Mostrando postagens com marcador Luiz Pinheiro. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Luiz Pinheiro. Mostrar todas as postagens

domingo, 7 de março de 2021

Luiz Pinheiro lança livro e vídeo-poema-musicado


O músico e poeta Luiz Pinheiro, depois dos CDs "Cássia Secreta", em parceria com Hermelino Neder, "Decompor" e "3,1415...", volta à cena com o lançamento de um novo trabalho. Trata-se de um livro intitulado "Poemas que Dormem Comigo", com selo da editora Patuá, além de um vídeo-poema-musicado, dirigido por Robson Catalunha. Ambos realizados com recursos da Lei Aldir Blanc. 

O livro reúne poemas criados em vários períodos da vida de Luiz Pinheiro. Em vários deles, o artista preza pelas formas sintéticas e econômicas. Para ele "do poema enxuto, curto, quase matemático, podem ser extraídas múltiplas leituras". O poeta trafega com versatilidade por temas amorosos, filosóficos, psicanalíticos e sociais.

Vários dos poemas já foram musicados pelo próprio artista e, também, por compositores(as)/cantores(as) como Cássia Eller, Hermelino Neder, Luiz Gayotto, Vanessa Bumagny, entre outros. Além dessas parcerias, Luiz Pinheiro também colocou poesia na música de Arrigo Barnabé e "Façanhas", canção de sua autoria, deu título a um disco do compositor da Vanguarda Paulista. 

Nas páginas em que constam poemas já musicados e gravados há um QR code para que o leitor possa acessar a canção nas plataformas digitais, durante a leitura.

Além disso, a obra escrita foi adaptada em forma de vídeo sob a direção de Robson Catalunha e com direção de arte de Thiago Capella Zanotta. O vídeo foi concebido a partir do que se costuma chamar de poesia expandida. Já há muito tempo o catalão Joan Brossa concebia o poema para além do literário, usando recursos visuais, que foram muito explorados pelos concretistas, aqui no Brasil. 

Com o lançamento do livro "Caixa Preta" nos anos 1970, que Augusto de Campos escreveu com o artista plástico Julio Plaza, Luiz diz que para ele o "céu passou a ser o limite no fazer poético". O livro de Campos é uma espécie de caixa e contém poemas visuais e escritos em módulos para serem montados formando estruturas geométricas cúbicas. O poema, então, sai da folha do livro e vai se inscrever em objetos. Para Luiz, "hoje em dia, até as palavras podem ser dispensadas em um poema, sendo este apenas um objeto ou uma imagem".

A direção do trabalho em formato vídeo, todo em preto e branco, remete às oposições, à dualidade e aos contrastes contidos nos poemas. Catalunha e Zanotta criaram um cenário a partir de luzes de LED, formando estruturas geométricas próprias para cada músico, em um diálogo com o fazer poético quase matemático do poeta.

Os diretores criaram imagens que, juntamente com o texto e as melodias feitas para os poemas, compõem um todo que levou-os a denominar o trabalho de "vídeo-poema-musicado".

Acompanham Luiz nas canções gravadas os músicos que trabalham com ele de longa data, como Valter Gomes, Luciano Nogara e Sandro Prêmmero, além da participação especial do violonista Jef de Lima e de Arrigo Barnabé, que interpreta juntamente com Luiz a música "Rebanho". Além destes, o trabalho ainda conta com a participação de Laerte Késsimos (responsável pela identidade visual do livro), Hermelino Neder, Ivam Cabral, Vanessa Bumagny, Luiz Gayotto, André Sant´Anna e Ronaldo Cagiano.

O vídeo-poema-musicado será lançado no site (luizpinheiroartista.com.br) e nas redes sociais do autor, em três partes, nos dias 1º, 8 e 15 de março. Já o livro, no dia 20 de março de 2021, às 17h, na plataforma Zoom, quando o artista falará sobre o trabalho.

Luiz Pinheiro - Foto: André Stéfano
LUIZ PINHEIRO POR OUTROS AUTORES:

Sua canção, tanto na letra quanto na música e na sua interpretação retratam com força e novidade uma saga e denúncia social. Gostei muito. (Jorge Mautner, cantor e compositor, que participa de uma das faixas do "CD 3.1415..." sobre a canção "Nômade Urbano", um dos poemas musicados).

Artista profundamente antenado com as emergências de seu tempo e as demandas do ser, Luiz Pinheiro fez da letra e da música espaço em que – dialogando com seus pares, com outras obras e autores, seja na literatura ou na música - tudo o que é humano o interessa. (Ronaldo Cagiano, escritor e poeta)

E se é um grande prazer ouvir a poesia que mora nas melodias criadas para os poemas, o Luiz Pinheiro nos dá o privilégio de criarmos nossas próprias melodias, nosso próprio ritmo, ao lermos a partitura de palavras impressas. Ou seja, os poemas do poeta são duplamente poesia e por isso duplamente música. (André Sant´Anna, escritor e músico)

SOBRE LUIZ PINHEIRO


Luiz Pinheiro é psicanalista e compositor e foi cantor da banda Football Music, liderada por Hermelino Neder, nos anos oitenta, e lançada no Teatro Lira Paulistana.


Dirigiu o show de lançamento da trilha sonora, composta por Hermelino Neder, do filme "A Dama do Cine Shangai" de Guilherme de Almeida Prado, ganhadora de vários prêmios.


Foi gravado por Vânia Bastos (música Kitsch ) no seu primeiro LP.


Foi gravado por Arrigo Barnabé, música que deu o título ao CD Façanhas.


Foi gravado por Cássia Eller, sendo seu parceiro em duas composições: "Eles" e "O Marginal", no segundo disco da cantora intitulado O Marginal, nos anos noventa. Teve outras canções suas interpretadas  em shows pela cantora.


É parceiro de Arrigo Barnabé, Hermelino Neder, Luiz Gayotto, Adriana Caparelli e Vanessa Bumagny.



Lançou, juntamente com Hermelino Neder, o grupo "Sociedade Secreta" em 1994, com show dirigido por Elias Andreato, tendo como integrantes do grupo o músico Ricardo Breim e a cantora Zuleika Walther.



Participou do projeto Satyricas Musicais no Teatro Sátyros, com show lítero-cênico-musical,   juntamente com Vanessa Bumagny, Luiz Gayotto, Estevan Sinkovitz e André Sant'Anna em 2003 e 2004.


Compôs, juntamente com Hermelino Neder, a canção tema da peça "Kasper ou a Triste História do Pequeno Rei do Infinito Arrancado de Sua Casca de Noz", que estreou no festival de Curitiba e seguiu temporada no Teatro Satyros, com direção de Rodolfo Vasquez , tendo feito a direção musical .


Apresentou no Teatro Satyros, em 2004 o show "Decantar", onde interpretava compositores consagrados da MPB, tendo como participações especiais o compositor Hermelino Neder e a cantora Vanessa Bumagny.

Apresentou o show "Decantar", sob direção de Sebastião Apollonio, no Teatro União Cultural, em São Paulo em junho de 2005.


Tem seus poemas citados e analisados no livro "Cássia Eller – Canção na Voz do Fogo", de Beatriz Helena Ramos Amaral (Editora Escrituras- 2002- págs. 78, 79,80 e 122).


Tem seu trabalho com a Cássia Eller comentado no livro "A História de Cássia Eller – Apenas uma Garotinha", de Ana Claudia Landi e Eduardo Belo (Editora Planeta – 2005- cap.11, pags.165-182; cap.19, pag.277)


Lançou, em 2005, na livraria Fnac, o CD "Cássia Secreta" (Tratore), com composições suas e do Hermelino que a Cássia já havia gravado e/ou cantado em shows, dando a elas uma nova interpretação.


Teve alguns de seus poemas publicados na Folha de S.Paulo online na coluna de Hermelino Neder Diário, Depressão e Fama em maio de 2006.


Teve poemas seus publicados no jornal O Avesso da cidade de Ourinhos, em 2006 e 2007.


Apresentou o show "Decompor", com composições suas e em parceria, no Villaggio Café, em São Paulo, em junho e novembro de 2007.  


Apresentou o show poético-musical "Decompor" na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, em São Paulo, no dia 12 de Abril de 2008.


Apresentou o show "Decompor" no Teatro X, em 27 de junho de 2008, quando gravou um DVD, com participação das cantoras Vânia Bastos e Vanessa  Bumagny.


Apresentou o show "Decompor" no Villagio Café, em 1º de novembro de 2008.


Apresentou o pocket-show "Decompor" em outubro de 2009 no evento "Satyrianas", na Praça Roosevelt, em São Paulo.


Lançou o CD "Decompor" (Tratore, selo Espaço Musical) em 2011, seu primeiro solo, com composições próprias e releitura de compositores consagrados, com show no Sesc Vila Mariana.

Participou da "Exposição coletiva de poetas", em um projeto da Secretaria de Cultura de Ourinhos, em 2011. Outdoors com poemas dos contemplados foram instalados pela cidade.


Lançou o CD "3,1415...", em 2014, com composições suas e de parceiros, tendo feito shows de lançamento no Mube, no Teatro Sérgio Cardoso, no evento Satyrianas , na Capital, em teatros do interior de São Paulo e no Festival de Teatro de Ourinhos

(show de encerramento).


Realizou com a psicóloga Izabel Abrahão, no período de 2008 a 2016 , um trabalho com usuários da Unidade de Saúde Mental da prefeitura  (Caps Perdizes), que consistia em aproveitar as experiências subjetivas dos pacientes para a confecção de letras e melodias e apresentação do trabalho grupal em locais públicos, bibliotecas e centros de cultura, visando a inclusão e socialização dos integrantes. Esse trabalho venceu um concurso de seleção de projetos de arte, cultura e renda na Saúde Mental, realizado em 2010 pelo Ministério da Saúde.  Por ocasião do encerramento do grupo, realizou-se um CD, "Ternos da Madrugada", com composições dos usuários, executadas pelos próprios, sob a direção de Luiz, de Izabel e do produtor musical Valter Gomes, em parceria com o Centro Cultural da Juventude.

Fez parte do show "Phedras por Phedra", no Teatro Oficina, juntamente com Maria Casadevall , Paula Cohen e Cléo de Paris, com direção de Gero Camilo e Robson Catalunha, em 2016. Esse show foi apresentado posteriormente no Teatro Satyros e na Virada Cultural.

Realizou recentemente, com o músico Valter Gomes, o show "Acústico", no formato voz e violões, em que apresentava canções de seus três discos e novas composições.

SERVIÇO

Lançamento do 

Vídeo-Poema-Musicado

Quando: Parte I- 1º de março

Parte II- 8 de março

       Parte III- 15 de março 

Onde: no site (www.luizpinheiroartista.com.br).youtube e no facebook (luizpinheiro-pi)


Lançamento do livro "Poemas que Dormem Comigo"

Quando: Dia 20 de março às 17h

Onde: Plataforma Zoom https://us04web.zoom.us/j/6409466277?pwd=N0wvNFB1bFFuUVlkMTlzYzRtL3FlQT09 

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Posts mais acessados da semana

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels