9 grupos no Facebook que todo bom leitor deve conhecer

Por Ademir Pascale Todos os dias são criados novos grupos no Facebook sobre assuntos e gostos diversos. Nós leitores e apaixonados...

Mostrando postagens com marcador leitor. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador leitor. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 16 de junho de 2020

Pedro Gerolimich apresenta live literária com escritora Isa Colli

A dupla falará sobre o mercado editorial, formação de leitor nos tempos de hoje, entre outros assuntos

Nesta quarta-feira, 17/06, a partir das 17h, o Superintendente de Leitura da Secretaria do Rio, Pedro Gerolimich promove uma live com a escritora, jornalista e diretora da Colli Books, Isa Colli. Durante o bate papo, a dupla comentará sobre o tema ‘Formação do Leitor nos tempos de Hoje!’. A live acontece no instagram @pedrodolivro
Compartilhe:

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Quem é o leitor de terror no Brasil?

AT Sergio - Foto divulgação
O escritor pernambucano AT Sergio, cuja trajetória se confunde com a história da literatura de terror no Brasil, fala um pouco sobre o leitor do gênero e sobre os caminhos desse tipo de narrativa no país.

Para o escritor pernambucano, radicado no Rio de Janeiro, que acaba de lançar uma coletânea intitulada As 13: Histórias Diversas, com dois contos inéditos, e que acaba de ser indicado como um dos finalistas do Prêmio Odisseia de Literatura Fantástica 2020, na categoria Narrativa Longa Literatura Juvenil, com ELES, primeiro livro autoral de AT, que une ficção científica e terror para o público infanto-juvenil, 2019 foi um ano redentor para a literatura de terror no Brasil.

Um nicho esquecido e pouco valorizado nas últimas décadas, o Terror deu ares de visibilidade, com acesso a grupos de leitores maiores e com um reconhecimento de uma produção vasta e rica em subgêneros e ambientações, especialmente com escritores nacionais.

O motivo, segundo o autor e sua equipe, é o ótimo trabalho de publicação das casas editoriais, que decidiram investir em uma produção nacional de qualidade, mas, obviamente, precisa ser creditado também aos escritores, que apostaram em autopublicação, atingindo e formando públicos leitores nas mais diversas plataformas.

Quem tem predileção pelo gênero Terror gosta da adrenalina do medo, do suspense, do “não saber o que vem na sequência”, lembra o escritor, e isso faz com que seja um desafio grande tornar uma história de Terror verdadeiramente conectada com seu público.

“Assim como é difícil fazer rir no teatro ou no cinema, e a comédia é uma das artes mais complexas, na escrita o Terror se torna um grande desafio, na medida em que precisa cativar o leitor a cada página, mantendo a tensão do começo ao fim”, lembra ele.

Entre as plataformas contribuidoras para a popularização do gênero estão as redes sociais, embora tragam à tona a problemática da disseminação das obras com os devidos créditos. “Obviamente, algo que é preciso, com o tempo, que seja muito bem trabalhado”, lembra AT, “mas a verdade é que o público está nas redes”, enfatiza.

Inclusive, é possível falar que o leitor de Terror, geralmente, tem uma predileção pelo consumo de outros tipos de informação, especialmente aquelas que estão conectadas com o universo geek, até porque uma das vertentes que apoia a amplitude do Terror nos dias de hoje está no desenvolvimento de jogos eletrônicos. 

Sobre o autor

A.T. Sergio é um escritor pernambucano, romancista, organizador e participante de antologias nos gêneros terror, suspense, mistério e policial, publicado por diversas editoras nacionais e através da plataforma independente da Amazon.

Autor Hardcover, plataforma de aperfeiçoamento da escrita desenvolvida pela Vivendo de Inventar, depois de publicar contos em mais de 25 antologias, estreia em romances com essa publicação, “Eles”, após ter sido finalista no prêmio SweekStars, edição 2018.

Redator da revista eletrônica “A Arte do Terror”, é também colunista do portal literário “Literanima”, onde publica textos periódicos sobre criatividade e forma de escrita.
Compartilhe:

sábado, 20 de janeiro de 2018

A Eloin | Educação pela Experimentação Lança o projeto Expedição Literária

Foto divulgação
Despertar na criança o incentivo à leitura por meio da literatura, esse é o objetivo do projeto Expedição Literária

Sabendo do grande desafio dos professores da educação básica em ensinar a leitura para os alunos, não só a decifrar letras, e sim a ter o hábito de ler, o projeto proporciona um repertório diferenciado para os educadores.

Além de aumentar o conhecimento, aprimora o vocabulário e ajuda na construção textual, para isso, motivações são necessárias, já que com o avanço das tecnologias do mundo moderno, cada vez menos as pessoas interessam-se pela leitura.

Encontro com o autor, sessão de autógrafos, contações de histórias, além do contato com uma infinidade de títulos, aliado a um cantinho especial, com foco nos valores humanos, identidade cultural e educação socioemocional.

A iniciativa é destinada aos alunos do Ensino Infantil e Fundamental I, e comandado por ELISABETE DA CRUZ: Pedagoga, especialista em educação transdisciplinar, autora de literatura infantil e infanto-juvenil.

"Queremos fomentar o despertar do hábito pela leitura e incentivar a formação de leitores acompanhados de orientação, para isso, mensalmente selecionamos livros cuidadosamente para os educadores utilizarem em diferentes faixas etárias", diz Elisabete.

O lançamento do 'Expedição Literária' no Ceará será no COMPLEXO CULTURAL SCHOENBERG, que atende a bebês a partir dos 12 meses de idade, crianças, adolescentes e adultos. 

"A nossa missão é oferecer a crianças, adolescentes e adultos uma atmosfera estimulante, agradável, cultural, inclusiva, plural, segura e moderna onde todos possam desenvolver suas habilidades sociais, cognitivas, empresariais, artísticas e acadêmicas em todo seu potencial, ampliando assim sua visão de mundo, abrindo seus horizontes e possibilidades de sucesso em todas as esferas da vida", explica a coordenação da Escola Schoenberg.

Cada vez mais as escolas utilizam de novos métodos educacionais, oferecendo muito mais do que apenas o saber intelectual, dando oportunidade a empresa Eloin de levar às melhores escolas, os melhores projetos.

Elisabete está no Ceará para o lançamento da "Expedição Literária" na sala de leitura Schoenberg. E em breve o projeto viajará para muitos lugares.

A ideia é enviar para as escolas livros mensalmente com resenhas específicas para conteúdos programáticos e material de apoio para educadores.

O projeto ainda contempla encontro com autores para bate-papos, troca de experiências e sessões de autógrafos, além de oficinas com as temáticas dos livros.

"Neste primeiro momento trabalharemos com a faixa etária pré leitor, leitor iniciante e leitor fluente, ou seja, entre 4 e 12 anos", finaliza Elisabete da Cruz.

Para entrevistas, entre em contato.

Sobre os projetos da Eloin: http://www.eloin.com.br/projeto-escola
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels