Entrevista com Georgina Célia Maksoud, autora do livro "Sem medo de viver"

Georgina Célia Maksoud - Foto divulgação Georgina Célia Maksoud nasceu no início dos anos 50 no Guarujá, onde cresceu acalentando o sonho d...

Mostrando postagens com marcador Marco Lucchesi. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Marco Lucchesi. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 26 de novembro de 2021

Ana Maria Haddad Baptista e o livro Marco Lucchesi: estrela-poética-labirinto, por Cida Simka e Sérgio Simka

 


A professora, pesquisadora e ensaísta Ana Maria Haddad Baptista acaba de lançar o livro “Marco Lucchesi: estrela-poética-labirinto”, que reúne ensaios revistos e ampliados, publicados por diversos livros e revistas, sobre o conjunto de obras de Marco Lucchesi, poeta, romancista, memorialista, ensaísta, tradutor, editor e presidente da Academia Brasileira de Letras.

Trata-se de edição especial, limitada, lançada em capa dura, um precioso e erudito ensaio, com mais de 300 notas de rodapé, sobre a literatura de Lucchesi.

Na “Apresentação”, a professora Ana Haddad comenta: “[...] Tinha diante de mim um escritor humano. Profundamente humano. Humilde. Começamos a trocar livros. Ideias. Textos. Projetos editoriais.

Gradativamente, em poucos meses, fui lendo o extenso (e intenso) conjunto de obras de Marco. Encantava-me a cada livro. Se ele me perguntasse qual meu livro preferido não teria uma resposta. Já pensei muito nisso. Cada livro, texto ou registro, do Marco ocupa um lugar especialíssimo em minha alma. Poesias, romances, memórias, cartas, traduções, ensaios, textos jornalísticos, discursos, prefácios, posfácios, orelhas de livros, entrevistas. Ele transita pelas mais variadas mídias. Seguro. Um olhar que cintila de perto e de longe. Como se estivesse entrecruzando universos diferentes rumo, sempre, ao infinito. [...]” (p. 15-16)

 

A autora

 

Ana Maria Haddad Baptista possui mestrado e doutorado em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP. Pós-doutoramento em História da Ciência pela Universidade de Lisboa e PUC/SP onde se aposentou. Atualmente é pesquisadora e professora da Universidade Nove de Julho dos programas de Educação stricto sensu. Colunista mensal da revista impressa Humanitas. Autora e organizadora de dezenas obras publicadas no Brasil e no exterior. Entre elas: Estética da Solidão (Patuá), Tempo-Memória & Desmemórias (BT Acadêmica), Cavalos sem Memória (Apenas/ Lisboa). 

Link para o livro:

https://www.tesseractumeditorial.com.br/product-page/marco-lucchesi-estrela-po%C3%A9tica-labirinto                          

Entrevista com a profa. Ana Maria Haddad Baptista:

https://www.revistaconexaoliteratura.com.br/2021/06/entrevista-ana-maria-haddad-baptista.html 

Entrevista exclusiva com Marco Lucchesi:

https://www.revistaconexaoliteratura.com.br/2021/05/exclusivo-marco-lucchesi-presidente-da.html 

 

CIDA SIMKA

É licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Autora, dentre outros, dos livros O enigma da velha casa (Editora Uirapuru, 2016), Prática de escrita: atividades para pensar e escrever (Wak Editora, 2019), O enigma da biblioteca (Editora Verlidelas, 2020), Horror na biblioteca (Editora Verlidelas, 2021) e O quarto número 2 (Editora Uirapuru, 2021). Organizadora dos livros Uma noite no castelo (Editora Selo Jovem, 2019), Contos para um mundo melhor (Editora Xeque-Matte, 2019), Aquela casa (Editora Verlidelas, 2020), Um fantasma ronda o campus (Editora Verlidelas, 2020), O medo que nos envolve (Editora Verlidelas, 2021) e Queimem as bruxas: contos sobre intolerância (Editora Verlidelas, 2021). Colunista da revista Conexão Literatura.

SÉRGIO SIMKA

É professor universitário desde 1999. Autor de mais de seis dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a série Mistério, publicada pela editora Uirapuru. Colunista da revista Conexão Literatura. Seu mais recente trabalho acadêmico se intitula Pedagogia do encantamento: por um ensino eficaz de escrita (Editora Mercado de Letras, 2020) e seu mais novo livro juvenil se denomina O quarto número 2 (Editora Uirapuru, 2021). 

Compartilhe:

sábado, 29 de maio de 2021

EXCLUSIVO: Marco Lucchesi, presidente da Academia Brasileira de Letras, concede entrevista à revista Conexão Literatura, por Cida Simka e Sérgio Simka


O poeta, romancista, memorialista, ensaísta, tradutor, editor e presidente da Academia Brasileira Letras, Marco Lucchesi, que acaba de publicar o livro “Adeus, Pirandello”, pela editora Rua do Sabão, conta, nesta entrevista exclusiva, sobre o livro, a sua faceta de escritor e de pesquisador e a respeito de seus próximos projetos.

Os colunistas e o editor-chefe da revista Conexão Literatura, o escritor Ademir Pascale, desejam externar publicamente o nosso agradecimento ao também escritor Leonardo Garzaro, um dos editores da editora Rua do Sabão, e à assessora de imprensa da editora, Beatriz Reingenheim, por terem viabilizado o contato com o eminente acadêmico. 

ENTREVISTA:

Ao publicar o livro "Adeus, Pirandello", você completa a trilogia sobre o Rio de Janeiro. O que o motivou a escrevê-la?

O amor do território. Sequestrado diante de tantas agressões urbanas. O amor das paisagens náufragas. Mas também a ideia da máquina do tempo, os limites da história e da ficção. Uma cronologia que começa em 1866 e termina em 1927. A última, com a viagem de Pirandello ao Rio. 

Você tem uma extensa, sólida e relevante obra publicada. Quais os seus próximos projetos?

Tenho o que posso fazer... na medida das minhas forças, dos meus limites e, sobretudo, da minha inquietação. Trabalho em muitos projetos, ao mesmo tempo, seria inútil e soaria pedante enumerá-los. Terminei o terceiro volume do diário filosófico, em fragmentos, e mais dois outros livros. Sinal de teimosia ou de esperança... Talvez o primeiro tópico,  talvez o segundo. A rosa dos ventos. Um destino.

Fale-nos brevemente sobre o Lucchesi escritor e o Lucchesi pesquisador. Particularmente, por que o seu interesse pela filosofia da matemática?

Muitos apelos e interesses desde sempre. Gosto de ver o céu noturno. Quando a vida no país se torna insuportável, agarro-me ao plenilúnio. Vermelho e soberano.  Se houvesse escolhido outra profissão, talvez fosse epistemólogo.  Sou um homem da Fronteira. Gosto essencialmente do trânsito e da articulação  entre coisas diversas.  Seria longo tratar da matemática, mas gosto de estudar seus pressupostos filosóficos, também a construção de uma poética própria que a torna mais bela, como a Lua. Ela está em alguns livros de ensaio, mais intensamente no primeiro e no segundo volume do diário filosófico "Trivia" e "Vestígios".  Vício e fascínio, ao mesmo tempo. Como no poema de Novalis, número e letras enquanto possível de uma profunda cosmopoética.

Como analisa o ensino superior brasileiro, de maneira geral, em tempos de pandemia?

95% da invenção do que se produz no Brasil vem da Universidade. Os desafios têm sido respondidos com a necessária coragem e resistência, na luta permanente contra a barbárie de nossos dias. Nada é fácil. Seguimos formando profundas zonas de consenso. A defesa da cultura para todos contra a máquina do ódio.

Refletindo sobre sua trajetória, você se considera um ser humano realizado? E feliz?

Essa é uma pergunta impossível. Quem poderia dizer uma e outra coisa? Ainda que não houvesse tanta miséria e morte, no seio da pandemia, política e racismo... ainda que não houvesse nada disso,  quem poderia afirmar uma e outra coisa... Vivemos em um processo. Nossa esperança é de recriar o presente. Eu venho do planeta  Inquietação na nebulosa de Órion.

Informações sobre a trilogia (extraídas do site da editora Rua do Sabão):

“Nas palavras do também imortal Antônio Torres, com ´Adeus, Pirandello´ Marco Lucchesi fecha uma trilogia carioca iniciada em 2010 com O dom do crime, cujo cenário é o Rio ao tempo de Machado de Assis (1886). O passo seguinte foi O bibliotecário do Imperador, de 2013, ambientado no mesmo Rio e no mesmo século XIX (1889).” 

Conheça mais sobre Marco Lucchesi:

https://www.academia.org.br/academicos/marco-lucchesi/biografia

https://www.academia.org.br/academicos/marco-lucchesi/bibliografia

Link para o livro:

https://loja.editoraruadosabao.com.br/produto/adeus-pirandello/

Link para a assessoria de imprensa da editora Rua do Sabão: 

www.kulturalis.com.br


CIDA SIMKA

É licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Autora, dentre outros, dos livros O enigma da velha casa (Editora Uirapuru, 2016), Prática de escrita: atividades para pensar e escrever (Wak Editora, 2019), O enigma da biblioteca (Editora Verlidelas, 2020), Horror na biblioteca (Editora Verlidelas, 2021) e O quarto número 2 (Editora Uirapuru, 2021). Organizadora dos livros Uma noite no castelo (Editora Selo Jovem, 2019), Contos para um mundo melhor (Editora Xeque-Matte, 2019), Aquela casa (Editora Verlidelas, 2020), Um fantasma ronda o campus (Editora Verlidelas, 2020) e O medo que nos envolve (Editora Verlidelas, 2021). Colunista da revista Conexão Literatura.

SÉRGIO SIMKA

É professor universitário desde 1999. Autor de mais de seis dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a série Mistério, publicada pela editora Uirapuru. Colunista da revista Conexão Literatura. Seu mais recente trabalho acadêmico se intitula Pedagogia do encantamento: por um ensino eficaz de escrita (Editora Mercado de Letras, 2020) e seu mais novo livro juvenil se denomina O quarto número 2 (Editora Uirapuru, 2021). 

Compartilhe:

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Amazon anuncia Conceição Evaristo e Marco Lucchesi como jurados da 4ª edição do Prêmio Kindle de Literatura

Conceição Evaristo - Foto divulgação
A Amazon.com.br anuncia que Conceição Evaristo, doutora em Literatura Comparada, e Marco Lucchesi, doutor em Ciência da Literatura, serão os membros do júri especial da 4ª edição do Prêmio Kindle de Literatura, que premia obra de ficção inédita autopublicada pela ferramenta Kindle Direct Publishing. Os jurados avaliarão os livros inscritos no prêmio em diversos critérios, como criatividade, originalidade, qualidade de escrita e viabilidade comercial, selecionando título vencedor que receberá R$ 30 mil e um contrato para a versão impressa pela Nova Fronteira.

"O Prêmio Kindle de Literatura atrai centenas de obras excelentes a cada edição, e para avaliarmos entre elas, é preciso ter um júri especial à altura, com experiência e conhecimento literário reconhecido pela comunidade de autores, capaz de fazer a melhor seleção possível", diz Alexandre Munhoz, Country Manager para Kindle na Amazon do Brasil. "Estamos muito felizes de anunciar Conceição Evaristo e Marco Lucchesi como jurados do nosso prêmio, com a certeza de que farão um trabalho fantástico", completa.

Já participaram como jurados de outras edições do Prêmio Kindle de Literatura nomes como o jornalista Carlos Heitor Cony, o poeta Geraldo Carneiro, a doutora em literatura Sonia Rodrigues e o crítico literário Antonio Carlos Secchin.

Para participar do Prêmio Kindle de Literatura, autores podem publicar suas obras no KDP da Amazon (kdp.amazon.com.br) até 15 de outubro de 2019. Os autores devem colocar o termo PremioKindle no campo de palavras-chave durante o processo de publicação e registrar os livros sob a categoria Ficção. Os títulos enviados precisam ser romances originais em português, não publicados anteriormente, à venda exclusivamente na Amazon durante o período da premiação, precisando estar inscritos no programa KDP Select. Os termos e condições do Prêmio Kindle de Literatura podem ser acessados em www.premiokindle.com.br.

Nesta edição, o Amazon Prime Video revisará os títulos finalistas dentre todos os prêmios literários promovidos pelo KDP em diversos países, incluindo o Brasil. Um desses livros será selecionado para assinar um contrato de opção para uma adaptação audiovisual com pagamento antecipado de US$10.000.

O KDP é uma forma fácil e gratuita de escritores e editoras publicarem seus livros por conta própria e disponibilizarem para venda a leitores ao redor do mundo. Com a autopublicação pelo KDP, os autores têm total controle do processo, do design da capa até a definição do preço e podem receber até 70% de royalties. Todos os romances inscritos no prêmio são disponibilizados na Loja Kindle, além de estarem disponíveis para assinantes do Kindle Unlimited. Os eBooks Kindle podem ser adquiridos e lidos com o aplicativo gratuito Kindle para computadores, tablets e smartphones Android ou iOS, além de e-readers Kindle.
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels