Jane Austen: Livros e Filmes

Jane Austen, Thibaudet e um retrato da burguesia do séc. 18 Nascida em 16 de dezembro de 1775, a britânica Jane Austen foi uma das...

Mostrando postagens com marcador Mitos e lendas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mitos e lendas. Mostrar todas as postagens

sábado, 29 de maio de 2021

Um papo com Adriana Aneli, autora do livro Mitos e lendas: o amor no folclore brasileiro (Editora Desconcertos)


Adriana Aneli
é escritora e idealizadora do projeto Tempestade Urbana, autora de livros de poemas, crônicas e contos; colunista da Ed. Scenarium. Formada em Direito pela USP e pós-graduada em Direito de Família e Mediação de Conflitos Familiares. Contato: anelicb@uol.com.br 

ENTREVISTA: 

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário? 

Adriana Aneli: Desde muito cedo me dediquei à literatura, como leitora e escritora. Aos 14 anos, lancei o livro de poemas Jogo da vida, esgotando a primeira edição na 11ª Bienal Internacional do Livro. Aos 16, publiquei pela Editora Brasiliense o conto “Marise” no livro Erótica: contos eróticos escritos por mulheres. Nesta mesma época eu fazia recitais de poesia e oficinas literárias, viajando pelo país. A convite de Lourival Pacheco, entrevistei personalidades da literatura no programa “Poetas da Madrugada”, Rádio Bandeirantes. Também trabalhei com poesia nas rádios Boa Nova de Guarulhos e ABC de Santo André. Em 2002, lancei o livro Todas as Cores do Amor que inspirou músicas e videoclipe da banda espanhola Salaman Rai (cd homônimo). Em 2013, idealizei o coletivo Tempestade Urbana, com artistas e trabalhos de várias partes do mundo. Com a Editora Scenarium lancei Amor Expresso (2015), livro de minicontos sobre o café; A Construção da Primavera (2016), crônicas; e O Sol da Tarde (2017), poemas. 

Conexão Literatura: Você é autora do livro "Mitos e lendas: o amor no folclore brasileiro (Editora Desconcertos)". Poderia comentar? 

Adriana Aneli: Mitos e Lendas: o amor no folclore brasileiro é uma viagem aos quatro cantos do país, contada em breves narrativas e poemas inspirados nos desenhos da artista plástica Cristina Arruda.

Mitos nativos ou regionais, lendas indígenas ou urbanas, ciclos da angústia e dos monstros são representados pelos sentimentos: amor, perdão, desejo, ciúme, intolerância, inveja, cobiça, humildade, arrogância, solidão, saudade, cumplicidade, medo, fé, coragem, persistência, vingança, despeito, loucura, descrença, rebeldia, preconceito, frustração, voracidade...

A proposta é trazer a dimensão psicológica dos mitos e a reafirmação da sobrevivência do folclore à passagem do tempo, eis que os arquétipos estão dentro de nós, e se manifestam na forma de atos, gestos, crenças e emoções. 

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro? 

Adriana Aneli: Cristina Arruda e eu iniciamos este projeto em 2014, com intensa pesquisa dos mitos e lendas brasileiros, tendo por fonte farto material disponível em livros e audiovisual, além da colheita da memória oral. Naquele momento, o projeto previa a gravação de poemas em áudio e composições musicais de Cristina Arruda. Esta será uma história para o Futuro. 

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho que você acha especial em seu livro?  

Adriana Aneli: Gosto muito da Mãe-do-ouro, lenda indígena caiçara. Em noites escuras, uma bola de fogo incandescente aponta onde há jazidas de ouro. Quem a descobre, precisa mantê-la em segredo. Aparece na forma de mulher de cabelos dourados, que atrai homens casados a uma caverna, para assim libertar suas esposas dos maus tratos. Livres, coloca homens bons em seus caminhos. No livro, representa a coragem, necessária às mulheres vítimas de violência doméstica. 

Noite escura sem estrelas

fome e medo


vida fenece

 

Tanto pede

tanto implora

que esperança  um dia desperta

liberdade ilumina  céu

desce morro 

revela  segredo 

dentro dela coragem pulsa

como tesouro enterrado.

Destaco também o poema do Saci-Pererê. No livro, ele representa a paixão: 


Com um olho de sonho

outro de abismo

ele me chama

 

- tenho meu caminho a seguir, respondo

 

mas não adianta

vento redemoinha cartas

equilíbrio de um pé só

e vou

:

Saci bagunçou meu coração. 

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir o seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário? 

Adriana Aneli: O livro Mitos e Lendas: o amor no folclore brasileiro está disponível para venda direta no site da Editora Desconcertos: https://desconcertoseditora.com.br/produto/mitos-e-lendas-o-amor-no-folclore-brasileiro-adriana-aneli/

Mantenho também blog literário em que é possível encontrar livros, projetos, resenhas de autores contemporâneos e mais sobre a minha história nas letras: https://adrianaaneli.wordpress.com/. 

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta? 

Adriana Aneli: Sempre! Sou colunista da Revista Plural (Scenarium) e participo de vários coletivos da Editora este ano. Em breve realizarei o sonho de editar meu primeiro livro infantil. 

Perguntas rápidas: 

Um livro: Como Água para Chocolate, de Laura Esquivel.

Um (a) autor (a):  Mário de Andrade.

Um ator ou atriz: Liv Ullmann.

Um filme: Todas as Manhãs do Mundo, de Alain Corneau.

Um dia especial: o dia em que todos os brasileiros forem imunizados contra a Covid-19. 

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Adriana Aneli: Desistir não é uma opção.

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels