Mostrando postagens com marcador audiolivro. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador audiolivro. Mostrar todas as postagens

sábado, 6 de fevereiro de 2021

Clubes de Leitura e do Audiolivro são opções online nas programações da Biblioteca de São Paulo e da Biblioteca Parque Villa-Lobos


Em fevereiro, com obras de temáticas variadas, os Clubes de Leitura e Clubes do Audiolivro da Biblioteca de São Paulo (BSP) e da Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL) são opções gratuitas e online para quem gosta de literatura. Entre os livros selecionados para os debates, destaque para "Enterre seus Mortos", de Ana Paula Maia, vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura (2019). Para participar, é necessário fazer inscrição, respectivamente, pelos links www.bsp.org.br/inscricao e www.bvl.org.br/inscricao. As vagas são limitadas. A BSP e a BVL são equipamentos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, geridos pela Organização Social SP Leituras – eleita pelo terceiro ano consecutivo uma das 100 Melhores ONGs do Brasil.

 

O Clube de Leitura é realizado em parceria com a Companhia das Letras e o Clube do Audiolivro, com a Toca Livros. No Clube de Leitura, os primeiros inscritos receberão instruções para baixar o título gratuitamente. No caso do Clube do Audiolivro, indicado para jovens entre 11 e 14 anos, quem garantir sua vaga receberá instruções para realizar o empréstimo da obra em questão, também de forma gratuita. E, a partir deste mês, o participante terá de ser sócio da biblioteca para ouvir o livro. Importante lembrar que a carteirinha pode ser feita presencialmente ou em nossos sites, de forma simples e rápida, clicando em www.bsp.org.br/cadastro-online/ e www.bvl.org.br/cadastro-online/. Confira, a seguir, cada uma das obras e seus respectivos clubes, com mediação das equipes das bibliotecas.

 

Em fevereiro, o Clube do Audiolivro trará “Histórias do Brasil” e “O Mágico de Oz” para o centro dos debates online promovidos pela BVL e pela BSP, respectivamente. No primeiro título, o autor reúne lendas do folclore nacional e até cantigas de roda. No segundo, a clássica aventura tem como protagonista a órfã Dorothy, que é levada para uma terra mágica. Pelo caminho, ela encontra personagens que tornam a aventura ainda mais eletrizante. No Clube de Leitura, “Todos os Santos”, sétimo romance de Adriana Lisboa, será o tema e, na BVL, “Enterrem seus Mortos”, de Ana Paula Maia; a escritora recebeu também o Prêmio São Paulo de Literatura por “Assim na Terra como Embaixo da Terra” (2018).

Com a necessidade de estimular o distanciamento social e outras medidas de proteção contra o contágio pelo novo coronavírus, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa criou o #Culturaemcasa, que amplia a oferta de conteúdos virtuais dos equipamentos. Vale acrescentar que a BSP e a BVL estão retomando as atividades presenciais de programação cultural gradualmente, com capacidade de atendimento reduzida e respeitando os protocolos de saúde. Para saber mais sobre a programação das duas bibliotecas, acesse os sites www.bsp.org.br e www.bvl.org.br, além de nossas redes sociais.

 

Biblioteca de São Paulo 

Clube de Leitura

“Todos os Santos”, de Adriana Lisboa.

Sexta-feira, 19 de fevereiro, das 15h às 17h.

Inscrições abertas pelo link www.bsp.org.br/inscricao.

Vagas limitadas.

Atividade online.

Parceria com a Companhia das Letras. 

 

Clube do Audiolivro

“O Mágico de Oz”, de Lyman Frank Baum, adaptado por Lúcia Tulchinsk.

Terça-feira, 23 de fevereiro, das 14h30 às 16h.

Inscrições abertas pelo link www.bsp.org.br/inscricao.

Vagas limitadas.

Atividade online.

Parceria com a Toca Livros. 

 

Biblioteca Parque Villa-Lobos

 

Clube do Audiolivro

“Histórias do Brasil”, de Valter Silva. 

Terça-feira, 16 de fevereiro das 14h30 às 16h. 

Inscrições abertas pelo link www.bvl.org.br/inscricao.

Vagas limitadas.

Atividade online.

Parceria com a Toca Livros.

 

Clube de Leitura

“Enterre seus Mortos”, de Ana Paula Maia.

Sexta-feira, 26 de fevereiro, das 15h às 17h.

Inscrições a partir de 8 de fevereiro, às 10h, pelo link www.bvl.org.br/inscricao.

Vagas limitadas. 

Atividade online.

Parceria com a Companhia das Letras.

Compartilhe:

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Tocalivros Social: projeto forma novos leitores pelo Brasil

 


Com o objetivo de democratizar o acesso à literatura e gerar impacto positivo na sociedade, a Tocalivros Social disponibiliza mensalmente audiolivro gratuito para o público

Segundo pesquisas feitas pelo Instituto Pró-Livro (IPL), o brasileiro lê em média dois livros por ano, sendo que 77% das pessoas gostariam de ler mais. Ainda dentro deste grupo, 43% diz não ter tempo para praticar esse hábito. E se as pessoas pudessem ouvir os livros enquanto estão no transporte público, no trânsito, quando vão para academia ou limpam a casa?

É o começo do contato com a leitura e uma forma de disseminar o conhecimento. Com essa proposta que nasceu o Clube Digital de Leitura, projeto da Tocalivros Social, braço de responsabilidade social da Tocalivros, plataforma brasileira de audiolivros. Com um audiolivro gratuito por mês, o Clube incentiva e democratiza a leitura, traz conhecimento, forma novos leitores, otimiza o tempo do público e gera impacto positivo na vida de milhões de brasileiros.

Organizado pelo co-fundador Marcelo Azevedo, o projeto conta com encontros literários em lugares muito especiais, como é o caso da Linha da Cultura do Metrô de São Paulo, que assim como o Hospital das Clínicas de São Paulo, firmou parceria com a causa desde o início de 2020.

O projeto, que tem como embaixador o humorista Fabio Porchat, também fornece audiolivros para os pacientes de hospitais que atendem crianças em tratamento de câncer e doenças raras; organizações que cuidam de pessoas com deficiência visual e dislexia; casas de repouso; além de alunos e professores de escolas públicas. O acesso ao audiolivro é gratuito e é feito por meio do site e do aplicativo da Tocalivros, que está disponível no desktop, iOS e Android.

“Eu estava nas estatísticas como uma das pessoas que considerava que não tinha tempo pra ler. Mas, no fundo, era preguiça mesmo. Hoje compreendo o quanto a leitura transformou meu entendimento nos processos de autoconhecimento e ampliou as oportunidades profissionais. Dizemos que é possível transformar vidas contando histórias e posso confirmar pela minha própria experiência”, releva Marcelo Azevedo.

A Tocalivros Social é considerada uma empresa 2.5. Ou seja, que combina lucro com transformação social, pois trabalha com diversas frentes para auxiliar tanto as pessoas que desejam aproveitar melhor o tempo com boas histórias como um incentivador do hábito da leitura, oferecendo a quem precisar conhecimento, educação, cultura e entretenimento.

Além disso, o projeto do Clube Digital de Leitura realiza atividades para grupos de pessoas que podem desfrutar ainda mais do conhecimento adquirido, já que os encontros trazem debates sobre o livro e conversas construtivas sobre o público LGBTQI+; diversidade; equidade de gêneros e etnia. Porém, por conta da atual pandemia, os encontros foram todos repensados para o on-line, que contará com a presença de autores e leitores do clube.

É possível levar o Clube Digital de Leitura para escolas, bibliotecas, empresas e instituições. Quer ajudar essa causa?

Saiba mais: https://clubedigital.tocalivros.com/.

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels