Resenha da série Altered Carbon (NetFlix), baseada no livro de mesmo título, por Ademir Pascale

SOBRE O LIVRO: Carbono alterado é o eletrizante thriller de ficção científica que inspirou a série da Netflix. No século XXV, a humanidade ...

Mostrando postagens com marcador Imovision. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Imovision. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 15 de julho de 2020

Imovision promove live especial com Bárbara Paz para lançamento do Documentário MULHER nas plataformas digitais


A distribuidora Imovision em parceria com o site Mulher no Cinema, vai fazer uma live especial dia 16/07 as 19:30 em seu instagram, @imovision, com a jornalista Luísa Pécora, escritora e criadora do Mulher no Cinema, e a atriz e cineasta Bárbara Paz sobre a estreia do documentário MULHER, que chega às plataformas digitais dia 15 de julho. O filme estará disponível para aluguel ou compra nas plataformas: Itunes, Net Now, Google Play, Vivo Play e Youtube.

Mulher estreou no Brasil no dia 12/03 e ficou apenas uma semana em cartaz devido à pandemia de coronavírus. O documentário dirigido pelos cineastas Yann Arthus-Bertrand​ e Anastasia Mikova. O diretor dirigiu também o documentário de sucesso "Humano – Uma Viagem Pela Vida" e é fotógrafo do best seller "A Terra Vista do Céu"

​Para o documentário Mulher foram 2.000 entrevistas com mulheres de 50 países ao redor do mundo. Mulher fez parte  da  Seleção oficial do Festival de Veneza e saiu vencedor do Prêmio Sfera 1932 no Festival de Veneza – Prêmio concedido ao filme com mais poder evocativo da seleção, que promove a necessidade de um futuro mais sustentável e direciona suas escolhas para a melhoria da qualidade de vida da humanidade.​
"Mulher" dá voz a duas mil mulheres de 50 países diferentes, em um retrato íntimo que explora temas como a maternidade, educação, casamento, independência financeira e sexualidade.

O filme denuncia as injustiças sociais que as mulheres sofrem ao redor do mundo, mas mais do que isso, mostra a força e capacidade que elas têm para mudar o mundo.

De chefes de estado a ícones de beleza, de motoristas de ônibus a fazendeiras. Você irá descobrir a voz das mulheres de uma maneira jamais vista.



"Mulher" dá voz a duas mil mulheres de 50 países diferentes, em um retrato íntimo que explora temas como a maternidade, educação, casamento, independência financeira e sexualidade. O ...

www.youtube.com

Ficha Técnica: 

Título Original: Woman
Direção: Anastasia Mikova, Yann Arthus-Bertrand​
Produção: Fabienne Calimas​
Fotografia: Gergely Pálos​
Edição: Françoise Bernard, Brigitte Delahaie​
Música: Armand Amar​
Gênero: Documentário​
País: França​
Ano: 2019​
Cor​
Duração: 104 minutos​
Classificação: 12  anos 

Sobre Bárbara Paz 

Bárbara Paz é atriz, diretora e produtora. Brasileira, se formou pela Escola de Teatro Macunaíma e pelo Centro de Pesquisa Teatral CPT de Antunes filho e atualmente faz parte do grupo 'TAPA'. No teatro, trabalhou em mais de 25 peças, protagonizando espetáculos de Oscar Wilde a Tennessee Williams. Em 2013, pela sua trajetória como atriz, recebeu do Ministério da Cultura a Medalha Cavaleiro 2013, Honra ao Mérito Cultural do Ministério da Cultura. Bárbara, que também é contratada da TV Globo, onde participou de diversas séries e novelas. Apresenta o programa A Arte do Encontro, no Canal Brasil, onde conversa com grandes nomes do cenário artístico brasileiro.

No cinema, como atriz participou de vários longas e curtas-metragens incluindo Meu amigo Hindu, último filme de Hector Babenco ao lado de Willem Dafoe, Como diretora adentrou o universo dos curtas-metragens, produzindo e dirigindo programas e filmes. O Documentário "Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou" é seu primeiro longa-metragem.

Sobre a Luísa Pécora

Luísa Pécora é jornalista, criadora e editora do site Mulher no Cinema. Passou pelo portal iG e pela revista Cult, foi editora do catálogo da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e colaborou para publicações como Gol, Playboy, Filme B, FilmMaker, Getúlio e Diálogos&Debates, entre outras. É uma das fundadoras da organização sem fins lucrativos Quero na Escola, que apoia estudantes da rede pública em todo o Brasil, e integra o Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema. Contato por email: contato@mulhernocinema.com.

Elias Oliveira 
Compartilhe:

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Com a vencedora do Oscar de melhor atriz, Marion Cotilard, Estaremos Sempre Juntos estreia dia 14 de novembro com mesmo elenco de 9 anos atrás


O filme é dirigido pelo marido da atriz Guillaume Canet e conta com os prestigiados atore François Cluzet, Gilles Lellouche e Jean Du jardin. 

Trailer: clique aqui.

Estrelado pela atriz Marion Cotillard, vencedora do Oscar de Melhor Atriz pelo filme Piaf - Um Hino ao Amor (2007) e atuações  importantes  como em  A Origem (2010), Meia-Noite em Paris (2011), Ferrugem e Osso (2012), Dois Dias, Uma Noite (2014), Macbeth (2015) e Aliados (2016), “Estaremos  Sempre Juntos” estreia  nos cinemas dia 14  de novembro, uma comédia sobre  amigos  que se encontram  depois de muitos anos para reatar os laços e celebrar o aniversário de Max, François Cluzet. 

Uma curiosidade sobre o longa é que o elenco estelar tem uma relação de amizade que vai muito além das telas, eles são amigos na vida real. Marion e Guillame se conhecem há 23 anos, muito antes de começarem a namorar, enquanto Jean DuJardin e  Benoît Magimel são amigos de infância do diretor, os outros mantem uma relação de amizade de pelos menos 10 anos. De acordo com o diretor, em alguns momentos era necessário relembrar os atores que não estavam de férias, tamanha a sintonia no set durante as filmagens. 

“Estaremos sempre Juntos”, conta a história de Max (Interpretado François Cluzet astro do filme Intocáveis sucesso de bilheteria no Brasil e na França) um homem que vive uma crise de meia idade, e resolve passar o seu aniversário apenas com a esposa em sua casa de praia. Ele ainda não sabe, mas ela preparou uma surpresa com seus velhos amigos que ele não vê há mais de três anos. A chegada do grupo é calorosa, mas a recepção nem tanto... Um final de semana que supostamente deveria ser tranquilo, está prestes a virar um momento inesquecível cheio de confusões, afeto, reaproximações e situações inusitadas.
    
O último filme de Guillaume Canet, lançado nos cinemas brasileiros foi “Até a Eternidade” em 2010. O filme foi um sucesso na França, com mais de 5.4 milhões de espectadores, foi o segundo maior sucesso de bilheteria em 2010, somente atrás de Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1. Com os mesmos atores de seu filme atual: Marion Cotillard, François Cluzet, Gilles Lellouche e Jean du Jardin. Guillaume Canet guarda uma memória muito dolorosa de Até a Eternidade (2010), o projeto nasceu após um grave problema de saúde que ele teve em 2009, que quase lhe custou a vida. Estava no hospital, e poucos foram os amigos que lhe visitaram, e foi essa amarga descoberta da amizade que o fez escrever essa história. 

Vale se atentar a trilha sonora do filme com destaque para as mais conhecidas do público: Cyndi Lauper –Girls Just  To Love, Donna Summer – I feel Love, Nina Simone –To Love Somebody e  Van Morrisison –I ts All over now boby blue                

O que a imprensa estrangeira comenta:

“Uma comédia saborosa sobre amizade e tempo.” 
LE FIGARO 

“Emocionante” 
PREMIÈRE

“François Cluzet e Marion Cotillard são formidáveis” 
PUBLIC

“Leve e divertido. Um elenco apaixonante! ” 
LES FICHES DU CINÉMA

“Uma exaltação à amizade realizada por grandes atores”
20 Minutes

“Um roteiro excepcional, uma trilha sonora excelente, amigos de férias” 
La Voix du Nord

“Uma história linda, misturando amigos, amores e problemas. ” 

Sobre o diretor Guillaume Canet.

Guilherme Canet  é um cineasta e ator francês, nascido em   Boulogne-Billancourt na França em  10 de abril de 1973 é um ator e  diretor do cinema francês.  Foi casado com a atriz alemã Diane Kruger, da qual se divorciou em 2006 após sete anos juntos. Ele vive atualmente com a atriz francesa Marion Cotillard, o casal está junto desde 2007 e tem dois  filhos. Os dois eram amigos desde os anos 90 e juntos protagonizaram os filmes Amor ou Consequência em 2003 e O Último Vôo em 2009. 

Filmes que fez a direção: (2018) Estaremos Sempre Juntos,( 2016) Rock'n Roll: Por Trás da Fama, (2013)  Laços de Sangue ,  ( 2010)  Até a Eternidade
(2006)  Não Conte a Ninguém

O diretor também já trabalhou em mais de 20 longas franceses, citando os três últimos como referência: (2019) La Belle époque Antoine ,(2018) Um Banho de (2019)  e Vidas Duplas no qual contracena com Juliette Binoche 

SOBRE A DISTRIBUIDORA

Distribuidora presente no Brasil há mais de 25 anos, a Imovision vem se consolidando como uma das maiores incentivadoras do melhor cinema, tendo lançado mais de 300 filmes no Brasil.
A distribuidora tem em seu catálogo realizações de consagrados diretores internacionais e nacionais, e filmes premiados nos mais prestigiados festivais de cinema do mundo, como Cannes, Veneza, Toronto e Berlim. Mantendo seu foco em títulos de qualidade, a Imovision foi a responsável por introduzir no Brasil cinematografias raras e movimentos internacionais expressivos, como o Movimento Dogma 95 e o cinema iraniano.

FICHA TÉCNICA 
Título Original: Nous finirons ensemble
Direção e roteiro: Guillaume Canet
Produção: Alain Attal
Fotografia: Christophe Offenstein
Edição: Hervé de Luze
Direção de arte: Philippe Chiffre
Música: Emmanuel Ferrier
Figurino: Marine Dupont, Olivia Lahougue
Gênero: Comédia dramática 
País: França, Bélgica
Ano: 2019
Cor
Duração:  135 minutos
Classificação: 14 pretendida 

Elenco: François Cluzet, Marion Cotillard, Gilles Lellouche, Laurent Lafitte, Benoît Magimel, Pascale Arbillot, Valérie Bonneton, Clémentine

Sinopse: Um elenco francês estelar em uma comédia irreverente! Vivendo uma crise de meia idade, Max resolve passar o seu aniversário apenas com a esposa em sua casa de praia. Ele ainda não sabe, mas ela preparou uma surpresa com seus velhos amigos que ele não vê há mais de três anos. A chegada do grupo é calorosa, mas a recepção nem tanto... Um final de semana que supostamente deveria ser tranquilo, está prestes a virar um momento inesquecíve,l cheio de confusões, afeto, reaproximações e situações inusitadas.

Compartilhe:

sábado, 1 de setembro de 2018

"Sem data, sem assinatura", do diretor iraniano Vahid Jalilvand, estreia dia 20 de setembro nos cinemas


Sinopse: Ao sofrer um acidente de carro, o médico forense Dr. Nariman fere um garoto de 8 anos. Ele se oferece para levar a criança a uma clínica próxima, mas o pai recusa sua ajuda. Na manhã seguinte, no hospital onde trabalha, o médico descobre que o menino aguarda por sua autópsia.
O Dr. Nariman então enfrenta um dilema: ele é o responsável pela morte da criança devido ao acidente, ou garoto morreu por intoxicação alimentar, de acordo com o diagnóstico de outros médicos?

Trailer oficial: https://youtu.be/T5qaV8fjzRk

Mais informações:
- Festival de Cinema de Veneza – Mostra Horizonte – Festival de Veneza
- Melhor Diretor – Festival de Veneza – Mostra Horizonte
- Melhor Ator - Navid Mohammadzadeh – Festival de Veneza – Mostra Horizonte
- Melhor Filme – Hugo de Ouro – Diretor estreante – Festival Internacional de Chicago

O que dizem sobre:
“Um drama bem-sucedido, excepcionalmente bem interpretado, que explora questões de culpa e responsabilidade na sociedade.”
Variety

“Um drama psicológico que se aproxima do conflito de classe entre os ricos e os pobres"
The Hollywood Reporter

“Um conto sobre moral e integridade”
Film Threat

"O diretor iraniano Vahid Jalilvand consegue encenar um drama íntimo e social, emocional e filosófico, de poder excepcional."
Le Figaro

“Vahid Jalilvand examina sociedade iraniana: a hipocrisia da classe dominante, a sobrevivência e a opressão da classe dominada, filmado aqui como uma classe maldita, acostumada e condenada à infelicidade.”
Le Monde

“Sua maneira de explorar o funcionamento interno de uma sociedade profundamente dividida, enferrujada e secretamente violenta, evoca alguns filmes italianos dos anos 60-70, como os de Francesco Rosi e Damiano Damiani, onde neo-realismo tinha transmutado em thrillers políticos.”
Libération

“É um filme inquietante, mas profundamente gratificante.”
VIFF

Serviço:
Título original: Bedoune Tarikh, Bedoune Emza
Direção: Vahid Jalilvand
Roteiro: Ali Zarnegar, Vahid Jalilvand
Produção: Ali Jalilvand & Ehsan Alikhani
Fotografia: Peyman Shadmanfar
Edição: Vahid Jalilvand, Sepehr Vakili
Música: Peyman Yazdanian
Figurino: Mohsen Nassrollahi
Gênero: Drama
País: Irã
Ano: 2017
COR
Duração: 104 minutos
Classificação: a verificar

Elenco: Amir Agha’ee (Dr Nariman), Navid Mohammadzadeh (Moosa), Hediyeh Tehrani (Sayeh), Sa’eed Dakh (Inspector), Alireza Ostadi (Assistant Prosecutor), Zakiyeh Behbahani (Leila)

Para receber novidades sobre o filme, acompanhe as redes sociais:
http://www.facebook.com/imovision
Compartilhe:

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Trailer de “Em Pedaços”, um dos 9 pré-selecionados aos Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, chega aos cinemas dia 8 de fevereiro

“Em Pedaços” fez parte da Seleção Oficial do Festival de Cannes, e na ocasião, a protagonista Diane Kruger saiu vencedora do prêmio de Melhor Atriz, e é um dos indicados ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro.

Katia Sekerci (Diane Kruger), é uma alemã que leva uma vida normal ao lado do marido turco Nuri, e do filho de 7 anos. Um dia, ela é surpreendida ao descobrir que ambos morreram devido a uma bomba colocada diante do escritório do marido. Desesperada, Katia decide lutar por justiça ao descobrir que os responsáveis foram integrantes de um grupo neonazista.
Dia 08/01/18 nos cinemas
Distribuidora: Imovision

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels