Jantar dos Deuses - Por Ademir Pascale

Arte: Dante Gabriel Rossetti Por Ademir Pascale Ela olhou para o céu estrelado. A névoa, com seu fino véu, cobria a densa vegetação. O ar gé...

Mostrando postagens com marcador Europa. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Europa. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Liberdade e Escravidão na obra Saga Liberté, da autora Monny Esmerallda, por Ada Pollara


A cada dia que vivo, mais me encanto com o maravilhoso universo da virtualidade. Critica-se tanto o mundo virtual e, no entanto, ele nos oferece surpresas muito agradáveis; se nos mantivermos de olhos abertos e espírito atento para o que nos apresenta, seremos agraciados com novas ideias e amizades.
Há dias recebi um gentil convite, que me chegou através da Internet, de Monny Esmerallda. Pedia-me que fizesse o prefácio deste livro encantador. Sim, porque ele nos encanta desde a leitura das primeiras palavras. Ele nos prende a atenção, forçando-nos a ler mais e mais, ávidos por conhecer o desenrolar da trama que fala de escravidão e liberdade.
O momento é propício para se abordar os temas Liberdade e Escravidão. Este ainda é um mundo em que nos prendem tantas escravidões diferentes, e em que lutamos bravamente para nos libertar dos grilhões do medo, dos preconceitos, de tudo que nos impede de dizer NÃO ao que não nos serve.
Num pano de fundo em que o primeiro motivo é a escravidão do africano em solo brasileiro e dentro de um cenário quase paradisíaco, Monny nos leva pelo poder da palavra a um mundo de antanho, onde as sementes dos preconceitos contra negros, mulheres e gente humilde, negra ou não, ficaram germinando durante muito tempo e renderam horríveis árvores de galhadas longas como garras, que nos perseguem até hoje.
Aí, entre fantasmas do passado e o fru-fru das saias das sinhazinhas, acompanhamos as personagens desse drama que envolve a ganância e a soberba dos senhores que não queriam abrir mão do trabalho escravo e o bom coração e a generosidade dos senhores que sentiam ser indigno o tratamento dado a outros seres humanos só porque os diferenciava a cor da pele e, finalmente, o grito de liberdade das novas gerações que cresciam lado a lado com filhos de escravos, brincavam com eles e não conseguiam vê-los diferentes de seus amigos brancos.
Saga Liberté nos leva ao passado e envolve nossos pensamentos nas escravidões de hoje. É uma história para ser apreciada e meditada.
Agradeço a Monny por ter-me confiado a doce tarefa de ler seu romance, encher-me de carinho por ele e ter-me incitado a escrever estas palavras que me saem do coração. E eu que não conhecia Monny Esmerallda… através de um contato virtual ganhei uma amiga muito real.

Ada Pollara, poeta e escritora
Compartilhe:

terça-feira, 3 de abril de 2018

Sandrine Saraiva e o livro "Contos Despertos II" (Editora Chiado)

Sandrine Saraiva - Foto divulgação
Sandrine G. Saraiva nasceu a 19/03/1980 em Orléans (França). No ano 1993, Sandrine veio para Portugal com a família, tendo Ariz, no concelho de Moimenta da Beira, sido a aldeia escolhida para viverem. Aos 23 anos, já formada em Contabilidade e Administração pela Universidade de Aveiro, Sandrine ingressou no mundo empresarial como Técnica Administrativa.
Actualmente é CFO na empresa TOMI World Lda., em Viseu, não dispensando uma grande aventura/viagem. Apreciadora de um bom livro, e inspirada nas suas viagens, dedica os seus tempos livres à escrita. No ano 2015 frequentou o Curso online de Escrita Criativa com Pedro Chagas Freitas, tendo, dois anos mais tarde, em 2017, publicado «Contos Despertos».

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?


Sandrine Saraiva: Não houve um acontecimento chave a impulsionar para a Escrita. Sempre gostei de escrever, mas faz poucos anos que a minha dedicação a esta tarefa se tornou mais forte e expressiva. Foi a conjugação de vários fatores que possibilitou a criação de “Contos Despertos”: a experiência e contato com o mundo desconhecido colhido das expedições feitas ao Nepal e África foi talvez a ocorrência mais impactante. Me lembro de olhar o contraste sociocultural e me recordo pensar muito, e de forma muito concreta, a respeito. Há muito para pensar e para dizer sobre o mundo na medida em que o vamos conhecendo um pouco melhor. Neste contexto, comecei escrevendo pequenas histórias, fragmentos de histórias que compiladas acabaram formando «Contos Despertos».

Conexão Literatura: Você é autora do livro “Contos Despertos II” (Editora Chiado). Poderia comentar?

Sandrine Saraiva: Posso sim. “Contos Despertos 2” são um gênero de seriado de “Contos Despertos 1”. Embora algumas das personagens se mantenham, os temas de fundo divergem.  O que têm em comum é a magia, o sonho, o acreditar num final e num mundo melhor. Isto é tão importante: quando lemos, nos tornamos parte da história. Estimulamos a imaginação, a criatividade, a inspiração. Rimos e choramos, refletimos, viajamos. 

São seis contos. Em cada conto, se encontra uma técnica muito pessoal/particular de moldar em palavras a fantasia, o humor, a emoção de Histórias destinadas à classe juvenil, às suas mentes curiosas e aos seus corações bravos.

«Contos Despertos II» tem Sessão de Lançamento marcada para dia 15 de Abril, pelas 15h30, na Biblioteca Municipal Aquilino Ribeiro, em Moimenta da Beira, Viseu (Portugal). 

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro?


Sandrine Saraiva: Escrever para crianças, jovens é uma responsabilidade muito grande. A Escrita tem uma Força incrível: pode mudar a vida de um jovem. Se pode entorpeceder o Espírito sonhador e criativo de uma criança ou um jovem através de um livro. Assim, em termos de pesquisa, não existe muita investigação. Existe alguma pesquisa focada em determinado conceito ou tema mas sem aprofundamento de maior.  Não existe a pretensão de ensinar sobre biologia ou história, embora isso venha por acréscimo. Existe sim, um objetivo forte de educar, de influenciar de forma positiva e enriquecedora o espírito e caráter do público mais jovem.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do qual você acha especial em seu livro?

Sandrine Saraiva: Difícil escolher, este trecho é um dos meus favoritos, é conclusão do conto ‘Capitão Gerónimo e o tesouro perdido’: 
 

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir um exemplar do seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Sandrine Saraiva: Estes são os links onde já é possível adquirir o livro. Outros surgirão após a Sessão de Lançamento.
https://www.chiadobooks.com/livraria/contos-despertos-ii
https://www.wook.pt/livro/contos-despertos-ii-sandrine-saraiva/21406441
https://www.agapea.com/libros/Contos-Despertos-II-Ebook--EB9789895215355-i.htm
https://www.bruch1972.com/es/ebooks/contos-despertos-ii_E0002640297

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?


Sandrine Saraiva: Sim, vários! Pretendo dar sequência ao seriado dos «Contos Despertos». Gostaria igualmente de iniciar uma coleção de livros para crianças mais novas, entre 5 a 8 anos. Gostaria também de introduzir um novo formato aos livros (físicos e ebooks) aproveitando as novas tecnologias que já existem no que concerne a interatividade, a realidade aumentada,… São desenvolvimentos muito interessantes e estimulantes para as crianças. Então, gostaria também de trabalhar/desenvolver este conceito.

Perguntas rápidas: 

Um livro: Coleção Stephanie Plum
Um (a) autor (a): Janet Evanovich
Um ator ou atriz: Keanu Reeves
Um filme: Perseguição Diabólica (1996)
Um dia especial: 14/02

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Sandrine Saraiva: Deixo um desejo: Tenho procurado aperfeiçoar uma técnica de escrita muito pessoal/particular e que consiste na arte própria que cada escritor desenvolve com intuito de moldar em palavras a fantasia, o humor e a emoção que pretende passar para o leitor. Gostaria que a minha técnica fosse perceptível, apetecível à classe de leitores juvenil, às suas mentes curiosas e aos seus corações bravos.
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels