Jane Austen: Livros e Filmes

Jane Austen, Thibaudet e um retrato da burguesia do séc. 18 Nascida em 16 de dezembro de 1775, a britânica Jane Austen foi uma das...

Mostrando postagens com marcador incentivo à leitura. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador incentivo à leitura. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 11 de agosto de 2021

Baixe a nova edição da Revista Conexão Literatura (Agosto/2021)


EDITORIAL

Direto da China, trazemos nesta edição Yin Xiaoyuan, importante autora de 18 epopeias enciclopédicas, que somam 70 mil versos, tendo traduzido e publicado seus textos em 30 países. Mantive contato direto com a autora durante alguns dias e agradeço pela gentileza, educação e presteza nas respostas, diferente de alguns autores brasileiros que temos muita dificuldade para entrar em contato, que só trocam mensagens através de assessores (isso quando resolvem responder). Muitos autores brasileiros dizem não ter incentivo, mas antes eles precisam querer ser incentivados. E se crescer no meio literário, seja humilde. Isso faz com que se abram ainda mais portas.
Também agradecemos pela parceria com a Paradise Ocean Books, editora que publica autores do Irã no Brasil.

Tenha uma ótima leitura!

Participe da nossa edição de setembro, seja com conto, crônica ou poema. Você também poderá divulgar o seu livro ou editora. Saiba como: clique aqui.

Tenha uma ótima leitura!

Compartilhe:

quinta-feira, 1 de julho de 2021

Baixe a nova edição da Revista Conexão Literatura (Julho/2021)

EDITORIAL

"Leia um livro e abra as portas para o conhecimento", frase que destaca a nossa capa de julho. Os livros exercitam a nossa mente, além do entretenimento. Por isso, sempre que puder, leia um livro e incentive os seus amigos e familiares a fazerem o mesmo.

Como sempre, o leitor poderá conferir excelentes dicas de livros, crônicas, contos, entrevistas e dicas para participação em antologias de contos e poemas.

Participe da nossa edição de agosto, seja com conto, crônica ou poema. Você também poderá divulgar o seu livro ou editora. Saiba como: clique aqui.

Tenha uma ótima leitura!


Compartilhe:

quarta-feira, 24 de março de 2021

Projeto de incentivo à leitura: envie sua foto com um livro e seja publicado na Revista Conexão Literatura


O nosso projeto de incentivo à leitura consiste em indicar livros e incentivar autores e leitores. A publicação das fotos dos leitores com os livros poderão ser feitas no site da revista: www.revistaconexaoliteratura.com.br , nas redes sociais Instagram ou Facebook e até nas edições mensais da revista digital Conexão Literatura.

Tire uma foto com o livro que você está lendo ou que deseja indicar a leitura. Autores também poderão tirar fotos com seus próprios livros.

REGRAS PARA PARTICIPAR:

- Envie uma foto sua com o livro (bem nítida).

- No e-mail que mandar a foto anexada, mande no corpo do e-mail o título do livro e autor, mande seu nome e estado onde reside. Diga também que autoriza a publicação da sua foto.

- Mande tudo para o e-mail: ademirpascale@gmail.com - aos cuidados de Ademir Pascale


Indique para os seus amigos :)

Compartilhe:

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

PELAS REDES SOCIAIS, PROJETO PROMOVE A DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO AO LIVRO E À LEITURA


Caravana da Leitura e do Autor Fluminense terá ações para crianças e mediadores de leituras 

Atividades literárias, conversas com autores e palestras temáticas sobre multiplicidade cultural são algumas das ações que integram o projeto Caravana da Leitura e do Autor Fluminense – Mediadores de Leituras, ação de circulação literária que tem como estratégia democratizar o acesso ao livro e à leitura, além de estimular e incentivar crianças de 7 a 14 anos para o contato com autores fluminenses. Serão realizadas, ao todo, 18 ações virtuais, todas gratuitas, que poderão ser acessadas através das redes sociais da Caravana da Leitura e do Autor Fluminense a partir do dia 29 de janeiro.

O projeto prevê também capacitação para professores e agentes de leitura da Rede de Bibliotecas Comunitárias, pontos de leitura e projetos de incentivo à leitura com a realização de videoaula, web conferência e a entrega de kits para 10 Bibliotecas Comunitárias com equipamentos digitais, ebooks, aplicativos e livros em papel.

Segundo Benita Prieto, coordenadora geral do projeto, a iniciativa pretende contribuir para a melhoria da educação e incentivo à leitura, através da formação de professores e mediadores de leituras, narrativas de histórias e oficinas literárias, bem como a divulgação dos autores fluminenses e de suas obras junto ao público infantil. “A Caravana é uma oportunidade de valorizar autores que vivem no Estado do Rio de Janeiro e divulgar suas obras. Vai contribuir para a importante tarefa que vem sendo executada, ao longo de tantos anos, pelos mediadores de leituras, que é fazer com que o livro saia da estante, física ou virtual, e seja lido” afirma Benita.

Nesse sentido, a Caravana da Leitura e do Autor Fluminense – Mediadores de Leituras permitirá ricos encontros com especialistas em literatura e profissionais do livro e leitura, além, é claro, de contadores de histórias – uma rara oportunidade para ouvir e adquirir conhecimento com Eliana Yunes, Roseana Murray, Rogério Andrade Barbosa,     Andrea Viviana Taubman, Rosa Amanda Strausz, João do Corujão, Daniele Ramalho, Gregório Filho, Guto Lins, Nanci Nóbrega, José Mauro Brant, Warley Goulart, Suzana Nascimento,  Glauter Barros, Silvia Castro e outros mais.   

Na lista de palestras, há temas como “Africanidades” e “Mitologia indígena brasileira” – assuntos de valor histórico, recheados de curiosidades e que despertam grande interesse. A programação reúne, também, oficinas com os temas “Quando o texto e a imagem conversam”, “Leitura digital, leitura sem fronteiras” e “Bibliotecas Brincantes: ‘Leituras’” – que permitirão a ampliação de conhecimento para os profissionais que atuam com mediação de leitura e fazem dessa arte ponte para o rico universo do livro e da leitura.

Caravana da Leitura e do Autor Fluminense – Mediadores de Leituras é um projeto contemplado pela Lei Aldir Blanc – Edital Retomada Cultural RJ, promovido pelo Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro. Realização: Prodarte. Apoio: Ações & Conexões.

PROGRAMAÇÃO DETALHADA

Cinco ações serão executadas pelo projeto:

1a. Ação - Capacitação para professores e agentes de leitura da Rede de Bibliotecas Comunitárias, pontos de leitura e projetos de incentivo à leitura. Acontecerá através de videoaula e web conferência.

2a. Ação - Atividades literárias: apresentação de narrações de histórias disponibilizadas em streaming e áudios para crianças atendidas pelas bibliotecas comunitárias.

3ª. Ação – Palestras Temáticas no campo da multiplicidade cultural.

4a. Ação - Conversa com autores fluminenses via lives.

5a. Ação - Kit para 10 Bibliotecas Comunitárias com equipamentos digitais, ebooks, aplicativos e livros em papel.

Para participar das atividades, as inscrições deverão ser realizadas em https://www.caravanadaleituraaf.com.br/

Toda programação é gratuita

29 de janeiro, às 15h - Lançamento do Projeto Caravana da Leitura e do Autor Fluminense – Mediadores de Leituras.

01 de fevereiro, às 15h - Palestra Cultura popular - vozes diversas, com Gregório Filho.

05 de fevereiro, às 15h - Palestra Literatura para o bem-viver, com Eliana Yunes.

08 de fevereiro, às 15h - Palestra Africanidades, com João do Corujão.

12 de fevereiro, às 15h - Palestra Narrando mitologia indígena brasileira, com Daniele Ramalho.

19 de fevereiro, às 15h - Live com a autora Roseana Murray.

24 de fevereiro, às 14h - Oficina Quando o texto e a imagem conversam, com Guto Lins.

26 de fevereiro, às 19h - Live com o autor Rogério Andrade Barbosa.

28 de fevereiro, às 15h - O fio das histórias, sessão de contos com Warley Goulart.

03 de março, às 14h - Oficina A arte de contar histórias, com José Mauro Brant.

07 de março, às 15h - Histórias daqui & dali, sessão de contos, com Glauter Barros.

10 de março, às 14h - Oficina Bibliotecas Brincantes: “Leituras”, com Nanci Nóbrega.

12 de março, às 19h - Live com a autora Andrea Viviana Taubman.

14 de março, às 15h - Em cantos e contos, sessão de contos, com Silvia Castro.

17 de março, às 14h - Oficina Leitura digital, Leitura sem fronteiras, com Benita Prieto.

19 de março, às 19h - Live com a autora Rosa Amanda Strausz.

21 de março, às 15h - Contam as árvores…, sessão de contos com Suzana Nascimento.

26 de março, às 15h - Live de encerramento da Caravana da Leitura e do Autor Fluminense – Mediadores de Leituras.

Compartilhe:

quarta-feira, 7 de outubro de 2020

5 dicas para estimular o hábito de leitura em crianças

Foto: Diego Nunes

A escritora e professora Lilian Menenguci mostra formas simples de apresentar o universo da literatura para os pequenos

Para muitos escritores e escritoras o hábito de ler começou na infância, vendo os pais ou avós lendo. Esses adultos, aos poucos, foram mostrando os universos dos livros para eles e elas. Pensando nessas histórias, a escritora e professora Lilian Menenguci separou algumas dicas para mostrar, especialmente para quem tem crianças por perto, que a leitura pode ser um momento divertido e afetuoso para toda a família.

 

A primeira dica é muito simples! Ela tem a ver com a história do início do hábito de leitura de muitos escritores e escritoras: seja um exemplo de leitor para a criança. As crianças se espelham nos adultos e ver você carregando um livro vai gerar curiosidade nelas.

 

Outra dica importante está relacionada com a escolha do livro de acordo com a faixa etária da criança. "É importante considerar as características do processo de aprendizagem e desenvolvimento da criança para a escolha de um livro para ser lido com elas. Mas deixe ela participar dessa escolha também, dê opções de histórias e peça que ela decida pela que gostar mais", explica a escritora Lilian Menenguci.

 

A hora da leitura deve ser um momento leve e divertido. A escritora aconselha a organizar um tempo no dia e um lugar especial na casa para ler com a criança. "Nesse momento, além da história, é preciso instigar a curiosidade da criança, por isso, comece provocando seu interesse pelo livro a partir da capa, aproveite e apresente o autor e o ilustrador também".

 

Leia o livro antes sozinho. Dessa forma, você vai saber como explorar melhor a história e contextualizá-la a sua rotina, comparando situações do livro com situações já vividas pela criança. Essa dica já é o gancho para a próxima dica que é explorar a sua criatividade na leitura.

 

Na hora de ler, sinta-se livre para fazer vozes diferentes, cantar, provocar sensações, interpretar os sentimentos descritos. Para isso, assista a vídeos de contadores de história, há centenas deles na internet que podem inspirar ou servir de entretenimento para você e para a criança. "Brinque com o som das palavras e estimule a criança a mudar o final da história para se sentir ainda mais dentro dela", sugere Lilian.

 

E para finalizar, aproveite o dia das crianças e dê livros de presente. "Em nosso processo cultural é muito comum presentear as crianças com brinquedos. Já com livros, isso não acontece na mesma frequência. Então, para ampliarmos e fortalecermos o hábito da leitura na criança pequena, importante que comecemos com e pelos adultos. Afinal, somos nós, adultos (familiares, amigos e professoras), que fazemos a ponte entre a criança e o livro. E isso, sem dúvida, pode ser muito divertido".

 

5 dicas para estimular o hábito de leitura em crianças:

 

1 - Ande sempre com um livro, crianças se inspiram nos adultos

2 - Mostre o livro em um ambiente leve e divertido

3 - Contextualize a história com situações da rotina da criança

4 - Use toda a sua criatividade para contar a história

5 - Dê livros de presente 

Compartilhe:

sábado, 3 de outubro de 2020

Professor e filmes influenciam mais o início do interesse pela leitura de literatura do que um influencer digital


A 5ª. edição da Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, o mais abrangente mapeamento do comportamento leitor brasileiro, trouxe entre suas novidades um painel mais abrangente da leitura de literatura no País. Um dos principais resultados desse módulo novo é a importância do professor como um influenciador não só na escolha dos títulos, como também em seu papel no despertar do interesse pelo gênero (contos, crônicas, romances, poesia). Em 2019, 62% dos leitores de livros de literatura revelam ter se interessado por este gênero a partir de uma indicação da escola ou professor (contra 44% dos leitores de literatura apenas em outros meios) e 50% por influência de amigos (33% para os leitores por outros meios). O cinema e a música também cumprem o papel relevante neste sentido: 54% dos leitores de livros de literatura dizem que seu interesse surgiu a partir de filmes baseados em livros ou história de autores (contra 41% de leitores de literatura exclusivamente em outros meios além do livro) e 34% dos leitores de livros deste gênero citam as letras de música (contra 31% dos leitores em outros meios). As mães ou responsáveis do sexo feminino estão em quinto lugar como influenciadoras, com 40% das menções dos leitores de livros de literatura e 25% para leitores por outros meios, enquanto os pais ou responsáveis do sexo masculino ficam em nono, sendo mencionados por 26% dos leitores de livros deste gênero e por 15% dos leitores de literatura apenas em outros meios além do livro.

Os influenciadores digitais, como youtubers, revelam-se também como atores importantes, pois 26% dos leitores de livros de literatura e 25% dos leitores de literatura em outros meios citam seu papel no interesse pelo gênero. Em um patamar semelhante, os bibliotecários e atendentes de biblioteca são citados por 21% dos leitores de livros de literatura, mas por apenas 10% dos leitores de literatura em outros meios. Para efeito de comparação, a influência do marido, esposa ou companheiro (a) é mencionada por apenas 12% dos leitores de livros de literatura, proporção próxima dos 10% de leitores deste gênero em outros meios.

 

Baixe o pdf da pesquisa a partir de 14 de setembro no site do IPL: (http://www.prolivro.org.br)

Sobre a Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil

Realizada a cada quatro anos, a Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil é a única pesquisa nacional que tem por objetivo avaliar o comportamento leitor do brasileiro. Realizada desde 2007, pelo Instituto Pró-Livro, cuja missão é contribuir para que o Brasil seja um país de leitores, a pesquisa chega à 5ª edição com novo parceiro e muitas novidades. O IPL contou, nesta 5ª Edição, com a parceria do Itaú Cultural para a sua realização. Em um processo de constante aperfeiçoamento, o número de entrevistas foi ampliado de 5 mil para 8 mil, permitindo a leitura dos resultados por capital, além das cinco regiões brasileiras. Esta edição também dedicou um módulo específico aos hábitos de leitura de literatura dos brasileiros, com mais dados sobre os fatores e influências no interesse por literatura, autores preferidos e formatos e/ou dispositivos escolhidos.

O objetivo da Retratos de Leitura é conhecer o comportamento do leitor brasileiro com 5 anos ou mais (alfabetizado ou não), medindo a intensidade, forma, limitações, motivação, condições de acesso ao livro (impresso e digital) pela população, orientado por sua missão de contribuir com as políticas públicas e expandir o público leitor. A coleta de dados foi encomendada ao IBOPE Inteligência, através de entrevistas domiciliares, face a face, com registro das respostas em tablets, e aconteceu entre 28 de outubro de 2019 a 13 de janeiro de 2020, ou seja, meses antes da pandemia de coronavirus, não havendo, portanto, interferência dessa situação na realização ou nos resultados da pesquisa.

No total, foram realizadas 8076 entrevistas, em 208 municípios, sendo 5874 nas capitais de 26 estados. Os resultados da pesquisa podem ser analisados para o total do Brasil, pelas cinco regiões e por capitais, e eles foram ponderados considerando os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) de 2017, do IBGE. Com um intervalo de confiança estimado de 95%, a margem de erro máxima estimada é de 1,1 p.p. para mais ou para menos,

Sobre o Instituto Pró-Livro: O IPL (www.prolivro.org.br) é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), sem fins lucrativos, criada e mantida pelas entidades do livro - Abrelivros, CBL e SNEL - com a missão de transformar o Brasil em um país de leitores. Tem como objetivo promover pesquisas e ações de fomento à leitura. Realiza, periodicamente, a pesquisa Retratos da leitura no Brasil, maior e mais completo estudo sobre o comportamento do leitor brasileiro, a fim de avaliar impactos e orientar ações e políticas públicas em relação ao livro e à leitura, visando, assim, melhorar os indicadores de leitura e o acesso ao livro. Lançou este ano (2019), a pesquisa Retratos da Leitura - Bibliotecas Escolares , para identificar o impacto das bibliotecas na aprendizagem dos alunos .Também é responsável pelo Prêmio IPL - Retratos da Leitura, que busca homenagear organizações que desenvolvem práticas de incentivo à leitura e, desse modo, promovê-las e difundi-las, de maneira que ganhem amplitude e investimentos, orientem políticas públicas e inspirem outras iniciativas pelo Brasil. O IPL também conta com outra ação importante, a Plataforma Pró-Livro - uma plataforma digital colaborativa que reúne informações sobre as práticas de leitura ao redor do país e incentiva a conexão entre essas experiências. Os projetos premiados e cadastrados estão mapeados e podem ser conhecidos na Plataforma Pró-Livro (http://www.plataformaprolivro.org.br).

Compartilhe:

sábado, 26 de setembro de 2020

Enfermeira cria "Cantinho da Leitura" no Hospital Roberto Santos


A enfermeira Carolina Miranda do Espírito Santo nasceu em Natal, RN, em 24 de julho de 1981, sendo filha de um geólogo e uma professora de Língua Portuguesa. 

Sua família mudou-se para Aracaju, onde ela fez as primeiras séries do Ensino Fundamental 1, vindo depois para Salvador. Nesta cidade, estudou nos Colégios ISBA e depois no Colégio Militar de Salvador, onde concluiu o Ensino Médio, prestando exame vestibular para o curso de Enfermagem e sendo aprovada na Universidade Católica do Salvador.

Hoje ela atua como enfermeira da FESF, lotada no Hospital Roberto Santos, local onde desenvolve o projeto "Cantinho da Leitura", objetivando promover o bem estar dos pacientes.

ENTREVISTA:

Revista Conexão Literatura: Poderia nos contar como surgiu a ideia do Cantinho da Leitura no Hospital Geral Roberto Santos?

Carolina Miranda do Espírito Santo: A ideia do Cantinho da leitura surgiu há mais ou menos um ano, quando, ao passar pelos leitos, via pacientes e/ou acompanhantes sem nada para fazer, utilizando celulares. 

Comecei a perguntar quem gostava de ler, deixando alguns livros em cima das camas enquanto dormiam. Certa noite, veio à minha mente as palavras de minha avó materna Maria Celis, uma paraense determinada e simples: "Vai como pode!" Assim eu fui! 

Peguei uma caixa de sapatos e, com apenas cinco livros, doados por minha mãe, dei início ao projeto ao qual nomeei "O Cantinho da Leitura".O primeiro paciente a sentar em uma das cadeiras foi seu José Alfredo, que veio à sala onde eu estava e disse: "Já estou na página dezoito".

Pense na minha alegria! E, a partir daí, foi pedindo doações e o Cantinho foi crescendo, passando de três caixas iniciais, para três estantes com 744 livros.

A cada plantão, um paciente, acompanhante ou profissional da saúde vem a mim e conta sobre o livro que leu, o aprendizado alcançado e sua importância. 

Neste período de pandemia, quando foi necessário o afastamento social, passei a ler poesias para os pacientes e essa atitude foi bem recebida por todos.

Revista Conexão Literatura: Quantos livros a biblioteca possui hoje?

Carolina Miranda do Espírito Santo: Hoje contamos com um acervo de aproximadamente 744 livros, de diferentes gêneros.

Revista Conexão Literatura: Como os interessados deverão proceder se quiserem doar livros?

Carolina Miranda do Espírito Santo: Os interessados em fazer doações para o "Cantinho" devem entrar em contato comigo através do Instagram: canti_nhodaleitura.

Revista Conexão Literatura: No seu ponto de vista, qual a importância da leitura na atualidade?

Carolina Miranda do Espírito Santo: A leitura na atualidade diminui a ansiedade de pacientes, seus acompanhantes e profissionais da saúde, ocupando a mente daqueles que antes estavam presos a celulares, ao mesmo tempo em que proporciona o crescimento intelectual do leitor.

Perguntas rápidas:

Um livro: A História de Amor de Fernando e Isaura, do escritor Ariano Suassuna.

Um autor: Carlos Drummond de Andrade.

Uma atriz: Sandra Buloc.

Um filme: O Milagre da Cela 7.

Um dia especial: o dia 12 /10 / 2019, dia em que seu José Alfredo acolheu o "Cantinho da Leitura"

Compartilhe:

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Shopping Penha promove arrecadação de brinquedos, roupas e livros até 8 de outubro


Dia das crianças com incentivo à leitura e a doação

Em um ano onde a palavra de ordem é a empatia e o cuidado com o próximo, o Dia das Crianças não poderia ser diferente. Com o objetivo de incentivar a leitura e a solidariedade, o Shopping Penha, em parceria com o Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura da ACSP e da FACESP, promove ação de doação de livros infantis e juvenis, além de roupas e brinquedos em bom estado.

A iniciativa busca direcionar o maior número possível de arrecadação para entidades locais que atendem crianças em vulnerabilidade social. Os materiais serão transformados em presentes para que todos tenham uma comemoração ainda mais feliz e divertida.

“Nosso objetivo é comemorar com propósito essa data tão importante e esperada pelos pequenos, de forma educativa, lúdica e solidária. A parceria com esse projeto tão respeitado realizado pela ACSP e FACESP, é uma forma de sensibilizarmos a todos sobre a importância de abraçar essa causa”, comenta Renata Barros, gerente de marketing do Shopping Penha.

Para participar basta levar as doações até o piso térreo do empreendimento, de segunda a domingo, das 12h às 20h. As arrecadações acontecem até o dia 8 de outubro.

Serviço
Shopping Penha – Campanha de Doação para Crianças
Data: até 8/10

Local: Piso térreo
Horário: Das 12h às 20h
Endereço: 
R. Dr. João Ribeiro, 304 - Penha de França, São Paulo

Informações: (11) 2095-8237 – www.shoppingpenha.com.br

Compartilhe:

sexta-feira, 10 de abril de 2020

Projeto distribui livros durante a pandemia

Mesmo durante a pandemia do coronavírus, o Mais Leitura mantém a  distribuição gratuita de livros em São Lourenço (MG). Para que o  projeto continuasse minimamente ativo, algumas medidas preventivas  foram tomadas. Os livros passaram a serem higienizados com toalhas  descartáveis umedecidas com álcool em gel e colocados em sacos  plásticos individuais.

Idealizado em novembro de 2019, o Mais Leitura consiste,  primordialmente, na doação de livros para que as pessoas possam ler,  sem gastar nada. Baseia-se em deixar livros em pontos determinados,  locais aleatórios, e até entregá-los em mãos, de forma que as pessoas  possam levá-los para casa. O intuito é que, após o término da leitura,  os leitores deixem o exemplar onde o encontraram ou em qualquer outro,  para que alguém possa pegá-lo.

No caso dos livros infantis, voltados para crianças até 10 anos, não  existe o compartilhamento. Eles são entregues diretamente aos pais, ou  para os professores para que eles façam trabalhos com os alunos nas  salas de aula, estimulando a leitura e propiciando diversão, pois  muitas obras do projeto também possuem espaço para colorir.

Mais informações em maisleitura.com.br

Compartilhe:

quarta-feira, 1 de janeiro de 2020

2020 chega com a nova edição da Revista Conexão Literatura, nº 55


EDITORIAL

Energias renovadas para um novo ano que se inicia e nossa batalha em prol do incentivo à leitura continua. Essa edição está recheada de informações sobre livros e autores, tendo como destaque de capa JackMichel, a escritora 2 em 1. Confira nas páginas da revista a entrevista exclusiva que fizemos com elas.

Confira também novos contos, crônicas, dicas incríveis de livros, entrevistas e muito mais.

Para saber como divulgar o seu livro, editora ou participar das nossas próximas edições, clique no link: www.revistaconexaoliteratura.com.br/p/midia-kit.html

Para baixar a edição da Revista Conexão Literatura nº 55: CLIQUE AQUI.

Assine a nossa newsletter e receba em seu e-mail notícias atualizadas sobre o mundo da literatura. Chegará um e-mail para você confirmar a inclusão:

Insira o endereço do seu e-mail logo abaixo e receba nossas atualizações:


Ademir Pascale - Editor-Chefe
Compartilhe:

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Novela "Bom Sucesso" incentiva a leitura e buscas por livros citados aumentam

Grazi Massafera em episódio de Bom Sucesso - Foto divulgação
*Por Ademir Pascale

Muitas obras são comentadas nos episódios da novela Bom Sucesso, da Rede Globo, como "A Bela e a Fera, "Peter Pan", "Branca de Neve", "Alice no País das Maravilhas", "Dom Quixote de La Mancha", "O Mágico de Oz", "A letra escarlate", "Gabriela Cravo e Canela", etc. Sherlok Holmes também é super comentado na trama da novela e sempre que são comentados nos episódios as buscas pelo título crescem até 15% nos sistemas de busca, algo positivo para estimular a leitura.

Num país onde a mídia televisiva não valoriza os livros e o incentivo à leitura, com ressalva de alguns pouquíssimos programas, temos que nos alegrar quando surge uma novela que cita títulos clássicos, dá nomes de personagens de livros aos seus personagens e contam pequenas histórias. Esse é o caso de Bom Sucesso, novela da Rede Globo, escrita por Rosane Svartman, Paulo Halm e com direção artística de Luiz Henrique Rios. Na trama, Alberto, interpretado por Antônio Fagundes, é o editor-chefe da Prado Monteiro, uma grande editora de livros no Brasil que está à beira da falência. Cenário atual em nosso país, com livrarias fechando as portas e editoras que lutam para sobreviver. Paloma, interpretada pela atriz Grazi Massafera, é uma costureira que vive com os três filhos no bairro Bonsucesso, no Rio de Janeiro. A personagem passa por dificuldades financeiras e tem uma dura rotina, ela é apaixonada por livros e se transporta na fantasia que as histórias lhe proporcionam. Aliás, o nome de seus três filhos são de personagens de livros: Alice (da obra Alice no País das Maravilhas), interpretada por Bruna Inocencio, Gabriela (da obra Gabriela, cravo e canela), interpretada por Giovanna Coimbra e o mais novo Peter (da obra Peter Pan), interpretado por João Bravo. Outros personagens, como Marcos (Romulo Estrela), filho do editor Alberto, também mostra afeição pelos livros e batiza o seu estabelecimento em Búzios de Peter Pan, um bar localizado na região dos Lagos do Rio de Janeiro.
A novela também cita o atual cenário de algumas das grandes editoras do Brasil na questão das publicações de celebridades. Na trama o editor Alberto defende a publicação de autores renomados e a republicação de clássicos da literatura, mas com uma visão diferente do pai os filhos Marcos e Nana (Fabiula Nascimento) enxergam uma esperança na publicação de obras contemporâneas.

São programas e novelas assim que precisamos, que incentiva e que agrega valor, algo bom e positivo para o crescimento pessoal de qualquer pessoa, pois é isso que a leitura proporciona: visão ampla. Valorizando o povo brasileiro com programas ou matérias que trazem conteúdo, certamente estarão construindo um futuro melhor para o nosso país e quem sabe um dia os escritores brasileiros serão mais valorizados, algo que ainda caminha a passos lentos.

Também é possível ouvir podcasts sobre literatura com Antônio Fagundes. Vale a pena, acesse: https://audioglobo.globo.com/gshow/podcast/feed/714/clube-do-livro

A novela vai ao ar de segunda à sábado, às 19h, na Rede Globo.

Fotos: Antônio Fagundes e Grazi Massafera - divulgação
Compartilhe:

sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Eudes Cruz e a campanha “AdoteUmLeitorCLDL”

Eudez Cruz - Foto divulgação
Eudes Cruz é um leitor voraz, apaixonado por livros policiais, de suspense e de terror, mas sempre leu todos os gêneros literários. Administra o blog Tomo Literário e  integra o CLDL - Clube de Leitura. 

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como surgiu a campanha “AdoteUmLeitorCLDL”?

Eudes Cruz: Os membros do CLDL - Clube de Leitura queriam há algum tempo promover alguma ação que atingisse outras pessoas e não somente aqueles que integram o clube. A ideia surgiu como uma forma de incentivar a leitura. Tomamos conhecimento de que  a instituição  que estamos auxiliando, a Escola Professora Helena Loureiro Rossi, tinha a necessidade de ampliar o acervo da biblioteca para que os alunos tivessem mais títulos, incluindo livros contemporâneos e que atraiam o público-alvo, crianças de 10 até 17 anos.  Então, surgiu em nós o desejo de juntarmos o que vinhamos planejando com a necessidade da biblioteca. Montamos  a campanha com o propósito de  incentivar outros leitores a praticar o desapego e doar livros para que possamos disponibilizá-los, por meio da biblioteca. Sempre temos algum livro parado na estante, um livro guardado numa caixa  ou até mesmo aquele livro que não desejamos ler. Esses livros podem chegar às mãos de um jovem leitor.


Conexão Literatura: Qual a importância de projetos assim no atual cenário do Brasil?

Eudes Cruz: Nós, que temos acessos aos livros e o hábito de leitura, podemos ser incentivadores e apoiadores  em ações para que outras pessoas despertem o interesse pela literatura. 

Segundo a última pesquisa Retratos da Leitura, publicada pelo IPL - Instituto Pró-Livro, o brasileiro lê em média 2,43 livros por ano. Os dados são de 2016, mas servem como um norteador. É um número que chama a atenção. Quando verificamos um pouco mais as informações coletadas pela pesquisa, constata-se que 30% das pessoas nunca compraram um livro. Isso nos leva a acreditar que várias são as razões pelas quais as pessoas não tem acesso a livros, o que pode levar em conta o analfabetismo (incluindo o funcional), a desestruturação familiar,  a questão econômica que impossibilita a aquisição das obras, e outros impactos sociais,  que  incluem a falta de incentivo à educação.  Claro que o projeto não tem a pretensão de suprir esses obstáculos, mas é importante que pensemos em meios de incentivar a leitura e que estejamos atentos a tudo que envolve o processo de desenvolvimento do leitor.

A partir daí, verificamos outro dado da pesquisa  que nos revela que 18% das pessoas tem acesso a livros que são emprestados de bibliotecas ou escolas.  Então, preparar bibliotecas com obras que atraiam a atenção dos leitores é uma forma de possibilitar com que leiam mais ou, no mínimo, de facilitar o acesso desse leitores aos livros.

O projeto é um pequeno grão de areia no deserto, mas se pudermos ajudar esse grupo de crianças e jovens a ter acesso a livros de seu interesse,  teremos alcançado a nossa meta. Projetos como o #AdoteUmLeitorCLDL despertam em nós a esperança de ver mais leitores e, como dizia Mário Quintana: "Livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas". Queremos deixar plantada uma semente de transformação por meio da leitura.

Conexão Literatura: Como os interessados poderão saber mais sobre o projeto e doar livros?

Eudes Cruz: As pessoas podem acompanhar todas as ações do projeto #AdoteUmLeitorCLDL na página do clube de leitura no Facebook. Como somos os catalizadores da ação que vai fazer a ponte entre o leitor que está doando o livro e a instituição, faremos prestação de conta semanal sobre os livros recebidos e ao final da nossa ação apresentaremos o resultado da campanha. 

Nós  aceitamos livros de qualquer gênero literário, exceto aqueles de conteúdo erótico, em função da idade dos leitores que são atendidos pela biblioteca. Todas as informações estão disponíveis na nossa página do Facebook que é www.facebook.com/cldlclubedeleitura. Inclusive, escritores, blogueiros, editoras e toda a cadeia do livro podem doar ou participar divulgando a campanha para que alcancemos o maior número de pessoas possível.

Conexão Literatura: Após o dia 10/10, data limite para arrecadação dos livros que serão destinados à escola de Poa, vocês pretendem dar continuidade ao projeto “AdoteUmLeitorCLDL” para atender outras escolas ou comunidades?

Eudes Cruz: O CLDL - Clube de Leitura é um clube que preza pela diversidade. Lemos livros de todos os gêneros que são selecionados pelos  integrantes. E tal qual a nossa identidade de ler de tudo, sair de nossa zona de conforto, prezar pelo debate com respeito e de ser independente, vez que não somos ligados  a empresas ou qualquer tipo de instituição, essas características acabam refletindo no que o grupo faz. 

#AdoteUmLeitorCLDL é a nossa primeira ação do gênero e  vislumbramos preparar novas ações do clube que tenham como mote o incentivo à leitura. Com essa campanha estamos aprendendo e analisando o processo de funcionamento, bem como a adesão das pessoas. Pretendemos espandir nossas ações pautadas sempre na divulgação da literatura e no fortalecimento do hábito de ler. Queremos atingir outras bibliotecas, grupos ou comunidades que tenham pouco ou nenhum acesso aos livros.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Eudes Cruz: Gostaria de agradecer o espaço da Revista Conexão Literatura que nos apoia nessa causa e convidar a todos, leitores, blogueiros, editores, escritores para que entrem na nossa corrente. A campanha vai até o dia 10 de outubro de 2019. Se você tiver um livro para doar, nós agradecemos imensamente a sua contribuição, caro leitor. Se você não puder doar, divulgue, compartilhe, fale com seus amigos sobre a campanha e entre em contato conosco pela página do clube. Incentive a leitura. 
Compartilhe:

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Apoie a Revista Conexão Literatura no "Apoia-se"


FAÇA UM BRASIL DIFERENTE ONDE A NOSSA ÚNICA ARMA SEJA OS LIVROS

Sabemos que não é fácil promover o incentivo à leitura no Brasil, pois falta apoio dos nossos governantes. Um povo que lê mais, certamente terá mais cultura e uma visão diferente de mundo e é isso que estamos fazendo desde junho de 2015, quando tivemos a ideia da criação da Revista Conexão Literatura.

A Revista Conexão Literatura é um periódico (revista) digital, mensal e gratuita para os leitores. Os leitores podem baixar as edições gratuitamente, bastando clicar no link de cada edição, sem burocracia nenhuma. O site da revista: http://www.revistaconexaoliteratura.com.br é atualizado diariamente com informações relevantes sobre o mercado literário: lançamentos de livros, resenhas literárias, entrevistas com escritores e editores, informações sobre HQs, eventos literários, etc., além da atualização diária da fanpage: http://www.facebook.com/conexaoliteratura. Tudo isso leva tempo, trabalho e dedicação. Por isso pedimos o seu apoio para que esse trabalho continue com força, atingindo cada vez mais leitores. Faça parte desse projeto e seja um apoiador da nossa causa. 

PARA APOIAR E SABER MAIS, ACESSE: https://apoia.se/conexaoliteratura
Compartilhe:

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Recode apoia encontros para mobilização de gestores de bibliotecas públicas em sete estados, começando por Alagoas

Renata Costa, consultora da Recode e secretária-executiva do Plano Nacional do Livro e Leitura
Voltados ao fortalecimento de políticas públicas de incentivo à leitura e transformação social por meio de bibliotecas, encontros terão início no dia 06 de julho. Organização social promoverá oficina voltada a prefeitos e gestores locais sobre a construção de planos municipais e estaduais de Livro e Leitura

A Recode, organização social voltada ao empoderamento digital, é uma das realizadoras do I Encontro Regional de Gestores de Bibliotecas Públicas, que acontece em Maceió, no dia 06 de julho, reunindo 40 gestores públicos e coordenadores estaduais de bibliotecas de Alagoas, Pernambuco, Sergipe e Bahia. A iniciativa busca fomentar políticas públicas que ampliem o acesso aos livros e à leitura e a valorização da biblioteca pública como equipamento cultural. Os encontros irão percorrer as cinco regiões do país, passando por sete estados brasileiros.

Durante o evento, a consultora da Recode e secretária-executiva do Plano Nacional do Livro e Leitura, Renata Costa, e a analista de projetos da Recode, Ilca Bandeira, promoverão uma oficina que terá como intuito fortalecer a construção dos planos municipais e estaduais de Livro e Leitura, conforme previsto pelo projeto de lei 7752/2017, que cria a Política Nacional de Leitura e Escrita (PNLE).

“É preciso sensibilizar os municípios e estados sobre possibilidades de garantir orçamentos mínimos para as ações previstas nesses planos”, explica Renata Costa. Por isso, uma das metas a serem alcançadas é a produção conjunta de um documento que contenha diretrizes focadas na garantia da sustentabilidade das bibliotecas.

Para Ilca Bandeira, “nosso objetivo também será mobilizar os gestores e os coordenadores de bibliotecas dessas regiões, contribuindo para a construção de políticas públicas locais que viabilizem a renovação desses espaços de leitura e os tornem mais próximos da população”, complementa.

O Encontro Regional de Gestores de Bibliotecas Públicas é realizado em parceria com o Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP) e as coordenadorias dos Sistemas Estaduais de Bibliotecas Públicas de Alagoas, Santa Catarina, Acre, Amapá, Minas Gerais, Ceará e Mato Grosso do Sul, onde acontecerão os encontros.

Sobre a Recode
A Recode é uma organização social voltada ao empoderamento digital, que busca formar jovens autônomos, conscientes e conectados a partir do uso da tecnologia. Com mais de 20 anos de atuação em tecnologia, formação de redes e cidadania, a organização atua em parceria com bibliotecas, escolas públicas e instituições comunitárias visando formar uma grande rede que promova uma nova consciência e gere oportunidades aos jovens brasileiros em situação de vulnerabilidade social. A organização faz parte de uma rede presente em 7 países e já impactou até hoje mais de 1,7 milhão de vidas.
Compartilhe:

terça-feira, 12 de junho de 2018

Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo abre novos concursos do ProAC na área de Literatura

Editais são voltados para prosa, poesia, ilustração infantil e/ou juvenil, dramaturgia, história em quadrinhos e estímulo à leitura em bibliotecas municipais; prêmios variam de R$ 20 mil a R$ 40 mil, e inscrições devem ser feitas pelo site www.proac.sp.gov.br

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo abre inscrições para os editais de Literatura do Programa de Ação Cultural (ProAC). Serão contemplados 54 projetos destinados a Pessoas Físicas e 10 destinados a Pessoas Jurídicas. Os prêmios variam de R$ 20 mil a R$ 40 mil. No mínimo 50% dos selecionados serão proponentes da Grande São Paulo, interior e litoral. As inscrições vão até os dias 04 e 05 de julho, e devem ser feitas pelo site www.proac.sp.gov.br. Os editais completos estão disponíveis no mesmo endereço.

Pessoas Físicas podem enviar seus projetos para criação e publicação em Prosa (07 projetos com prêmios de R$ 25 mil cada); Poesia (07 projetos com prêmios de R$ 25 mil cada); Ilustração Infantil e/ou Juvenil (06 projetos com prêmios de R$ 25 mil cada); Dramaturgia (10 projetos com prêmios de R$ 25 mil cada) e História em Quadrinhos (14 projetos com prêmios de R$ 40 mil cada). Já Pessoas Jurídicas podem se inscrever no edital de estímulo à leitura em bibliotecas municipais. Serão 10 projetos selecionados com prêmios de R$ 20 mil cada.

Confira o detalhamento e o período de inscrição de cada edital:
Incentivo a projetos de criação e publicação - PROSA
Pessoa Física
07 projetos com prêmios de R$ 25 mil cada
Inscrições: até 04 de julho
Originais de texto literário de prosa, nos gêneros: coletânea de contos, romance e novela

Incentivo a projetos de criação e publicação - POESIA

Pessoa Física
07 projetos com prêmios de R$ 25 mil cada
Inscrições: até 04 de julho
Originais de texto literário de poesia. Entende-se como poesia a expressão literária construída de forma a priorizar o ritmo, som e harmonia da linguagem verbal

Incentivo a projetos de criação e publicação - INFANTIL E/OU JUVENIL (ILUSTRADOR)
Pessoa Física
06 projetos com prêmios de R$ 25 mil cada
Inscrições: até 04 de julho

Incentivo a projetos de criação e publicação - TEXTO DE DRAMATURGIA
Pessoa Física
10 projetos com prêmios de R$ 25 mil cada
Inscrições: 05 de julho
Originais de texto literário de dramaturgia. Entende-se por dramaturgia texto criado para servir de base à montagem de um espetáculo cênico destinado ao público adulto, infantil e/ou juvenil

Incentivo a projetos de criação e publicação - HISTÓRIA EM QUADRINHOS
Pessoa Física
14 projetos com prêmios de R$ 40 mil cada
Inscrições: 05 de julho
Contempla todas as etapas pertinentes à produção de uma História em Quadrinhos inédita na forma impressa, as quais vão da criação e do desenvolvimento até a finalização e a edição. Corresponde a um romance gráfico cuja história é contada por meio de arte sequencial e a duração é similar à da prosa

Incentivo a projetos de estímulo à leitura em bibliotecas municipais
Pessoa Jurídica
10 projetos com prêmios de R$ 20 mil cada
Inscrições: 05 de julho
Leituras públicas dirigidas; atividades que favoreçam o diálogo da literatura com outros segmentos como teatro, dança, circo, cinema, música e artes visuais; oficinas ministradas por autores ou especialistas sobre temas do universo e criação literária, e contação de histórias.

Inscrições abertas
O ProAC também está com inscrições abertas para os editais de Culturas Populares e Tradicionaise Culturas Negras (até 07 de junho); Manifestações Culturais com Temática LGBT e Saraus Culturais (até 08 de junho); Economia Criativa (até 11 de junho); Culturas Indígenas (até 12 de junho), Hip Hop (até 15 de junho); Museus e Arquivos (até 29 de junho). Além desses, já foram lançados em 2018 concursos nas áreas de Teatro, Dança, Artes Cênicas - público infantil, Festival de Música e Música.

Sobre o ProAC Editais

Desde a sua criação, em 2006, o Programa de Ação Cultural (ProAC) já contemplou mais de 5.400 projetos, em 394 editais, nos mais diversos segmentos, como teatro, dança, artes cênicas, música, circo, festivais, artes visuais, museus e arquivos, cultura e cidadania, literatura, audiovisual e projetos multidisciplinares. O objetivo do ProAC Editais é fomentar e difundir a produção artística em todas as regiões do estado, apoiando financeiramente projetos artísticos.

Para conhecer a programação cultural de todo o estado, acesse o site da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo: www.cultura.sp.gov.br. Acompanhe também nas mídias sociais:
Facebook: /culturasp
Twitter: @culturasp
Instagram: /culturasp
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels