JÁ DISPONÍVEL: Jornal em São Camilo da Maré, novo livro de Ademir Pascale (Mafra Editions)

  Três jovens interligados vivenciam as feridas que a nossa sociedade perpetua: violência, injustiça e bullying, numa comunidade carente do ...

Mostrando postagens com marcador cristã. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador cristã. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 25 de abril de 2022

Entrevista com Joyce Viana, autora do livro "Florescer”


Joyce Viana Silveira
, quase 30 anos, mineira de Belo Horizonte, autora, produtora e gestora de conteúdo.

É bacharel em Direito, pós graduada em Direito Penal, nas horas vagas estuda Teologia e possui um semestre cursado de Jornalismo.

É cristã e possui uma fé inabalável, apaixonada pelos animais, por poesias, Clarice Lispector e por vinhos.

Literalmente uma camaleoa, se precisar muda de opinião quantas vezes for preciso, pois, entende que amadurecer é florescer sem perder suas raízes.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Joyce Viana: Desde criança, fiz da escrita minha melhor amiga e nunca mais parei.

Sempre escrevia cartinhas para os namorados das minhas amigas como se fossem elas, por saber escrever poesias e textos mais bonitos. 

Na faculdade de Direito, participei de uma coletânea de poesias com outra autora mas infelizmente não vingou por dar prioridade para a faculdade.

Depois disso, comecei a ser chamada para escrever para sites jurídicos e eu amava conciliar o Direito e a Escrita. Hoje entendo que juntos formamos um time de peso!

Mas, foi só ao término da faculdade e inicio de 2020 que finalmente comecei no meio literário com o meu primeiro livro publicado.

Conexão Literatura: Você é autora do livro "Florescer”. Poderia comentar? 

Joyce Viana: O livro Florescer nasceu para mim no inicio de 2020 em meio a crise mundial e ao novo vírus. Ele é meu primeiro livro e por isso também é o mais especial.

No meio de um isolamento assustador, eu, juntamente com outra autora tivemos a ideia de escrevermos um livro juntas falando sobre a saúde mental impactada pelo isolamento, porém, entendemos mais a frente que nosso projeto precisaria se dividir em dois e cada uma seguiu o seu caminho.

Neste processo, entendi que eu precisava falar sobre saúde mental, comportamento humano e fé e que essa seria a minha linha, mas nunca parei para escrever o livro. Ele veio como um presente de Deus nos meus sonhos. Sempre acordava de madrugada e tinha todas as mensagens do livro prontas em minha mente apenas para passar para o papel.

Florescer é mais que um livro de autoajuda, é um livro de autoconhecimento, isso pois, nele eu não busco ajudar alguém a sair de um momento de angústia, mas, a entender a razão pela sua angústia. Ele veio para mim como uma resposta de Deus para aliviar sentimentos guardados que tinha há anos e, talvez, para responder perguntas de pessoas que eu nem mesma conheço.

E através dele, quero que as pessoas se divirtam; chorem; sintam saudades; se apaixonem; deem gargalhadas; busco uma conexão profunda, de almas e que juntos possamos chegar a algum lugar.

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro? 

Joyce Viana: Como eu disse anteriormente, o isolamento social me forçou a escrever sobre o comportamento das pessoas e o impacto na saúde mental delas. Minhas pesquisas foram basicamente pautadas em conversas com familiares, amigos e pessoas conhecidas e em como eles foram impactados pelo isolamento.

Além de claro, assistir noticiários e ler bastante sobre o assunto e ver o quanto o número de suicídios aumentou nesta época, além de divórcios e mulheres que eram agredidas pelos companheiros.

Neste período, passei a me questionar se o ser humano deixou de ser humano ou ele passou a ser verdadeiramente humano a partir de agora.

Entre tantos questionamentos, me vi escrevendo sobre todos eles para não surtar literalmente e também nunca me dei muito bem com especialistas em saúde mental pois não gosto muito de falar, prefiro escrever.

Percebi que era o caminho para mostrar ao mundo o que eu sentia e também de alguma forma impactar a vida dessas pessoas.

Neste processo de idas e vindas da escrita, demorei em média 1 ano e meio para deixar o livro pronto para publicação. 

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho que você acha especial em seu livro?

Joyce Viana: “Se as borboletas fossem como nós, se sentiriam incapazes de ser quem nasceram para ser e morreriam sendo lagartas”. 

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir o seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário? 

Joyce Viana: Pode acessar minhas redes sociais. Por lá, eu faço postagens diárias sobre o livro além do meu trabalho. O livro está disponível comigo, com a editora Letras Virtuais e também em sites como Magazine Luiza.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta? 

Joyce Viana: Sim. Na verdade, existem alguns. Mas, por ora, estou em um projeto solo de um livro de poesias.

Perguntas rápidas:

Um livro: Bíblia Sagrada

Um (a) autor (a): Clarice Lispector

Um ator ou atriz: Meryl Streep

Um filme: O diabo veste prada

Um dia especial: Dia do meu batismo na Igreja.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Joyce Viana: Quero agradecer a oportunidade de mostrar o meu trabalho, pois, acredito ser importante dar cada vez mais espaço para a literatura no Brasil!

Hoje, digo que vivo o meu propósito de vida, vivo pela arte da escrita e me sinto abençoada por isso! Mas, abençoados seriam todos aqueles que pudessem viver pelo que acreditam e assim fazer a diferença no mundo em que vivemos!

Compartilhe:

segunda-feira, 20 de dezembro de 2021

Entrevista com Robson Chaves, autor do livro "A Divina Poética"

Robson Chaves - Foto divulgação

Robson Chaves tem 27 anos, é graduado em Letras pela Universidade Federal Fluminense. Já atuou como colunista voluntário, é poeta da Fundação de Cultura de Barra Mansa (onde nasceu e vive) e membro da Academia Volta-Redondense de Letras, ambas do interior do Rio de Janeiro. Teve seu primeiro livro publicado em formado digital “Boca tímida, mão nervosa.” e o segundo trabalho “A Divina Poética” vinculado à Chiado Editora, de Portugal. O autor é cadeirante em razão de um erro médico no parto.  Atuante pelos direitos das pessoas com deficiência.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Robson Chaves: Começou durante minha graduação no curso de Letras, onde a poesia era  como um misto de necessidade interna e depois se tornou um hábito, algo que me agrada fazer, pois tenho constantemente a necessidade de expressar o que sinto e penso. A literatura é um refúgio e uma arma poderosa de transformação social. 

Conexão Literatura: Você é autor do livro "A Divina Poética". Poderia comentar? 

Robson Chaves: “A Divina Poética” é uma obra em que em forma de poesia,  eu tento explorar e recontar as passagens bíblicas, trazendo o sentimento humano por trás das situações narradas.

Enfatizo o lado psicológico, inclusive o quanto o próprio Deus pode estar próximo do homem, mesmo com a superioridade Dele sobre a criatura. Destaco alguns sentimentos que podem os personagens ter vivenciado. De modo algum, modifiquei a essência dos trechos da Palavra Sagrada, apenas explorei situações, com uma linguagem um pouco mais simples e tentei contextualizar os fatos ao nosso tempo. 

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro? 

Robson Chaves: Eu ia lendo trechos da Bíblia, conforme me vinham à mente, depois, sintetizava com um pouco da minha própria humanidade e experiência de vida. Propositalmente começo com uma poesia sobre Gênesis, depois vou passando por diferentes partes do Antigo e Novo Testamentos. Algo em torno de 3 ou 4 meses, pois também tive que revisar todo o trabalho, a fim de garantir que tanto no sentido gramatical, quanto estético, tudo ficasse como eu gostaria.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho que você acha especial em seu livro?  

Robson Chaves: A poesia em que eu falo sobre o casamento, sobre como o homem deve ser mais cuidadoso para com os detalhes que ajudam a manter um relacionamento.

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir o seu livro e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário? 

Robson Chaves: A obra está disponível em Portugal, no site da Chiado Editora, no Brasil, pelas Livrarias Cultura, da Travessa, Martins Fontes Paulista, Amazon, entre outros. A quem desejar adquirir diretamente comigo, pode entrar em contato pelo meu Instagram @profrobson.lit

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta? 

Robson Chaves: Regularmente produzo novas poesias, sobretudo de temática romântica, assim como participo de concursos literários sempre que posso. Ainda quero desenvolver um texto em prosa, diferente de tudo que já fiz até aqui. Escrevo porque gosto, é importante para minha carreira, mas liderar em sala de aula é o que preciso concretizar na minha trajetória profissional. Tenho batalhado pelo meu espaço desde o dia em que escolhi Letras. Ensino Português para falantes de Espanhol e estou pronto para   encarar novos caminhos.

Perguntas rápidas:

Um livro: A Teoria de tudo

Um (a) autor (a):  Dan Brown

Um ator ou atriz: Sylvester Stallone

Um filme: Harry Potter e a Pedra Filosofal

Um dia especial:  06 de junho – meu aniversário. 

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Robson Chaves: Não é tão fácil desenvolver o hábito da leitura, no entanto, é fundamental começar. Como sugestão, comece por um tema de seu interesse, algo pequeno, ou um livro que já tenha virado filme. Os profissionais da educação precisam ser valorizados, pois  ela é a base da sociedade e não há desenvolvimento sem o conhecimento, sem a troca entre aluno e professor, que são como duas partes de um mesmo corpo.  Espero poder servir à minha cidade (Barra Mansa/RJ) em sala de aula. Cidade que foi a primeira a reconhecer a mim como poeta no Concurso Literário de 2018. Sobre a espiritualidade: Deus é infinitamente maior do que qualquer religião, Ele é simples, profundo, justo e misericordioso. Que cada um encontre o próprio propósito de vida. 

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA
clique sobre a capa

DO INCISIVO AO CANINO - BERT JR.

MAFRA EDITIONS

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

DIVULGUE O SEU LIVRO

FUTURO! - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels