Mostrando postagens com marcador bibliotecas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador bibliotecas. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

Aplicativo Mapa de Leitura conecta bibliotecas comunitárias de todo o país


 A tecnologia possibilita fomentar esses lugares de diálogo, de convívio social, de troca de saberes e, principalmente, de educação e cultura para todas as idades

Que os aplicativos fazem parte da nossa rotina diária não é novidade. Mas a criação de uma ferramenta que "mapeia bibliotecas" é uma inovação que pode beneficiar todas as comunidades espalhadas pelo país. Trata-se do aplicativo Mapa da Leitura, uma realização da Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias (RNBC).

De acordo com a bibliotecária Yasmin Wink, fundadora e pesquisadora do Mapa da Leitura, este aplicativo conecta bibliotecas comunitárias de todo o país, possibilitando trocar experiências entre bibliotecas e divulgar atividades, além de se relacionar com leitores, colaboradores, voluntários e parceiros.

“A ferramenta também fornece uma base quantitativa e qualitativa desses espaços no país, contribuindo para que sejam conhecidos e considerados no âmbito das políticas públicas na área de livro, leitura e bibliotecas. O aplicativo estimula ainda a formação de novas redes de bibliotecas, a partir do trabalho conjunto e coletivo numa mesma localidade” explica Yasmin.

O Mapa da Leitura forma uma rede de bibliotecas comunitárias e também leitores, voluntários, colaboradores e parceiros. De acordo com Yasmin, bibliotecas comunitárias de todo o país podem e devem ingressar no aplicativo, cadastrando seu endereço, suas informações e atividades para que os leitores possam encontrar os locais mais próximos, fazer contato ou mesmo conhecer esses espaços pelo país afora. “O aplicativo oferece um fórum de discussão para troca de experiências entre as bibliotecas e entre leitores e eventos” complementa.

O Mapa da Leitura é patrocinado pela Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias (RNBC), que atualmente conta com mais de 119 instituições. Porém, de acordo com Yasmin, o número de bibliotecas comunitárias espalhadas pelo nosso país continental é bem maior. “O Mapa vai ajudar a localizá-las e conhecê-las”, comemora.

Importância das bibliotecas comunitárias

No Mapa da Leitura é realizado o mapeamento de bibliotecas comunitárias, espaços invisibilizados pelas políticas públicas, mas que nos últimos 10 anos, de acordo com o livro O Brasil que Lê, tiveram um aumento no número de espaços criados.

Muitas vezes essas bibliotecas são os únicos espaços culturais nas periferias das cidades. São criados pela própria população que vê nas bibliotecas lugares de diálogo, de convívio social, de troca de saberes e principalmente de educação e cultura para todas as idades. “A importância do aplicativo está principalmente no fato de podermos ter dimensão das bibliotecas comunitárias brasileiras e, com essas informações, lutarmos por políticas públicas e projetos que visem aperfeiçoá-las ainda mais e ampliá-las. É certamente um espaço de encontro entre pessoas que acreditam no livro e na literatura como um direito para todos”, diz a bibliotecária.

Como foi criado

O projeto teve início em 2016, quando Yasmin Wink, que é bibliotecária e trabalhava com bibliotecas comunitárias em Porto Alegre, e o desenvolvedor Tairon Coelho, viram que poucas pessoas conheciam esses espaços. “Pensamos em criar uma ferramenta que fosse um apoio à elas. A criação se deu em 2017 com a construção do aplicativo e testagem realizada pelas próprias bibliotecas comunitárias. Vencemos o Prêmio Campus Mobile e ao longo dos anos o aplicativo esteve em funcionamento, até que em 2020 a Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias o comprou, realizou aperfeiçoamentos e hoje lançou em outro formato, que não precisa baixar, tornando mais fácil seu uso”, conta Yasmin.

Para mais informações, basta acessar o site do aplicativo do Mapa da Leitura neste link e fazer a inscrição: https://www.mapadaleitura.com.br/

 

Sobre o Conselho Federal de Biblioteconomia

O Sistema CFB/CRB é composto pelo Conselho Federal de Biblioteconomia e pelos Conselhos Regionais de Biblioteconomia. O objetivo do Sistema CFB/CRB é atuar em prol da sociedade brasileira por meio da sua principal missão: fiscalizar o exercício profissional do bibliotecário, cuja operacionalização é feita pelos Conselhos Regionais. Para o Sistema CFB/CRB um país aparelhado com bibliotecas contribuirá na formação de cidadãos esclarecidos, críticos e participativos, condição sine qua non para o progresso de uma nação.


Compartilhe:

terça-feira, 17 de julho de 2018

Parada Poética ganha circuito nas bibliotecas municipais de São Paulo em agosto

Foto divulgação
Renan Inquérito apresenta 10 edições de sarau premiado pelo Ministério da Cultura

A Parada Poética é um jogo de palavras contínuo, a começar pelo nome, sujeito à interpretações variadas, e pela proposta: ser um sarau poético e itinerante com microfone aberto ao público. Iniciada em 2013, a Parada Poética é idealizada e realizada pelo fotógrafo Marcio Salata e pelo rapper Renan Inquérito, que também está à frente do Inquérito, expressivo grupo na história do rap brasileiro, e reconhecido como grande letrista do gênero, além de professor e poeta.

A Parada mantém a poesia marginal em alta e convida o público a "maltratar a gramática e colocar a culpa na licença poética", como os produtores gostam de enfatizar. Uma oportunidade para experimentar e explorar versos, a participação do público garante interação e surpresas, junto a declamações de Renan, autor dos livros "Poucas Palavras" (2011) e "Poesia pra encher a laje" (2016). 

Premiada em 2015 pelo Ministério da Cultura na categoria "Circulação e Difusão Literária", a Parada Poética acontece mensalmente em Nova Odessa, cidade no interior de São Paulo, onde começou. Nesses 5 anos, o projeto já rodou por boa parte do país e também foi apresentado no exterior, em Portugal, Inglaterra, Argentina e Chile.

Em agosto, a Parada chega a São Paulo com 10 edições gratuitas passando por bibliotecas municipais da capital.

Agenda:

1/8 - Quarta-feira
10h | Biblioteca Brito Broca
Av. Mutinga, 1425 - Vila Pirituba
14h | Biblioteca Alvares de Azevedo
Praça Joaquim José da Nova, s/n - Vila Maria

2/8 - Quinta-feira
11h | Biblioteca Vicente Paulo Guimarães
R. Jaguar, 225 - Vila Curuçá Velha
14h |  Biblioteca Afonso Schmidt
Av. Elísio Teixeira Leite, 1470 - Vila Cruz das Almas
3/8 - Sexta-feira 
10h |  Biblioteca Pública Pedro Nava
R. Helena do Sacramento, 1000 - Mandaqui
14h |  Biblioteca Professor Arnaldo Magalhães Giácomo
R. Restinga, 136 - Tatuapé

4/8 - Sábado
11h | Biblioteca Gilberto Freyre
R. José Joaquim, 290 - Sapopemba

5/8 - Domingo
11h | Biblioteca Paulo Duarte
R. Arsênio Tavolieri, 45 - Jardim Oriental

7/8 - Terça-feira
15h |  Biblioteca Paulo Setúbal
Av. Renata, 163 - Vila Formosa
19h |  Biblioteca José Paulo Paes
Largo do Rosário, 20 - Penha de Franca
Evento no Facebook: aqui.

Sobre:
A Parada Poética quer difundir a literatura por meio da palavra falada, cantada, exposta, declamada, embalada e compartilhada. Com textos autorais e também de escritores consagrados, pretende-se inserir a plateia em uma experiência literária provocativa e libertária. Os contos e poemas da Parada Poética contribuem com a apresentação da literatura marginal contemporânea e dos saraus como instrumento capaz de auxiliar e ressignificar a literatura brasileira, as narrativas do cotidiano, bem como desmistificar o uso exclusivo da escrita apenas por detentores dos conhecimentos formais. Com a cultura Hip-Hop como aliada, bem como a literatura e o teatro como instrumentos de expressão, focamos o olhar sobre temas diversos que vão de saúde, educação e trânsito ao amor, convivência e o mundo moderno.
Compartilhe:

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Recode apoia encontros para mobilização de gestores de bibliotecas públicas em sete estados, começando por Alagoas

Renata Costa, consultora da Recode e secretária-executiva do Plano Nacional do Livro e Leitura
Voltados ao fortalecimento de políticas públicas de incentivo à leitura e transformação social por meio de bibliotecas, encontros terão início no dia 06 de julho. Organização social promoverá oficina voltada a prefeitos e gestores locais sobre a construção de planos municipais e estaduais de Livro e Leitura

A Recode, organização social voltada ao empoderamento digital, é uma das realizadoras do I Encontro Regional de Gestores de Bibliotecas Públicas, que acontece em Maceió, no dia 06 de julho, reunindo 40 gestores públicos e coordenadores estaduais de bibliotecas de Alagoas, Pernambuco, Sergipe e Bahia. A iniciativa busca fomentar políticas públicas que ampliem o acesso aos livros e à leitura e a valorização da biblioteca pública como equipamento cultural. Os encontros irão percorrer as cinco regiões do país, passando por sete estados brasileiros.

Durante o evento, a consultora da Recode e secretária-executiva do Plano Nacional do Livro e Leitura, Renata Costa, e a analista de projetos da Recode, Ilca Bandeira, promoverão uma oficina que terá como intuito fortalecer a construção dos planos municipais e estaduais de Livro e Leitura, conforme previsto pelo projeto de lei 7752/2017, que cria a Política Nacional de Leitura e Escrita (PNLE).

“É preciso sensibilizar os municípios e estados sobre possibilidades de garantir orçamentos mínimos para as ações previstas nesses planos”, explica Renata Costa. Por isso, uma das metas a serem alcançadas é a produção conjunta de um documento que contenha diretrizes focadas na garantia da sustentabilidade das bibliotecas.

Para Ilca Bandeira, “nosso objetivo também será mobilizar os gestores e os coordenadores de bibliotecas dessas regiões, contribuindo para a construção de políticas públicas locais que viabilizem a renovação desses espaços de leitura e os tornem mais próximos da população”, complementa.

O Encontro Regional de Gestores de Bibliotecas Públicas é realizado em parceria com o Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP) e as coordenadorias dos Sistemas Estaduais de Bibliotecas Públicas de Alagoas, Santa Catarina, Acre, Amapá, Minas Gerais, Ceará e Mato Grosso do Sul, onde acontecerão os encontros.

Sobre a Recode
A Recode é uma organização social voltada ao empoderamento digital, que busca formar jovens autônomos, conscientes e conectados a partir do uso da tecnologia. Com mais de 20 anos de atuação em tecnologia, formação de redes e cidadania, a organização atua em parceria com bibliotecas, escolas públicas e instituições comunitárias visando formar uma grande rede que promova uma nova consciência e gere oportunidades aos jovens brasileiros em situação de vulnerabilidade social. A organização faz parte de uma rede presente em 7 países e já impactou até hoje mais de 1,7 milhão de vidas.
Compartilhe:

sábado, 12 de maio de 2018

Bibliotecas no Mundo Antigo


Esta deliciosa obra conta a história das bibliotecas antigas desde suas origens, quando “livros” eram tábuas de cerâmica e a escrita, um fenômeno novo.
O renomado estudioso clássico Lionel Casson nos conduz em uma animada viagem, partindo das bibliotecas reais do Antigo Oriente, passando pelas bibliotecas públicas e privadas da Grécia e de Roma, até as primeiras bibliotecas monásticas cristãs.
Casson traça o desenvolvimento das construções, os sistemas, acervos e patronos das bibliotecas, considerando questões de uma ampla variedade de tópicos, como: quem contribuiu para o desenvolvimento das bibliotecas públicas, especialmente a grande Biblioteca de Alexandria? O que as bibliotecas antigas incluíam em seu acervo? Como bibliotecas antigas adquiriam livros? Qual era a natureza das publicações no mundo greco-romano? Como o cristianismo transformou a natureza dos acervos bibliotecários?

Assim como uma biblioteca recompensa quem a explora com tesouros inesperados, este interessante livro oferece a seus leitores a história surpreendente da ascensão e do desenvolvimento de bibliotecas antigas – uma história fascinante que nunca foi contada antes.
_____________________________________________

“Recomendo esta agradável história a qualquer leitor interessado no mundo clássico. O livro de Casson é a escolha certa para quem quer não apenas aprender sobre bibliotecas antigas mas também compartilhar as experiências das pessoas que viveram em sociedades tão diferentes (e ainda assim tão próximas) da nossa.”
College & Research Libraries

“O livro de Casson não se limita a onde e quando bibliotecas importantes existiram, ele oferece uma história social que transcende a ideia de biblioteca como nós conhecemos. Tão interessante para um arqueólogo quanto para um amante de livros.” 
Publishers Weekly

“Mais do que uma narrativa fascinante sobre as contribuições de Aristóteles, da Biblioteca de Alexandria e das grandes bibliotecas públicas e privadas de Roma, este livro considera de um ponto de vista vantajoso a natureza da educação e da cultura.”
Virginia Quarterly Review

Páginas: 208 • Formato: 16 x 23 cm • Acabamento: Brochura • Título original: Libraries in the Ancient World • ISBN: 9788582863961 • Código: 12378 • Área temática: História • Editora Vestígio • Edição: 1 • Mês/Ano de publicação: 04/2018

Para adquirir ou saber mais, acesse: https://grupoautentica.com.br
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Divulgue Conosco

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels