original: Parker: The Score
Baseado na obra de: Richard Stark
Adaptação e desenhos: Darwyn Cooke
Tradutor: Marquito Maia
Formato: 16 x 24 x 1,5 cm
Estrutura: 144 páginas coloridas
Acabamento: Capa dura com laminação fosca
Peso: 498 g
http://devir.com.br


Compartilhe:

terça-feira, 18 de julho de 2017

Projeto Manhattan – Volume 4

PROJETO MANHATTAN é uma série criada por Jonathan Hickman (roteiro) e Nick Pitarra (arte), lançada originalmente em 2012 nos Estados Unidos pela Image Comics. Sua premissa é bastante simples: e se a criação da bomba atômica fosse apenas uma fachada do famoso “Projeto Manhattan” e os envolvidos estivessem, na verdade, desenvolvendo uma tecnologia de ponta inimaginável para acessar portais dimensionais e contatar raças alienígenas, entre muitas outras coisas fantásticas?

A partir daí, tudo o que aprendemos nos livros de História parece não fazer mais sentido, pois a série nos mostra os bastidores e os segredos de eventos fabulosos. Agora temos acesso a uma história alternativa a partir do final da Segunda Guerra Mundial.

Este quarto volume reúne as edições 16 a 20 da série e continua com a narrativa surpreendentemente acadêmica das aventuras escandalosamente inovadoras e inteligentes dos cientistas do Projeto Manhattan. “Os Quatro Discípulos” mostra nossos personagens focados em seus diversos experimentos secretos particulares e em suas jogadas para obter a dominação global, que resultarão numa inevitável traição.

Cheia de referências históricas e muita ação, PROJETO MANHATTAN é uma das melhores séries de ficção científica já concebidas! Agora falta você mergulhar no fabuloso e perigoso mundo da Ciência!

INFORMAÇÕES
Título original: The Manhattan Projects volume 4
Texto: Jonathan Hickman
Desenhos: Nick Pitarra
Tradutor: Marquito Maia
Formato: 17 x 26 x 1 cm
Estrutura: 152 páginas coloridas em papel couchê.
Acabamento: Brochura, laminação brilhante
Peso: 376 g
http://devir.com.br

Compartilhe:

segunda-feira, 17 de julho de 2017

A Saga continua mais emocionante do que nunca

Da premiada dupla de autores Brian K. Vaughan (The Private Eye, Os Leões de Bagdá) e Fiona Staples (Mystery Society, Thor), SAGA é a arrebatadora história de uma jovem família lutando para encontrar o seu lugar no Universo. Fortemente influenciada por Star Wars e baseada em ideias que Vaughan concebeu ainda criança e, depois, como pai, SAGA retrata dois jovens amantes de raças alienígenas há muito tempo em guerra, Alana e Marko, que fogem das autoridades dos dois lados do conflito galáctico enquanto cuidam de sua filha, Hazel, que, ocasionalmente, narra a história.

Nesse novo volume da série, múltiplas histórias colidem numa emocionante aventura por todo o cosmo. Enquanto Gwendolyn, Sophie, a Gata da Mentira e A Mácula, arriscam suas vidas na procura de uma cura para O Querer, Marko faz uma incômoda aliança com o Príncipe Robô IV para ajudá-lo a encontrar seu filho raptado, que está preso num estranho mundo com novos e terríveis inimigos. A trama, magnifica- mente ilustrada por Fiona Staples, continua, página a página, cada vez mais envolvente e surpreendente, misturando magistralmente elementos de ficção e fantasia, continuando a narrativa do que já é uma das melhores sagas em quadrinhos do século 21.

Uma unanimidade no mundo todo, SAGA é um sucesso de crítica e de público, vencedora de múltiplos prêmios, entre os quais os prêmios Eisner de melhor série, melhor escritor e melhor artista.

SAGA, é um sucesso absoluto de vendas desde o seu lançamento e suas encadernações superam frequentemente, nos EUA, vendas bestsellers da Marvel e DC e outros mega- -sucessos como The Walking Dead.

OUTRAS INFORMAÇÕES
Título original: SAGA, VOLUME FIVE
Texto: Brian K. Vaughan
Desenhos: Fiona Staples
Tradutor: Marquito Maia
Formato: 174 x 276 x 1,3 cm
Estrutura: 152 páginas coloridas
Acabamento: Capa dura
Peso: 633 g


Compartilhe:

sábado, 15 de julho de 2017

Livro Possessão Alienígena, reúne alguns dos melhores autores da FC brasileira

Olá, pessoal! A maioria dos leitores da revista Conexão Literatura, conhecem o meu trabalho apenas como editor e colunista, mas bem antes disso iniciei na área como escritor, tanto de contos (meu forte), como romances e organização de coletâneas para várias editoras. A soma de todas minhas participações em livros, seja como autor, coautor, editor ou até mesmo como prefaciador, ultrapassaram a marca de 40 títulos. Dei um tempo, principalmente para trabalhar mais na revista, mas tinha um trabalho engajado que estávamos trabalhando, um livro que leva o título "Possessão Alienígena", que tem a capa e ilustrações internas de um dos maiores artistas do mundo, o Vagner Vargas (http://vagnervargas.com.br). Ele foi o único artista brasileiro a ilustrar livros da série Jornada nas Estrelas, também foi o ilustrador da capa do livro O Jogo do Exterminador, do autor Orson Scott Card, romance vencedor dos prêmios Hugo e Nebula, que posteriormente virou filme (clique aqui e veja o cartaz), tendo participação dos artistas Harrison Ford, Ben kingsley, entre outros. Posso dizer que Vargas, além de excelente artista, é uma pessoa humilde. Adoro ficção científica. Já fui colaborador da UFO, a maior revista sobre ufologia da América Latina. Meu livro de cabeceira é Eram os Deuses Astronautas?, do Erich von Däniken. A criação do título e organização do livro ficou por minha conta e o convite dos autores participantes do Possessão Alienígena, foi feita a dedo. O trabalho conta com a participação do grande escritor Roberto Causo, Tibor Moricz, Marcelo Bighetti, Miguel Carqueija, Estevan Lutz, Jorge Luiz Calife e Mustafa Ibn Ali Kanso. A editora que publicará o livro é uma das mais sérias e legais. Posso dizer que mais de 50% das minhas hqs é dessa editora. E publicar um livro que trabalhei tanto juntamente dessas pessoas nessa editora, é uma grande realização. Essa editora é a Devir: http://devir.com.br/
O livro foi revisado pelo conceituado escritor Roberto de Sousa Causo, que também participa com o conto "Os Fantasmas de Lemnos". Já a diagramação, layout da capa e uma grande colaboração no livro, ficou por conta do autor e designer gráfico Marcelo Bighetti, colunista do nosso site que participa no livro com o conto "Conexão Kolob".

Esperamos que a publicação ocorra em agosto desse ano, no mais tardar em setembro.

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Divulgue Conosco

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels