Jane Austen: Livros e Filmes

Jane Austen, Thibaudet e um retrato da burguesia do séc. 18 Nascida em 16 de dezembro de 1775, a britânica Jane Austen foi uma das...

Mostrando postagens com marcador Mayara Lima. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mayara Lima. Mostrar todas as postagens

sábado, 6 de março de 2021

Conheça o livro "Quem sou eu: meu epitáfio", de Mayara Lima


Em “Quem sou eu: meu epitáfio”, Mayara Lima é humana e artista; procura esclarecer sua própria identidade em versos, encontrando-se em meio às inúmeras facetas experienciadas pelo ser humano na construção de sua identidade. Ora real, está no mundo da literariedade, e é comerciante, psicóloga, doadora de livros para bibliotecas; ora figurada, flutua no ar da linguagem poética e é metamorfose, contradição e contemplação.

Outra urgência, porém, ligada a da expressão, ressoa aos corações ao longo da humanidade: o de deixar mensagem. O ser humano necessita que o futuro reconheça-o, compreenda o modo como vive e como se socializa. Há a urgência de perdurar ao tempo, que não a matéria, mas a ideia. De chegar a outras culturas e explicar-se, difundir-se, contactar. Levada por essa urgência, Mayara quis jogar uma mensagem ao mar: a de si mesma. Mas não poderia considerar uma mensagem jogada ao mar se não mergulhada nos universos linguísticos possíveis de ancoragem. “Quem sou eu: meu epitáfio”, é então, uma mensagem traduzida para chegar mais longe. Carregada não pelas águas do mar, mas pelas urgências comuns. Mayara está exposta em nome da poesia e da necessidade de se desvendar pela arte. Em diferentes línguas, como se estendesse os braços para alcançar o mais longe possível, recolhesse toda a força de si para lançar a garrafa ao mais distante do mar.

Assim, esta é uma experiência poética que não espera o leitor; vai até ele, pois se mostra disposta e aberta a qualquer um a qual lhe seja desperto o chamado de conhecê-la, pois fala sua língua. Mayara Lima se define e se apresenta como uma amiga. A arte opera seu melhor milagre: o de lançar a garrafa ao mar e criar pontes, sejam elas entre diferentes praias ou entre diferentes mentes.

Para adquirir o e-book por R$ 4,99: Clique aqui.

Compartilhe:

sexta-feira, 5 de março de 2021

Mayara Lima e o livro “Quem sou eu: meu epitáfio”


Kamila Mayara, mais conhecida pelo seu nome artístico e literário de Mayara Lima, tem 33 anos, é natural de João Pessoa, capital da Paraíba, mas atualmente, mora na região metropolitana de Cabedelo. É graduada em Psicologia. É pós-graduada  em Cinema e Audiovisual e atualmente cursa licenciatura em Artes Visuais. Começou a interessar-se por literatura e artes ainda na infância. Em 2016, publicou um minilivro com o título “Contos, Poesias e Reflexões” . Em 2019, publicou seu primeiro e-book chamado de “ O homem da casa verde ”. Em 2021, já publicou seu segundo e-book, intitulado “ Quem sou eu meu epitáfio”.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Mayara Lima: Comecei ainda na infância a me interessar por literatura. Eu via os filmes, os desenhos animados na TV, lia livrinhos infantis e me inspirava na história deles para escrever as minhas próprias historinhas. Até as próprias situações reais do cotidiano, me inspiravam histórias fictícias. Eu fazia livrinhos artesanais de cartolina e papel, escrevia as minhas historinhas neles e pedia para outras pessoas lerem. Na 4° série, eu tive um dos meus contos publicado em um livro do meu colégio, na época. Aquele foi o primeiro estímulo para eu me tornar escritora.  

Conexão Literatura: Você é autora do livro “Quem sou eu: meu epitáfio”. Poderia comentar? 

Mayara Lima: Olha, o “Quem sou eu: meu epitáfio”, surgiu de uma antiga ideia, que eu tinha de jogar uma garrafa no mar, com uma mensagem minha, e também da mórbida ideia que eu tinha de deixar um poema meu, para ser lido no dia do meu sepultamento. Desde a minha adolescência, eu tinha esses devaneios que citei acima, porém em 2015, já com uma certa maturidade, resolvi por esses meus desejos em prática. Foi nessa época que comecei a escrever o “ Quem sou eu: meu epitáfio”, primeiro escrevi o poema sobre mim e mandei traduzi-lo para 11 idiomas e só não consegui mais traduções porque o meu dinheiro não deu. Nessa época, eu tive novamente a ideia de colocar a mensagem e suas traduções em uma garrafa e lançá-la ao mar, porém, eu descobri que isso é um crime ambiental e eu ainda poderia matar uma tartaruga, pois na região litorânea em que moro, aparecem muitas tartarugas marinhas, pois, elas fazem seus ninhos aqui na praia da minha cidade. Então, ao invés de jogar uma garrafa com todas essas mensagens no mar, resolvi fazer um livro. Eu explico toda essa história nele.

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro? 

Mayara Lima: Olha, eu não precisei de muita pesquisa para esse meu segundo e-book. A parte mais complicada de tudo, foi encontrar os tradutores para os idiomas que eu queria. Alguns tradutores, eu já conhecia pessoalmente, outros conheci através de indicação de amigos, de escolas de idiomas e dois eu conheci pela internet. O livro com o poema e as traduções demorou dois anos para ser concluído (2015- 2016). Porém, a capa e a diagramação dele demoraram um ano para serem finalizadas. Enquanto a publicação demorou apenas alguns meses. Da conclusão até a publicação, demorou cinco anos. 

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho que você acha especial em seu livro?

Mayara Lima: Sim. As frases em que digo:  “Sou uma coruja usuária de máscaras” , “ Sou uma carta curinga, uma águia que experimenta todos os eus ”, “ Sou uma metamorfose ambulante, uma lagarta que vira borboleta o tempo inteiro. São muito intensas e profundas.

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir o seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?  

Mayara Lima: Através do meu Instagram: https: // www.instagram.com/kamila.mayara.10/

Pela minha página no Facebook: Mayara Lima Escritora

ou no link: https: // www.facebook.com/Mayara-Lima-Escritora- 107056434046023

Pelo meu e-mail : mayarameiralima@outlook.com 

Meus e-books podem ser encontrados no site da editora e-galáxia.  www.e-galaxia.com

O “ Quem sou eu: meu epitáfio” está na parte de “Poesias”.

Ou pelo link: https://www.e-galaxia.com.br/produto/quem-sou-eu-meu-epitáfio/ 

Já o “ O homem da casa verde ” é encontrado na parte de “Policial, suspense e mistério”.

Ou pelo link : https: //www.e-galaxia.com.br/produto/o-homem-da-casa-verde/ 

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta? 

Mayara Lima: Sim. Tenho quatro projetos em pauta. 

Perguntas rápidas:

Um livro: A metamorfose 

Um (a) autor (a): Franz Kafka 

Um ator ou atriz: Marcélia Cartaxo 

Um filme: A hora da estrela  

Um dia especial: 13 de dezembro (meu aniversário).

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Mayara Lima: Eu gostaria muito de agradecer a oportunidade que vocês da “Revista  Conexão Literatura”, deram a mim, pois, através de vocês, eu pude divulgar para o público as minhas obras literárias. Fico bastante agradecida a vocês. Gratidão.

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels