Mostrando postagens com marcador cursos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador cursos. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 5 de junho de 2020

EDUCAÇÃO NA QUARENTENA | Como escolher entre cursos pagos e gratuitos

Bruno Peres - Foto divulgação
Opções de cursos à distância explodiram durante período de isolamento

A impossibilidade da realização de aulas e cursos serem realizados de forma presencial fez crescer de sobremaneira a oferta (e a procura) pelo ensino à distância (EaD). Seja para se atualizar dentro de uma área do conhecimento, aproveitar o tempo ocioso gerado pelo isolamento social ou para encontrar um diferencial no currículo, estudar é um investimento que todos devem fazer em suas vidas.

Agora, dentro desse oceano de oportunidades, como definir o curso a ser feito? Preço? Instituição de ensino? Relevância do tema? Duração? Gera ou não certificado? Cursos gratuitos tem algum real valor em dias atuais?

Para responder a uma pergunta tão complexa, o professor da ESPM Bruno Peres organizou algumas perguntas que devemos nos fazer na hora de filtrar as ofertas de cursos e escolher os que mais nos interessam neste momento.

Qual seu objetivo?

Tudo depende do que está procurando em sua carreira. Você está procurando se especializar em alguma área específica ou busca um conhecimento genérico sobre o tema? Precisa colocar a mão na massa, aprender sobre um sistema específico?

Pense em seu objetivo antes de se matricular em dezenas de cursos, mesmo os gratuitos. Se tempo é dinheiro, é errado investir boa parte de seus dias em cursos que não passam nem perto do que você quer para seu futuro.


Grátis ou Pago?

No que diz respeito à objetividade de cursos gratuitos, muitos deles curtos e rasos demais, apenas em busca de seu e-mail para uma futura venda. E isso não é um problema, longe disso. Existem ótimos conteúdos gratuitos em vídeos de YouTube, em lives, e-books e artigos por toda a internet.

Porém, eles jamais trarão a profundidade e consistência de muitos cursos pagos. O que também não exime cursos caríssimos de possuírem bibliografias medíocres e métodos duvidosos.

Aqui vai uma lista que talvez ajude:

Comece com um rascunho do que deseja para sua carreira;
Pesquise sobre esses temas, verifique fontes e resultados para evitar conteúdos inverídicos e falsos gurus milagreiros;
Cursos gratuitos e outros materiais livres podem ajudá-lo a conhecer mais sobre um assunto ainda tido como novo;
Cursos pagos, com professores renomados, que apresentam um conteúdo mais profundo e com mais horas para a transmissão de conhecimento entre alunos e professores serão o caminho para efetivar esse aprendizado.
Vale a ressalva:

Quaisquer cursos – sejam pagos ou gratuitos – não lhe farão um expert em algo, independente do tema abordado. Serão, sim, um bom start para que decida por escolhas maiores dentro da área que deseja trabalhar.

Sobre o professor:

Bruno Peres já foi premiado globalmente por seus cases na área de marketing e planejamento digital, nas quais atua desde 2004. Com formação em design digital, especialização em comunicação digital, certificações executivas pelo MIT, em Boston, e pela Universidade de Toronto, no Canadá, um MBA em marketing estratégico pela USP-RP e atualmente mestrando pela FEA-USP.

Foi líder global de inteligência de marketing na sede da ONU em Nova York, trabalhou e liderou equipes em empresas como GROUPON, Accorhotels, iFood, Discovery Channel, UNICEF e na Agência de Refugiados da ONU. Atua como docente desde 2010 e já ministrou aulas e palestras em 9 países.
Compartilhe:

terça-feira, 26 de maio de 2020

Educação virtual: 10 cursos para professores se especializarem durante a quarentena


Bookplay, streaming de educação, traz lista de conteúdos sobre o uso de tecnologia para unir estudantes e docentes

A área da educação sofreu muitas mudanças nas últimas semanas. Com a necessidade de ficar em casa por conta da quarentena, muitas escolas e universidades de todo o país decidiram seguir com aulas virtuais, algo já praticado em cursos específicos, conhecidos como EAD (Ensino a Distância). Especialistas avaliam que a medida pode se tornar uma tendência na área da educação. O censo mais recente da Abed (Associação Brasileira de Ensino a Distância) mostra tal consolidação pelo número de matrículas em todo o Brasil: entre 2017 e 2018, aumentou de 1,3 milhão para 2,4 milhões, o que representa um crescimento de aproximadamente 85%.

Plataformas para os estudantes se encontrarem em videoaulas, chats para tirar dúvidas e vídeos gravados e enviados para os alunos são algumas das técnicas que os professores encontraram para seguir com os conteúdos durante a quarentena. Porém, para muitos educadores, este ainda é um universo completamente novo. A quarentena surge como um momento oportuno para que se capacitem no uso de recursos tecnológicos em suas metodologias de ensino. "Educação e tecnologia ganham cada vez mais importância na história humana. Os materiais didáticos foram atualizados e, hoje, existem em diferentes formatos e são acessíveis por diferentes dispositivos. Agora, o desafio chegou aos educadores, que precisam constantemente se atualizar e descobrir como usar a tecnologia para aprender e inovar na sua metodologia de ensino", declara Marcos Paim, professor de física e diretor do programa STEM Brasil, da ONG Educando.

O Bookplay, primeira plataforma de streaming 100% brasileira de educação, pode ajudar nessa especialização, lista 10 cursos disponíveis na plataforma sobre educação on-line.

1. Tecnologias educacionais
Traz informações sobre o reflexo da tecnologia no cenário da educação e as vantagens proporcionadas para a aprendizagem.

2. Psicologia, Educação e as Novas Tecnologias
Com o uso da tecnologia na educação, o ramo da psicologia analisa questões como manter o contato pessoal nas ferramentas tecnológicas.

3. Games e Web 2.0 na Educação
Os jogos podem ser ferramentas para entreter e ensinar ao mesmo tempo. O curso traz informações sobre como aplicar a interatividade dos games na educação.

4. Inteligências Múltiplas na Educação a Distância
De modo geral, mostra como os educadores podem desenvolver as diferentes áreas do conhecimento em um estudo a distância.

5. Multimídia no EAD
Apresenta ferramentas facilitadoras de se levar o conhecimento, sem que se perca a qualidade do conteúdo.

6. Educação a Distância
Conhecimento sobre ambiente virtual, técnicas utilizadas, blogs e outros assuntos sobre educação a distância fazem parte do curso.

7. Material Didático para EAD
O ensino a distância exige preocupação com a elaboração e a organização do material que acompanhará a aprendizagem.

8. Avaliação em EAD
Ajudará professores a concluírem se os processos de aprendizagem a distância estão sendo ou não entendidos pelos alunos.

9. Informática Educativa
O curso ensina sobre os principais fundamentos da utilização da informática nos processos de aprendizagem.

10. Gestão em Educação a Distância
Aqui, o gestor em EAD, poderá aprender sobre planejamento, organização, direção e controle dos processos do setor.

Sobre o Bookplay
Primeira plataforma de streaming 100% brasileira voltada para o conteúdo de educação, reúne mais de 5 mil livros, mil cursos - inclusive de inglês -, 2 mil audiolivros, 700 videoaulas, banca completa com revistas e jornal e área kids com livros, audiolivros e jogos para as crianças. Tudo, 24 horas por dia e com acesso liberado para até três pessoas via computador, tablet ou celular, sendo compatível com iOS e Android. O Bookplay também conta com clube de benefícios, pelo qual mais de 200 parceiros proporcionam ofertas e descontos exclusivos. O aplicativo também permite a leitura dos livros em modo off-line. Com mais de 120 mil usuários já cadastrados, a plataforma deve fechar 2020 com mais de 200 mil.
Compartilhe:

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Para turbinar o currículo: quase 20 cursos em janeiro no Instituto Estação das Letras são opção para estudantes, profissionais e turistas


Marina Colasanti, André Vallias, Frei Beto e Luiz Antonio de Assis Brasil fazem parte da programação que será aberta dia 5/1, às 10h, com Suzana Vargas e uma aula inaugural a preço simbólico

Com as férias batendo na porta, estudantes e profissionais atuantes, ou em busca de recolocação no mercado de trabalho, podem aproveitar o período para turbinar o currículo com cursos rápidos.  O Instituto Estação das Letras disponibiliza ainda possibilidades para quem vai passar uns dias na Cidade Maravilhosa e, além de praias e shoppings, quer investir tempo em conhecimento e intercâmbio de experiências, no comando de especialistas em gêneros literários diversos e de profissionais que são verdadeiros expoentes do mercado editorial nacional.

Os cursos permitem aos alunos vivenciar a teoria, sem abrir mão da prática porque Suzana Vargas, fundadora, há 22 anos, da Estação das Letras, hoje Instituto Estação das Letras, preconiza essa comunhão entre o que é aprendido e como pode ser desenvolvido.

Para abrir a grade de aulas é Suzana quem faz a inaugural, de Introdução aos Gêneros Literários, dia 5/1, das 10h às 13h, pelo valor simbólico de R$ 50,00.

Dentre os 16 cursos de férias oferecidos, “Poesia e visualidade”, com André Vallias, que comenta a criação poética que se vale de recursos visuais da antiguidade até a poesia; Frei Betto, e seu workshop sobre o Ofício de Escrever, para desenvolvimento de técnicas de aperfeiçoamentos da escrita sob pontos de vistas diversos, entre os quais a comunicação, em 9/1, das 16h às 17h.

A ilustração nos livros de literatura para criança será trabalhada por Marília Pirillo, dias 16, 17 e 18/01, e o Mergulho no Conto – o foco narrativo, pelo escritor João Paulo Vaz, em 14, 15 e 16/1.

Antonio Carlos Secchin e Antonio Cícero também marcam presença na programação, dia 19/1, com a Oficina Construção do Poema. Os autores vão dividir com os participantes suas técnicas de trabalho: linguagem, vocabulário e preocupações reais e/ou imaginárias são os temas de aulas.

Já Marina Colasanti (dias 21 e 22/1) e Luiz Antonio de Assis Brasil (dias 25 e 16/1) refletem sobre produção textual e criação de personagens e sua configuração operacional numa narrativa, respectivamente.

O Instituto Estação das Letras fica na R. Marques de Abrantes, 177,no Flamengo. As inscrições estão abertas pelo 21 3237-3947.

O IEL e a ESTAÇÃO DAS LETRAS

O Instituto é um desdobramento da história da Estação das Letras e seus mais de quatro mil eventos, cursos e oficinas realizados ao longo de mais de duas décadas de atuação, com programações culturais e oficinas de criação literária em gêneros diversos  bem como formação de mão de obra para o mercado editorial .

O IEL funciona com um colegiado de alunos, professores e escritores e tem a finalidade de ampliar projetos que já existiram, como Rodas de Leitura; Caravana de Escritores; Estação Pensamento e Arte, além de implantar ações para promover o desenvolvimento artístico e educacional com o apoio de leis federais, estaduais e municipais de incentivo à cultura sempre disseminando a leitura e a escrita.
Compartilhe:

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Em entrevista, Sidney Guerra comenta sobre a plataforma "Editoras de Livros" e sobre cursos de aperfeiçoamento para escritores

Sidney Guerra - Foto divulgação
Sidney Guerra é formado em Artes Plásticas pela Universidade São Judas Tadeu.

Em 1997, após trabalhar em agências de publicidade, entrou no mercado editorial por meio da Editora Mercuyo como produtor gráfico e lá ficou até 2004.

Ainda em 2001, abriu sua própria agência – a SGuerra Design (www.sguerra.com.br) , especializada no mercado editorial.

Tem em seu portfólio as principais editoras brasileiras, como Melhoramentos, Malagueta, Gente, Évora, Prumo, Lúmen, Vivaluz, Mundo Cristão, Judá, Palas Athena, Planeta, Cengage Learning, Érica, Anhembi Morumbi, Rafael Copetti Editor, Nova Alexandria e muitas outras.

Desde 2014 dedica-se ao marketing, com ênfase em geração de tráfego orgânico e pago, textos publicitários, funis de venda, captação de leads e mídias sociais.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Artista plástico e designer. Você já foi capista em diversas editoras e traz consigo uma vasta experiência na área. Poderia comentar? 


Sidney Guerra: Entrei no mercado editorial bem novinho, com apenas 17 anos. Por alguns anos fui responsável pelo departamento editorial da Editora Mercuryo, que era voltada para obras de autoconhecimento, filosofia e tinha também um selo de cultura pop: Unicórnio Azul.
Ao abrir minha empresa, a SGuerra Design, passei a fazer trabalhos freelas para diversas outras editoras.
A partir daí, imagino que já tenha feito livros de todos os gêneros possíveis: várias religiões, biografias, matemática, direito, infantis, muita ficção e não ficção. Depois que cheguei a mais de mil livros produzidos, parei de contar.
Trabalhar com livros é minha paixão e muito do que sou hoje profissionalmente, devo ao mercado editorial.

Conexão Literatura: Você criou a plataforma "Editoras de Livros", que visa auxiliar o escritor na busca por editoras. Quando e como foi o processo na criação desta incrível ferramenta?


Sidney Guerra: Essa ferramenta é fruto de um longo trabalho de pesquisa meu e da minha equipe. Passamos quase um ano entrando site a site para conseguir separar as editoras tradicionais das prestadoras de serviços.
Além da pesquisa, houve o trabalho junto à minha equipe de programadores, que me ajudou a colocar em prática um sistema que fosse fácil para os autores pesquisarem as editoras com melhor perfil para suas obras.

Conexão Literatura: As editoras estão buscando e publicando obras de novos escritores?

Sidney Guerra: Com poucas exceções, as editoras estão sempre dispostas a encontrar bons livros de autores nacionais. O que acontece muitas vezes é autores enviarem originais que não estão de acordo com a linha editorial dessas editoras.
Além disso, outros fatores influenciam para que um livro possa ser aceito ou não: originais sem identificação e contatos do autor, falta de uma boa carta de apresentação, textos sem revisão, histórias inconsistentes, original certo no momento errado, dentre outros fatores.
Para conseguir entender melhor esse processo, sugiro o curso Como encontrar uma editora (clique aqui) da Laura Bacellar.
Nesse curso a Laura explica passo a passo como um autor deve fazer para aumentar suas chances de ser publicado. Aliado à minha ferramenta Editoras de Livros, as chances de sucesso aumentam consideravelmente.

Conexão Literatura: Poderia comentar sobre como funciona a "Editoras de Livros" e como o interessado deverá proceder para acessá-la?

Sidney Guerra: O sistema do Editora de Livros baseia-se em um banco de dados de editoras tradicionais, ou seja, aquelas que não cobram para publicar livros dos autores.
Sabemos que há muitas editoras prestadoras de serviços no mercado e que de alguma forma cobram pelo serviço de publicação e nem sempre é fácil para o autor conseguir distinguir esses dois modelos de negócios.
No caso das editoras tradicionais, são elas que te escolhem. Elas têm o dinheiro para investir e arcam com todas as despesas de publicação: a produção, a distribuição, a venda e a divulgação.
Para se dar bem com essas editoras o escritor mais preparado e com a melhor obra sai na frente, com certeza.

Conexão Literatura: Você também está envolvido com cursos e outras ferramentas para escritores?

Sidney Guerra: Sim, tenho o site Escreva seu Livro, juntamente com minha parceira editorial Laura Bacellar, que está no ar desde 2001, fornecendo informações gratuitas para escritores.
Também temos os cursos Escrita Criativa escreva seu Livro (clique aqui), Como encontrar uma editora (clique aqui) e Como começar a escrever seu livro (clique aqui), que vem ajudando escritores a se aperfeiçoarem nas várias etapas de suas carreiras.
Também presto serviços de produção de livros (desde a entrega do arquivo até a impressão, passando pela revisão, diagramação, criação de capa e documentação.

Conexão Literatura: Poderia destacar um depoimento de um usuário da sua plataforma?


Sidney Guerra: Teve um caso recente de um escritor que mandou seu original para a editora Martin Claret. Da última vez que nos falamos ele estava super empolgado e prestes a assinar contrato. O escritor tinha chegado até eles por meio do nosso site Editoras de Livros.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Sidney Guerra: Obrigado pelo espaço, Ademir. Minha missão é ajudar os escritores em suas carreiras literárias.
Toda semana publicamos vídeos ensinando sobre como funciona o mercado editorial brasileiro, damos dicas de escrita, publicação e marketing em nosso canal no YouTube (clique aqui). Será um prazer receber vocês lá!
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Divulgue Conosco

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels