Mostrando postagens com marcador trilogia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador trilogia. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 24 de julho de 2020

Nando Nogueira e a trilogia “Mistycalls - Livros com trilha sonora!”

Nando Nogueira - Foto divulgação
Nando Nogueira nasceu em Franca/SP. É professor de estudos vocais e piano desde 2000 e cofundador do Núcleo Musical FLM de Jundiaí. Formado em Letras pela Universidade Paulista, em 2016 iniciou suas participações em concursos literários nacionais e internacionais, angariando, desde então, premiações como: 
1º lugar no II Concurso Antares de Literatura 2017, 1º Lugar no Concurso Microcontos de Humor de Piracicaba 2018, 1º Lugar na 15ª Olimpíada de Redação 2019 da prefeitura de Jundiaí, 1º Lugar  Concurso de Crônicas de Ourinhos 2020, Ganhador do Troféu Natividade no 54º Festival de Música e Poesia de Paranavaí 2019.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Nando Nogueira: Sempre tive uma conexão muito prazerosa com a escrita, mas posso dizer que passei a considerar a possibilidade de me tornar um escritor profissional em 2009, quando decidi lançar a primeira edição de O Chamado das Brumas.  

Conexão Literatura: Você é autor da trilogia “Mistycalls - Livros com trilha sonora!”. Poderia comentar? 

Nando Nogueira: MistyCalls é uma série inédita de romances que traz em seu formato uma proposta diferenciada, tanto em sua base estrutural, quanto na aposta em uma leitura dirigida através de ambiências sonoras.
Cada livro apresenta seu conteúdo narrativo dentro de uma rítmica quaternária, uma espécie de prosa poética, conduzindo e musicalizando o processo de leitura. As tramas caminham numa envolvente sinergia entre sons e música, proporcionando uma dimensão “literocinematográfica” singular à leitura.
Através do QR Code contido nos livros, o leitor terá acesso aos vídeos e poderá experienciar a leitura em seu tablet, celular ou computador. 
Vejo neste formato a possibilidade de um direcionamento que, trazendo o componente sonoro à experiência da leitura, tem a chance de potencializar e dinamizar com mais precisão a interação do leitor com a história. 

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir sua trilogia? 

Nando Nogueira: As pesquisas se deram desde o aprofundamento nos temas propostos por cada história, como a questão da esquizofrenia, por exemplo, até os padrões operacionais dos muitos programas de edição musical e sonoplastia que foram utilizados no projeto. Ao todo o processo levou cerca de dez anos até sua publicação.   

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho que você acha especial em um dos seus livros?  

Nando Nogueira: “Fogo imune ao tempo não se apaga com o vento”. Adoro essa frase. 

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir os seus livros e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário? 

Nando Nogueira: Os livros físicos, no momento, estão sendo vendidos pelo site da Livraria Garcia. As versões digitais estão à venda pela Hotmart (links abaixo).

O leitor poderá conhecer um pouco mais sobre cada livro através do Youtube, Facebook e Instagram (links abaixo).

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta? 

Nando Nogueira: O quarto livro da série está sendo finalizado e deve ser lançado ano que vem.  

Perguntas rápidas:

Um livro: As aventuras de Tibicuera, de Erico Veríssimo. (Não por ser o melhor, mas por ter sido meu primeiro) 
Um (a) autor (a): Adoro Stephen King. 
Um ator ou atriz: Jack Nicholson
Um filme: Dança com Lobos.
Um dia especial: Pode ser hoje.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Nando Nogueira: Viver de literatura é diferente de viver pela literatura. O primeiro depende de um retorno financeiro e de um reconhecimento que podem nunca acontecer. O segundo é a certeza do sucesso a partir de méritos pessoais. De fazer valer cada instante dedicado às palavras pelo simples prazer da criação. Recomendo muito aos novos escritores (como eu) focarem na primeira opção, sem, contudo, perderem de vista os benefícios da arte pela arte. 
Compartilhe:

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Juliete Vasconcelos e a trilogia literária “O Ceifador de Anjos”

Juliete Vasconcelos - Foto divulgação
Juliete Vasconcelos nasceu em 5 de Fevereiro de 1990 em Itapeva, interior de São Paulo.  Atualmente reside em Sorocaba, São Paulo.

Formou-se em Turismo, área que ama tanto quanto a da literatura, principalmente o gênero policial, o qual se dedica a escrever.

Juliete lançou seu primeiro thriller, A Coleção de Fetos em 2017 pela Editora Sekhmet, posteriormente, em 2019, este ganhou 2ª edição e foi lançado com os demais volumes da trilogia O Ceifador de Anjos. Neste ano, a autora irá lançar durante a FLIR mais um livro: Quando os Pássaros Pousam e Outros Contos Psicopáticos.

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?


Juliete Vasconcelos: Dentro de casa, enquanto criança, não havia incentivo para a leitura, este sempre veio de professores ainda no ensino básico, e quanto a minha família, de duas tias.

Sempre quis escrever e publicar um livro, mas imaginava que este seria de caráter técnico e na área de minha formação, Turismo; só aos meus 23 anos (2013) é que a inspiração para a ficção surgiu, quando a partir de um blog para o qual eu resenhava livros de autores nacionais, fiz algumas parcerias que me estimularam a escrever, o que só foi acontecer de fato em 2016 no Wattpad.

Conexão Literatura: Você é autora da trilogia “O Ceifador de Anjos”. Poderia comentar?

Juliete Vasconcelos: Sempre gostei de ler/assistir histórias que traziam psicopatas como personagens principais. Quando engravidei pela primeira vez, por conta dos sonhos/pesadelos que tinha, a ideia de escrever sobre um psicopata que tivesse como vitimologia mulheres grávidas e que colecionasse fetos surgiu. Nesse primeiro momento descartei a ideia por achá-la absurda, mas na minha segunda gestação, a “inspiração” voltou e eis que toda a história (dos três livros) se desenvolveu.


Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir sua trilogia?

Juliete Vasconcelos: As pesquisas tomaram muito mais conta do meu tempo do que a escrita propriamente dita, atrelado ao tempo dispensado ao trabalho, à casa e aos filhos, o processo todo levou um ano para que eu tivesse a trilogia toda pronta no Wattpad, claro que até aí, sem qualquer revisão.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho que você acha especial em um dos seus livros? 


Juliete Vasconcelos: “No porta-malas, entre os vários utensílios e produtos necessários para
o seu trabalho, enrolado na própria blusa do biomédico, ia protegido dos solavancos do veículo um pequeno anjo mergulhado em formol.”


Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir os seus livros e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário?

Juliete Vasconcelos: A trilogia está disponível para download na Amazon; os livros físicos podem ser adquiridos diretamente comigo, cujo contato pode ser feito através das minhas redes sociais, Facebook e Instagram; através destas é possível saber mais sobre mim e demais trabalhos.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta?

Juliete Vasconcelos: Sim, nesse semestre irei lançar o livro Quando os Pássaros Pousam e Outros Contos Psicopáticos; para o semestre seguinte, eu e meu querido Adriano Léo Araújo, estamos finalizando nosso livro Segredos de Origami Guardados em Porcelana; e há ainda outros 4 livros de minha autoria em andamento, todos referentes a uma mesma série, cujo primeiro volume pretendo lançar ano que vem.


Perguntas rápidas:

Um livro: O Cirurgião
Um (a) autor (a):  Tess Gerritsen
Um ator ou atriz: Michael C. Hall
Um filme: Laranja Mecânica
Um dia especial: hoje, sempre hoje!

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário?

Juliete Vasconcelos:  Apenas agradecer a oportunidade concedida pelo Ademir e a todos que chegaram até aqui, me permitindo dividir um pouco sobre mim e meu trabalho. Obrigada!
Compartilhe:

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Otávio Bravo e a trilogia "Travessuras da Minha Menina Má"


Foi em 2012, ao ouvir de uma ex-namorada que ele se parecia com o personagem “Ricardito” Somocurcio, do livro “Travessuras da menina má”, de Mario Vargas Llosa, que o autor iniciou a redação de seu longo romance, que, ao final, recebeu título quase homônimo ao da obra do genial autor peruano. O trabalho de elaboração, escrita, reescrita, leitura e revisão acabou se prolongando por quase cinco anos e deu origem a uma história em que às linhas autobiográficas e fictícias se somam relatos de acontecimentos históricos, aventuras pelo mundo e projeções ao passado e ao futuro, numa narrativa que se estende de meados da década de 80 ao longínquo ano de 2053.

A obra foi dividida em três partes, que retratam o romance de Victor, o narrador da história, com Maria Eduarda, na segmentação que se adequa perfeitamente aos acontecimentos da vida do protagonista:

    O Livro I, “Avant les saisons”, que descreve a adolescência e a juventude de Victor, antes de Duda entrar em sua vida, com as perdas terríveis que ele é obrigado a enfrentar, transformando-o no homem que combina maturidade e carência em igual medida e que, afinal, se envolve com a “sua” menina má.

    O Livro II, “Les saisons”, que narra o romance entre Victor e Maria Eduarda: a primavera do encantamento, o verão da paixão tórrida, o outono dos problemas decorrentes das diferenças de idade e temperamento e o inverno do afastamento definitivo, com a partida de Duda para a Europa.

    E, por fim, o Livro III, “Après les saisons”, que relata os reencontros de Victor e Duda pelo mundo, que se estendem pelo resto de suas vidas, na parte da narrativa que, de certa forma, mais se aproxima do “Travessuras da menina má” de Vargas Llosa.

A relação com o romance do mestre peruano, aliás, se apresenta, em parte, de forma subliminar, ao retratar a paixão devotada de Victor, que se desenrola pela vida inteira e está voltada, de forma quase incondicional, por Maria Eduarda. No entanto, aparece também de forma explícita, em passagem do Livro II, quando Duda lhe relata ter lido a fantástica obra de Vargas Llosa e confessa ter associado “Ricardito” a ele (v. Livro II, Cap. VI, pág. 110). A partir daí, Victor passa a chamá-la aberta e seguidamente de “menina má”, como “Ricardito” Somocurcio faz em relação à sua amada. Além disso, há referências seguidas ao livro original do autor peruano (ao qual Victor repetidamente recorre, para se lembrar de Duda), inclusive a menção ao pequeno romance escrito por William “Bill” Gravelle, o companheiro de Leonardo, grande amigo de Victor (v. Livro III, Cap. VII, pág. 166).

Os leitores mais atentos e mais pacientes saberão identificar a questão oculta e clandestina presente na vida de Victor (e – mais importante – respondê-la!), que, descoberta, evidencia o ilimitado e incondicional amor do protagonista pela “sua” menina má.

O autor agradece às pessoas reais que o inspiraram na elaboração dos personagens da sua extensa obra e convida os leitores a colaborarem com opiniões, críticas e reparos ao trabalho.

SOBRE O AUTOR:

Otávio Bravo é carioca, tendo sido criado e residido a maior parte de sua vida no Rio de Janeiro.

Estudou Direito na UERJ e Direito Internacional Penal na Universidade de Leiden, na Holanda, onde morou por dois anos, foi advogado e atualmente é promotor de justiça.

“Travessuras da minha menina má” é seu primeiro romance.
Em breve postaremos novidades sobre o lançamento do livro!

PARA SABER MAIS:
Site oficial: http://www.travessurasdaminhameninama.com.br
Para degustação dos livros: clique aqui.
Para saber mais ou adquirir os livros: clique aqui.
Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Divulgue Conosco

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels