Entrevista com Georgina Célia Maksoud, autora do livro "Sem medo de viver"

Georgina Célia Maksoud - Foto divulgação Georgina Célia Maksoud nasceu no início dos anos 50 no Guarujá, onde cresceu acalentando o sonho d...

Mostrando postagens com marcador Paulista. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Paulista. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 31 de julho de 2019

As irmãs Carol e Talita Camargo e a nova Livraria do Comendador, em São Paulo

Carol e Talita Camargo - Foto divulgação
Capitaneada pelas irmãs Carol e Talita Camargo, a nova Livraria do Comendador, localizada na região dos Jardins, em S. Paulo, mostra que apesar de algumas livrarias terem fechado as portas, os livros moram no coração dos leitores e que se o empreendimento é feito com amor, dedicação e carinho, não tem como não dar certo.

Conexão Literatura: Poderia comentar sobre a ideia da Livraria do Comendador?


Livraria do Comendador: A livraria, inaugurada em outubro de 2018, está situada em um charmoso casarão na região da Avenida Paulista - Rua Pamplona, 145. Destaca-se pelo clima bucólico de café literário ao dividir espaço com o aconchegante Zel Café, além de apresentar um convidativo deck ao ar livre que funciona como refúgio para os dias corridos da cidade. O local foi utilizado pela Fundação Instituto de Física Teórica, em 1952, para iniciar as atividades de pesquisa. Tombado pelo patrimônio histórico, a casa foi restaurada e o terreno de 6,5 mil metros quadrados cedeu espaço para a construção de uma torre comercial de 28 pavimentos. Hoje, o complexo abriga além do Instituto, o Zel Café, a Livraria do Comendador, o prédio comercial, o Centro de Pesquisa do Instituto, um bosque, um mirante e o revolucionário Domo Digital, configurado para servir como teatro, cinema, palco de eventos, pequenos shows e futuramente como um planetário. Batizado de Praça Pamplona, o complexo de uso misto, é inédito no Brasil por aliar ciência, tecnologia e entretenimento no mesmo endereço. A premissa para a construção do Zel Café era a existência de uma livraria no local, que hoje tem a administração das irmãs Talita e Carol Camargo, filhas de Ivo Camargo, nome conceituado no mercado editorial graças à sua expressiva atuação na editora Companhia das Letras e depois na empresa Ivo Camargo – Soluções Comerciais. Tanto a livraria quanto o café estão sob o domínio do Grupo Império, que nasceu em 2017. José Lauro Afonso Megale, mais conhecido como Comendador Laurinho dá o nome à Livraria e é dono dos dois negócios.

Imagem interna da Livraria do Comendador
Conexão Literatura: É verdade que alguns dos títulos da livraria levam temas que estão ligados ao lugar onde estão?

Livraria do Comendador: Definimos o acervo da nossa livraria como generalista. Trabalhamos com best-sellers, literatura de interesse geral, biografias, ficção e não-ficção, artes e arquitetura, HQs e revistas importadas e nacionais. Apresentamos também temas como café, gastronomia, física, ciência e cultura equina que fazem parte do contexto do casarão, mas que também estão presentes em qualquer outra livraria. Além disso, dispomos de uma área infantil com livros dedicados às crianças.

Conexão Literatura: Como analisa a situação do mercado editorial nos dias atuais?

Livraria do Comendador: Nós entendemos que estamos vivendo um momento de transformação. A crise das duas maiores redes de livrarias do Brasil abalou o mercado, mas também o obrigou a repensar a maneira de fazer e vender livros. Enquanto as editoras tiveram que enxugar o prelo de lançamentos semanais, os livreiros independentes se reinventaram para abrigar eventos, estimular autores e captar o público leitor e consumidor que se encontrou órfão no meio desta crise. Existe espaço no mercado para todos.

Conexão Literatura: Além dos livros, encontramos um leque de produtos bem interessantes na livraria, como placas, produtos de papelaria, ímãs, acessórios de presente, etc. Poderia comentar?

Livraria do Comendador: O principal foco de nossa loja é o livro, que é sempre o elemento central de uma boa livraria. Porém, comercializamos algumas outras opções com o intuito da agregar valor. Desta forma, além do nosso seleto acervo, é possível encontrar ímãs, chaveiros e itens de papelaria. O destaque fica por conta da nossa coleção exclusiva #useumclassico que tivemos a oportunidade de apresentar na Festa Literária Internacional de Paraty, a Flip, deste ano. A honrosa experiência em participar deste encontro literário tão importante do cenário cultural, nos deu a chance de levar ao público títulos selecionados, camisetas de nossa coleção exclusiva, além de ecobags, chaveiros e cadernos e ilustrados com três dos maiores nomes da literatura brasileira: Clarice Lispector, Machado de Assis e Euclides da Cunha, que foi o homenageado desta edição do evento. Também neste mês de julho, marcamos presença na 38ª Exposição Nacional do Mangalarga Marchador em Belo Horizonte (MG), considerada a maior exposição de equinos da América Latina. Desta vez, nossos produtos foram ilustrados com clássicos da raça equina. Todos os produtos estão à venda também na loja em São Paulo.

Alguns dos produtos comercializados na Livraria do Comendador
Conexão Literatura: Qual o horário de funcionamento da livraria?

Livraria do Comendador: A livraria funciona às segundas-feiras das 08:00 às 19:00, de terças às sextas-feiras das 08:00 às 20:00, e aos sábados e domingos das 08:00 às 16:00.

Conexão Literatura: Já pensaram em disponibilizar o local para lançamento de livros?

Livraria do Comendador: Nós realizamos lançamentos de livros na loja. Um dos últimos eventos foi marcado no dia 25/07 das 18:00 às 19:30 com o livro de crônicas afetivas “Debaixo dos Ipês”, de autoria da jornalista Marina Oliveira.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Livraria do Comendador:  As pessoas não deixaram de ler e nem de consumir livros, então, enxergamos na Comendador uma oportunidade para abrir caminhos para que este leitor se sinta sempre conectado com o livro. 

Livraria do Comendador
Curta a fanpage da Livraria do Comendador: clique aqui.

Endereço:
Rua Pamplona, 145 - Casarão - Subsolo, São Paulo - SP, CEP: 01405-000
Horário de atendimento:
Segundas-feiras das 08:00 às 19:00, de terças às sextas-feiras das 08:00 às 20:00, e aos sábados e domingos das 08:00 às 16:00.
 
Compartilhe:

sexta-feira, 10 de maio de 2019

Sindi Clube promove 12 Clubes de Leitura até final de maio em clubes paulistas

Foto divulgação
Círculo Militar de São Paulo terá a presença do autor  de “A Guerra de Jacques", João Cirilo Miedzinsk
 
A partir deste sábado (dia 11), o Programa Cultural do Sindi Clube promove 12 Clubes de Leitura em seus clubes associados até o final de maio. O da Associação Brasileira "A Hebraica" de São Paulo debaterá, a partir das 16 horas, o livro de V. S. Naipaul, “Uma curva no rio”, com a ajuda da mediadora Vivian Schlesinger.

No dia 16 (quinta-feira), às 15 horas, o Clube Alto dos Pinheiros discute a obra “O ladrão e os cães”, de Nagib Mahfouz, com mediação também de Vivian Schlesinger.

O Esporte Clube Pinheiros, no dia 18 (sábado), realizará dois Clubes de Leitura, um às 10 horas e outro às 14 horas. Em ambos, a obra a ser discutida será "Se a Rua Beale Falasse", de James Baldwin, com mediação de Gerald Maurice Leon Misrahi.

No dia 22 (quarta-feira) o Círculo Militar de São Paulo debaterá  a partir das 14h30, a obra “A Guerra de Jacques, de João Cirilo Miedzinski, que estará presente durante o evento, com mediação de Anna Lucilia Prado Martuscelli. Também nessa data, no Clube de Leitura Sonia Cintra do Clube Jundiaiense, a partir das 20 horas, haverá a mediação alternada de dois leitores do livro "O Jardim de Cimento”, de Ian McEwan.

O Club Athletico Paulistano discutirá na quinta-feira (dia 23), a partir das 19h30, a obra de Liev Tolstói, "A morte de Ivan Ilitch", com mediação de Carlos Eduardo Cornacchione.

Sábado (dia 25), às 15 horas, o Clube Esperia, discutirá a obra clássica de Ernest Hemingway, “O Velho e o Mar”, com a colaboração da mediadora Marisa Gianetti.

No dia 30 (quinta-feira) acontecerão dois Clubes de Leitura. O primeiro no Clube Paineiras do Morumby, às 15h30, a discussão será em torno do livro “Judas”, de Amós Oz, com mediação de Ana Maria Caledônio Simões. E às 19 horas, na Academia Paulista de Letras, haverá a discussão da obra de Jorge Amado, “A morte de Quincas Berro Dágua”, com mediação de Celia Cristina Whitaker.

Para finalizar o mês, dia 31 (sexta-feira) ocorrerão dois Clubes de Leitura.  A partir das 17 horas, no Clube Atlético São Paulo (SPAC), a mediadora Luciana Gerbovic  debaterá com os participantes  “Memórias de Adriano”, de Marguerite Yourcenar. E às 18h30, na Associação Atlética Banco do Brasil – AABB/SP, o livro que será discutido é “O eterno marido”, de Fiódor Dostoiévski,  com mediação de Marisa Assunção de Oliveira Magalhães.

Sobre os Clubes de Leitura: surgiram na Inglaterra e chegaram ao Brasil por meio da Editora Penguin/Companhia das Letras. Um grupo de até 15 pessoas lê um livro e se encontra mensalmente para debater seu conteúdo, com a participação de um mediador. As reuniões são oportunidades para encontrar pessoas interessantes, discutir ideias e compartilhar conhecimento. Os Clubes de Leitura foram criados desde maio de 2012 nos clubes paulistas, em parceria com o Sindi Clube, a Academia Paulista de Letras e a Editora Companhia das Letras.

Sobre o Sindi Clube - É o único representante sindical dos clubes esportivos, sociais, culturais e recreativos do Estado de São Paulo, e há 28 anos desenvolve programas, projetos e iniciativas em defesa dos interesses das agremiações sócio esportivas do estado e do Brasil. Com uma base de 2.200 clubes, aos quais oferece uma estrutura especializada em administração nas áreas jurídica, trabalhista, fiscal, contábil e tributária, recursos incentivados, cultural, esportes e lazer. A entidade é também um interlocutor frequente do governo, consultado e ouvido pelas autoridades de todos os níveis do país, além de federações, confederações e organizações de todos os segmentos da vida nacional. A instituição mantém ainda a Universidade Corporativa Sindi-Clube (USC), que oferece um extenso programa de formação, treinamento e aperfeiçoamento de profissionais de clubes, por meio de uma completa grade de cursos, seminários, palestras e workshops.

O Sindi-Clube está nas mídias sociais! Acompanhe:
Twitter.com/sindiclubesp
Facebook.com/sindiclube
Instagram.com/sindiclube
Compartilhe:

terça-feira, 27 de março de 2018

Felipe Folgosi apresenta suas HQ´s no Festival Guia dos Quadrinhos 2018, em São Paulo

Felipe Folgosi - Foto divulgação
O ator, que também é roteirista, marcará presença no evento no qual as pessoas poderão adquirir exemplares autografados

Nos dias 14 e 15 de abril será realizado um dos principais eventos do Brasil voltado para o público nerd e geek, a 12 ª edição do Festival Guia dos Quadrinhos, um ponto de encontro dos apaixonados por games, quadrinhos e cultura pop, que acontecerá no Clube Homs, localizado na Av. Paulista, 735, em São Paulo (SP). E neste evento, um dos pontos mais altos é a participação do ator Felipe Folgosi, que apresentará duas histórias em quadrinhos criadas por ele.

Para quem não sabe, Felipe sempre foi um apaixonado por HQ´s e sempre sonhou em escrever histórias em quadrinhos. “Eu adoro quadrinhos. Desde criança eu leio de tudo, como Asterix, Maurício de Sousa, Moebius, além, é claro, de Marvel e DC. E um dos meus maiores sonhos era fazer uma HQ”, conta o ator.

E em 2015, Folgosi conseguiu realizar seu sonho com o lançamento do Aurora, uma graphic novel de ficção científica que conta a história de um pescador que se transformou em um ser sobre-humano após ter presenciado um fenômeno natural nunca antes visto. “Tive essa ideia dez anos antes do lançamento, quando pensei como seria se alguém tivesse marcas de nascença e que formassem o mesmo padrão de uma constelação, ou seja, que tivesse o "mapa dos céus" gravado em seu corpo”, revela Felipe.

Dois anos depois, em 2017, lançou seu segundo HQ, Comunhão uma trama que se passa no Brasil em uma mistura de suspense e ação, contada por uma ex-corredora. Uma história eletrizante sobre um grupo de corrida de aventura que vem para o Brasil participar de uma etapa do circuito mundial e, logo após o termino da prova, para resolver uma rixa, resolvem fazer uma trilha longe dos juízes, regulamentos e imprensa, para ver quem realmente é o melhor. “Isso fez com que eles entrassem no coração da Mata Atlântica e acabassem encontrando uma tribo perdida que é dominada por um reverendo misterioso. Agora eles vão ter que correr, não para competir, mas pela própria vida.”, diz Folgosi.

Vertigo: Além do Limiar

Folgosi também um dos artistas que participam do livro Vertigo: Além do Limiar, de autoria de Edson Diogo, organizador do Festival Guia dos Quadrinhos e que será lançado durante o evento.

Esta obra de Edson comemora os 25 anos do selo Vertigo da DC Comics, que popularizou diversos títulos, e conta com a colaboração de 25 autores (entre roteiristas, jornalistas e editores) e 25 ilustradores. “Eles se unem para prestar justas homenagens a essa história tão rica que encantou, aterrorizou e emocionou a um infindável número de leitores. Textos e ilustrações nunca antes publicadas, que relembram os grandes personagens e títulos do selo”, revela Edson Diogo.

Além disso, a obra traz entrevistas exclusivas com Karen Berger (criadora e editora da linha Vertigo), Jamie Delano (roteirista de Hellblazer) e Peter Milligan (roteirista de Shade: o Homem-Mutável), além de depoimentos de Jenette Kahn, presidente da DC Comics; e Paul Levitz, publisher da DC Comics.

Serviço
Festival Guia dos Quadrinhos 2018
Dias e horários:
14 de abril de 2018, sábado, das 10h às 20h
15 de abril de 2018, domingo, das 10 às 18h
Local: Salão Nobre do Clube Homs
Endereço: Avenida Paulista, 735 – Bela Vista – São Paulo (SP)
Mais informações pelo site www.fgdq.com.br
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels