Mostrando postagens com marcador infanto-juvenil. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador infanto-juvenil. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 22 de julho de 2021

Novo livro de Marilurdes Nunes já tem data de lançamento

 


Reconhecida pela produção de obras voltadas para o público infanto-juvenil, a nova aposta da escritora mineira Marilurdes Nunes é o livro "Capitão Águia Indomável e o Mistério da Gruta",  que será lançado no dia 10 de agosto, no MM Gerdau.

Produzido com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, “Capitão Águia Indomável e o Mistério da Gruta” é o 3º volume da escritora direcionado para o público infanto-juvenil.  A publicação narra a aventura vivida por uma turma formada por alunos da quinta série do Colégio Dr. Lund, durante uma excursão pela Gruta de Maquiné. Um dos alunos, Pedro, uma criança que nasceu praticamente surda, mas escuta graças à um implante coclear (permitindo-o frequentar uma escola comum), guarda um grande segredo, que só será revelado para todos ao final da trama narrada na publicação.  

Em “Capitão Águia Indomável e o Mistério da Gruta”, Marilurdes Nunes reforça sua vocação de exímia contadora de histórias. O segredo da narrativa está no suspense, que vai crescente com o desenrolar da história, aguçando o interesse pela leitura.

A publicação será lançada pela Editora Ramalhete e conta com o patrocínio da MGS. A gestão do projeto ficou por conta de Ana Gusmão, da Caligari Produções, a direção de arte é assinada por Léo Camisão e todas as ilustrações são de Débora Mini.

Além do lançamento, o projeto ainda prevê a realização de uma oficina gratuita com a escritora, com o tema: “como escrevo o que sinto?”, no dia 10/08, às 14h. A atividade será transmitida, gratuitamente, pelos canais do MM Gerdau e não necessita de inscrição prévia.

:: Sobre a autora ::

Marilurdes nasceu em Belo Horizonte, em 25 de dezembro de 1945. Graduou-se em jornalismo pela Universidade Federal de Belo Horizonte (UFMG), mas iniciou sua carreira profissional como redatora de publicidade. Dedicou 34 anos de sua vida às traduções em espanhol, depois de ter morado na Costa Rica por quatro anos e ter prestado concurso público para Tradutora Pública Juramentada do Idioma Espanhol. Durante todo esse tempo, porém, a vontade de escrever sempre falou alto. Entre um descanso e outro da dura jornada de trabalho (ela já chegou a trabalhar por 12 horas por dia e em incontáveis fins de semana), escreveu contos para revistas de circulação nacional, que lhe renderam várias premiações. Também neste ínterim, produziu os livros “A Descoberta de Miguel” (Editora do Brasil, 1992), “A Criadora de Sonhos e Outras Histórias” (Fino Traço Editora, 2017) e “Capitain Silence”, em idioma inglês, para inclusão de crianças nascidas surdas e que, com implante coclear, passaram a escutar e estudam como ouvintes, especialmente, na Inglaterra, país onde o livro é mais utilizado. Agora, aposentada e livre de muitas obrigações, dedica-se integralmente à literatura.

:: Serviço ::

Lançamento do livro “Capitão Águia Indomável e o Mistério da Gruta

Data: 10 de agosto

Local: Museu MM Gerdau

Horário: 10h

Gratuito

Na ocasião, o livro será vendido a R$29,00 e após o lançamento poderá ser encontrado nas livrarias ou no site da editora(www.lojaeditoraramalhete.com.br). 

Oficina “Como escrevo o que sinto?”

Data: 10 de agosto

Horário: 14h. 

A atividade será transmitida, gratuitamente, pelos canais do MM Gerdau e não necessita de inscrição prévia.

Informações www.mmgerdau.org

Compartilhe:

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Casal de escritores lança livro infanto-juvenil sobre a Semana Moderna de 22

 

Mayra Correia e Leandro Thomaz - Arquivo Pessoal
 

'Colorindo a Semana de 22' é um projeto didático, criativo e interativo feito para Crianças compreenderem mais sobre a Semana de Arte Moderna de 22.

Chega ao mercado, pela editora Datum, o livro infanto-juvenil ‘Colorindo a Semana de 22’, que ensina sobre a Semana de Arte Moderna em um misto de informações e atividades divertidas. Os autores são o casal Mayra Correia e Leandro Thomaz, pais de dois meninos de 3 e 7 anos.  O projeto conta com a realização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

De forma lúdica artistas modernistas, como: Anitta Malfatti, Di Cavalcanti, Lasar Segall, Mário de Andrade,  Heitor Villas-Lobos, Oswald de Andrade, Tarsila do Amaral e Alfredo Volpi (os dois úlitmos não participaram da Semana de Arte Moderna, mas são importantes para o movimento) são apresentados ao público infantil.

“A ideia do livro surgiu quando percebemos que um de nossos filhos estava familiarizado com artistas e conseguia reproduzir algumas obras do Miró e Mondrian. Ai pensamos que seria legal fazer um livro com artistas brasileiros. E coincidentemente o Proac abriu um edital para obras sobre a semana de arte moderna de 22”, relata Mayra Correia.

O livro é composto por conjuntos de páginas teóricas e práticas. Em uma página é apresentado uma obra modernista, com análise lúdica de como o artista utilizava técnicas de pintura. Na outra é oferecido uma atividade na qual a criança é incentivada a pintar e desenhar. As tarefas são dirigidas para que o artista mirim aprenda a compor novos cenários, mude os padrões de cores e identifique as particularidades de cada artista.

“Os desenhos e pinturas contribuirão para a experimentação artística, autonomia e desenvolvimento da coordenação motora. As análises das obras originais servirão para a criança compreender o movimento modernista, de forma leve e lúdica”, explica o autor Leandro Thomaz.

A Semana de Arte Moderna de 1922, realizada no Theatro Municipal de São Paulo, foi um momento histórico em que se buscava construir uma identidade cultural legitimamente brasileira, foi impulsionada pelas comemorações do centenário da independência. Uma das principais características foi o rompimento com o classicismo e exaltação nacionalista. Além de ter sido a semente para o movimento modernista nacional e um dos principais movimentos artísticos de Arte Contemporânea.  “O livro traz a oportunidade de crianças terem acesso a todo esse conhecimento”, finaliza Leandro.

Serviços:

Lançamento do Livro “Colorindo a Semana de 22

Quando: 1º. Semestre de 2021

Informações: Editora Datum Editora – contato@colorindo22.com.br

Compra: https://www.catarse.me/colorindo22

Valor: R$44,00

Mais sobre os autores:

 Mayra Correia é enfermeira graduada pela Universidade de São Paulo, com pós-graduação em Obstetrícia pela Pontifícia Universidade Católica de Sorocaba. Junto com Leandro Thomaz escreveu e ilustrou o livro infantil ‘Meu amigo Darwin’.

Leandro Thomaz é geólogo e mestre pela Universidade de São Paulo, doutor em Geoquímica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tradutor de dois livros do Charles Darwin: Observações geológicas em Ilhas Vulcânicas e Cadeias de Montanhas. É coautor e coilustrador do livro infantil ‘Meu amigo Darwin’.

Sumário

6 - A Semana

8 - Os modernistas

10 - Mário de Andrade

12 - Di Cavalcanti

16 - Anita Malfatti

20 - Tarsila do Amaral

24 - Vicente do Rego Monteiro

26 - Alfredo Volpi

30 - Lasar Segall

34 - Victor Brecheret

38 - Georg Przyrembel

39 - Antonio Moya

40 - Arquitetura Neocolonial

44 - Manuel Bandeira

48 - Oswald de Andrade

49 - Heitor Villa-Lobos

50 - Referências

52 - Autores

53 -  Sobre o livro

Sobre o produto

Formato: 22x22 – Orelha 8cm

Páginas: 54

4x4 cor

ISBN -65-993011-0-0

1ª edição – Carapicuíba/SP – Editora Datum

'Colorindo a Semana de 22' é um projeto didático, criativo e interativo feito para Crianças compreenderem mais sobre a Semana de Arte Moderna de 22.

Chega ao mercado, pela editora Datum, o livro infanto-juvenil ‘Colorindo a Semana de 22’, que ensina sobre a Semana de Arte Moderna em um misto de informações e atividades divertidas. Os autores são o casal Mayra Correia e Leandro Thomaz, pais de dois meninos de 3 e 7 anos.  O projeto conta com a realização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

De forma lúdica artistas modernistas, como: Anitta Malfatti, Di Cavalcanti, Lasar Segall, Mário de Andrade,  Heitor Villas-Lobos, Oswald de Andrade, Tarsila do Amaral e Alfredo Volpi (os dois úlitmos não participaram da Semana de Arte Moderna, mas são importantes para o movimento) são apresentados ao público infantil.

“A ideia do livro surgiu quando percebemos que um de nossos filhos estava familiarizado com artistas e conseguia reproduzir algumas obras do Miró e Mondrian. Ai pensamos que seria legal fazer um livro com artistas brasileiros. E coincidentemente o Proac abriu um edital para obras sobre a semana de arte moderna de 22”, relata Mayra Correia.

O livro é composto por conjuntos de páginas teóricas e práticas. Em uma página é apresentado uma obra modernista, com análise lúdica de como o artista utilizava técnicas de pintura. Na outra é oferecido uma atividade na qual a criança é incentivada a pintar e desenhar. As tarefas são dirigidas para que o artista mirim aprenda a compor novos cenários, mude os padrões de cores e identifique as particularidades de cada artista.

“Os desenhos e pinturas contribuirão para a experimentação artística, autonomia e desenvolvimento da coordenação motora. As análises das obras originais servirão para a criança compreender o movimento modernista, de forma leve e lúdica”, explica o autor Leandro Thomaz.

A Semana de Arte Moderna de 1922, realizada no Theatro Municipal de São Paulo, foi um momento histórico em que se buscava construir uma identidade cultural legitimamente brasileira, foi impulsionada pelas comemorações do centenário da independência. Uma das principais características foi o rompimento com o classicismo e exaltação nacionalista. Além de ter sido a semente para o movimento modernista nacional e um dos principais movimentos artísticos de Arte Contemporânea.  “O livro traz a oportunidade de crianças terem acesso a todo esse conhecimento”, finaliza Leandro.

Serviços:

Lançamento do Livro “Colorindo a Semana de 22

Quando: 1º. Semestre de 2021

Informações: Editora Datum Editora – contato@colorindo22.com.br

Compra: https://www.catarse.me/colorindo22

Valor: R$44,00

Mais sobre os autores:

 Mayra Correia é enfermeira graduada pela Universidade de São Paulo, com pós-graduação em Obstetrícia pela Pontifícia Universidade Católica de Sorocaba. Junto com Leandro Thomaz escreveu e ilustrou o livro infantil ‘Meu amigo Darwin’.

Leandro Thomaz é geólogo e mestre pela Universidade de São Paulo, doutor em Geoquímica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tradutor de dois livros do Charles Darwin: Observações geológicas em Ilhas Vulcânicas e Cadeias de Montanhas. É coautor e coilustrador do livro infantil ‘Meu amigo Darwin’.

Sumário

6 - A Semana

8 - Os modernistas

10 - Mário de Andrade

12 - Di Cavalcanti

16 - Anita Malfatti

20 - Tarsila do Amaral

24 - Vicente do Rego Monteiro

26 - Alfredo Volpi

30 - Lasar Segall

34 - Victor Brecheret

38 - Georg Przyrembel

39 - Antonio Moya

40 - Arquitetura Neocolonial

44 - Manuel Bandeira

48 - Oswald de Andrade

49 - Heitor Villa-Lobos

50 - Referências

52 - Autores

53 -  Sobre o livro

Sobre o produto

Formato: 22x22 – Orelha 8cm

Páginas: 54

4x4 cor

ISBN -65-993011-0-0

1ª edição – Carapicuíba/SP – Editora Datum

Compartilhe:

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Best-seller infanto-juvenil participa da programação oficial da Bienal

Ana Beatriz Brandão - Foto divulgação
A autora best-seller Ana Beatriz Brandão participa da programação oficial da 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. No bate-papo, que acontece na Arena Cultural, no dia 05 de agosto, das 16h às 17h, a escritora de apenas 18 anos e 5 livros publicados, contará um pouco sobre a sua carreira e sobre o lançamento Sob a Luz da Escuridão, pela Verus Editora, do Grupo Record. A editora também fará uma sessão de autógrafos no estande, no dia 11/08, às 11h.

O seu último sucesso A Garota das Sapatilhas Brancas, que entrou na lista dos mais vendidos da Veja na categoria infanto-juvenil, junto ao anterior, O Garoto do Cachecol Vermelho, serão transformados em um filme, que já está em fase de pré-produção.

Agora a jovem autora apresenta aos leitores uma futuro distópico que explora um mundo pós-apocalíptico, marcado por guerras nucleares, na qual parte da população tem dons especiais e lutam pela sobrevivência. A narrativa apresenta uma série de intrigas e complôs, e as cenas de guerra, que tiram o fôlego dos leitores, marcam os acontecimentos desta nova obra, e mantêm a fama de sádica da escritora. Com trama tensa do início ao fim, Sob a Luz da Escuridão é uma história cheia de ação, tensão, romance e que promete provocar fortes emoções entre aqueles que adoram livros de fantasia.

Confira a agenda da Ana Beatriz Brandão na 25ª Bienal Internacional do Livro:

Três das grandes autoras de romances nacionais, Carina Rissi, Laura Conrado e Ana Beatriz Brandão falarão sobre suas novas obras.
Local: Arena Cultural – M080
Dia: 05 de agosto (domingo)
Horário: das 16h às 17h

Lançamento Sob a Luz da Escuridão
Local: Stand da Editora Record – G028
Dia: 11 de agosto (sábado)
Horário: a partir das 11 horas

Sobre a autora: Viver em um mundo cercado de magia – esse sempre foi o sonho de Ana Beatriz Brandão. Ela descobriu que era possível tornar isso realidade através da leitura quando conheceu O Pequeno Príncipe, aos cinco anos de idade. Targaryen, potterhead, narniana, semideusa e tributo, Ana vive muitas aventuras todos os dias. Aos treze anos, descobriu que contar histórias era sua paixão e desde então escreveu diversos livros, entre eles O Garoto do Cachecol Vermelho, Sombra de um anjo e Caçadores de almas. Seu maior sonho é poder continuar contando suas histórias para todos aqueles que, como ela, acreditam que os livros são a melhor forma de tocar o coração das pessoas e mudar suas vidas.

Redes Sociais – Facebook: @escritoraanabeatrizbrandao | Instagram: @anabiabrandao

Sobre ‘Sob a Luz da Escuridão’: O mundo não está a salvo dos humanos... Da autora de O garoto do cachecol vermelho. Guerras e destruição, causadas pela ganância de um homem, quase levaram a raça humana à extinção. Com a radiação das bombas nucleares, o DNA humano sofreu mutações e uma nova espécie surgiu: os metacromos, seres especiais, com poderes extraordinários. Em meio ao caos de um mundo pós-apocalíptico, Lollipop e Jazz são resgatadas do instituto onde eram mantidas prisioneiras. Com as memórias apagadas, elas não sabem por que estavam ali nem quem as libertou. E, enquanto buscam respostas sobre suas origens, só lhes resta lutar pela sobrevivência. Evan, um vampiro milenar, lidera com mãos de ferro uma das mais poderosas áreas do planeta. Mas quando, por obra do destino, ele reencontra a mulher que pensou estar morta há décadas, tudo desmorona e ele é obrigado a enfrentar o passado. Ana Beatriz Brandão apresenta um mundo totalmente novo ao leitor em Sob a luz da escuridão. A raça humana não é mais a mesma, novas espécies foram criadas e agora é cada um por si. Uma história eletrizante, cheia de ação, tensão e romance, que vai provocar fortes emoções no leitor. Prepare-se e escolha seu lado nessa guerra: você é um metacromo ou um Deles?
Compartilhe:

segunda-feira, 19 de março de 2018

Autora Brasileira participa da "Bologna Children's Book Fair"

Elizabete da Cruz - Foto divulgação
Na ocasião serão divulgados seus livros e o projeto Expedição Literária

A autora Elisabete da Cruz embarca esta semana para Itália para visitar a Feira de Bolonha, importante evento anual do setor literário voltado aos segmentos infantil e juvenil, que será realizado de 26 a 29 de março.

A autora marcará presença no evento divulgando seus livros. O primeiro livro chamado Meu Amigo Flip, aconteceu a convite da Editora Trilha das Letras, em 2015, e foi  um verdadeiro sucesso. Em 2016 vieram  "Crianças de cá e crianças de lá", com pré-lançamento na Frankfurt Book Fair, a maior feira literária do Mundo e  em 2017 "Mãos na terra" viajou para a Bologna Children´s Book Fair, ambos pela  Cria editora. "Biomilda- Diário de viagem", "Eu e meu amigo curumim" e "Cor de pele"  em 2017, chegaram preparados cuidadosamente pelas mãos habilidosas da  editora Suinara e conquistaram alunos e educadores. Ainda nesta editora para 2018, as temáticas relevantes para o processo de educação em edição: "Cor de pele", "Família monetária", "Ninho de cobra" (abraçando os valores) e "Quem sou eu" (sobre as profissões). Em preparação: "Muzunga" e "Bolas do mundo".

Elisabete faz questão de transformar seus livros em "projetos", o mais recente, "Expedição Literária", possui uma maneira diferente de trabalhar o incentivo a leitura e será apresentado  por ela na Feira, aproveitando a presença de editores, agentes literários, bibliotecários, autores e ilustradores de todo mundo.

"Queremos fomentar o despertar do hábito pela leitura e incentivar a formação de leitores acompanhados de orientação, para isso, mensalmente selecionamos livros cuidadosamente para os educadores utilizarem em diferentes faixas etárias", conta a autora e pedagoga.

Sabendo do grande desafio dos professores da educação básica em ensinar a leitura para os alunos, não só a decifrar letras, e sim a ter o hábito de ler, o projeto proporciona um repertório diferenciado para os educadores.

Elisabete da Cruz realizará visitação a livrarias, escolas e bibliotecas também.

Sobre a Feira:
A Feira Internacional do Livro infantil e juvenil de Bolonha (Bologna Children's Book Fair) é um evento literário realizado anualmente em Bolonha, na Itália, e é dedicada à literatura infantojuvenil.  Reúne editores, agentes literários, bibliotecários, autores e ilustradores de todo mundo. Durante o evento, a cada dois anos, são anunciados os ganhadores do Prêmio Hans Christian Andersen e do Prêmio Memorial Astrid Lindgren. A edição de 2014 teve o Brasil como país homenageado, apresentando a exposição Brasil: Incontáveis Linhas, incontáveis histórias.

Sobre Elisabete da Cruz:
Elisabete da Cruz é educadora, autora, empresária e produtora executiva na área de projetos culturais, educativos e de entretenimento, envolvendo públicos de todas as idades. Destaca-se em sua carreira pela concepção, produção e apresentação do programa "Educação que Bicho é esse?", da TV UOL, um dos pioneiros do segmento via web. Também foi responsável pela criação e implementação do Parque de Vivências Explora Mundi, onde realizou Festivais multiculturais de relevância ímpar para a educação. Projetos  renomados como  os Festivais  Indígena  Ymãguaré Ayguá e África Mundi,  Viajando pelo Mundo que Brinca, Uma viagem pelos Biomas brasileiros, O folclore nos cinco cantos do Brasil,  Sustentabilidade e Literatura & Brincadeiras, também fazem parte de seu currículo.  Com formação acadêmica em Pedagogia e especialização em Educação Transdisciplinar, atualmente presta consultoria de negócios para várias regiões do Brasil e é diretora executiva da Eloin – Educação pela Experimentação, uma empresa especializada em roteiros e projetos pedagógicos.
Compartilhe:

sábado, 20 de janeiro de 2018

A Eloin | Educação pela Experimentação Lança o projeto Expedição Literária

Foto divulgação
Despertar na criança o incentivo à leitura por meio da literatura, esse é o objetivo do projeto Expedição Literária

Sabendo do grande desafio dos professores da educação básica em ensinar a leitura para os alunos, não só a decifrar letras, e sim a ter o hábito de ler, o projeto proporciona um repertório diferenciado para os educadores.

Além de aumentar o conhecimento, aprimora o vocabulário e ajuda na construção textual, para isso, motivações são necessárias, já que com o avanço das tecnologias do mundo moderno, cada vez menos as pessoas interessam-se pela leitura.

Encontro com o autor, sessão de autógrafos, contações de histórias, além do contato com uma infinidade de títulos, aliado a um cantinho especial, com foco nos valores humanos, identidade cultural e educação socioemocional.

A iniciativa é destinada aos alunos do Ensino Infantil e Fundamental I, e comandado por ELISABETE DA CRUZ: Pedagoga, especialista em educação transdisciplinar, autora de literatura infantil e infanto-juvenil.

"Queremos fomentar o despertar do hábito pela leitura e incentivar a formação de leitores acompanhados de orientação, para isso, mensalmente selecionamos livros cuidadosamente para os educadores utilizarem em diferentes faixas etárias", diz Elisabete.

O lançamento do 'Expedição Literária' no Ceará será no COMPLEXO CULTURAL SCHOENBERG, que atende a bebês a partir dos 12 meses de idade, crianças, adolescentes e adultos. 

"A nossa missão é oferecer a crianças, adolescentes e adultos uma atmosfera estimulante, agradável, cultural, inclusiva, plural, segura e moderna onde todos possam desenvolver suas habilidades sociais, cognitivas, empresariais, artísticas e acadêmicas em todo seu potencial, ampliando assim sua visão de mundo, abrindo seus horizontes e possibilidades de sucesso em todas as esferas da vida", explica a coordenação da Escola Schoenberg.

Cada vez mais as escolas utilizam de novos métodos educacionais, oferecendo muito mais do que apenas o saber intelectual, dando oportunidade a empresa Eloin de levar às melhores escolas, os melhores projetos.

Elisabete está no Ceará para o lançamento da "Expedição Literária" na sala de leitura Schoenberg. E em breve o projeto viajará para muitos lugares.

A ideia é enviar para as escolas livros mensalmente com resenhas específicas para conteúdos programáticos e material de apoio para educadores.

O projeto ainda contempla encontro com autores para bate-papos, troca de experiências e sessões de autógrafos, além de oficinas com as temáticas dos livros.

"Neste primeiro momento trabalharemos com a faixa etária pré leitor, leitor iniciante e leitor fluente, ou seja, entre 4 e 12 anos", finaliza Elisabete da Cruz.

Para entrevistas, entre em contato.

Sobre os projetos da Eloin: http://www.eloin.com.br/projeto-escola
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels