Possessão Alienígena reúne grandes escritores brasileiros de ficção científica

Monitorar, possuir e manipular. De certo modo, a literatura, a mídia e o cinema ajudam na descrença da existência dos alienígenas, tor...

Mostrando postagens com marcador Record. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Record. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Best-seller infanto-juvenil participa da programação oficial da Bienal

Ana Beatriz Brandão - Foto divulgação
A autora best-seller Ana Beatriz Brandão participa da programação oficial da 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. No bate-papo, que acontece na Arena Cultural, no dia 05 de agosto, das 16h às 17h, a escritora de apenas 18 anos e 5 livros publicados, contará um pouco sobre a sua carreira e sobre o lançamento Sob a Luz da Escuridão, pela Verus Editora, do Grupo Record. A editora também fará uma sessão de autógrafos no estande, no dia 11/08, às 11h.

O seu último sucesso A Garota das Sapatilhas Brancas, que entrou na lista dos mais vendidos da Veja na categoria infanto-juvenil, junto ao anterior, O Garoto do Cachecol Vermelho, serão transformados em um filme, que já está em fase de pré-produção.

Agora a jovem autora apresenta aos leitores uma futuro distópico que explora um mundo pós-apocalíptico, marcado por guerras nucleares, na qual parte da população tem dons especiais e lutam pela sobrevivência. A narrativa apresenta uma série de intrigas e complôs, e as cenas de guerra, que tiram o fôlego dos leitores, marcam os acontecimentos desta nova obra, e mantêm a fama de sádica da escritora. Com trama tensa do início ao fim, Sob a Luz da Escuridão é uma história cheia de ação, tensão, romance e que promete provocar fortes emoções entre aqueles que adoram livros de fantasia.

Confira a agenda da Ana Beatriz Brandão na 25ª Bienal Internacional do Livro:

Três das grandes autoras de romances nacionais, Carina Rissi, Laura Conrado e Ana Beatriz Brandão falarão sobre suas novas obras.
Local: Arena Cultural – M080
Dia: 05 de agosto (domingo)
Horário: das 16h às 17h

Lançamento Sob a Luz da Escuridão
Local: Stand da Editora Record – G028
Dia: 11 de agosto (sábado)
Horário: a partir das 11 horas

Sobre a autora: Viver em um mundo cercado de magia – esse sempre foi o sonho de Ana Beatriz Brandão. Ela descobriu que era possível tornar isso realidade através da leitura quando conheceu O Pequeno Príncipe, aos cinco anos de idade. Targaryen, potterhead, narniana, semideusa e tributo, Ana vive muitas aventuras todos os dias. Aos treze anos, descobriu que contar histórias era sua paixão e desde então escreveu diversos livros, entre eles O Garoto do Cachecol Vermelho, Sombra de um anjo e Caçadores de almas. Seu maior sonho é poder continuar contando suas histórias para todos aqueles que, como ela, acreditam que os livros são a melhor forma de tocar o coração das pessoas e mudar suas vidas.

Redes Sociais – Facebook: @escritoraanabeatrizbrandao | Instagram: @anabiabrandao

Sobre ‘Sob a Luz da Escuridão’: O mundo não está a salvo dos humanos... Da autora de O garoto do cachecol vermelho. Guerras e destruição, causadas pela ganância de um homem, quase levaram a raça humana à extinção. Com a radiação das bombas nucleares, o DNA humano sofreu mutações e uma nova espécie surgiu: os metacromos, seres especiais, com poderes extraordinários. Em meio ao caos de um mundo pós-apocalíptico, Lollipop e Jazz são resgatadas do instituto onde eram mantidas prisioneiras. Com as memórias apagadas, elas não sabem por que estavam ali nem quem as libertou. E, enquanto buscam respostas sobre suas origens, só lhes resta lutar pela sobrevivência. Evan, um vampiro milenar, lidera com mãos de ferro uma das mais poderosas áreas do planeta. Mas quando, por obra do destino, ele reencontra a mulher que pensou estar morta há décadas, tudo desmorona e ele é obrigado a enfrentar o passado. Ana Beatriz Brandão apresenta um mundo totalmente novo ao leitor em Sob a luz da escuridão. A raça humana não é mais a mesma, novas espécies foram criadas e agora é cada um por si. Uma história eletrizante, cheia de ação, tensão e romance, que vai provocar fortes emoções no leitor. Prepare-se e escolha seu lado nessa guerra: você é um metacromo ou um Deles?
Compartilhe:

domingo, 20 de maio de 2018

Phil Collins: Ainda estou vivo – Uma autobiografia

A autobiografia de um dos ícones da música internacional

Compositor e intérprete de sucessos como “Invisible Touch”, “Easy Lover” e “Against All Odds”, Phil Collins acumula mais de 100 milhões de álbuns vendidos tanto em uma banda quanto em carreira solo, e é um dos ícones musicais de toda uma geração. Na autobiografia Ainda estou vivo, Collins narra, de maneira sincera e espirituosa, a história de sua extraordinária carreira, desde a época de ator infantil, passando por sua ascensão no Genesis até seu triunfo como um dos mais bem-sucedidos compositores da era pop. Nas páginas deste livro os fãs poderão conhecer as histórias por trás de suas canções e turnês, projetos e crises pessoais, casamentos e divórcios, sucessos nos topos das paradas e destaques nas manchetes dos infames tabloides. Neste livro, Phil Collins se apresenta como você sempre o viu, mas como nunca o ouviu antes.

Autor: Phil Collins
Título Original: Not dead yet
Tradutor: Phellipe Marcel
Gênero: Biografia/ Memória
Páginas: 410

Para saber mais: clique aqui.
Compartilhe:

domingo, 12 de junho de 2016

Eu leio e recomendo: Edney Silvestre


Na literatura nacional da atualidade, um autor que destaco e tenho uma imensa admiração, é o jornalista e escritor Edney Silvestre.

Muitos o conhecem por ser um extraordinário repórter da TV Globo, sendo correspondente internacional nos Estados Unidos e que cobriu os ataques terroristas em setembro de 2001.

Em sua carreira literária, Edney Silvestre é considerado um dos 100 brasileiros mais influentes de acordo com a revista Época. 

Edney é um autor premiado, ganhando em 2010 o Prêmio Jabuti de melhor romance e o Prêmio São Paulo de Literatura, também em 2010 na categoria estreante, com o seu primeiro romance “Se eu fechar os olhos agora”, lançado pela editora Record em 2009.

O autor possui outros livros de grande sucesso de público e crítica, seu mais novo trabalho é o de contos, “Welcome to Copacabana & outras histórias” lançado agora em maio pela editora Record.

Impossível falar de um único livro do Edney, então sugiro que se possível, leia todos os livros que ele lançou. O autor possui uma escrita fabulosa e que prende o leitor logo nas primeiras páginas.
Eu leio e recomendo: Edney Silvestre.


Compartilhe:

sábado, 19 de março de 2016

12 de Setembro

“12 de Setembro – A América Depois”, é um volumoso álbum que mescla crônicas, contos, charges e quadrinhos de aclamados quadrinistas, jornalistas, chargistas e escritores, não somente dos EUA, como de outras localidades do mundo, mostrando também a visão das pessoas que não estiveram especificamente no local do atentado de 11 de Setembro de 2001. A capa,  assinada pelo cineasta, roteirista e ilustrador francês Enki Bilal, mostra certa semelhança ao estilo de Moebius, pseudônimo do também francês Jean Giraud. "12 de Setembro" é o trabalho mais denso que conheço sobre opiniões e diferentes visões sobre o atentado, mostrando também preocupação com o futuro dos EUA, o qual destaco o trabalho de Joe Sacco, ganhador do American Book Award de 1996, devido a sua série de reportagens em HQ agrupadas em "Palestina: na Faixa de Gaza" e "Palestina: uma nação ocupada". Em "12 de Setembro", Joe apresenta em quadrinhos o "Projeto Nostradamus", o qual um aparelho que leva o título da história, revela um moderno capacete capaz de projetar imagens de como será os EUA nos próximos 40 ou 50 anos. E através deste equipamento, eles descobrem que a PEPSI criou um partido e ganhou as eleições, colocando a sua grande logomarca no topo da Casa Branca, deixando os republicanos e democratas caírem em desuso. Neste futuro, a marca Pringles, famosa por suas deliciosas batatas fritas cheias de calorias, das quais sou viciado :), também tem o seu partido. Com certeza uma metáfora sobre o poder das grandes marcas que influenciam e geram consumo exagerado, principalmente entre os mais jovens. Destaco também o magnífico "Conto de Natal", escrito pelo romancista Jerome Charyn, escritor considerado pelo New York Newsday como o Balzac americano. O estilo de sua escrita é inigualável, difícil de encontrar hoje em dia. Nove páginas que já faz valer a leitura de todo o conjunto, não desmerecendo os outros trabalhos. Miles Hyman, artista americano nascido em Vermont, deixa a sua marca ilustrando esse belíssimo conto.
As charges, mesclam com os quadrinhos, contos e crônicas em várias das 208 páginas, deixando o trabalho divertido e diversificado na medida certa, destacando Bin Laden, usado em quase 90% delas.
Passei quase vinte dias lendo "12 de Setembro", pois gosto de ler calmamente, observando todos os detalhes das ilustrações e refletindo sobre o que está sendo passado.
A obra é organizada pelos jornalistas da Radio France, Pascoal Delannoy e Jean Christophe Ogier, e é composta por vários colaboradores, destacando o já citado Joe Sacco e Jerome Charyn, além de Art Spiegelman, único quadrinista a receber um prêmio Pulitzer, pelo livro Maus (Cia. Das Letras).

Título: 12 de Setembro
Ano: 2011
Páginas: 208
Editora: Record, selo Galera Record

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels