Conexão Nerd: Teoria da Conspiração, por Ademir Pascale

Cena do filme Teoria da Conspiração POR ADEMIR PASCALE Hoje não irei comentar sobre colecionáveis ou heróis, mas sobre um filme, um li...

Mostrando postagens com marcador oficinas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador oficinas. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Projeto Caravana de Ideias realiza oficinas artísticas em Paraty - Inscrições já estão abertas e são gratuitas

Fabricio Polido - Foto divulgação

De 02 a 13 de março, a cidade histórica de Paraty será palco para o projeto Caravana de Ideias – iniciativa que reúne uma série de oficinas, realizadas por profissionais premiados e reconhecidos no meio cultural, abrangendo diversas áreas criativas e técnicas do fazer artístico: produção cultural, contação de histórias, canto, música, cenário/figurino e áudio. As atividades, todas gratuitas, serão presenciais seguindo todas as nomas sanitárias de prevenção à COVID-19. Para inscrições ou informações, basta acessar o e-mail caravanadeideias@gmail.com

Ao final das oficinas, no dia 13 de março, às 17h, haverá uma apresentação gratuita, em espaço aberto, no Centro Histórico de Paraty. “Nesse momento de necessário distanciamento social, apostamos na arte como elo para trocas e afetos. Por isso tivemos a ideia de realizar um sarau com a participação de todos os alunos e com os artistas/oficineiros. Queremos colocar em prática todo o conteúdo desenvolvido durante as oficinas, com cada turma se responsabilizando pela área correspondente, para essa apresentação” explica Fabrício Polido, coordenador geral e idealizador da Caravana de Ideias, projeto que foi contemplado pela Lei Aldir Blanc – Edital Retomada Cultural RJ, promovido pelo Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro.

Além das oficinas formativas e da apresentação do sarau, o projeto Caravana de Ideias realizará uma série de Lives, nos dias 17, 18 e 19 de março, com um bate-papo envolvendo todos os artistas do projeto, abordando os resultados obtidos na imersão em Paraty, dando um panorama de cada profissão e, por fim, debatendo sobre uma prospecção para o futuro pós-pandemia.

AGENDA DE ATIVIDADES:

Oficinas artísticas

Ações formativas que compõem a Caravana de Ideias são oficinas artísticas (canto, música, contador de histórias), técnico/artística (cenário e figurino) e técnico (produção e áudio), divididas em 10 encontros (dias 02, 03, 04, 05, 06, 09, 10, 11, 12 e 13/03), com duração de 2h cada, num total de 20horas por oficina. Para inscrições ou informações, basta acessar o e-mail caravanadeideias@gmail.com   

Sarau

No dia 13 de março, às 17 horas, finalizando a imersão de duas semanas em Paraty, será realizado um sarau a céu aberto, gratuito, com a participação dos alunos e dos artistas/oficineiros, com uma série de números preparados especialmente para o encerramento das atividades presenciais.

Lives

Nos dias 17, 18 e 19 de março, de volta ao Rio de Janeiro, os artistas/oficineiros farão uma série de lives, mediadas pelo idealizador do projeto – o ator e produtor Fabricio Polido, abordando a experiência e os resultados obtidos em Paraty, dando um panorama de cada profissão e fazendo um prospecto do futuro pós-pandemia.

 

Detalhamento de oficinas

Oficina PRODUÇÃO CULTURAL (Fabricio Polido)

Noções gerais de produção e gestão de projetos culturais no campo artístico que alcança teatro, dança, música e circo. Técnicas e processos para a elaboração de projetos culturais, princípios básicos a editais públicos de cultura, atualizações das leis de incentivo à cultura etc.

Oficina INTRODUÇÃO AO UNIVERSO INTUITIVO DO ÁUDIO (Andrea Zeni)

Conjunto de atividades para aprendizes de áudio, jovens músicos e estudantes interessados em mergulhar na relação sensível entre o áudio e a música. Um mergulho no universo prático e teórico do áudio. Aulas dinâmicas e envolventes, com uma linguagem que potencializa o aprendizado e a sensibilidade musical.


Oficina MÚSICA E ESCUTA (Tibor Fittel)

Uma oportunidade ao público de ter acesso maior ao universo dos sons e sua identificação prática relacionada à escrita musical simples, proporcionando ao aluno a ferramenta para registrar melodias e harmonias, reconhecer estilos musicais e aspectos inerentes ao vocabulário teórico nas canções e música instrumental que fazem parte do dia a dia de todos.

 

Oficina O CONTADOR DE HISTÓRIAS (José Mauro Brant)

A oficina tem como objetivo exercitar habilidades de leitura, percepção e reflexão por meio da prática de contar histórias. A oficina busca oferecer uma mínima formação, prática e teórica, em torno dos caminhos fundamentados para exercer a arte de contar histórias e suas aplicações em estratégias de promoção de leitura e em contextos pedagógicos e artísticos.


Oficina de Canto A LIBERTAÇÃO DO SOM (Janaina Azevedo)

Essa oficina pretende provocar o encontro entre voz, corpo e espaço unindo esses três elementos para se alcançar a liberação de sons reprimidos. Através da exploração dos nossos recursos vocais, direcionar para a expansão da voz e corpo e, consequentemente, na percepção das nossas emoções e de que forma elas afetam nossa comunicação interpessoal e extra pessoal.

 

Oficina CENOGRAFIA E FIGURINO, DA CRIAÇÃO À CONFECÇÃO (Natalia Lana)

Apresentação de vários aspectos da cenografia e sua relação com o figurino, levando em consideração tanto a criação como a confecção e o uso de diferentes materiais. Com uma abordagem prática, relacionando os conhecimentos aos projetos executados.

Compartilhe:

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Caravana da Leitura e do Autor Fluminense promove live com escritor carioca que percorreu países africanos ouvindo histórias ao longo de 20 anos

 Sessões de contos e oficinas também farão parte do projeto literário

Morador do bairro da Glória, zona sul do Rio de Janeiro, Rogério Andrade Barbosa será um dos autores a participar de uma série de lives e atividades exibidas pelo canal do YouTube da Caravana da Leitura e do Autor Fluminense – Mediadores de Leituras. No dia 26 de fevereiro, às 19h, o escritor falará sobre sua experiência como contador de histórias, suas obras, viagens e pesquisas a respeito da literatura oral africana. O projeto literário é contemplado pela Lei Aldir Blanc – Edital Retomada Cultural RJ, promovido pelo Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, com realização do Prodarte e apoio Ações & Conexões.

“A Caravana proporciona o contato dos autores, artistas e contadores de histórias com os jovens e crianças. Essa aproximação virtual quebra distâncias e estreita nossos relatos com esse público”, afirma Rogério, que tem muita bagagem para compartilhar em 30 anos dedicados à literatura e mais de 100 livros publicados. Além de escritor, é professor e trabalha na área de literatura afro-brasileira e programas de incentivo à leitura, proferindo palestras e dinamizando oficinas.

O interesse pela cultura e literatura afro-brasileira começou na vivência como professor voluntário das Nações Unidas na Guiné-Bissau. Posteriormente, ao longo de 20 anos, recolheu histórias pelas escolas que visitou em países africanos, como Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Etiópia. “A cultura africana e a sua rica oralidade estão presentes em nossos contos populares. É importante divulgar já que somos um povo miscigenado”, conclui o escritor que também detém, entre vários reconhecimentos, um prêmio da Academia Brasileira de Letras na categoria de literatura infantojuvenil.

Sessões de Contos e Oficinas

Além dos bate-papos com autores fluminenses, a Caravana da Leitura e do Autor Fluminense – Mediadores de Leituras também vai exibir sessões de contos e oficinas. No dia 28 de fevereiro, o artista Warley Goulart vai narrar três histórias que permearam sua trajetória de costura e paixão pela literatura, no grupo Os Tapetes Contadores de Histórias: “O Elefante”, de Carlos Drummond de Andrade, por meio do próprio tapete que costurou em homenagem ao poeta de Itabira; a lenda tradicional inca “O Mistério das Ilhas Pachacamac, narrativa que escutou no próprio santuário arqueológico do local, materializada em livro de pano pelo projeto limenho Manos que Cuentan; e “O Congo vem aí”, de Sérgio Capparelli, com as próprias ilustrações de tecido que criou especialmente para este livro da Editora Global.

Já no dia 3 de março, o ator e contador de histórias José Mauro Brant ministra a oficina “A arte de contar histórias”, que resume um pouco do trabalho que realiza há 30 anos com professores e formação de contadores de histórias, como promotores de leituras e como linguagem artística, definindo a contação como arte nas escolas e nas práticas de educação. “Serve tanto para quem quer contar histórias como para professores, além de mostrar os desafios de como fazer isso no mundo virtual”, explica Brant.

A Caravana da Leitura e do Autor Fluminense – Mediadores de Leituras

A ação de circulação literária tem como estratégia democratizar o acesso ao livro e à leitura, além de estimular e incentivar crianças de 7 a 14 anos para o contato com autores fluminenses. Serão realizadas ações virtuais, todas gratuitas, que poderão ser acessadas através das redes sociais da Caravana. O projeto prevê também capacitação para professores e agentes de leitura da Rede de Bibliotecas Comunitárias, pontos de leitura e projetos de incentivo à leitura com a realização de videoaula, web conferência e a entrega de kits para 10 Bibliotecas Comunitárias com equipamentos digitais, ebooks, aplicativos e livros em papel. Segundo Benita Prieto, coordenadora geral do projeto, a iniciativa pretende contribuir para a melhoria da educação e incentivo à leitura, através da formação de professores e mediadores de leituras, narrativas de histórias e oficinas literárias, bem como a divulgação dos autores fluminenses e de suas obras junto ao público infantil.

Confira a programação completa em: https://www.caravanadaleituraaf.com.br/

Toda programação é gratuita.
Compartilhe:

quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Instituto Estação das Letras abre em 14/9 duas oficinas de Poesia


O Instituto Estação das Letras abre em 14/9 duas oficinas de Poesia.
A oficina introdutória terá condução da mestre em Teoria Literária Suzana Vargas e se destina a escritores que desejam, a partir de diversos estímulos, trabalhar melhor sua produção poética.

Já a Avançada será ministrada pelo poeta e professor da História da Arte Nuno Rau. A Oficina pretende pensar o que é um poema; o que pode um poema hoje; e como fazer um poema que seja ancorado ao presente.
Por meio de diversas propostas de práticas, leituras e debates, os participantes também serão conduzidos à contextualização da produção em sala com a história, teoria, e as questões fundamentais da poesia contemporânea.

As aulas vão até 14/12, semanalmente às segundas-feiras, das 19h às 21h, e acontecem pela plataforma Zoom.
Inscrições e informações sobre investimento: iel@estacaodasletras.com.br
Compartilhe:

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Feira e-cêntrica de publicações independentes recebe inscrições para expositores até 7 de fevereiro

Crédito da imagem: Layza Vasconcelos
A terceira edição da feira e-cêntrica de publicações independentes abre inscrições para 100 expositores em 2020. Até o dia 7 de fevereiro, publicadores de todo o Brasil podem se candidatar a uma vaga para a exposição de livros especiais, zines e artes gráficas. Programada para 7 e 8 de março, na Vila Cultural Cora Coralina, em Goiânia, a feira e-cêntrica é realizada pela NegaLilu Editora e pela Casa da Cultura Digital e conta com o apoio do Fundo de Arte e Cultura e da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.

Editoras independentes, selos literários, coletivos criativos, ilustradores, designers e artistas gráficos interessados em participar da e-cêntrica podem se inscrever no site www.negalilu.com.br . Para esta edição da feira, não haverá cobrança de taxa de inscrição.

“O nosso desafio é ampliar a representatividade dos expositores, que já é crescente deste a edição passada, consolidando a e-cêntrica como feira nacional”, comenta a coordenadora e curadora, Larissa Mundim. A primeira edição foi realizada com 64 expositores e a segunda com 80 publicadores de seis estados.

Segundo ela, os participantes da feira podem compreender a e-cêntrica como uma ação de apoio à inovação do mercado editorial. “Mais do que uma estratégia de circulação da produção gráfica-literária independente, buscamos realizar um evento que fortalece agentes sub-representados, repensa modos de produção, discute o redimensionamento dos papéis estratégicos na cadeia produtiva do livro e estimula a leitura”, ressalta a coordenadora.

Além da exposição e venda de livros especiais, zines e artes gráficas, a feira prevê programação formativa com oficinas, rodas de conversa e minicursos, lançamentos literários e exposições de arte. As inscrições para estas atividades estarão abertas em 9 de fevereiro, quando a programação completa será divulgada pela NegaLilu Editora e pela Casa da Cultura Digital. Em 2020, a e-cêntrica integra a programação do Projeto Madalena Caramuru.

SERVIÇO
Feira e-cêntrica – Inscrições para expositores
Prazo: até 7 de fevereiro
Onde: www.negalilu.com.br

Compartilhe:

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Com mais de 60 eventos gratuitos na periferia, Mostra Cultural da Cooperifa vai até o fim de semana em SP

Foto divulgação
Shows com Tássia Reis, Odair José, Lino Krizz e Paulo Miklos ainda acontecem na mostra; conversas e oficinas também acontece em diferentes horários e locais 

Teve início no último sábado (3) e vai até o próximo domingo (11) a 11ª Mostra Cultural da Cooperifa, coletivo da zona sul de São Paulo criado há 17 anos. Ao todo, 68 atividades que envolvem literatura, teatro, dança, artes plásticas, cinema, música e rodas de conversa vão ocorrer em locais públicos da periferia de São Paulo.

"Estamos em festa. É a nossa primavera periférica", diz Sério Vaz, poeta e fundador da Cooperifa.

Estão previstos shows com os músicos Tássia Reis, Odair José Lino Krizz e  Paulo Miklos, além da presença de artistas como Criolo, James Bantu, Fino DuRap, ballet Afro Koteban, Dj KL Jay, Cris SNJ, Tati Botelho, Cocão Avoz, Consciência Humana, Fernando Anitelli,  entre outros. A abertura contou com show de Ellen Oléria, atividades infantis e mesas sobre literatura.

O evento também conta com distribuição de livros e oficinas ao longo da semana.

Serviço – A programação completa, com horários e locais dos eventos pode ser conferida no site: http://cooperifa.com.br/?page_id=7
Compartilhe:

segunda-feira, 26 de março de 2018

Clube do Conto na Urca quer leitura como prazer e inicia suas atividades em maio com bolo e chá para inspirar

Aulas acontecem no Espaço Cultural Lago de Histórias

Ler, interpretar, conhecer autores diversos e ampliar o universo literário dos participantes foi o que motivou a abertura do Clube do Conto do Espaço Cultural Lago de Histórias, na Urca, que estão com as atividades previstas para maio, sempre às sextas-feiras, das 16h30 às 18h30.

Em cada aula, o professor Marcos Alvito, autor de Histórias do samba e A Rainha de chuteiras: um ano de futebol na Inglaterra, vai levar um ou mais contos, apresentar autor (a), e ler o texto na íntegra, para comentários e debate.

- O Clube não tem pretensões professorais ou didáticas. O que queremos mesmo é aprofundar a sensibilidade literária através desses materiais, destacando autores, gêneros e épocas, com a única obrigação de tomar a leitura como prazer, diz Alvito, professor de História na Universidade Federal Fluminense (UFF) durante 32 anos e desde 2016 à frente de cursos abertos de literatura, regados a bolo e chá em seus intervalos para inspirar ainda mais.

As aulas acontecem na R. Marechal Cantuária, 18, onde também há um clube para os pequenos frequentadores.

Informações e inscrições:
contato@lagodehistorias.com.br / (21) 3518-5549

Whatsapp – (21) 97631-6131
FB: @lagodehistorias
Instagram: @lago_de_historias
www.lagodehistorias.com.br

Investimento: 350,00/mês.

Editora e Espaço Cultural Lago de Histórias
O Espaço Cultural Lago de Histórias é um desdobramento da editora homônima, fundada em novembro de 2016 no Rio de Janeiro, na mesma noite de lançamento dos livros Mais felizes do que sempre, Bia sem pressa, Os medos de Bel, e Soldado, todos de autoria de Helena Lima, - pedagoga, professora com mais de duas décadas de experiência no ensino básico, editora fundadora do Espaço.

Com uma proposta rara no Rio de Janeiro, de oferecer oficinas de criação literária e de artes regulares para crianças e adulto, o Espaço Cultural Lago de Histórias abriu suas portas em abril de 2017.

É voltado também para pais, professores e todos que desejam despertar ou aperfeiçoar sua escrita e leitura.

A Editora tem atualmente oito livros publicados.
Compartilhe:

sábado, 17 de março de 2018

(Per)Cursos Possíveis: projeto realizado pelo Sesc Santo André oferece cursos e oficinas com longa duração

Narrativas Fotográficas  l  crédito: Nário Barbosa
Cursos voltados para iniciantes e veteranos preenchem a programação. Inscrições começam dia 21 de março

No primeiro semestre de 2018, o Sesc Santo André promove o (Per)Cursos Possíveis, uma série de cursos com práticas, técnicas e olhares variados que trabalham as relações entre artes e tecnologias. As atividades são voltadas para públicos de diversas faixas etárias e interesses, uma ótima oportunidade para descobrir aptidões, iniciar um hobby, ou mesmo aperfeiçoar técnicas artísticas, tecnológicas ou artesanais.
O (Per)Cursos Possíveis traz cursos com temáticas variadas e duração de até três meses. Com maior tempo de interação com os profissionais de cada oficina, os participantes têm a possibilidade de absorver conhecimentos teóricos que serão aplicados constantemente à prática, um processo de descobertas de vivências artísticas, troca de experiências, desenvolvimento de habilidades e projetos futuros. Os cursos exploram da interferência em fotografia à produção audiovisual, da discotecagem à marchetaria, da formação de modelo vivo a mochilas solares.
Nos encontros promovidos, os participantes, iniciantes ou não, poderão experimentar uma série de técnicas com novos processos e repertórios, fortalecendo o aprendizado ao exercitar novos percursos possíveis.  Os cursos acontecerão entre os meses de abril e julho, com inscrições na Central de Atendimento do Sesc Santo André: nos dias 21 e 22/03, somente para Credencial Plena e a partir do dia 23/03 para todos os públicos, conforme disponibilidade de vagas. Confira a programação completa dos cursos.

(Per)Cursos Possíveis
Programação
Olhares e Interferências, com Nário Barbosa
No Espaço Ateliê, de 03/04 a 24/04. Terças-feiras, das 19h às 21h.
Valores em R$ 20,00 (Inteira), R$ 10,00 (Meia-entrada) e R$ 6,00 (trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo ou dependentes com Credencial Plena).
Pré-requisitos: a partir de 16 anos.
Este curso tem como objetivo registrar e difundir a diversidade urbana, mais especificamente, do centro de Santo André, a partir de referências de fotógrafos de rua nacionais e internacionais. Com o advento das tecnologias, atualmente todos podem ser fotógrafos, independentemente de técnicas ou equipamentos, produzindo imagens a todo o momento e divulgando-as em suas redes sociais. O participante terá a oportunidade de conhecer um pouco mais a cidade, por meio de um olhar mais sensível, observando detalhes antes de fotografar.
Há mais de 20 anos atuando como fotojornalista, Nário Barbosa possui sólida experiência em registrar o cotidiano. Produz trabalhos de intervenção em fotografias de diversas maneiras, utilizando diferentes técnicas que revelam novos olhares. Já participou de exposições no Brasil, em importantes espaços, como Itaú Cultural, além de diversas galerias. Foi premiado em salões de Arte no exterior, como o “Salón Mercosur Internacional”, na Argentina e possui obras em diversas coleções particulares.

Processos de Criação Audiovisual: Entre a Performance e a Instalação,
com Caio Fazolin
No Espaço Ateliê, de 03/04 a 26/06. Terças-feiras, das 19h às 21h.
Valores em R$ 20,00 (Inteira), R$ 10,00 (Meia-entrada) e R$ 6,00 (trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo ou dependentes com Credencial Plena).
Pré-requisitos: a partir de 14 anos e conhecimentos básicos de informática.
Como tirar do papel o seu live audiovisual? Como produzir uma instalação multimídia? Como criar um videomapping? São essas perguntas que o curso pretende responder. Durante 12 encontros, o artista e programador Caio Fazolin apresenta e aborda o uso integrado de ferramentas audiovisuais assim como a interface física livre, Arduino. Os participantes serão convidados a desenvolver exercícios práticos com uma abordagem direta a temas como performance audiovisual, instalações multimídia e videomapping.
Caio Fazolin é artista audiovisual, programador e VJ (Micra), pesquisa linguagens computacionais e sua relação com a cultura. Bancos de dados, linhas de códigos e sistemas computacionais são a fonte para a pesquisa que se desdobra em performances audiovisuais generativas, instalações imersivas e interativas, e grandes projeções urbanas. Também atua como educador por meio de aulas e workshops de programação computacional para artistas e interessados.

Marchetaria em Bloco, com Rinaldo Ferruccio
No Espaço Ateliê, de 04/04 a 27/06. Quartas-feiras, das 19h às 21h30.
Valores em R$ 20,00 (Inteira), R$ 10,00 (Meia-entrada) e R$ 6,00 (trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo ou dependentes com Credencial Plena).
Pré-requisitos: a partir de 16 anos.
O curso instiga a criatividade e intuição artística dos participantes fazendo com que idealizem e produzam o máximo de peças, como bio-joias e utilitários, que conseguirem durante o curso. O objetivo é proporcionar-lhes relativa prática na operação de máquinas como lixadeira de cinta de bancada, serra de fita de bancada, lixadeira orbital, micro-retifica, furadeira, tábuas de lixa, entre outros apetrechos e equipamentos, além de técnicas variadas.
Rinaldo Ferruccio é artífice em madeira, iniciando aprendizados em Marchetaria Maciça em 1999. De lá para cá desenvolveu estilo próprio explorando formas orgânicas e assimétricas alinhadas às artes visuais. Atualmente, é orientador do curso de Marchetaria Maciça no SESC Pompeia, atua como fornecedor da loja do Museu de Arte Moderna de SP e mantem um box na Feira de Artes da Praça Benedito Calixto, onde também é membro da Comissão de Avaliação e Triagem de candidatos a expositores na Praça.

A Pintura e suas Técnicas, com André Ricardo
No Espaço Ateliê, de 05/04 a 28/06. Quintas-feiras, das 19h às 21h30.
Valores em R$ 20,00 (Inteira), R$ 10,00 (Meia-entrada) e R$ 6,00 (trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo ou dependentes com Credencial Plena).
Pré-requisitos: a partir de 16 anos.
O objetivo do curso é instrumentalizar os alunos em relação às múltiplas possibilidades expressivas da linguagem pictórica por meio da pintura e suas técnicas. Serão abordadas técnicas como caseína, têmpera e óleo, entre outras. A introdução prática dos diversos procedimentos será tangenciada pelo enfoque histórico, chamando a atenção para as origens e usos das técnicas ao longo da história e na obra de artistas contemporâneos.
André Ricardo é formado em Artes Visuais pela ECA - USP, tendo realizado intercâmbio de estudos na Universidade do Porto / Portugal. Já apresentou diversas exposições individuais e coletivas no Brasil e no exterior. Sua obra integra coleções públicas, entre as quais: Casa do Olhar Luiz Sacilloto – Santo André/SP e Museu de Arte de Ribeirão Preto/SP. Desde 2012, ministra cursos em diversos espaços culturais, incluindo os ateliês da rede SESC/SP.

Mochilas Solares: Energia Onde Você Estiver, com Karen Keppe e Camila Danieletto
No Espaço de Tecnologias e Artes, de 07/04 a 30/06. Sábados, das 14h às 17h.
Valores em R$ 20,00 (Inteira), R$ 10,00 (Meia-entrada) e R$ 6,00 (trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo ou dependentes com Credencial Plena).
Pré-requisitos: a partir de 16 anos.
Neste curso os alunos aprenderão como costurar e construir uma mochila com carregador solar. As aulas terão uma mistura de aprendizados diversos em tecnologias e artes, como tingimento de tecidos ecológicos orgânicos com pigmentos naturais, costura da mochila usando a máquina de costura, produção do circuito eletrônico composto por células solares, a montagem de um “banco de bateria” (powerbank) e, por fim, a construção final da mochila high tech sustentável.
Karen Keppe é artista, arte educadora e produtora cultural. Investiga as relações entre arte, performance e tecnologia e produz instalações e atividades ligadas ao tema desde 2007.
Camila Danieletto é formada em Moda, estudou em Londres e trabalhou em grandes marcas de São Paulo. Adora pesquisar e estudar novas formas de criar, hoje tem a marca CAMIE de produtos infantis e segue se reinventando.

Formação de Modelo Vivo, com Juliano Hollivier
Na Sala de Múltiplo Uso, de 06/05 a 01/07. Domingos, das 10h30 às 12h30.
Valores em R$ 20,00 (Inteira), R$ 10,00 (Meia-entrada) e R$ 6,00 (trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo ou dependentes com Credencial Plena).
Pré-requisitos: a partir de 18 anos e conhecimentos básicos de desenho.
O curso propõe a formação de modelos vivos conscientes e sujeitos da exposição de seus corpos. O objetivo é ampliar a consciência corporal dos interessados e prepará-los com informações relacionadas à exposição artística do corpo em sessões de desenho, pintura, escultura e fotografia.
Juliano Hollivier desenvolve desde 2007 um trabalho performático diferenciado como Modelo Vivo, onde agrega ao ofício a particularidade de sua expressão cênica. Pesquisa o corpo e suas expressões artísticas no processo criativo, além da anatomia humana e participação do modelo na formação de artistas. Propõe o olhar sobre o modelo vivo como sujeito participativo da mediação artística, e não somente como objeto de observação. Qualidade da atenção, presença e consciência são princípios que baseiam seu trabalho corporal e desembocam na autonomia e criatividade coletiva. É Pós-Graduado em Técnica Klauss Vianna pela PUC-SP.

Supercombo Bê-a-Byte
Além dos cursos oferecidos durante o (Per)Cursos Possíveis, o Sesc Santo André realiza o Supercombo Bê-a-Byte, uma série de quatro cursos independentes voltados para aqueles que buscam uma iniciação no universo das tecnologias digitais. As atividades são voltadas para o público da terceira idade que já possui domínio das novas tecnologias ou que pretende aprender como realizar diversas tarefas por meio de smartphones e computadores. Os cursos são gratuitos e os alunos podem optar por fazer apenas um ou mais cursos ao mesmo tempo.
Primeiros Bits: Letramento, com Fabio Souza
No Espaço de Tecnologias e Artes, de 03/04 a 26/06. Terças-feiras, das 15h às 17h.
Grátis.
Pré-requisitos: a partir de 60 anos.
Curso para iniciação ao computador com primeiros passos e principais recursos para uma independência na internet, além de uma introdução à comunidade do software livre, noções de privacidade na rede, liberdade de expressão, e compartilhamento de informação confiável.
Fábio Souza faz parte da equipe do Sesc na área de Tecnologias e Artes. É formado em Letras e trabalha com cursos de letramento digital há sete anos, além de desenvolver atividades para diferentes públicos unindo ferramentas digitais, arte e cultura.

Digitudo, com Adriano Calsone
No Espaço de Tecnologias e Artes, de 03/04 a 26/06. Terças-feiras, das 10h30 às 12h30.
Grátis.
Pré-requisitos: a partir de 60 anos. Preferencialmente trazer smartphone pessoal.
Como acessar o banco pela internet? Como chamar um UBER? Como utilizar o smartphone sem receios? Como usar um tablet para instalar e desinstalar um aplicativo? Como participar das redes sociais? Como se proteger das ameaças digitais? Como consultar os serviços de utilidade pública? Essas e outras dúvidas comuns sobre o universo das tecnologias móveis e da cultura digital serão discutidas neste curso, tendo por base as necessidades dos participantes.
Adriano Calsone faz parte da equipe do Sesc na área de Tecnologias e Artes. É educador e produtor editorial, com especialização em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais. Trabalha há dez anos com letramento digital.

Conectodos, com Adriano Calsone
No Espaço de Tecnologias e Artes, de 05/04 a 28/06. Quintas-feiras, das 10h30 às 12h30.
Grátis.
Pré-requisitos: a partir de 60 anos. Preferencialmente trazer smartphone pessoal.
Curso sobre as mídias digitais para pessoas que já conhecem os recursos computacionais, mas desejam aprimorar seus conhecimentos. Durante as aulas, os alunos conhecerão o universo da tecnologia móvel, da Web 3.0 e da cultura digital, tendo por base a transmissão de conhecimentos avançados.
Adriano Calsone faz parte da equipe do Sesc na área de Tecnologias e Artes. É educador e produtor editorial, com especialização em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais. Trabalha há dez anos com letramento digital.

Da Foto ao 3D: Iniciação à Produção de Conteúdo Digital
No Espaço de Tecnologias e Artes, de 05/04 a 28/06. Quintas-feiras, das 10h30 às 12h30.
Grátis.
Pré-requisitos: a partir de 60 anos. Familiaridade com recursos computacionais.
Para aqueles que já tiveram sua iniciação ou querem avançar em conhecimentos  de informática. A atividade oferece recursos variados de produção de conteúdo, de foto e vídeo à produção de pequenas peças com impressora 3D.
Fábio Souza faz parte da equipe do Sesc na área de Tecnologias e Artes. É formado em Letras e trabalha com cursos de letramento digital há sete anos, além de desenvolver atividades para diferentes públicos unindo ferramentas digitais, arte e cultura.

SESC SANTO ANDRÉ
Rua Tamarutaca, 302 – Vila Guiomar – Santo André
Telefone – (11) 4469-1311
Estacionamento (vagas limitadas): Credencial Plena – R$ 5 (R$ 1,50 por hora adicional) |
Outros – R$ 10 (R$ 2,50 por hora adicional).
Informações sobre outras programações:
sescsp.org.br/santoandre | facebook.com/SESCSantoAndre
Compartilhe:

terça-feira, 6 de março de 2018

Oficinas de Formação de Contadores de Histórias

Estão abertas as inscrições para as Oficinas de Formação de Contadores de Histórias com Ilana Pogrebinschi, no Espaço Cultural Lago de Histórias (R. Marechal Cantuária, 18,Urca).

O primeiro módulo, A preparação do contador, acontece nos dias 24 e 25 de março, sendo seguido por outros quatro: A Voz da Palavra (05 e 06/05); Ferramentas Lúdicas do Contador de História (23 e 24/6), Contar com Objetos (18 e 19/08), e Sonoridades (15 e 16/9).

A conclusão do curso acontece no dia 11/11.

Informações e inscrições pelo ilanacontadora@gmail.com
Compartilhe:

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Oficina de escrita criativa com Sérgio Simka e Egidio Trambaiolli Neto


A Oficina de escrita criativa na Biblioteca Municipal Nair Lacerda, em Santo André (SP), será ministrada pelo escritor e professor universitário Sérgio Simka e pelo professor, escritor e editor da Editora Uirapuru Egidio Trambaiolli Neto.

Data:
Do dia 10 de março/2018 até 26 de maio/2018, das 10h às 12h.

Para participar da oficina, basta comparecer ao local e horário indicados no banner.
Compartilhe:

sábado, 30 de dezembro de 2017

Oficina Mergulho no Conto, com Bráulio Tavares

Bráulio Tavares - Foto divulgação/Arquivo pessoal
O colunista de literatura fantástica Bráulio Tavares, organizador das antologias de Edgar Allan Poe e de H.G. Weels, Borges, e outros de fantasia, ministra , em janeiro, a Oficina Mergulho no Conto pela programação de férias do Instituto Estação das Letras (https://goo.gl/ffR8Wx), no Rio de Janeiro.

Definição e conceituação do conto; leitura de textos clássicos e contemporâneos, escolhidos de modo a explicitar os diferentes períodos e movimentos da literatura brasileira e universal e permitir a análise e a discussão sobre a carpintaria da escritura deste gênero literário estão entre os pontos de análise do especialista.

As aulas acontecem nos dias 22, 24 e 25/jan., das 18h30 às 20h30, na Marquês de Abrantes, 177, no Flamengo.

Informações e inscrições: www.estacaodasletras.com.br e 21 3237-3947.

SOBRE O INSTITUTO ESTAÇÃO DAS LETRAS:
Após 21 anos como reduto da literatura nacional no Rio de Janeiro, no início de 2017, a Estação das Letras passou a ser Instituto Estação das Letras (IEL): um colegiado de alunos, professores e escritores com a finalidade de ampliar projetos que já existiram, entre eles Estação Pensamento & Arte, Rodas de Leitura e Caravana de Escritores, e investir em muitos outros através de apoio de leis federais, estaduais e municipais de incentivo à cultura.

A grade de aulas disponibiliza cursos regulares, que duram até quatro meses, oferecidos nas modalidades Introdução e Avançado, e cursos mais rápidos de um ou dois meses, workshops, ciclos de palestras, além de aulas rápidas aos sábados.
Compartilhe:

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Sesc Santo André recebe encontro com ilustradores e curadores da exposição "Linhas de Histórias - O livro ilustrado em sete autores"

Ilustradores e curadores da exposição “Linhas de Histórias – O Livro Ilustrado em Sete Autores” (crédito: Amanda Costa)
Atividades que acontecem nos dias 28 e 29 de outubro contam com palestras e oficinas

Nos dias 28 e 29 de outubro (sábado e domingo), o Sesc Santo André realiza o Encontro Linhas de Histórias – O Livro Ilustrado Em Sete Autores. As atividades integram o universo da exposição e conta com a presença de cinco dos sete ilustradores, além dos curadores e convidados.

Para abrir as atividades no dia 28/10, acontece o bate-papo “O livro ilustrado é literatura”, com o poeta, professor, crítico e editor, Augusto Massi, que abordará sobre a palavra e a escrita dentro do livro ilustrado. No mesmo dia é possível assistir a palestra “Caminhos da construção do livro ilustrado”, com os ilustradores Nelson Cruz, Roger Mello e Andrés Sandoval. A conversa será sobre os caminhos singulares de construção do objeto gráfico e narrativo, em que cada autor irá compartilhar pensamentos, processos de pesquisa e escolhas em algumas de suas obras.

No dia seguinte, os curadores Stela Barbieri, Fernando Vilela e Odilon Moraes, estarão juntos no debate sobre “A exposição Linhas de História e o livro ilustrado na contemporaneidade”. Neste encontro, eles irão contar como nasceu o projeto da exposição, além de dialogar sobre suas motivações, reflexões, linhas de pesquisa e abordagens. E para encerrar, Eva Furnari e Renato Moriconi estarão juntos na roda de conversa sobre “O humor no livro ilustrado: narrativas inusitadas”. Essa mesa tratará da estrutura da narrativa, dos atributos dos personagens e das cenas inusitadas que capturam nossa atenção ao nos apresentar situações engraçadas.

Além das palestras, o público também é convidado a participar de oficinas, com o intuito de vivenciar o universo do livro ilustrado. No dia 28/10, acontece a “Dramaturgia Visual”, com Roger Melo. A ideia é “compor” um personagem através dos vazios e dos objetos que o cercam e desenvolver peças gráficas que criem narrativas inaugurais. Ainda no dia 28/10, Andrés Sandoval dará a oficina “Desenho Livre”, em que a proposta é trabalhar silhuetas com estêncil e rolinhos de pintura, pintar e desenhar em longas faixas de papel que ao final do encontro serão transformadas em um livro sanfonado.
Já no dia 29/10, Renato Moriconi trabalhará as possibilidades narrativas contidas no uso de colagens na criação de imagens a partir de exemplos de filmes, pinturas, cartazes e de suas experiências, na oficina “A Colagem Como Recurso Narrativo”. Também no dia 29/10, Nelson Cruz irá ministrar “Ilustração: Da criação a Propriedade Intelectual”. Essa oficina será um espaço para deflagrar em cada participante o reconhecimento de um projeto autoral e individual a partir da leitura de fragmentos de textos, pesquisa, criação dos primeiros esboços, layout e pintura.

Cada participante poderá se inscrever em uma oficina por dia, porém é possível se inscrever em todas as mesas, que irão contar com interpretação de Língua de Sinais Brasileira (Libras). As inscrições podem ser feitas a partir do dia 17/10, às 14h, pelo Portal Sesc SP sescsp.org.br ou nas Centrais de Atendimento das unidades do Sesc.

SOBRE A EXPOSIÇÃO “LINHAS DE HISTÓRIAS – O LIVRO ILUSTRADO EM SETE AUTORES”
Em cartaz até o dia 26/11 no Sesc Santo André, a exposição, com curadoria de Fernando Vilela, Odilon Moraes e Stela Barbieri, investiga o processo criativo dos ilustradores Andrés Sandoval, Angela Lago, Eva Furnari, Roger Mello, Renato Moriconi, Nelson Cruz e Javier Zabala, mostrando inspirações e formas de criação singulares de cada um dos artistas. Cada ilustrador é disposto como um planeta no espaço expositivo. Interligados por referências em comum, além de particularidades, eles transformam o local numa espécie de sistema planetário interconectado.
Para quem desejar continuar a visita pela exposição, pode baixar gratuitamente o aplicativo do Sesc São Paulo, disponível nas lojas App Store e Google Play. Nele é possível ter acesso ao conteúdo exclusivo como o vídeo do processo de montagem, galeria de fotos, além do encontro e entrevistas com os artistas e curadores.

PROGRAMAÇÃO DO ENCONTRO:
Abertura: “O livro ilustrado é literatura” - Com Augusto Massi, mediação de Odilon Moraes
Quando: 28/10, sábado, das 15h30 às 17h
Onde: Teatro
Ingresso: Grátis
Com interpretação em Libras.

"Caminhos da construção do livro ilustrado" - Com Nelson Cruz, Roger Mello e Andrés Sandoval. Mediação: Fernando Vilela
Quando: 28/10, sábado, das 17h30 às 19h
Onde: Teatro
Ingresso: Grátis
Com interpretação em Libras.

“A exposição Linhas de História e o livro ilustrado na contemporaneidade” - Com Stela Barbieri, Fernando Vilela e Odilon Moraes. Mediação: Ana Luísa Sirota
Quando: 29/10, domingo, das 15h30 às 17h
Onde: Teatro
Ingresso: Grátis
Com interpretação em Libras.

“O humor no livro ilustrado: narrativas inusitadas” - Com Eva Furnari e Renato Moriconi. Mediação: Stela Barbieri
Quando: 29/10, domingo, das 17h30 às 19h
Onde: Teatro
Ingresso: Grátis
Com interpretação em Libras.

OFICINAS:
“Dramaturgia Visual” - Com Roger Melo
Quando: 28/10, sábado, das 10h30 às 13h
Onde: Espaço de Tecnologias e Artes
Ingresso: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (aposentado, pessoa com 60 anos ou mais, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante), R$ 6,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc  e dependentes). Não recomendado para menores de 16 anos. Vagas Limitadas.

“Desenho Livre” - Com Andrés Sandoval
Quando: 28/10, sábado, das 10h30 às 13h
Onde: Espaço de Eventos
Ingresso: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (aposentado, pessoa com 60 anos ou mais, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante), R$ 6,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc  e dependentes). Não recomendado para menores de 16 anos. Vagas Limitadas.

“A colagem como recurso narrativo” - Com Renato Moriconi
Quando: 29/10, domingo, das 10h30 às 13h
Onde: Espaço de Tecnologias e Artes
Ingresso: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (aposentado, pessoa com 60 anos ou mais, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante), R$ 6,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc  e dependentes). Não recomendado para menores de 16 anos. Vagas Limitadas.

“Ilustração: Da criação a propriedade intelectual” - Com Nelson Cruz
Quando: 29/10, domingo, das 10h30 às 13h
Onde: Espaço de Eventos
Ingresso: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (aposentado, pessoa com 60 anos ou mais, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante), R$ 6,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc  e dependentes). Não recomendado para menores de 16 anos. Vagas Limitadas.

SERVIÇO:
SESC SANTO ANDRÉ
Rua Tamarutaca, 302 – Vila Guiomar – Santo André
Telefone – (11) 4469-1311
Estacionamento (vagas limitadas): Credencial Plena – R$ 5 (R$ 1,50 por hora adicional) |
Outros – R$ 10 (R$ 2,50 por hora adicional).
Informações sobre outras programações:
sescsp.org.br/santoandre | facebook.com/SESCSantoAndre
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Posts mais acessados da semana

ANTOLOGIAS LITERÁRIAS

POEME-SE

CONHEÇA A REVISTA PROJETO AUTOESTIMA

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

CEDRIK - ROBERTO FIORI

Leitores que passaram por aqui

Labels