Mostrando postagens com marcador Psicologia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Psicologia. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Livros que tocam os corações da crianças

Rosilene Almeida, nascida em 1980 em Belo Horizonte no alto das montanhas de Minas Gerais, terra de grandes escritores e poetas. Não tem muito tempo que começou a escrever, a “lutar com as palavras”. (Drummond). Mas já começa com tal cuidado, lucidez e preciosidade, que chamou a atenção das pequeninas crianças para quem escreve, e das crianças grandinhas também.
Casada, mãe de uma linda princesa, se inspira no universo infantil e nas histórias do cotidiano para escrever.
Sua história com a leitura começou bem cedo, como tem que ser né, um hábito passado de pai/mãe para o filho quando este ainda nem saiba ler.
O gosto pela leitura impulsionou o desejo de escrever. Já se saía bem nas redações e sempre ajudava os amigos, quando precisavam escrever algo.
Ela acredita que histórias existem para serem contadas. Com várias delas prontas e o desejo de leva-las ao mundo, surge então o grande desafio de Rose Almeida que é eternizar suas histórias nas páginas de um livro.
A escolha do público infantil surgiu pelo desejo de levar às crianças histórias que podem de certa forma tocar seus corações e deixar para elas um aprendizado. Hoje os livros infantis disputam a atenção das crianças com as novas tecnologias. É uma disputa difícil, mas que Rose acredita não ser impossível.

Suas obras são:

A menina que tinha um cadeado na boca.
Essa é a história de uma menininha muito esperta e decidida, abre a boca na hora de rir, chorar e conversar, mas quando chega a hora das refeições, tranca a boca criando uma baita confusão. Tenho certeza que muitos de vocês irão se identificar  com essa história, pois quantas vezes já falamos: abre o bocão de jacaré, olha o avião... Será que no final ela vai abrir o bocão?

A galinha que tinha dor de cabeça.
Se tem alguém que gosta de acordar cedo e fazer logo uma cantoria ou melhor uma gritaria, esse alguém é o galo da Fazenda Bicho de Pé. E a pobre galinha sofria muito com a gritaria do galo, sua cabeça doía o dia inteiro. Foi então que ela resolveu chamar o Dr. Pavão para ver se ele tinha uma solução. Será que o galo vai aprender a falar com educação?

A inundação do formigueiro.
Uma enorme tempestade causa uma inundação no formigueiro. Após a chuva as formigas percebem que o formigueiro foi dividido separando o rei e a rainha. Os dois lados descobrem que, além de reconstruir os formigueiros, precisam encontrar um jeito de acabar com a tristeza da formiguinha. Como será que eles vão resolver esse problema? Qual será a solução para trazer novamente alegria para a princesa?

Escola pra quê? Disse Cauê
Cauê é um sapinho levado que prefere brincar em vez de estudar. Quando descobre que na escola vai aprender muitas coisas novas e conhecer sobre várias profissões, ele decide que lá é o melhor lugar para passar o tempo. Descubra com esse sapinho curioso como é importante aprender além do ABC!

Que sapo que nada.
Cheio de humor característico da fala mineira e fundamentado em preceitos bíblicos, “Que sapo que nada” captura os dilemas do público feminino relacionados á vida amorosa e nos ensina muito sobre amor próprio e , sobretudo, a confiar nosso futuro ao Senhor, que sempre tem o melhor reservado para cada uma de nós.

e-book: Escrever e coçar é só começar.
Você tem uma história e não sabe como fazer para transformá-la em um livro? Este e-book vai te ajudar, nele você encontra o passo a passo para a publicação de um livro, bem como dicas e indicações de profissionais do mercado literário.

Você pode adquiri-los através: 
Instagram: @rose.maequeescreve 
E pelo link.tree no meu perfil do instagram
Compartilhe:

quarta-feira, 29 de julho de 2020

Rosilene Almeida e seus livros

Rosilene Almeida - Foto divulgação
Rosilene Gonçalves de Almeida, Mineira de Belo Horizonte. Dedica sua escrita aos pequenos e encanta com a leveza e criatividade de suas histórias. A estudante de pedagogia já possui cinco livros publicados. Mesclando o lúdico com temas bem atuais, Rose nos apresenta histórias divertidas e educativas que resgatam o melhor da literatura infantil: os valores.
Os temas de seus livros são variados e sempre com histórias do cotidiano além de contar com belíssimas ilustrações que completam as obras.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Rosilene Almeida: Sempre gostei de escrever, porém nunca tinha pensado em publicar um livro. Até receber um livro o qual não me identifiquei, foi quando nasceu minha primeira história e o desejo de publicar um livro.

Conexão Literatura: Você é autora dos livros “A menina que tinha um cadeado na boca; A galinha que tinha dor de cabeça; A inundação do formigueiro; Escola pra quê? Disse Cauê e Que sapo que nada”. Poderia comentar? 

Rosilene Almeida: Sim, tenho esses livros publicados e vários projetos á caminho. São histórias para toda família, podem também ser trabalhadas nas escolas, consultórios de psicologia e nutrição.

Conexão Literatura: Entre os títulos citados tem algum que é super especial para você? Caso sim, por quê?

Rosilene Almeida: Todos são especiais, mas A menina que tinha um cadeado na boca é um xodó, por ser o primeiro e pelas dificuldades que tive para publicá-lo.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho que você acha especial em um dos seus livros?  

Rosilene Almeida: A inundação do formigueiro: “ Ela descobriu que a tempestade havia dividido o reino, mas que o amor entre eles continuava inteiro”.

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir os seus livros e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário? 

Rosilene Almeida: Os livros podem ser adquiridos através do meu Instagram : @rose.maequeescreve pela minha loja online: livrospelomundo.loja2.com.br pelas plataformas digitais: Amazon, Americanas.com, Mercado Livre, Estante Virtual, etc. Para conhecer meu trabalho me siga nas redes sociais.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta? 

Rosilene Almeida: Sim, em breve farei lançamento do e-book: Escrever e coçar é só começar. Mas e publicar?
Que ensina os primeiros passos para a publicação de um livro.
E lançamento do próximo livro: A tartaruguinha que não saía do casco.

Perguntas rápidas:

Um livro: Somos todos responsáveis (Pedro Bloch)
Um (a) autor (a): Monteiro Lobato
Um ator ou atriz: Silvester Stallone
Um filme: Desafiando Gigantes
Um dia especial: Nascimento de minha filha

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Rosilene Almeida: Leia para uma criança, mesmo que seja a sua criança interior

Compartilhe:

quinta-feira, 23 de abril de 2020

Psicólogos gaúchos lançam livro sobre saúde mental em tempos de pandemia


Publicação da startup Eurekka dá dicas práticas para período de isolamento social

Frente à necessidade de isolamento social devido ao avanço da Covid-19 no Brasil, a startup gaúcha de psicologia Eurekka está lançando um livro sobre saúde mental. A publicação, escrita por psicólogos, dá dicas práticas de como comer melhor na quarentena, combater a solidão, aproveitar o tempo livre, diminuir a ansiedade e ser produtivo trabalhando de casa, entre outros assuntos abordados.

Além de ser distribuída para os assinantes do Clube do Livro, um serviço de assinatura em que os clientes recebem todos os meses em casa um kit inédito contendo uma publicação e um brinde, a obra também está sendo vendida através do site da empresa (https://eurekka.me/livro/). Esse é o 16o livro criado pelos psicólogos da Eurekka, que lançaram o Clube em 2019. 

“Em tempos de quarentena e isolamento social, a ansiedade e a insegurança quanto ao futuro trazem uma série de impactos sobre a saúde mental. Um livro que ajude a lidar com isso e que esteja sempre à mão para você descobrir como melhor lidar com as suas emoções e com o seu entorno pode ser a diferença entre passar bem a quarentena ou desenvolver algum transtorno”, avalia o psicólogo Júlio Pereira de Souza, um dos fundadores da Eurekka.

Além de atuar como clínica de psicologia, oferecendo terapia presencial e online aos clientes, a Eurekka também é conhecida pelos conteúdos de qualidade que produz. A empresa já criou mais de 500 vídeos psicoeducativos para internet e acumula mais de 50 milhões de visualizações e um milhão de seguidores. Também oferece cursos voltados a psicólogos e ao público em geral.

Entre os conteúdos gratuitos produzidos nos últimos meses, estão vídeos com dicas de como encarar o momento de quarentena. Além disso, um chatbot criado há quatro anos pela startup tem agora também o desafio de conversar com os usuários sobre o novo coronavírus, explicando sobre formas de prevenção e ajudando a lidar com a nova realidade. A ferramenta, que foi a primeira inteligência artificial de psicologia do Brasil, já conversou com mais de 100 mil pessoas e é baseada em Terapia Cognitivo Comportamental. 

Sobre a Eurekka

A Eurekka foi criada em Porto Alegre com o propósito de erradicar o desperdício de potencial. Para isso, além da psicoterapia, oferece cursos para profissionais e público em geral e ainda atua dentro de empresas, oferecendo treinamento. Na área tecnológica, conta ainda com alguns aplicativos web e questionários no seu site, com o objetivo de ajudar os usuários a dormir melhor, relaxar, começar e finalizar tarefas, regular ansiedade, melhorar a disposição ou se concentrar no momento presente. 
Compartilhe:

sexta-feira, 13 de março de 2020

A psicóloga Lourdes Possatto e sua obra, por Cida Simka e Sérgio Simka

Lourdes Possatto - Foto divulgação
Fale-nos sobre você.

Lourdes Possatto
é psicóloga, formada em 1977, pela Universidade Metodista de São Paulo. Especializada em Gestalt-Terapia, pelo Instituto Sedes Sapientiae;  especializada em Hipnoterapia Ericksoniana, Hipnose, Alfagenia e técnicas de Relaxamento e Meditação Ativa e Passiva; também é metafísica, reikiana, e facilitadora em Biodança. Criadora do Projeto Biodança – Equilíbrio Global. Possuidora de estudos aprofundados sobre Esoterismo, Cromoterapia, Gemoterapia, Terapia Floral, Shamanismo e Terapias Regressivas. Na Rádio Mundial de São Paulo, conduziu o programa “Em Busca da cura emocional”, por dez anos. Autora do CD Ansiedade Sob Controle com exercícios para trabalhar a autoconfiança e ansiedade.

Autora dos livros abaixo relacionados, editados pela Lúmen Editorial:

EM BUSCA DA CURA EMOCIONAL – Resgatando a harmonia e o equilíbrio das emoções
É TEMPO DE MUDANÇA – Como promover a alquimia emocional e conquistar a felicidade
RELACIONAMENTOS POSITIVOS – Vença a dependência emocional e crie relações saudáveis
ANSIEDADE SOB CONTROLE – Dicas e técnicas de relaxamento, meditação, alfagenia e biodança
MEDOS, FOBIAS, PÂNICO – Aprenda a lidar com essas emoções
EQUILÍBRIO EMOCIONAL – Como promover harmonia entre pensar, sentir e agir
POR QUE SOFREMOS TANTO? – Como lidar com dramas afetivos, angústias e depressões
O DESAFIO DE SER VOCÊ MESMO – Vencendo barreiras rumo à realização pessoal
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E AUTOESTIMA – Aprenda a lidar com suas emoções e ser bem-sucedido
REENCARNAÇÃO E CARMA – Desafios evolutivos e autoconhecimento

Ampla experiência em consultório com adultos, adolescentes, casais e famílias. Ampla experiência no trato de doenças psicossomáticas, quadros de ansiedade, estresse, síndrome do pânico, depressão. Ampla experiência na condução de grupos de biodança, com o objetivo básico de trabalhar a melhoria no relacionamento e desempenho dentro do grupo; condução de grupos visando ao ensino de técnicas de relaxamento e meditação para o controle da ansiedade, estresse, medos e desconfortos psicossomáticos.

ENTREVISTA:

Fale-nos sobre seus livros.
A temática dos livros é sempre o autoconhecimeno, para que o indivíduo aprenda a se perceber melhor, entenda sua forma de proceder e a origem de suas crenças e comportamentos negativos e/ou neuróticos e defensivos, para, assim, ter subsídios para poder modificar suas atitudes e partir de uma maior consciência de si mesmo e da vida.

De maneira genérica, como anda a inteligência emocional das pessoas? Elas estão felizes?

Não, as pessoas não estão felizes, pois se afastaram muito de suas essências e da natureza. Na maioria das vezes os comportamentos são obviamente resultado de influências sociais, culturais, familiares, inconsciente coletivo, que acabam formatando uma personalidade que não é a verdadeira, a real. Com um quadro desse o que acontece é que a pessoa acaba desenvolvendo sintomas de ansiedade generalizada, pânico e medos neuróticos, depressões, angústias e inúmeros quadros psicossomáticos, que nada mais são do que toques da natureza avisando que as atitudes estão erradas para aquele organismo. Por isso o processo de autoconhecimento é tão essencial, para que o indivíduo possa ser encorajado a ser ele mesmo e retome o caminho da espontaneidade e alegria de viver. O indivíduo precisa aprender a valorizar-se pelo que é e não pelo que tem.

Como analisa a questão da leitura no país?

Creio que já esteve melhor. Hoje as pessoas tendencialmente estão muito envolvidas em conversas no celular, em assuntos nem tão importantes, porém corriqueiros que acabam relegando as leituras interessantes e sadias. Porém ainda há um bom número de indivíduos interessados em aprender mais e a querer ajuda a fim de melhorar em todos os aspectos da vida. As próprias insatisfações, vícios e doenças emocionais impõem essa busca.

O que tem lido ultimamente?

Como sou espiritualista, meu foco tem sido a física quântica, bem como neurociência e aspectos da espiritualidade no geral.

Quais os seus próximos projetos?

Há um novo livro quase finalizado, que deve ser lançado na próxima Bienal com o tema “Mudança de hábitos que podem  melhorar você e a sua vida” e um outro para futuro lançamento com o tema “Relacionamentos Tóxicos”.

Contatos:
e-mail: lourdespossatto@uol.com.br
facebook (Lourdes Possatto) e o blog: lourdespossattoblog.blogspot.com


CIDA SIMKA
É licenciada em Letras pelas Faculdades Integradas de Ribeirão Pires (FIRP). Autora, dentre outros, dos livros O enigma da velha casa (Editora Uirapuru, 2016), Prática de escrita: atividades para pensar e escrever (Wak Editora, 2019) e O enigma da biblioteca (Editora Verlidelas, 2020). Organizadora dos livros: Uma noite no castelo (Editora Selo Jovem, 2019), Contos para um mundo melhor (Editora Xeque-Matte, 2019), Aquela casa (Editora Verlidelas, 2020) e Um fantasma ronda o campus (Editora Verlidelas, 2020). Integrante do Núcleo de Escritores do Grande ABC e colunista da Revista Conexão Literatura.

SÉRGIO SIMKA
É professor universitário desde 1999. Autor de mais de seis dezenas de livros publicados nas áreas de gramática, literatura, produção textual, literatura infantil e infantojuvenil. Idealizou, com Cida Simka, a série Mistério, publicada pela Editora Uirapuru. Membro do Conselho Editorial da Editora Pumpkin, integrante do Núcleo de Escritores do Grande ABC e colunista da Revista Conexão Literatura.
Compartilhe:

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

“Bento, o menino birrento”: a importância dos limites estabelecidos na infância


A obra “Bento, o menino birrento”, da psicóloga Cristina Sobreira, publicada pela Sinopsys Editora, aborda a agressividade apresentada em situações que se escuta o “não”. A autora relaciona esse comportamento inassertivo com a incapacidade da criança em lidar com limites.

Ao longo da história, Cristina consegue propor reflexões, de maneira clara, quanto a origem do problema pode estar relacionada à fragilidade do adulto em dizer não para a criança e como isso reflete no desenvolvimento das relações desses indivíduos. Os desafios cotidianos são retratados de forma com que pais e crianças consigam compreender a dimensão de suas atitudes. Com linguagem lúdica, acessível e didática, a autora consegue estimular a reflexão sobre as diferentes emoções que determinadas atitudes implicarão.

Autora
Cristina Sobreira: Psicóloga Clínica, pós-graduada em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental. Escritora e compositora, ministra cursos de técnicas de “Contação de histórias” e uso da Biblioterapia (terapia por meio da leitura) em escolas e faculdades para professores, pedagogos e psicólogos. Já atuou como psicóloga na APAE de Vitória da Conquista. Escreveu, atuou como psicóloga e coordenou Projetos Sociais financiados pelo Banco do Brasil (BB voluntário) e Conselho Estadual da Criança e do Adolescente (CECA/ Fé Criança). 

Dados Técnicos
Bento, o menino birrento
Sinopsys Editora – 2019
Cristina Sobreira
ISBN: 978-85-9501-139-7
Formato: 23 X 16 cm | 32 Páginas | Peso: 112g
Acabamento: Brochura  
Preço de capa: R$ 33,00

Para saber mais sobre a Sinopsys Editora, acesse os canais virtuais:
Facebook: @SinopsysEditora
Instagram: @sinopsys
Compartilhe:

“Cadê a felicidade que deveria estar aqui?” ensina como a gratidão pode auxiliar as crianças a serem felizes


O livro “Cadê a felicidade que deveria estar aqui?” mostra como a gratidão pode conduzir a felicidade. Em tempos de consumismo desenfreado estimulado por influenciadores digitais e demais estímulos que nos conduzem as compras, a obra revela o quanto ser grato pelo que já possuímos é uma forma de termos uma infância feliz. 

Por meio da história de Gabi, o livro da Sinopsys editora utiliza a Psicologia Positiva para apresentar como a gratidão deve ser cultivada diariamente, para que se alcance a felicidade genuína. A obra é indicada para crianças a partir de 4 anos e apresenta tópicos como: insatisfação crônica, aprender a brincar, cultivar amizades, brincar com a imaginação, praticar gratidão e encontrar a felicidade.

Autora:
Miriam Rodrigues
É psicóloga, especialista em Psicologia Clínica e Medicina
Comportamental pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). É idealizadora da Educação Emocional Positiva, programa psicoeducacional de competências socioemocionais e habilidades para o bem-estar presente em todos os Estados brasileiros. É autora e coautora de mais de 20 livros nas temáticas de Psicologia Positiva, Terapia Cognitiva e Educação Emocional. Professora de pós-graduação e supervisora clínica.

Dados Técnicos
Cadê a felicidade que deveria estar aqui?
Sinopsys Editora – 2020
Miriam Rodrigues
ISBN: 978-85-9501-136-6
Formato: 23 x 16 cm | 32 páginas | Peso: 110 g
Acabamento: Capa Grampeada    
Preço de capa: R$ 33,00

Para saber mais sobre a Sinopsys Editora, acesse os canais virtuais:
Facebook: @SinopsysEditora
Instagram: @sinopsys
Compartilhe:

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Livro aborda o racismo pelo viés da psicologia

Livia Marques e Ellen Senra - Coautoras
Abordar e refletir sobre o racismo no Brasil através de uma perspectiva psicológica. Essa é a proposta do livro "A psicologia e a essência da negritude", de autoria das psicólogas Livia Marques e Ellen Moraes.

A obra trata de temas delicados da população negra, que são pouco discutidos e, infelizmente, normalizados pela sociedade. Com o objetivo de promover um diálogo e instigar o leitor à reflexão. A ideia é também tornar o assunto mais próximo da sociedade, mostrando que há profissionais interessados, engajados e preparados para ouvir, principalmente, aqueles que sofrem com isso.

Para as autoras, a obra traz para o leitor uma abordagem psicológica de forma "descolonizada" sobre o racismo no país. "Falamos da infância, da adolescência e do 'tornar-se negro' sem rodeios e apontamentos. Queremos abrir um canal de comunicação para sociedade antirracista e mais disposta para dialogar", comenta Livia.

Para as autoras, as produções de conteúdo estão surgindo. Mas ainda são muito pouco divulgadas. Por isso, a obra surge para lidar com essa problemática que é tão pouco discutida e que merece um olhar atento e sensível. "Esperamos poder ajudar e incentivar cada vez mais pessoas a se comunicarem, além de servir de inspiração para as próximas gerações", diz Ellen. 

Informações:
Livro: A psicologia e a essência da negritude
Coautoria: psicólogas Livia Marques e Ellen Moraes.

Como adquirir
https://www.travessa.com.br/a-psicologia-e-a-essencia-da-negritude-uma-visao-do-ser-negro-no-brasil/artigo/1e6efe85-cc95-47f2-897d-d00d5dec07f1

Ou pelo Instagram das autoras
https://www.instagram.com/psicol.liviamarques
https://www.instagram.com/psicologaellensenra

Páginas: 110
Preço: R$ 39,90
Editora: Conquista Editora
Compartilhe:

segunda-feira, 8 de julho de 2019

“Bento, o menino birrento”: a importância dos limites estabelecidos na infância


A obra “Bento, o menino birrento”, da psicóloga Cristina Sobreira, publicada pela Sinopsys Editora, aborda a agressividade apresentada em situações que se escuta o “não”. A autora relaciona esse comportamento inassertivo com a incapacidade da criança em lidar com limites.

Ao longo da história, Cristina consegue propor reflexões, de maneira clara, quanto a origem do problema pode estar relacionada à fragilidade do adulto em dizer não para a criança e como isso reflete no desenvolvimento das relações desses indivíduos. Os desafios cotidianos são retratados de forma com que pais e crianças consigam compreender a dimensão de suas atitudes. Com linguagem lúdica, acessível e didática, a autora consegue estimular a reflexão sobre as diferentes emoções que determinadas atitudes implicarão.

Autora
Cristina Sobreira: Psicóloga Clínica, pós-graduada em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental. Escritora e compositora, ministra cursos de técnicas de “Contação de histórias” e uso da Biblioterapia (terapia por meio da leitura) em escolas e faculdades para professores, pedagogos e psicólogos. Já atuou como psicóloga na APAE de Vitória da Conquista. Escreveu, atuou como psicóloga e coordenou Projetos Sociais financiados pelo Banco do Brasil (BB voluntário) e Conselho Estadual da Criança e do Adolescente (CECA/ Fé Criança).

Dados Técnicos
Bento, o menino birrento
Sinopsys Editora – 2019
Cristina Sobreira
ISBN: 978-85-9501-139-7
Formato: 23 X 16 cm | 32 Páginas | Peso: 112g
Acabamento: Brochura 
Preço de capa: R$ 33,00

Para saber mais sobre a Sinopsys Editora, acesse os canais virtuais:
Site: www.sinopsys.com.br
Facebook: @SinopsysEditora
Instagram: @sinopsys
YouTube: Bit.ly/SinopsysNoYouTube
Compartilhe:

sexta-feira, 28 de junho de 2019

Miriam Rodrigues, Especialista em Psicologia Clínica, comenta sobre o livro "Como nasce a esperança: Aprendendo sobre o otimismo"

Miriam Rodrigues - Foto divulgação
Miriam Rodrigues, é mãe de duas crianças, Valentina de 10 anos e Adrian de 8. Concilia seu tempo entre a escrita de livros e instrumentos terapêuticos, com a prática do consultório de psicologia, e as aulas de seus cursos. É psicóloga há 18 anos, especialista em psicologia clínica e medicina comportamental pela UNIFESP. É idealizadora da Educação Emocional Positiva, programa psicoeducacional de competências socioemocionais e habilidades para o bem estar presente em todos os estados brasileiro. É autora e coautora de mais de 20 livros na temática de psicologia positiva, terapia cognitiva e educação emocional.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?


Miriam Rodrigues: Meu primeiro livro foi publicado em 2013, o Educação Emocional Positiva- saber lidar com as emoções é uma importante lição. Lembro-me que quando eu estava no 1º ano do magistério (antigo curso que formava professores) eu tive uma professora de português chamada Joana D’Arc, infelizmente não me lembro o sobrenome completo dela. E ela me disse, após uma prova de redação: - Miriam, você tem ótimas ideias, só precisa aprender a organizá-las melhor. Essa frase foi o meu guia e continua sendo confesso. Então, por volta de 2011/12 comecei a organizar as ideias junto com as pesquisas que eu realizava sobre saúde emocional e as organizei. Foi assim que nasceu meu primeiro livro. E nem preciso dizer que fui e sou uma pessoa que sempre gostou de ler, né? Um bom livro é uma excelente companhia em qualquer lugar. Seja na fila do banco, no aeroporto, na praia, é sempre muito bom ler.

Conexão Literatura: Você é autora do livro “Como nasce a esperança: aprendendo sobre o otimismo” (Sinopsys Editora). Poderia comentar?

Miriam Rodrigues: Sim, quis escrever sobre a emoção positiva da esperança para esclarecer o quanto o papel dela é essencial para construirmos um futuro melhor. Sem esperança e otimismo, nós desistimos das mudanças necessárias que precisamos fazer e acabamos por aceitar aquela situação desagradável que nos assola. Também quis passar a mensagem de que todas as pessoas passam por momentos ruins e todas precisam aprender a entender que esses maus momentos são passageiros. Como psicóloga sei o quanto os baixos níveis de esperança e otimismo estão diretamente relacionados à depressão, um dos transtornos que mais acomete nossa sociedade.
Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro?

Miriam Rodrigues: Bem, eu trabalho com Psicologia Positiva há muito tempo, desde de 2008 para ser exata, e um dos pilares são os estudos das emoções positivas, entre elas a esperança. Porém, esse meu livro nasceu depois de eu ter lido Aprenda a ser otimista de Martin Seligman, um dos pais da Psicologia Positiva, onde ele explica e mostra pesquisas científicas a respeito sobre o desamparo aprendido e otimismo aprendido. Achei que as crianças precisavam aprender sobre isso. E também que os profissionais pudessem ter uma boa história para contar a respeito desse tema. Nós sabemos o poder de um livro.
O tempo exato que levei para escrever esse livro não foi longo, pois a história foi baseada em uma pessoa muito próxima a mim que sempre me disse que foi tão pobre em sua vida que não tinha nem o direito de sonhar... então, eu  sempre achei isso muito forte... você não ter o direito de sonhar, mas mesmo assim, ela acreditava que um dia mudaria sua situação. Eu já dava o exemplo dela em minhas aulas, mas quando tive a oportunidade de transformá-la em um história infantil, assim, o fiz, ainda mais ligando com os temas da psicologia positiva.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do qual você acha especial em seu livro?

Miriam Rodrigues: Eu adoro vários trechos (risos), mas vou me atentar a somente um.
Você sabia que a esperança é melhor amiga da paciência? A paciência é outra emoção que é muito confortável e nos ajuda a tolerar situações que não gostamos muito e queremos mudar.

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir um exemplar do seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Miriam Rodrigues: Pode encontrar meus livros no site da Editora Sinopsys www.sinopsyseditora.com.br ou no meu site pessoal www.educacaoemocionalpositiva.com.br

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Miriam Rodrigues: Sempre!!!
Outras publicações tanto para o público adulto como também infantil. Pretendemos lançar um instrumento em breve, também pela editora Sinopsys sobre como promover as potencialidades humanas e outro livro infantil que aborda o tema da felicidade mantendo sempre o meu foco que é na psicologia positiva. E também um livro que estou organizando junto com um colega também psicólogo sobre Psicologia Positiva voltada para profissionais que precisam compreender mais profundamente esse movimento científico que estuda a felicidade e o bem estar. E nesse livro conseguimos reunir os mais importantes pesquisadores de Psicologia Positiva do Brasil. Um grande orgulho para nós.

Perguntas rápidas:

Um livro: Felicidade autêntica – Martin Seligman
Um (a) autor (a): Daniel Gilbert
Um ator ou atriz: Meryl Streep
Um filme: As aventuras de Pi
Um dia especial: São vários, em especial aqueles que estou com minha família compartilhando emoções positivas. Difícil escolher um. Nesse quesito fico contente em não saber responder.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Miriam Rodrigues: Hoje o que já sabemos sobre os caminhos que nos levam à construção da vida feliz, costumo dizer que florescer é verbo obrigatório.
Compartilhe:

terça-feira, 25 de junho de 2019

Sinopsys lança ferramenta que vai facilitar a vida dos formandos em Psicologia


Está se formando em Psicologia e quer montar sua clínica com livros e materiais terapêuticos especializados? A Sinopsys Editora acaba de lançar a solução! A Lista de Presentes é uma ferramenta que facilita a vida dos formandos: ao acessar www.sinopsyseditora.com.br/wishlist você monta uma lista com todas as obras (livros, baralhos, jogos e recursos terapêuticos) que deseja ter em sua biblioteca profissional ou seu consultório. Depois de pronta, a lista vira um link personalizado que você pode compartilhar com amigos, parentes, colegas e com quem mais o desejar, via redes sociais, WhatsApp e e-mail.

A Lista de Presentes pode ser usada por profissionais da Psicologia, recém formados ou não, que desejam ganhar livros e recursos de aniversário, no Dia das Mães, dos Pais ou em outras datas comemorativas. Ela também funciona como uma lista de desejos, na qual você coloca todos os livros e recursos que precisa para montar a biblioteca profissional dos sonhos e ampliar o conhecimento sobre os diversos segmentos da Psicologia.

Acesse www.sinopsyseditora.com.br/wishlist e faça a sua lista agora mesmo! 
Compartilhe:

segunda-feira, 24 de junho de 2019

Ellen Moraes Senra, Psicóloga Clínica e especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental, comenta sobre o livro “Feiurinha Sabe Tudo” (Sinopsys Editora)

Ellen Moraes Senra - Foto divulgação
Ellen Moraes Senra é psicóloga e especialista em Terapia Cognitivo Comportamental, natural do Rio de Janeiro, atuando na clínica com crianças, adolescentes e adultos. Sua grande paixão é clinicar, mas a maternidade lhe trouxe um novo olhar sobre a psicologia e sobre como é necessária a criação de materiais que auxiliem pais e filhos em uma comunicação mais assertiva no cotidiano. Sendo assim, além da psicologia e da maternidade, escrever tornou-se também uma grande paixão.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?


Ellen Moraes Senra: Escrever sempre foi um sonho, mas faltava saber por onde começar, até que uma psicóloga conheceu meu trabalho pelas redes sociais e me convidou para escrever um capítulo no livro que estava coordenando, isso foi em 2017, de lá pra cá, não parei mais de escrever.

Conexão Literatura: Você é autora do livro “Feiurinha Sabe Tudo” (Sinopsys Editora). Poderia comentar?


Ellen Moraes Senra: Sim, o Feiurinha veio como um presente, pois como eu disse eu sou mãe e aprendi uma nova maneira de tornar minha experiência com meu filho em algo que possa auxiliar pais e profissionais, daí nasceu a ideia de abordar essa temática tão presente em nossas vidas, que é achar que sabemos tudo o que o outro pensa a nosso respeito. Escrever o livro foi sensacional, mas a aceitação e ver a interação das crianças com ele não tem preço. 

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro?

Ellen Moraes Senra: Esse processo foi rápido, pois as pesquisas já existiam uma vez que se baseiam nos meus estudos em Terapia Cognitivo Comportamental, o que demorou foi casar a ideia de uma história para dormir com uma história que pudesse educar sobre um conceito da TCC, ao todo, até o livro ser aceito para publicação e de fato ser publicado, levou em média uns 5/6 meses.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do qual você acha especial em seu livro?

Ellen Moraes Senra: o momento em que a personagem de nome Livia acolhe o Vítor sendo resiliente com o fato de que os dois precisarão passar algum tempo juntos e que eles poderiam fazer com que esse momento fosse agradável para ambos.

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir um exemplar do seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Ellen Moraes Senra: Os leitores podem adquirir exemplares direto no site da editora Sinopsys ou até mesmo comigo, meu Instagram está aberto para interações profissionais e lá também é possível ter acesso ao meu número de telefone, além de conhecer outros projetos que tenho desenvolvido.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?


Ellen Moraes Senra: Sim, tem mais um livro infantil saindo em parceria com a editora Sinopsys, além de alguns projetos em parceria com outras editoras voltados para um público mais adulto. 

Perguntas rápidas:

Um livro: O alquimista
Um (a) autor (a): Paulo Coelho
Um ator ou atriz: Viola Davis
Um filme: Amor além da vida
Um dia especial: 08/04/2015 (nascimento do meu filho)

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Ellen Moraes Senra: Escrever é um ato de amor, é libertar palavras do seu interior para permitir que outras pessoas as alcance, por isso, faça por prazer.
Compartilhe:

sábado, 4 de maio de 2019

Livro destaca importância da educação para um mundo melhor

Psicóloga Livia Marques  - Foto divulgação
Mostrar que cada família é única e que a educação é a melhor forma de obter bons resultados. Essa é a mensagem transmitida pelo livro "Desafio de Educar – Volume 2 – A educação é a base para um mundo melhor!". Com coordenação editorial da psicóloga e palestrante Livia Marques, a obra conta ao todo com 24 coautores das áreas de saúde e educação.

Para a autora, a principal ideia é trabalhar a educação das crianças e adolescentes da melhor forma possível com amor, diálogo, empatia e compaixão para se estabelecer uma relação saudável e afinada.

- Socialmente, parece que temos um padrão ou uma receita de bolo afirmando que errar é inadmissível. Por isso, buscamos também acalentar o coração do adulto, que às vezes fica cansado e sem saber o que fazer em relação a educação dos seus – destaca.

Livia explica que a obra pretende conversar com o leitor de forma direta e assertiva mostrando que não se deve pensar na violência como forma de educar. "Falamos muito sobre emoção e educação positiva".

- Abordamos também assuntos como racismo, crenças limitantes, o adolescente e o luto, como a pedagogia pode e deve contribuir no crescimento desses indivíduos, Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), bullying, entre outros. – Discorre Livia.


A ideia do novo volume surgiu em 2018, ano do lançamento do livro Desafios de Educar volume 1. "Percebi que tínhamos muito mais a desenvolver. Mostrar mais. Como, por exemplo, exercícios simples que podemos fazer em casa e nas escolas."

- Nesta edição, falamos e mostramos exercícios para lidarmos com nossas crenças disfuncionais. Discutidos sobre as emoções, que em muitos casos são vistas como negativas e que ficam escondidas. Falamos ainda das possibilidades de estarmos juntos em busca de algo maior – conclui.

Ficha técnica:
Livro: Desafio de Educar – Volume 2 – A educação é a base para um mundo melhor!
Editora: Conquista Editora
ISBN: 978 85 5765 032 9
Páginas: 232
Preço: R$ 50,00
Para comprar:
Direct para https://www.instagram.com/psicol.liviamarques/ ou pelo telefone (21) 997136690
Compartilhe:

sábado, 2 de junho de 2018

Cynthia Bezerra e o livro "Consultório de Psicologia", como transformar desconforto existencial em benefício próprio e para a sociedade

Cyntia Bezerra - Foto divulgação
SOBRE A AUTORA:

Cynthia Bezerra é psicóloga. Estudou Psicanálise no Corpo Freudiano do Rio de Janeiro, tem pós-graduação em Psicologia Hospitalar  pela Santa Casa de Misericórdia e é apaixonada por culinária. Consultório de Psicologia é seu livro de estreia.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Cynthia Bezerra: A escrita de maneira artesanal e doméstica sempre existiu desde os primórdios do colégio. Ao ingressar na faculdade de Psicologia o aluno é levado automaticamente a aprimorar a qualidade do pensamento junto com a capacidade de articular ideias e escrita.

Conexão Literatura: Você é autora do livro “Consultório de Psicologia”. Poderia comentar?

Cynthia Bezerra: o livro reúne 26 artigos produzidos com uma linguagem de fácil entendimento para aproximar o leitor de questões humanas comuns a todos nós. Os temas foram escolhidos a partir dos conflitos mais trazidos para as consultas na terapia.

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro?


Cynthia Bezerra: esses artigos não são científicos porque não se baseiam em dados de pesquisa mas na minha observação do cotidiano do consultório e das questões mais trazidas pelos pacientes. Esse compilado de assuntos transformados em textos levou 2 anos para ser concluído.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho do qual você acha especial em seu livro?

Cynthia Bezerra: Talvez uma das principais mensagens: através da sublimação - da capacidade regenerada que uma habilidade pessoal de transformar conflito e dor existencial em Arte venha a ser um dos caminhos possíveis para que cada um de nós estabeleça para si mesmo uma vida significativa.

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir o seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Cynthia Bezerra: “Consultório de Psicologia encontra-se a venda na Livraria Cultura do Fashion Mall - Sao Conrado e na livraria da Travessa de Botafogo, Ipanema, Leblon.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Cynthia Bezerra: Dentro da minha disponibilidade de tempo gostaria de reunir nas escolas e de maneira gratuita grupos de reflexão junto aos pais em torno dos temas que venham a interessar.
Gostaria também de continuar reunindo o trabalho terapêutico à Culinária; esse seria um desafio a ser alcançado.

Perguntas rápidas:

Um livro: “Fragmentos de um discurso amoroso” - Roland Barthes
Um (a) autor (a): Lya Luft , Ivan Martins.
Um ator ou atriz: Meryl Streep
Um filme: “ E o vento levou”
Um dia especial: o dia que terminei esse livro.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Cynthia Bezerra: Qualquer um que seja capaz de emocionar e de emocionar-se com uma produção pessoal estará fazendo Arte.

SERVIÇO:
CONSULTÓRIO DE PSICOLOGIA
Editora: Autografia
Autor: Cynthia Bezerra
Págs. 158 //Formato: 14x21
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

COMUNIDADE INFLUXO

SONHOS FULGURANTES - ROBERTO MINADEO

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels