Mostrando postagens com marcador Guilherme Bianchini. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Guilherme Bianchini. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 3 de abril de 2019

Novo livro retrata cotidiano de um detetive

"Diário de um Detetive" é lançamento da Chiado Books e traz humor non sense para obra

Desde desvendar roubos de dentaduras, até investigar desvio de dinheiro envolvendo o prefeito da cidade, o livro "Diário de um Detetive" traz histórias de um detetive sem noção, que está resolvendo os casos mais absurdos sempre regado as mais variadas bebidas e personagens com suas loucas particularidades.

A obra é do autor Guilherme Bianchini, escritor de contos, historinhas e diálogos de humor, além de roteiros audiovisuais. "Em 105 páginas, o leitor vai encontrar um dos melhores detetives de todos os tempos que, expõe de maneira absurda, suas dificuldades, medos e prazeres num diário escrito exclusivamente com sua máquina de escrever Remigton", explica.

As histórias são carregadas de humor non sense, mas os medos e angústias dos personagens trazem sentimentos inerentes a qualquer ser humano. "Diário de um Detetive é meu segundo livro com foco na escrita de humor. Livros de humor não são tão comuns e creio que este traz um pouco de originalidade ao ramo", afirma o autor.

Destinado ao público jovem adulto, o livro é impresso pela Chiado Books e está disponível no site da editora, além de outras livrarias como Cultura ou Saraiva. O preço sugerido ao varejo é de R$ 30,00.

Sobre Guilherme Bianchini


Nascido em Lajeado, cidade no Sul do Brasil. É formado em Engenharia de Alimentos na Universidade do Vale do Rio dos Sinos, mas nas artes está a sua paixão. Escritor de contos, historinhas e diálogos de humor, dedica-se também a escrever roteiros audiovisuais e se aventura na música.
Compartilhe:

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Guilherme Bianchini e o livro "Contos, Historinhas e Diálogos de Humor” (Editora Chiado)

Guilherme Bianchini - Foto divulgação
Guilherme Bianchini é de uma cidade do interior do Rio Grande do Sul e nos últimos anos morou em Porto Alegre. É formado em Engenharia de Alimentos, mas seguiu por outros rumos. Sempre foi apaixonado por artes, música e escrita, e decidiu que era hora de seguir novos caminhos.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Guilherme Bianchini: Nunca pensei em lançar livros. Comecei escrevendo contos e tenho muitos projetos na área audiovisual, então sempre me foquei em roteiros. Um dia me deu um clique: E se eu reunisse alguns desses contos em um pequeno livro? E está aí, foi o começo. Agora já estou finalizando outro livro, muito maior, e com histórias mais complexas.

Conexão Literatura: Você é autor do livro “Contos, Historinhas e Diálogos de Humor” (Editora Chiado). Poderia comentar?

Guilherme Bianchini: É um livro com pequenas histórias do cotidiano, com uma pitada de non sense. A leitura é leve e rápida, ideal para quem está no banheiro fazendo necessidades hehe.

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro?

Guilherme Bianchini: A inspiração vem da vida cotidiana. Você está na rua vendo dois pássaros brigando e pensa no que eles podem estar discutindo. Daí vem uma história. Reuni esses contos que escreve há alguns anos, mas só ano passado decidi reunir em um livro.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do qual você acha especial em seu livro?


Guilherme Bianchini: Gosto muito do Diário de um Detetive. Há três histórias no livro. E numa das ocasiões ele diz assim: “Pelo menos o dia está bom para tomar rum e relembrar o caso 13,5. Naquele dia, estava eu no escritório tomando rum e relembrando outros casos. Escrevia aqui, neste mesmo diário, a história do menino que roubou as moedas da mãe. Como detetive, foi um dos momentos mais difíceis de toda minha vida profissional. Sempre suspeitei do padeiro ou do confeiteiro, mas nunca soube quem era quem. E o menino me enganou com sua inocência. Aliás, não sei porque insisto em continuar escrevendo o diário. Talvez para compartilhar com alguém minha solidão. Solidão que talvez se resolveria se contratasse uma secretária, ou talvez comprasse um poodle para alegrar o escritório. Uma namorada também não cairia mal.”
Desculpem-me se houver algum erro de português... sou engenheiro hehe.

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir o seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Guilherme Bianchini: Já está disponível no site da Editora Chiado. Em algumas livrarias, como a Saraiva e Cultura, também estão anunciando no site.
Tenho a página no facebook: https://www.facebook.com/ContosHDH/
E meu Instagram: @bianchini.guilherme

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Guilherme Bianchini: Além dos projetos audiovisuais, há um novo livro saindo do forno.

Perguntas rápidas:

Um livro: Gosto de livros complexos como “O Ser Quântico”, que fala de física.
Um (a) autor (a): Roberto Benigni
Um ator ou atriz: Marlon Brando
Um filme: A Vida é Bela
Um dia especial: Todos

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Guilherme Bianchini: Sempre se questione se o que acontece no mundo é realmente a verdade. Se pergunte se o meio de vida que a sociedade impõe é correto. Os políticos fazem um bom trabalho? Cobre. Saia da casca. Faça algo para deixar para seus netos.
Um bom começo para iniciar esses questionamentos é ter o hábito da leitura.
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

COMUNIDADE INFLUXO

SONHOS FULGURANTES - ROBERTO MINADEO

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels