Mostrando postagens com marcador curiosidades. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador curiosidades. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Curiosidades | Agatha Christie, a Rainha do Crime

Agatha Christie, consagrada escritora inglesa, desperta curiosidade nos leitores. Claro, que numa longa carreira e com dezenas de livros publicados e traduzidos em todo o mundo, há muitos fatos na vida e na carreira da escritora que podem atiçar o leitor. Que tal saber algumas curiosidades sobre a Rainha do Crime?

- “Os Cinco Porquinhos” foi o primeiro livro da escritora a vender mais de 20.000 exemplares em um ano.

- “Um Brinde de Cianureto” foi o primeiro livro da escritora a vender mais de 30.000 exemplares em um ano.

- Para o famoso livro “O Caso dos Dez Negrinhos”, a autora contaria a história com oito personagens, depois doze e por fim ficou com os dez que estão na trama.

- Agatha Christie conviveu com vários problemas relacionados a pagamento de impostos.

- A escritora, provavelmente, se divertia ao se livrar de Poirot no livro “Cai o Pano”, obra em que o personagem morre.

- “E No Final a Morte” é o título de Agatha Christie com o maior número de assassinatos domésticos, oito.

- Agatha ficou quase três anos sem ver o segundo marido, Max Mallowan, no período da Segunda Guerra Mundial.

- Os feitos de Agatha Christie no teatro entre 1952 e 1955 lhe garantiram o título de mulher mais bem-sucedida na dramaturgia inglesa.

- Em 21 de janeiro de 1956, a TV Paulista exibiu pela primeira vez uma adaptação de Agatha Christie para a televisão brasileira: Os Três Ratinhos Cegos.

- A morte de Hercule Poirot, o detetive belga criado por Agatha Christie, foi o primeiro obituário de uma pessoa não real publicado pelo New York Times.

- Em 2005 foi lançado o primeiro jogo de vídeo-game baseado na obra de Agatha Christie: And Then There Where None.

- A filha de Agatha Christie, Rosalind Hicks, quis ser modelo fotográfico.

- A escritora inglesa tem publicado seis romances sob o pseudônimo de Mary Westmacott.

- O Retrato é um dos livros escritos sob o pseudônimo e acredita-se que por meio da personagem Célia, Agatha conte um pouco de sua própria história.

- O primeiro livro O Misterioso Caso de Styles foi fruto de uma aposta feita por sua irmã Madge: “Aposto que você não consegue escrever uma boa história policial”.

- Foram encontrados 73 cadernos com anotações da escritora que revelam o processo de trabalho para composição de algumas de suas obras. John Curran publicou um livro chamado “Os Diários Secretos de Agatha Christie” em que fala e mostra partes dos cadernos.

- Agatha escreveu sobre dois casos de homicídio verdadeiro: um em artigo no Sunday Chronicle e outro no Sunday Times.

- Agatha Christie levou aproximadamente quinze anos para escrever sua autobiografia, que foi iniciada em 1950.

- No início dos anos 1920 deu a volta ao mundo com o marido e chegou a surfar na África e em Honolulu.

Fontes:

Agatha Christie From My Heart – Uma Biografia de Verdades, de Tito Prates (Editora Illuminare).

Diários Secretos de Agatha Christie, de John Curran (Editora Leya).

Agatha Christie Autobiografia (Editora Nova Fronteira).

Site da L&PM Editores.

 
Compartilhe:

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Editora Planeta e Você Sabia?, maior canal de curiosidades do Youtube, lançam livro

Com uma diagramação fluída e descontraída para atrair o público jovem, a Editora Planeta e o Você sabia?, maior canal de curiosidades do Youtube, com mais de 8 milhões de inscritos, lançam "Você sabia? + de 400 coisas que você deveria saber", uma obra informativa, prática e divertida.

Nada escapa ao olhar curioso de Lukas Marques e Daniel Molo, criadores do Você sabia?, canal de curiosidades no YouTube, com mais de 8 milhões de seguidores. Com bom humor, irreverência e muita informação, eles conquistaram a internet e agora vão invadir as livrarias com este livro repleto de fatos curiosos, bizarros e interessantes. Você entraria na Deep Web? Tem medo de histórias sobrenaturais? Já viu ou acredita em extraterrestres? Comeria um queijo vivo? E o que aconteceria se, do nada, a Terra parasse de girar? E que tal conhecer o objeto mais perigoso do mundo? Sabe da existência dos monstros marinhos?

Sobre os autores:
Lukas Marques e Daniel Molo são os criadores do Você sabia?, canal de curiosidades do Youtube, com mais de 8 milhões de inscritos e mais de 600 milhões de visualizações.

Ficha técnica
Data de publicação: 01/06/2017
Idioma: Português
ISBN: 978-85-422-1057-6
Para adquirir o livro: Clique aqui.


Compartilhe:

domingo, 22 de janeiro de 2017

Conexão Nerd: Conheça os sites mais incríveis e diferentes do mundo

Selecionei os sites mais incríveis e diferentes do mundo. Alguns úteis, outros não tão úteis assim. Confira no vídeo.

Ajude-nos a crescer, inscreva-se no canal e se gostou do vídeo dê um joinha ;)

Confira novos Vídeos todas as semanas.
Este é o canal Conexão Nerd - Brinquedos & Curiosidades

ASSISTA O VÍDEO NO YOUTUBE: CLIQUE AQUI.

Forte abraço,
Compartilhe:

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Conexão Nerd: Curiosidades BEM Estranhas do Google

Acabou de entrar no ar um novo CONEXÃO NERD: Curiosidades BEM Estranhas do Google. 

Aproveite e se inscreva no canal. Ajude-nos a crescer ;) 

Descubra os segredos assistindo ao vídeo, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=dId53dNfIHU


Compartilhe:

quinta-feira, 28 de abril de 2016

5 Dicas de Livros Para Nos Tornar Mais Felizes

Misa Ferreira
A felicidade mora dentro das pessoas, não está nas coisas, mas na gente. Estamos sujeitos a tudo como perdas, doenças, dramas pessoais de toda a ordem. Impossível esperar estar tudo bem para ser feliz. É um treino, uma prática de vida. Ler livros que nos ensinam um pouco de como viver feliz faz parte do treino.

5 Dicas de Livros Para Nos Tornar Mais Felizes 

1- “Aprender a viver” – Luc Ferry – Luc Ferry é um filósofo defensor do Humanismo Secular. Este é um livro de iniciação à filosofia, voltado para adultos que querem entender a filosofia e jovens que desejam estudá-la mais a fundo e procuram uma base de conhecimento. Bem, o próprio título sugere que podemos aprender a viver, ou lidar com a vida caótica da segunda metade do século XX e início do século XXI. Gostei muito deste livro porque nos incita à reflexão. Para ser feliz é necessário se conhecer, conhecer o pensamento dos filósofos, conhecer o que pensavam e pensam sobre a felicidade e como viver bem.
 
2- “Campo Geral” – Guimarães Rosa – O tema da alegria é bastante importante e presente em toda obra de Rosa, em seus romances e contos. Sempre encontramos crianças cheias de sabedoria e sensibilidade como Miguilim. (“Miguilim, Miguilim, vou ensinar o que agorinha eu sei, demais: é que a gente pode ficar sempre alegre, alegre, mesmo com toda coisa ruim que acontece acontecendo. A gente deve de poder ficar então mais alegre, mais alegre, por dentro!...”).

3- “Memórias de vida e luz”- Jacques Lusseyran – Este é um livro autobiográfico que posso dizer que mudou minha vida. O autor ficou cego em um acidente quando ainda era um menino. Completamente independente, participou da Resistência Francesa durante a Segunda Guerra Mundial, e um dos pouquíssimos a sair vivo de um verdadeiro inferno. Seus companheiros, quando queriam conhecer determinada pessoa em quem ainda não podiam confiar, chamavam por Jacques, que mesmo sem olhos, era profundo conhecedor da alma humana. A cegueira dos olhos fez abrir novos e incríveis horizontes em sua vida, e o fez descobrir a alegria de viver. É um livro raro de preciosidade e raro de se encontrar, mas vale a pena procurar. (“A luz está dentro de nós, ainda que não tenhamos olhos.”) 
 
4-  “Minha vida é um Blog aberto” – Elika Takimoto – Um livro de crônicas ganhador do Prêmio Saraiva, 2014. Um conjunto de crônicas encantadoras. Textos que tratam de acontecimentos cotidianos, mas contados de uma maneira especial, não deixando o sorriso desaparecer de nosso semblante durante toda a leitura. (“Meus deleites”: “... cheiro de nenê, ver que meu colesterol está baixo, dar uma aula legal, ver um esquilo parado, cheiro de cocô de vaca, ver fotos antigas ...”)
 
5- “Filandras” – Adélia Prado – Um livro adorável de crônicas. E eu que pensava que Adélia Prado escrevia somente poesias. Crônicas geniais, que falam também da vida diária, dos fatos corriqueiros e singelos como o cão que vigiava os porcos e quando um deles fugia, o cãozinho partia em disparada para avisar a mãe de Adélia para que ela tomasse providências. São relatos de felicidade pura e simples, que todos têm ou podem descobrir em suas próprias vidas. 
“Entristecidos, porém alegres, como nos aconselha São Paulo”.

Misa Ferreira é mineira de Itajubá nas Minas Gerais. Bancária aposentada, começou a escrever da noite para o dia, e nunca mais parou. Escreve contos e crônicas. Já escreveu os livros: “Demência, o resgate da ternura”, um relato real sobre a demência de sua mãe, e “Santas mentiras”, um conjunto de crônicas e contos. Espera a publicação de um livro infantil e também de um romance. Recebeu alguns prêmios por contos e crônicas: “O amante”, 1º lugar no Concurso Nacional de Contos e Poesias 2006, promovido pelo Departamento de Letras da Fundação Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Mandaguari (PR) – 1º lugar com a crônica “Linguagem de médico” no Concurso Cultural ANABB de 2013, 3º lugar com o conto “O espírito de Kenichi, no Concurso Bunkyo de contos” de 2014.  É articulista do “Conexão Itajubá”, e colabora com a revista “Conexão Literatura” de Ademir Pascale. Blog: http://misaferreirablog.blogspot.com.br.

Curta a fanpage da Revista Conexão Literatura: Clique aqui.

 
Compartilhe:

quarta-feira, 27 de abril de 2016

5 Livros Para Quem Curte Zumbis

Duda Falcão
Zumbi é um morto-vivo e nas mãos de diversos escritores, mortos foram reanimados de maneiras diferentes, alguns nem tanto assim. A realidade é que toda história tem uma origem e a do zumbi surgiu nos rituais do vodu haitiano. Por muitos anos eles estiveram na literatura e tornaram-se ainda mais populares nas grandes telas, como no longa-metragem "Guerra Mundial Z" e na série "The Walking Dead" (série que curto demais). Existe até uma passeata organizada por fãs de zumbis intitulada Zombie Walk, que é composta por grupos de pessoas que se fantasiam de zumbis, caminhando pelas ruas, shoppings, parques, etc.
Para adentrarmos ainda mais nesse mundo de seres reanimados, convidei um grande fã desse universo para indicar livros sobre o tema. Ele é um dos editores da Argonautas, além de excelente escritor. O seu nome é Duda Falcão. Vamos lá?

5 Livros Para Quem Curte Zumbis:

1. Frankenstein: Mary Shelley

2. Herbert West – Reanimator: H. P. Lovecraft

3. Eu sou a lenda: Richard Matheson

4. A noite dos mortos-vivos e a volta dos mortos-vivos: John Russo

5. O cemitério: Stephen King

Duda Falcão nasceu em 1975. Seu primeiro romance de aventura, com inserções de horror, Protetores, foi impresso em 2012. No ano seguinte, publicou o livro de contos Mausoléu – uma coletânea com textos inéditos e outros editados desde 2009. Lançou pela AVEC Editora em parceria com a Argonautas Editora, no final de 2015, o livro de contos Treze – com pegada pulp e weird. Foi curador do projeto Tu Frankenstein durante as 59ª, 60ª e 61ª Feira do Livro de Porto Alegre. Também é um dos idealizadores da Odisseia de Literatura Fantástica.dudaescritor.wordpress.com.

INSCREVA-SE NO CANAL "CONEXÃO NERD"---->



Compartilhe:

Saiba mais e aprenda em 5 etapas o que é um fanzine e como criá-lo:

Thina Curtis ao fundo
1 - Conexão Literatura: Afinal, o que é um fanzineiro?
Thina Curtis: Ser fanzineiro(a) acima de tudo é ser apaixonado pelo que faz, é um estilo de vida.
Você não está necessariamente preocupado com dinheiro, mas sim pela emoção que é trocar fanzines, receber cartas e conhecer pessoas de todos locais possíveis. Tudo isso é devido aos fanzines.
Faço fanzines por amor, pois ele faz parte de mim. O fanzine é visceral em mim, faz parte da minha essência e da minha vida.

2 - Conexão Literatura: O que é preciso para criar um fanzine?
Thina Curtis: Primeiro você tem uma necessidade de expressar algo, seja poesias, artes de todas as formas e formatos, quadrinhos, política ou outros temas e à partir daí fazer algo. Você é o autor, protagonista e editor. Basta ter ideias e parafraseando Glauber Rocha: Uma ideia na cabeça, lápis e papel na mão. A ideia é que você faça algo você mesmo, fanzineiros são inquietos (rs).

3 - Conexão Literatura: O fanzineiro vai gastar muito dinheiro na produção do seu fanzine?
Thina Curtis: A ideia do fanzine é justamente não ter muito gasto, que o custo seja mínimo, então tudo vai de quantas cópias você vai fazer. 100 cópias é um número bacana pra divulgar e o preço sai mais em conta numa copiadora grande.

4 - Conexão Literatura: Após criar um fanzine, como ele poderá ser divulgado e lido pelos leitores?
Thina Curtis: Geralmente ele é divulgado em eventos, shows, Casas de Cultura, Bibliotecas e algumas escolas produzem e divulgam também.
Eles podem ser distribuídos em qualquer local. Já vi em trens, na Avenida Paulista(SP), Bares, Casas Noturnas, vernissages e Saraus.
O Café Ilustrado por exemplo foi lançado em um Encontro de Literatura e Bibliotecários na Rota Romântica na cidade de Picada Café/RS, numa Pousada Colonial.
O Poemas Ilustrados em uma grande Feira de Publicações Independentes em Porto Alegre.
O Unknow Pleasures lançado em 2013 foi lançado em um Sarau na Casa das Rosas. 

5 - Conexão Literatura: Como os interessados poderão conhecer e saber mais sobre os seus fanzines "Café Ilustrado", "Substance - Poesias em Quadrinhos" e "Poemas Ilustrados"?
Thina Curtis: As pessoas podem entrar em contato comigo pelo facebook (Thina Curtis), também tenho o grupo Fanzinada no facebook.
ou por e-mail: oficinadefanzine@gmail.com o  site é: www.fanzinada.com.br

Agradeço a você Ademir por ceder um espaço para se falar sobre os fanzines e pelo incentivo a nossa literatura nacional! Parabéns!!!
Thina Curtis: (Internacionalmente conhecida como Dona Fanzine, musa dos  fanzines e quadrinhos underground) é Andreense de nascimento, Poetisa, assídua Fanzineira, Arte-Educadora, Resenhista  de quadrinhos no site Impulso HQ, devoradora de quadrinhos e livros, dirigiu o documentário Punk S.A, ativista cultural desde a adolescência.
Produtora Cultural de Artes sem Medidas e Fronteiras. Ministra oficinas onde a literatura e a informação vem reforçar o senso crítico pela cidadania e consciência em debates sociais.
Responsável pelo evento de Fanzines, Publicações Independentes e Artes Integradas “Fanzinada” (A Fanzinada foi indicada ao Troféu HQ Mix na categoria de melhor evento).
A Fanzinada nasceu para se comemorar o Dia Internacional do Fanzine no Brasil, que é 29 de Abril que até então nunca tinha acontecido.
Publica Fanzines desde 1989, participou de inúmeros fanzines e editou outros tantos edita a 13 anos o Spell Work, Café Ilustrado, Poemas Ilustrados, Poesias em Quadrinhos, Closer, Unknow Pleasures.


Curta a fanpage da Revista Conexão Literatura: Clique aqui.

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Anuncie e Divulgue Conosco

Posts mais acessados da semana

COMUNIDADE INFLUXO

SONHOS FULGURANTES - ROBERTO MINADEO

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels