Mostrando postagens com marcador blues. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador blues. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 23 de março de 2021

O mito do blues Robert Johnson, o filme e o livro Encruzilhada


Dizem que um jovem norte-americano, de nome Robert Johnson (1911-1938), tocava violão como ninguém: um som mágico, irreverente e que contagiava quem quer que fosse. Dizem também, que numa noite qualquer, antes do seu sucesso no Blues, levou o seu violão numa encruzilhada, e que um homem negro, muito alto e forte, surgiu do nada, pediu o seu instrumento emprestado e afinou as suas cordas. Johnson deixou o fato registrado na faixa de 1937, intitulada Me and the Devil Blues.

As garotas ficavam encantadas com o jovem, os homens, com ciúmes. Mas o sucesso durou pouco tempo, pois numa noite enluarada, após uma apresentação num bar, em sua casa, o mesmo homem que afinou as cordas do seu violão, bateu à sua porta. Robert Johnson foi encontrado morto no dia seguinte.

Outros dizem que o dono do bar onde fez a sua última apresentação, com ciúmes da esposa que ficara encantada com o rapaz, envenenara a sua bebida.

Robert Johnson não teve autópsia, constando em seu óbito apenas Sem Médico Legista.

E até hoje, encontra-se cravada em sua lápide, a figura do seu violão mágico.

Me and the Devil

was walkin' side by side

Me and the Devil, ooh

Robert Johnson, Me And The Devil Blues

Esta é a faixa bônus do meu romance Encruzilhada, publicado em 2011 pela Editora Literata. A obra foi inspirada em Robert Johnson. O meu livro também é citado na página da biografia de Robert Johnson na Wikipédia: https://pt.wikipedia.org/wiki/Robert_Johnson

TRECHO NA WIKIPÉDIA:

Este mito foi difundido principalmente por Son House, e ganhou força devido às letras de algumas de suas músicas, como "Crossroads Blues", "Me And The Devil Blues" e "Hellhound On My Trail". O mito também é descrito no filme de 1986 Crossroads, no episódio 8, da segunda temporada da série Supernatural e no episódio 14 da terceira temporada de Legends of Tomorrow, além da faixa bônus da página 101 do livro Encruzilhada (Literata, 2011), do autor brasileiro Ademir Pascale. O mito ainda explica detalhes sobre ele ter saído desesperadamente do bar Tree Forks, sendo perseguido por cães pretos e foi encontrado com marcas de mordidas profundas, cortes em forma de cruz no rosto e seu violão intacto ao lado do corpo ensanguentado. Robert morreu de olhos abertos e uma expressão tranquila no rosto.

Sinopse do livro Encruzilhada, por Ademir Pascale (Literata, 2011): Um padre ganancioso, frio e calculista, através de um ritual macabro, liberta um dos cinco príncipes do inferno. Um jovem de dezenove anos passa por problemas amorosos, financeiros e familiares. Um pugilista, cansado de ser humilhado desde a infância, tenta alcançar a fama a qualquer preço... (link da página publicada em 2011 com todos os detalhes sobre o livro, como produção da capa, etc.: http://odesejodelilith.blogspot.com/2011/05/encruzilhada-meu-novo-romance-de-horror.html)

O livro não está mais à venda, mas pode ser encontrado em sebos: clique aqui.

Os leitores que curtiram a história também poderão assistir o filme O Diabo na Encruzilhada - A História de Robert Johnson (Netflix, 2019).

ASSISTA O TRAILER DO FILME O DIABO NA ENCRUZILHADA (NETFLIX)


Compartilhe:

sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Daniel Dú Blues volta aos palcos cariocas

Daniel Dú Blues - Foto divulgação
Com 38 anos de carreira, artista fará show com entrada franca na Gamboa e lança novo álbum

O cantor, guitarrista e compositor Daniel Dú Blues está de volta aos palcos do Rio de Janeiro. O reencontro do artista com o público carioca será no sábado, dia 28 de dezembro, a partir das 22h, no Mississippi Delta Blues Bar, na Gamboa, no Centro.

Com 38 anos de carreira, Dú Blues integrou o movimento blues que tomou projeção nacional nos anos de 1980 alçado por Celso Blues Boy. Ao longo da sua trajetória, passou por diversas bandas, como Voodoo, Naja, Veneno do Rock, Bandana, Fora da Lei e Blues Pirata, até partir para voo solo. Após 20 anos longe da Cidade Maravilhosa, entre a Europa e o norte do Brasil, ele volta para lançar o seu próximo álbum, “2020”, em todas as plataformas digitais a partir de janeiro.

A sua apresentação no Mississippi contará com repertório repleto de releituras de clássicos do Blues, do Rock and Roll e da Soul Music, além de obras autorais, formando trio com Yves Aworet no contrabaixo e Bruno Coelho na bateria. A participação especial da noite será do consagrado guitarrista Alexandre Valladão, conhecido pelas parcerias com nomes como Barão Vermelho, Frejat, Celso Blues Boy, Toninho Horta e Blues Etílicos.

O show começa às 22h e a entrada é franca. O Mississippi Delta Blues Bar fica na rua Pedro Ernesto, 89, na Gamboa.

Serviço:
Daniel Dú Blues Trio
Data: 28/12/19 - Sábado
Local: Mississippi Delta Blues Bar - Rua Pedro Ernesto 89 Gamboa RJ
Início: 22h
ENTRADA FRANCA
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Divulgue Conosco

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels