Mostrando postagens com marcador Wilson Barreto Fróis. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Wilson Barreto Fróis. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Conheça o livro KAFKA EM PROCESSO da Lava à Vaza Jato, do autor Wilson Barreto Fróis (Editora Viseu)


O livro conecta as ações da Lava Jato à obra de Kafka, que dilui as fronteiras do tempo e se atualiza continuamente. Nessa interface, se coloca como contraponto à divinização da justiça promovida pela Imprensa que, de fato, assumiu o papel de “tribunal da verdade”, reservando ao Judiciário apenas a função de homologar as sentenças midiáticas. Ao final, reflete-se o obscuro contexto pelo qual passa o país, resultado do atropelo da legalidade efetivado recentemente.

FICHA TÉCNICA:

Título: KAFKA EM PROCESSO

da Lava à Vaza Jato

Autor: Wilson Barreto Fróis

Editora Viseu

ISBN: 9786559851225

Páginas: 196

Edição número 1

Edição ano: 2021

PARA ADQUIRIR O LIVRO: CLIQUE AQUI.

Compartilhe:

sábado, 1 de maio de 2021

Um papo com Wilson Barreto Fróis, autor do livro “Kafka em processo: da Lava à Vaza Jato”


Nasceu em 7 de junho de 1960 em São Pedro do Jequitinhonha (MG), cursou o ensino básico em Itaobim (MG) e o ensino superior (Letras) na cidade vizinha, Teófilo Otoni. Já aos quatorze anos, dividia o seu tempo entre estudos e trabalho. Trabalhou em escritório de contabilidade (1975/1984); foi também professor da rede pública (1979/2020).  Foi ainda diretor da E. E. Chaves Ribeiro, em Itaobim, e vereador e presidente da Câmara Municipal da mesma cidade. Procurando aprofundar seus conhecimentos, especializou-se em língua portuguesa (1989) e em literatura brasileira (2002). Concluiu o mestrado (2009) e doutorado (2018) em literaturas de língua portuguesa na PUC MINAS (BH). 

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Wilson Barreto Fróis: Iniciei o meu relacionamento mais consistente com a literatura a partir do instante em que optei por fazer o curso de letras, em 1977. A partir daí, a leitura de autores, como Cláudio Manuel da Costa, Castro Alves, Álvares de Azevedo, José de Alencar, Machado de Assis, Lima Barreto, Manuel Bandeira e Graciliano Ramos, me convenceu a permanecer no universo literário.

Conexão Literatura: Você é autor do livro “Kafka em processo: da Lava à Vaza Jato”. Poderia comentar? 

Wilson Barreto Fróis: Sim, porém mais um coautor do que propriamente um autor, em função da dinâmica da polifonia do texto.  Nesse livro, desenvolvo a ideia de que o “estranho” universo de Kafka também inclui o nosso, sobretudo quando se observam as últimas ações da justiça brasileira nos últimos seis anos. E assim o faço por meio da inserção de ideias de vários juristas, sociólogos, filósofos, e do registro de diversas fontes jornalísticas, nacionais e estrangeiras. Coube a mim apenas a tarefa de associar tais textos à ficção de Kafka, tendo como base principalmente os romances O processo e O castelo.

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro? 

Wilson Barreto Fróis: Em 2017, quando estava concluindo o doutorado em Belo Horizonte, escrevi um texto de vinte linhas aproximadamente, salientando a capacidade de reatualização da obra de Kafka. No entanto essa pequena produção ficou só nos meus arquivos. Já em março de 2020, quando a pandemia nos impôs a reclusão, resolvi aproveitar o isolamento social, transformando o texto iniciado em 2017 em livro. A absurdez cotidianamente registrada no contexto nacional do ano anterior inspirou e alimentou a construção do texto. Várias cenas da realidade momentânea, a meu ver, passaram a reescrever a ficção kafkiana. De março até julho de 2020, então, a partir de um olhar bifocal (ficção/realidade), concluí o livro em discussão.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho que você acha especial em seu livro?

Wilson Barreto Fróis: Quando, no terceiro capítulo, refiro-me à matéria do jornalista Glenn Greenwald em que se confirma nos bastidores da justiça brasileira uma característica do judiciário criticado em Kafka: a tramitação processual à margem do tribunal.  

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir o seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Wilson Barreto Fróis: Versão impressa: busca no site da Editora Viseu e de lojas parceiras (Amazon, Americanas, Shoptime, Submarino); formato digital: Amazon, Kobo, Apple, Google Play, Livraria Cultura.

Em relação aos meus trabalhos, dissertação e tese, na biblioteca digital da PUC MINAS. Além disso, publiquei quatro artigos em revistas acadêmicas da referida instituição.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Wilson Barreto Fróis: Sim, um deles: a correlação estético-formal entre a ficção de Murilo Rubião e as Escrituras, sonho transformá-la em livro. 

Perguntas rápidas:

Um livro: Terra Sonâmbula, de Mia Couto

Um (a) autor (a): Franz Kafka

Um ator ou atriz: Paulo Gracindo

Um filme: Gladiador

Um dia especial: Dia das mães

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Wilson Barreto Fróis: Neste momento de crise, a literatura pode ser, além de um bom refúgio, um instrumento expressivo de resiliência. 

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Divulgue Conosco

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels