9 grupos no Facebook que todo bom leitor deve conhecer

Por Ademir Pascale Todos os dias são criados novos grupos no Facebook sobre assuntos e gostos diversos. Nós leitores e apaixonados...

Mostrando postagens com marcador O mistério da Rua Magalhães Pinto. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador O mistério da Rua Magalhães Pinto. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 4 de maio de 2021

Conheça o novo livro "O mistério da Rua Magalhães Pinto", do autor Ramón Vasquez


Livro: O mistério da Rua Magalhães Pinto

E-book gratuito.

Bio: Lucas Almeida é Mestre em Educação Profissional e Tecnológica, Especialista em Docência do Ensino Superior e Graduado em Administração. Atua como Gestor Pedagógico do Método Super Cérebro, além de ser professor universitário, pesquisador, revisor de periódicos e escritor. O autor publica diversos conteúdos sobre educação, negócios e literatura em sua página do Instagram @proflucasalmeidaoficial

Sinopse: Eu, Ramón Vasquez, vi com os próprios olhos o que aconteceu na Rua Magalhães Pinto, em 1940. Foram fatos marcantes na minha vida. Espero que ninguém retorne àquele local. Nem sei se ele existe ainda. Só sei que já se passaram 80 anos. Não tenho nostalgia alguma. Mesmo assim, vou relatar brevemente os acontecimentos daquela época.

De fato, era peculiar, sinistro.

Descrever tudo que se passou não foi fácil. Pensei muito antes de publicar este livro. Pensei antes mesmo de digitar. Talvez as pessoas não queiram nem saber o que realmente aconteceu lá, porém, eu estava lá. Eu vi, ouvi, porém, não falei. O medo me cercava.

Velhas na rua. Um casal inocente. Um homem esquisito. Lembro como se fosse hoje. Os pelos do meu corpo, ficaram arrepiados... 

Compartilhe:

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Um papo com Ramón Vasquez, autor do livro “O mistério da Rua Magalhães Pinto”


Ramón Vasquez
é Gestor Pedagógico do Super Cérebro Recife, professor na área de negócios, pesquisador, especialista em Trabalhos de Conclusão de Curso e projetos empresariais. Como escritor: possui mais de cinco obras publicadas, dezenas de artigos de opinião e artigos científicos publicados em sites, eventos e revistas nacionais. É apaixonado por leitura, principalmente, Dostoiévsky e outros autores existencialistas. Nessa seara: romance, biografia, filosofia, sociologia, política e gestão são os assuntos de maior interesse. Sua vida é conectar-se com as pessoas por meio da educação, e auxiliá-las na construção de uma cultura focada no compartilhamento do saber. 

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Ramón Vasquez: Sim! Começou em 2016, com a publicação do livro O mundo mudou... Justo na minha vez?, com o meu ex-professor e publicitário Valdênio Rodrigues. Além dessa obra, publiquei O universitário e a universidade: vivenciando oportunidades e desafios na trajetória acadêmica, que retratava a minha vida de universitário, por exemplo: estudar para provas, conciliar emprego e faculdade, participar de congressos, ler livros, estudar nos finais de semana etc. Em relação ao meu início literário, é bem engraçado, pois eu não gostava de escrever, tirava notas baixas em redação na época da escola, dentre outros probleminhas. No entanto, comecei a ler bastante na graduação de administração, tive alguns insights durante os quatro anos do curso e resolvi escrever o meu primeiro livro.  

Conexão Literatura: Você é autor do livro “O mistério da Rua Magalhães Pinto”. Poderia comentar? 

Ramón Vasquez: É sempre um prazer comentar os livros que escrevo. As personagens principais da narrativa são Luke e Angelika. O jovem casal busca um recomeço na vida de recém-casados. Esse recomeço estava presente na fantástica Rua Magalhães Pinto. Uma rua com paisagem verde, flores, jardins, terra batida e um perfume agradabilíssimo que pairava no ar. Nos primeiros dias de casa nova, Luke e Angelika percebem algumas bizarrices na rua, como: a existência de uma casinha suspensa no tronco de árvore localizada no centro da rua, quatro idosas misteriosas e um idoso com voz mansa e um passado sinistro. Essa atmosfera peculiar é descrita no livro por Ramón Vasquez, após 80 anos, que foi a personagem que viu e ouviu tudo que se passou naquela rua. Desse modo, não é exagero concordar com Ramón Vasquez quando ele afirma: “Se eu pudesse dar um conselho, não para o leitor, mas para mim, seria: ‘Ramón Vasquez, não leia este livro!’” O leitor deve ler a obra com uma boa trilha sonora. Recomendo: Dark Piano for Dark Writing (Youtube).

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro? 

Ramón Vasquez: Não gosto de perder tempo escrevendo, desse modo, levei dois meses para concluir a obra – início, desenvolvimento e conclusão. Nesse período, tive quatro obras que me influenciaram na hora de escrever: 

Série da Netflix: Jeffrey Epstein: poder e perversão. Ano: 2020.

Livro: Lady Killers: assassinas em série. Autora: Tori Telfer. Ano: 2018

Filme: A casa que Jack construiu. Diretor: Lars von Trier. Ano: 2018.

Documentário biográfico: Desvendando Serial Killers com Piers Morgan. Ano: 2017. 

Essas obras foram essenciais para criar um clima de desconfiança, medo e pânico entre as personagens da Rua Magalhães Pinto.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho que você acha especial em seu livro? 

Ramón Vasquez: Sim! Capítulo “Em casa”, página 31.

Luke invadia a casa onde morava. Gritava pela esposa, mas, ela não respondeu. Ele ficava mais nervoso. Ao chegar na cozinha viu o homem encapuzado alisando as partes íntimas da sua esposa com a faca. Luke ficou possesso com a situação, não via o momento de salvá-la e fugir da amaldiçoada, Magalhães Pinto. 

— Solte a minha esposa, seu verme — gritava Luke. — Lixo humano! Verme! Se matar a minha esposa, irei matá-lo, com todas as minhas forças, seu animal! 

— Calma, meu jovem. Conheci sua esposa esses dias. Linda, por sinal. Um, “tesão” de mulher. Posso nem beijar? Posso nem tirar uma casquinha? Gostaria de tocá-la mais intimamente. Você sabe, né? Estou tirando o capuz. Sem capuz. Sem mentiras. Sem nada. Sou honesto com você. Chega de mentiras!

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir o seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário? 

Ramón Vasquez: O leitor pode acessar minha página no Instagram @proflucasalmeidaoficial e conversar comigo no direct para solicitar o livro via WhatsApp, ou acessar o livro pelo QR Code que está no post de divulgação da minha obra. A obra é 100% gratuita.  

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta? 

Ramón Vasquez: Sim. Entre meados de maio e início de junho estarei publicando uma obra nacional pela Editora Viseu. Este livro estará em formato impresso e digital. O livro retrata o drama de um homem brasileiro: casado, com filho, desempregado, vivendo de trabalho informal, até que um certo dia acontece uma situação que mudará a sua vida completamente...   

Perguntas rápidas:

Um livro: Memórias da casa dos mortos

Um (a) autor (a): Fiódor Dostoiévski 

Um ator ou atriz: Wagner Moura

Um filme: Tour de France

Um dia especial: 12 de agosto de 2020, marquei a data do meu casamento com a minha noiva (e futura esposa) Andressa.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Ramón Vasquez: Ser escritor ou professor, no Brasil, é um ato de resistência!

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels