Jane Austen: Livros e Filmes

Jane Austen, Thibaudet e um retrato da burguesia do séc. 18 Nascida em 16 de dezembro de 1775, a britânica Jane Austen foi uma das...

Mostrando postagens com marcador Evento literário. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Evento literário. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Canela Fina, Neojiba e grupo Stripulia se apresentam para crianças em evento literário em Cajazeiras

Grupo Canela Fina - Foto Divulgação
Programação infantil do Festival Literário Nacional (Flin) contará com atrativos como lançamentos de livros, contações de histórias, brincadeiras, apresentações teatrais e musicais

O espaço infantil da primeira edição do Festival Literário Nacional (Flin) contará com uma programação diversificada. Nomes como Canela Fina, Neojiba e grupo Stripulia se apresentam no evento que acontece entre os dias 12 e 15 de novembro no Ginásio Poliesportivo de Cajazeira. A programação conta com atrativos como lançamentos de livros, contações de histórias, brincadeiras e apresentações teatrais.

No dia 12, a contação de história começa às 8h30 com Argemira Silva (Mira), com a personagem Emília, conta histórias desde os clássicos da literatura infantil a histórias contemporâneas. Às 10h, Juninho une elementos tradicionais da narração de histórias com músicas autorais, cirandas, teatro de fantoches e brincadeiras. Às 13 horas o grupo Pé de Lata fará recreação e animação infantil. Raí Santana na pele do Palhaço Mandioca se apresenta às 16 horas contando história clássicas da literatura infantil.

Pé-de-Lata - Foto Divulgação
O Espaço Infantil no dia 13 de novembro começa com a contação de história do grupo Canela Fina.  O grupo vem se destacando ao associar educação musical, psicologia da música e arte terapia. Nas apresentações proporcionam ao público infantil músicas com arranjos próprios e instrumentações variadas, aperfeiçoando a percepção e apreciação musicais das crianças. Com diversos estilos e com temas do universo infantil, o show apresenta músicas compostas pelos integrantes do grupo ou amigos e também versões de canções de domínio público.

Às 14 horas terá a orquestra de violões do programa Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojibá). O Núcleo foi criado em 2016 e funciona no Centro de Cultura e Cidadania Pirajá, localizado dentro do Parque São Bartolomeu. Neste Núcleo são realizadas aulas de percussão, flauta doce, pífano e iniciação musical para crianças e adolescentes de 5 a 22 anos, com coordenação de Samuel Egídio. O dia segue com O espetáculo teatral da BIML e contações de histórias com Cynthia Araújo.

A teatralização de história de Emília Nuñez abre o dia 14. Carol Levy se apresenta às 10 horas. No Conto de Casa, Carol convida a plateia a entrar na sua casa participando da montagem, cantando, sugerindo o que vai acontecer na história e até mesmo ajudando a cantora cozinhar. O grupo das Sete Mulheres se apresenta às 14 horas. O espetáculo Saltimbancos do grupo Stripulia fecha a programação infantil do dia.

De acordo com a responsável pela programação do espaço infantil na Flin, Patricia Porto, as atividades têm o intuito de promover o incentivo a leitura e a interação das crianças, família e professores em diferentes formas de literatura. "As atividades infantis em festas literárias ampliam o processo de crescimento intelectual da criança, e, através da ludicidade, facilita no processo de socialização, expressão e construção do pensamento", destaca Patrícia.

Flin é abreviação do Festival Nacional Literário (Flin): Diversas Leituras & Novos Caminhos - projeto realizado pelo Governo do Estado da Bahia e coordenado pela Secretaria de Cultura (SecultBA), através da Fundação Pedro Calmon (FPC/SecultBA).  O Festival conta com a parceria das secretarias de Administração (SAEB), através da Superintendência de Atendimento ao Cidadão (SAC); de Comunicação (SECOM); de Educação (SEC); de Meio Ambiente (SEMA); de Saúde (SESAB), através da Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado da Bahia (HEMOBA); de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE), através do Serviço de Intermediação para o Trabalho (SINEBAHIA) e da Superintendência  dos Desportos do Estado da Bahia (SUDESB); de Políticas para as Mulheres (SPM); de Promoção da Igualdade Social (SEPROMI); de Tecnologia e Ciência (SECTI); de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), através da Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) e de Turismo (SETUR), através da Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia (Bahiatursa), além da Defensoria Pública do Estado da Bahia; da Empresa Gráfica da Bahia (EGBA); do Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA) e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB).

MAIS INFORMAÇÕES:
www.flin.ba.gov.br
www.instagram.com/flinoficial
Serviço
I Festival Literário Nacional – FLIN
Quando: 12 a 15 de novembro (terça-feira até sexta-feira)
Horário: a partir das 8h30min
Onde: Ginásio Poliesportivo de Cajazeira
Endereço: Estr. do Coqueiro Grande, 127 - Fazenda Grande 2, Salvador - BA, 41340-050

Programação:
Quando: 12/11(terça-feira)

>>>ESPAÇO INFANTIL<<<
08h30 CONTAÇÃO DE HISTÓRIA
10h JUNINHO CONTA HISTÓRIA
13h GRUPO PÉ DE LATA
16h CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS com ator Raí Santana

Quando: 14/11(quarta-feira)

>>>ESPAÇO INFANTIL<<<
08h30 CONTAÇÃO DE HISTÓRIA - CONTO DAS ÁGUAS com Emília Nuñez é escritora de livros infantis
11h PINTURA DE ROSTO
14h ORQUESTRA DE VIOLÕES
15h ESPETÁCULO TEATRAL CIA DE TEATRO DA BIML
15h30 CONTAÇÕES DE HISTÓRIAS

Quando: 14/11(quinta-feira)

>>>ESPAÇO INFANTIL<<<
08h30 - Teatralização de História
10h - Show conto de Casa
14h - Contação de Histórias - Canela Fina
16h- Espetáculo Saltimbancos

Quando: 15/11(sexta-feira)

>>>ESPAÇO INFANTIL<<<
8h30 CORTEJO CULTURAL

>>>SERVIÇOS<<<
08h30 às 17h

Doação de Mudas

Sine Móvel

PROCON Móvel

Centro de referência Milton Santos

Unidade móvel de atendimento às mulheres

Onde: Ginásio Poliesportivo de Cajazeira

Aberto ao Público 

Compartilhe:

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Poesia e Geografia unidas numa viagem - Novo projeto literário da escritora Gisela de Castro com dois lançamentos na semana das crianças: dias 12 e 13 de Outubro

Gisela de Castro - Foto: Sabrina Paz
Dando asas à imaginação, a autora e produtora abre a editora Zucca Books lançando "Um voo sobre as capitais brasileiras", seu segundo projeto literário para crianças

Vamos pegar a maleta de viagem e passear pelo país. Essa é a proposta da coleção de cinco livros "Um voo sobre as capitais brasileiras", escrito e produzido por Gisela de Castro que inaugura a Zucca Books, braço literário da Zucca Produções. O projeto conta com patrocínios, via Leis de Incentivo à Cultura, por meio do Ministério da Cidadania, da Companhia de Navegação Norsul e da Prefeitura do Rio de Janeiro – Secretaria Municipal de Cultura, além do apoio da Norflor. E na semana das crianças em outubro, a autora vai autografar o livro, com direito a contação de histórias para a garotada, em duas livrarias cariocas: na Livraria da Travessa do Barra Shopping (Av. das Américas 4666, Barra da Tijuca), dia 12 (sábado), das 16h às 18h; e na  Blooks Livraria (Praia de Botafogo 316, Botafogo), dia 13 (domingo) das 16h às 18h. A autora estará lá autografando os livros para a garotada.

O projeto gráfico veio da sugestão do amigo Daniel Whitaker e foi desenvolvido pelo designer Sérgio Campante, com a coordenação editorial de Lucas Bandeira de Melo. A autora – que acaba de receber a notícia de que receberá Menção Honrosa na categoria Literatura Juvenil no Concurso Internacional de Literatura 2019 da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro – contou com a valiosa orientação do editor e poeta Carlito Azevedo. Cada livro tem a forma de uma região do país, com artes de diversos ilustradores, misturando desenhos, fotografias, recortes e colagens.

Os livros dividem-se nas cinco regiões do país – Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul – e todos foram cortados com faca especial de modo a formarem o mapa do Brasil, quando unidos, como se fosse um quebra-cabeça. Esse formato permite um contato com a geografia do país de forma lúdica, estimulando o interesse à leitura. A ideia é falar do Brasil com prazer e diversão, interligando a descoberta da leitura ao conteúdo cartográfico, com textos que enriquecerão o vocabulário dos jovens leitores, com jogos de rimas e conteúdos familiares a cada cidade, sempre sob a ótica da criança.

"São textos para serem lidos em família ou na escola. Queremos promover o intercâmbio cultural entre os estudantes, apresentando textos com assuntos do universo das crianças em cada região deste país tão diverso e plural", explica a autora Gisela de Castro, que comemora 20 anos de carreira na arte – nos palcos e nos livros – como uma otimista empreendedora. O anterior trabalho literário voltado para crianças foi "A asa da borboleta e outras sutilezas", com ilustrações de Anna Bella Geiger.

Gisela criou "Um voo sobre as capitais brasileiras" com foco na garotada entre 10 e 12 anos, embora seja palatável para os menores lerem junto com professores ou responsáveis. Assim, traçou o projeto com poemas, muitas vezes rimados, para cada uma das 27 capitais brasileiras, em que cada história fala de algum personagem cujo nome começa por uma letra do alfabeto.

"Impus-me algumas regras para começar o jogo da escrita, brincando com os desafios que eu mesma inventava. Foi muito trabalhoso, porém mais divertido do que eu imaginava. Quem sabe possamos alcançar leitores em todo território brasileiro e até em outros países de língua portuguesa?", almeja Gisela que, para essa jornada, convidou um ilustrador de cada macrorregião do país para dar forma ao projeto, com a propriedade de quem vê de perto as cores dos diversos territórios brasileiros.

Cada artista convidado para a criação do conceito visual do livro trabalhou sobre desenhos, fotografias, recortes e colagens, criando ilustrações particulares para cada história. Os livros se encaixam, formando o mapa do Brasil, e podem até ser pendurados na parede, construindo o conceito de sempre deixar "livros à mão das crianças".  "Seria maravilhoso deixar o mapa na parede de forma decorativa, para expor na sala de aula ou mesmo em casa", sonha a autora. Para Gisela, as ilustrações "são os pontos fortes do trabalho" porque cada artista convidado deu sua visão regionalista num rico compartilhamento de saberes.

Uma das artistas convidadas para o projeto é a gaúcha Carla Pilla, ilustradora de livros infantis há mais de dez anos. Ela também é autora de livros de quadrinhos e ilustradora de jogos para crianças. Carla é a responsável pelos desenhos do livro sobre a região Sul, em que usou aquarela e caneta nanquim. Para ela, foi um desafio o trabalho em "Um voo sobre as capitais brasileiras". "O que poderia ser limitador – o tamanho e o recorte do livro – foi uma oportunidade para a criação de ilustrações completamente diferentes do que eu já havia feito", explica Carla, que, para cada poema (referente a um estado do Sul), criou uma ilustração mesclando referências presentes nos poemas, como personagens e situações. Embarcando na proposta de quebra-cabeça que envolve a coleção de cinco livros, ela fez ilustrações maiores, usando o conceito de que uma grande imagem gera várias pequenas outras e que todas juntas se encaixam como um quebra-cabeça, um jogo de recorte.

Já para o pernambucano Jefferson Batista, responsável pelo livro do Nordeste – o desafio foi ainda maior, uma vez que ele não era ilustrador de livros para crianças. Gisela vinha acompanhando o trabalho do artista pelo Instagram e o convidou para este projeto. Jefferson aceitou na hora porque sempre teve vontade de trabalhar com o universo infantil. Utilizando aquarela, lápis de cor e recortes, e referências do que conhece de cada estado, ele ficou feliz com o resultado do projeto. Afinal de contas, graças à oportunidade de participar de "Um voo sobre as capitais brasileiras", surgiram outros convites para ilustrar obras destinadas à gente miúda.

Outra artista que debutou no universo infantil em "Um voo sobre as capitais brasileiras", foi a ilustradora paulista Julia Contreiras.  Ela optou por utilizar a xilogravura, técnica com que trabalha há sete anos, e fez quatro ilustrações grandes – uma para cada capital do Sudeste. Entre edifícios icônicos de cada cidade e os personagens dos poemas, Julia utilizou os elementos da poesia para compor uma imagem só, "uma imagem fantástica", como ela própria definiu.

O brasiliense Felipe Cavalcante, responsável por ilustrar as histórias do Centro-Oeste, usou as cores como referências. Desde pequeno acostumado a viajar muito pela região, ele sempre se interessou em pensar na relação da fauna e da flora com cada área. Na ilustração de cada cidade, o artista usou uma cor principal, mas cada uma dessas cores está presente nas outras ilustrações, mostrando que, embora tenham particularidades, as cidades têm muitas semelhanças graças ao fluxo de pessoas entre elas, uma característica marcante do Centro-Oeste. Em cada história, aparece uma ave representativa da região. O processo utilizado por Felipe começou com um rascunho a mão, passou por uma segunda etapa de acabamento usando nanquim, gauche, canetas e marcadores; para tudo ser finalizado no computador.

E, para fechar, a artista plástica amazonense Hadna Abreu foi a convidada para dar formas e cores aos poemas da Região Norte. Como os textos de Gisela eram carregados de fantasia – sem se restringir apenas às referências das capitais nortistas –, Hadna aproveitou para usar o lúdico em suas pinturas em aquarela. A ilustradora adorou a experiência de trabalhar para crianças, principalmente porque pôde recorrer a suas próprias vivências. "Inclusive, a história de Manaus é real, aconteceu entre mim e meu avô, o que me possibilitou botar muito mais alma nas ilustrações", revela a artista. 

O trabalho tão criativo e bem cuidado inspirou também o editor Carlito Azevedo, que pegou carona nas asas da imaginação de Gisela de Castro para resumir poeticamente o livro: "Quando a gente entra numa cidade, uma cidade entra na gente. Quando a gente nasce num país, um país nasce na gente. Quando a gente conhece uma pessoa nova, vira uma nova pessoa. Esse livro nos convida a desfrutar esse milagre tão simples. Estar poeticamente em cidades aonde nunca fomos, conhecer personagens que a gente nunca viu, descobrir que um país é o que a gente inventa, ao sonhar viver nele, brincar nele, trabalhar nele. Uma antiga canção dizia que o Brasil não conhece o Brasil. A poesia de Gisela não quer só nos levar numa viagem poética, quer também apresentar o Brasil ao Brasil".

Zucca Produções
A Zucca Produções atua no mercado artístico e cultural desde 2003 e é dirigida pelo produtor e especialista em gestão de projetos Julio Augusto Zucca e pela atriz e produtora Gisela de Castro. Engenheiro e bióloga se apaixonaram e largaram suas profissões de origem para viver de arte, montando uma empresa de produção cultural.

Foto divulgação
A Zucca Produções atua em todos os segmentos artísticos, realizando projetos próprios ou prestando serviços para outras produtoras e projetos. Em mais de uma década de atuação já realizou ou participou da produção de dezenas de projetos culturais, incluindo shows de música, mostras, festivais, CDs, espetáculos de teatro, filmes, exposições, festivais de dança, espetáculos de dança, livros de arte, um projeto de pesquisa, um grande projeto de reforma de patrimônio histórico, projetos de formação, cultural e artística, projetos socioculturais, entre outros. Além dos projetos, a Zucca oferece, por meio de seu sócio Julio Augusto, cursos na área por onde já passaram mais de duas mil pessoas em várias localidades do país. O livro "Um voo sobre as capitais brasileiras" é o primeiro projeto da Zucca Books, braço literário da Zucca Produções.

Sobre a autora Gisela de Castro
Graduada em Biologia pela UFRJ, estudou Metodologia do Ensino na Faculdade de Educação da Unicamp. Produtora atuante no Rio de Janeiro, desde 2003 é sócia-fundadora e diretora artística da Zucca Produções. Trabalha como atriz, produtora, diretora, roteirista e contadora de histórias.
Realizou diversos trabalhos com teatro infantil, tendo recebido prêmios por alguns deles, como o Prêmio Zilka Sallaberry e o Prêmio CBTIJ.
É autora contratada pela Agência Riff.

Agência Riff
Inaugurada em 1991, a Riff representa grandes nomes da literatura brasileira e as principais editoras e agências literárias estrangeiras no Brasil e em Portugal. Para atuação no exterior, a agência trabalha em parceria com AMV Agencia Literária (Portugal, França, Espanha e América Latina), Straus Literary (língua inglesa no mundo) e Mertin LitAg (todos os demais territórios).

Sobre o designer Sérgio Campante
Sérgio Campante é designer voltado para o mercado editorial desde 1998. Estudou publicidade na Escola de Comunicação da UFRJ, mas desde cedo se interessava pelas áreas gráficas e ligadas à produção editorial. Depois de um curto período trabalhando com marketing direto, foi colaborador e parceiro da designer Carol Sá, com quem montou uma sociedade por cinco anos. É fotógrafo amador, ilustrador e leitor nas horas vagas. É colaborador de diversas editoras para as quais elabora projetos gráficos e capas, tendo como principais parceiros a Jorge Zahar Editor e o Grupo Editorial Record.

Serviço:
Valor do livro:  R$ 64,90
Evento literário na Semana das Crianças
12 de outubro, das 16h às 18h
Livraria da Travessa Barra Shopping
Av. das Américas 4666 – Barra da Tijuca – Telefone:  2430-8100
https://www.travessa.com.br/wpgNossasLojas.aspx

Evento literário da Semana das Crianças
13 de outubro, das 16h às 18h
Blooks Livraria – Botafogo
Praia de Botafogo 316 – Botafogo  - Telefone: 2237–7974
https://medium.com/blooks/loja-blooks-rio-de-janeiro-7e55be70ccf7
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels