Stephen King e Stanley Kubrick: livro e filme "O Iluminado" (The Shining), por Ademir Pascale

Jack Nicholson O nome de um é Stanley Kubrick, do outro Stephen King, o título do longa é "O Iluminado". Com o nome destes...

Mostrando postagens com marcador Flamengo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Flamengo. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Ruy Castro fala sobre Ciência e Arte da Biografia durante a programação de férias do Instituto Estação das Letras (IEL), no Flamengo

A escolha do biografado – quem é e quem não é biografável. A chamada "pesquisa" – muito menos importante que a "investigação". A busca incansável das fontes de informação. Como se preparar para uma entrevista. Como organizar o material durante a longa fase da apuração. A técnica de escrever – macetes, truques e muitas dicas úteis. E, por fim, como sobreviver aos herdeiros do biografado. São todos pontos de análise do jornalista e escritor, que tem livros sobre a vida de Nelson Rodrigues, Garrincha e Carmen Miranda.

A  aula acontece na segunda-feira, dia 9/7, das 18h às 21h30.
As inscrições vão até o dia 30/6.

Também durante o mês de férias o IEL mergulha na escrita, com Silvia Carvão, num curso para desbloquear a espontaneidade e a criatividade na hora de escrever, com  a professora Silvia Carvão. Entre os dias 16 e 20 de julho, de 10h às 12h, haverão exercícios para desenvolver a escrita, além da leitura de textos e jogos verbais, enumeração e mapa de ideias.

Informações e inscrições: 21 3237-3947.
O IEL fica na Marquês de Abrantes, 177, no Flamengo.
Compartilhe:

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Escrita Criativa e Construção de Personagens, com Jorge Pereira, no Instituto Estação das Letras

O editor-chefe da Revista Philos (publicação de Literatura da União Latina), Jorge Pereira, produtor cultural pernambucano, estará no Rio de Janeiro de 21 a 25 de maio para a oficina Escrita Criativa e Construção de Personagens I e II, no Instituto Estação das Letras (www.estacaodasletras.com.br).

As aulas serão pautadas na discussão de grandes obras da literatura, autores e artistas, com foco nos aspectos da escrita criativa e da construção de personagens.

A Oficina está dividida em duas partes independentes.

O módulo I (“A matéria apropriada à ficção não existe” e “Letras sobre a tela”) acontece dias 21 e 22 e o segundo módulo (“Movimentos de Fuga e Peregrinação” e “A idade da escrita” ), dias 24 e 25, sempre das 13h às 18h. No dia 23, não há aula.

Inscrições e informações: estacaodasletras@estacaodasletras.com.br e 21 3237-3947.
O IEL fica na R.Marquês de Abrantes, 177, no Flamengo.

Investimento:
Módulo I: R$ 150,00
Módulo II: R$ 150,00
Módulos I + II: R$ 250,00

Ementa da Oficina:

Módulo I
“A matéria apropriada à ficção não existe”

Através da obra de Clarice Lispector, “A paixão segundo G.H.”, será demonstrado que textos literários podem ter temáticas banais, partindo de assuntos inusitados, como a morte da barata no apartamento da personagem G.H., que gerou uma reflexão sobre suas angústias emocionais. A exposição do tema terá como suporte teórico alguns ensaios da escritora inglesa, Virginia Woolf. Ao final, os inscritos farão uma produção textual depois da retirada de objetos distintos de uma caixa preta, escrevendo literatura realista ou fantástica. Todo o processo de produção e criação da narrativa será acompanhado pelo facilitador.

“Letras sobre a tela – literatura e pintura na efervescência da modernidade”

Se as obras ficcionais da escritora inglesa Virginia Woolf fossem telas, certamente elas teriam sido pintadas pelo artista Claude Monet, um pintor francês, cuja obra mais famosa foi “Impressão, sol nascente”, que deu nome ao movimento impressionista. Dando destaque à obra “Passeio ao farol”, de Virginia, mostraremos como em ambos os artistas tudo é esboço, sensação, instante, pontilhados da rotina – uma necessidade do início do século XX em captar o presente para eternizar o seu frescor. Ao final, os inscritos farão um exercício de construção de personagens a partir de fenômenos emocionais, permeando a mesma temática.

Módulo II
“Movimentos de fuga e peregrinação”

Vencedores do Prêmio Nobel de Literatura, Alice Munro e Gabriel García Marquez não partilham grandes similaridades em suas escritas. Porém, em suas obras o leitor depara-se com movimentos que geram reações inesperadas, como nas histórias de ninar, em que tudo se passa calmamente até que surge o elemento do desequilíbrio. Em Fugitiva, Alice deixa cada personagem fora de órbita, atraídos e repelidos por forças cujas origens eles, e mesmo o narrador, desconhecem. Em Doce cuentos peregrinos, Gabriel García Marquez espera dezoito anos para dar fuga aos seus personagens em doze contos abrasivos e insaciáveis em uma rara experiência criativa. Pautados na fuga e na criação de narrativas que fogem das obviedades e surpreendem, essa masterclass quer proporcionar o alívio duradouro de voltar para casa onde as palavras, nuas, nos dão fugas.

“A idade da escrita”

Dentro das tendências neovanguardistas do modernismo tardio português, a escritora Ana Hatherly faz nascer a escrita pela poesia visual, em que a visualidade dos signos torna, com frequência, o seu conteúdo semântico integrando-se com a obra visual que se mostra em galerias de artes e museus. A poética e as experiências pictóricas da cidade do Rio de Janeiro serão o centro desse masterclass de criação livre acerca das fábulas e anti-fábulas cotidianas. Ao final os inscritos farão uma produção textual de caráter experimental.

Saiba mais: www.estacaodasletras.com.br
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels