Mostrando postagens com marcador zumbis. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador zumbis. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 6 de maio de 2021

Já está disponível o e-book O LIVRO DOS MORTOS-VIVOS. Baixe já o seu


FICHA TÉCNICA:

Título: O livro dos mortos-vivos
Organizador: Ademir Pascale
Coautores:
Jérémie Edouhou Nyoka - Na mikwot / O dobrador do ar
Evelyn Caroline de Mello e Hugo Cesar Cintra de Araujo - A maldição do espantalho-Messias
Gilson Salomão Pessôa - O medalhão de Ukyara
Cleber Gimenes Freitas e Erica Ribeiro de Almeida - Eu, zumbi!
Allan Azevedo - Tudo aconteceu de repente
Diego Angeli Silveira - O Iniciante
Roberto Schima - Sakkaku
Vicky F. Moravia - A indigente do necrotério
Kátia Surreal - O prisioneiro dos sonhos
Felipe L. Cavalcante - Sussurros do Devorador
Lucas Brasil S. - Caos na missa
César Allori - A Casa da Porta Vermelha
Ney Alencar - "O Baital" e "O Figurino de Anúbis"
Fernando Antonio Prado Gimenez - Terror na Praça Osório
Cíntia de Quadros Lopes (Pimentiza) - Ninguém te ouve 
Leony Pereira - Um jantar em família
Roberto Minadeo - Bom Demais Para Ser Verdade
Elias Roma Neto - Ölümsüzlük
Sir_lemonpie - Contra os monstros
Tipo: E-book
Ano: 2021

PARA BAIXAR O E-BOOK GRATUITAMENTE: CLIQUE AQUI.

COMPARTILHE ;)

OBS.: para conhecer e participar de outras de nossas antologias: clique aqui.



Compartilhe:

quarta-feira, 21 de abril de 2021

Saiu a lista dos selecionados da antologia O LIVRO DOS MORTOS-VIVOS


CONFIRA A LISTA DOS SELECIONADOS DA ANTOLOGIA "O LIVRO DOS MORTOS-VIVOS":

 1 - Jérémie Edouhou Nyoka - Na mikwot / O dobrador do ar
 2 - Evelyn Caroline de Mello e Hugo Cesar Cintra de Araujo - A maldição do espantalho-Messias
 3 - Gilson Salomão Pessôa - O medalhão de Ukyara
 4 - Cleber Gimenes Freitas e Erica Ribeiro de Almeida - Eu, zumbi!
 5 - Allan Azevedo - Tudo aconteceu de repente
 6 - Diego Angeli Silveira - O Iniciante
 7 - Roberto Schima - Sakkaku
08 - Vicky F. Moravia - A indigente do necrotério
09 - Kátia Surreal - O prisioneiro dos sonhos
10 - Felipe L. Cavalcante - Sussurros do Devorador
11 -  Lucas Brasil S. - Caos na missa
12 - César Allori - A Casa da Porta Vermelha
13 - Ney Alencar - "O Baital" e "O Figurino de Anúbis"
14 - Fernando Antonio Prado Gimenez - Terror na Praça Osório
15 - Cíntia de Quadros Lopes (Pimentiza) - Ninguém te ouve 
16 - Leony Pereira - Um jantar em família
17 - Roberto Minadeo - Bom Demais Para Ser Verdade
18 - Elias Roma Neto - Ölümsüzlük
19 - Sir_lemonpie - Contra os monstros

PARABÉNS aos selecionados. Entraremos em contato via e-mail com cada um dos autores.

COMPARTILHE ;)

OBS.: para conhecer e participar de outras de nossas antologias: clique aqui.



Compartilhe:

sábado, 20 de março de 2021

Participe da antologia (e-book) O LIVRO DOS MORTOS VIVOS. Leia o edital


PARTICIPE DA ANTOLOGIA (E-BOOK): O LIVRO DOS MORTOS-VIVOS

REGRAS PARA PARTICIPAÇÃO NA ANTOLOGIA DIGITAL "O LIVRO DOS MORTOS-VIVOS - ZUMBIS, VAMPIROS E OUTROS MONSTROS":

1 - Escrever um poema ou conto com zumbis, vampiros, mortos-vivos, monstros semelhantes ao Frankenstein, etc. Aceitaremos até 2 contos ou 2 poemas por autor. Caso sejam aprovados, os 2 textos serão publicados.

2 - SOBRE O CONTO OU POEMA: até 4 páginas, fonte Times ou Arial, tamanho 12, incluindo título. Espaçamento 1,5.
     
3 - Tipo de arquivo aceito: documento do Word (arquivos em PDF serão deletados).

4 - O conto ou poema não precisa ser inédito, desde que os direitos autorais sejam do autor e não da editora ou qualquer outra plataforma de publicação.

5 - Idade mínima do autor para participação na antologia: 18 anos completos. Menores de idade irão precisar de autorização dos pais ou responsável, caso o conto ou poema seja aprovado.

6 - Envie o conto ou poema pré-revisado. Leia e releia antes de enviá-lo.

7 - Data para envio do conto ou poema: do dia 20/03/21 até 20/04/21.

8 - Veja ficha de inscrição no final desse texto. Leia, copie as informações e preencha. Envie as informações da ficha + o conto ou poema para o e-mail: contato@edgarallanpoe.com.br. Escreva no título do e-mail: O LIVRO DOS MORTOS-VIVOS - ZUMBIS, VAMPIROS E OUTROS MONSTROS

CUSTO PARA O AUTOR:

R$ 50,00 por conto ou poema. Caso o autor envie 2 poemas ou 2 contos e tenha os dois selecionados, o valor será R$ 100,00. As informações para depósito serão informadas ao autor no e-mail que enviaremos caso o conto ou poema seja aprovado.
O valor servirá para cobrir os custos de leitura crítica e revisão, diagramação e divulgação da obra.

A antologia será digital (e-book) e gratuita para os leitores baixarem através de download, ela não será vendida. A antologia será amplamente divulgada nas redes sociais da Revista Conexão Literatura: Fanpage e Grupos do Facebook, Instagram e Twitter, que somam cerca de 160 mil seguidores.

O resultado será divulgado no site www.revistaconexaoliteratura.com.br e na fanpage www.facebook.com/conexaoliteratura, até o dia 21/04/21 (a data poderá ser prorrogada).

OBS: Enviaremos certificado digital de participação para os autores selecionados.


NOSSOS CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO:

A) - Criatividade;

B) - Textos preconceituosos, homofóbicos, racistas ou que usem palavras de baixo calão, serão desconsiderados;

C) - Seguir todas as regras para participação.

OBS.: Ademir Pascale, idealizador do concurso, disponibilizou para download uma apostila intitulada "Oficina Jovem Escritor", com dicas para quem está iniciando no mundo da escrita. Baixe gratuitamente, leia e pratique: CLIQUE AQUI.


FICHA DE INSCRIÇÃO DO AUTOR(A)

Nome completo do autor(a):

Seu Pseudônimo (caso use), para publicação na antologia:

Idade:

Título do conto ou poesia:

E-mail 1:
E-mail 2 (caso tenha):

Biografia em terceira pessoa (escreva sobre você num máximo de 7 linhas):
 

IMPORTANTE: Envie todas essas informações da ficha de inscrição para o e-mail: contato@edgarallanpoe.com.br. Escreva no título do e-mail: O LIVRO DOS MORTOS-VIVOS

O envio da ficha de inscrição + poesia ou conto para o e-mail indicado significa que o autor(a) leu todas as informações e regras dessa página para participação na antologia. Se entrarmos em contato, por favor responda o e-mail.

Não fique fora dessa. O concurso cultural será amplamente divulgado nas redes sociais.

COMPARTILHE ;)

OBS.: para conhecer e participar de outras de nossas antologias: clique aqui.


Compartilhe:

quarta-feira, 20 de maio de 2020

Pris Magalhães e o livro Caçadores – Vale da Morte, volume I

Pris Magalhães - Foto divulgação
Pris Magalhães lançou-se na literatura ao participar da primeira antologia de poesia pela editora Grafitte, participando a seguir de diversas coletâneas de contos por várias editoras e logo depois publicando seu primeiro infanto-juvenil, intitulado “Crônicas de Silbery ‒ O Segredo do Bosque”.

Autora independente do livro Linha Vermelha, romance que traz uma visão apocalíptica nacional sobre zumbis e da duologia Caçadores – Vale da Morte e Caçadores – O Portal, assim como vários contos em e-book, todos disponíveis na Amazon. 
Como organizadora, além de Filantropia do Mal, também assina a antologia Terror Macabro.
O contato com a autora pode ser feito através do e-mail: priscamagal@yahoo.com.br ou pelas redes sociais

ENTREVISTA:

Conexão Literatura: Poderia contar para os nossos leitores como foi o seu início no meio literário?

Pris Magalhães: Cheio de sonhos e ilusões (rsrsrs) Com dificuldades, não sabia muita coisa sobre o meio editorial então meio que foi às cegas. A publicação de meu primeiro livro “Crônicas de Silbery” foi a realização de um sonho, com a publicação por uma editora e lançamento físico, porém descobri mais tarde decepções que muito me ensinaram e direcionaram para outros caminhos.

Conexão Literatura: Você é autora do livro “Caçadores – Vale da Morte, volume I”. Poderia comentar? 

Pris Magalhães: Sim, Caçadores foi escrito na sequencia de Crônicas de Silbery, e como meu segundo livro eu já me sentia minimamente preparada, mas também a publicação independente mostrou que os espinhos na estrada são muitos. Publiquei a principio em físico para participar da Bienal do Rio de Janeiro, e em seguida apenas no formato e-book. 
A história se passa na Romênia do século XVll e aborda temas como bruxaria, caça às bruxas, ciganos etc. Três garotas lutam contra as trevas, matando criaturas maléficas e protegendo os moradores dos vilarejos, mas quatro virgens são levadas para o sacrifício do Sabath e as amigas correm contra o tempo para achar o lugar onde será a festividade e impedir o ritual. No caminho, porém, encontram obstáculos e pessoas que podem mudar o curso.

Conexão Literatura: Como foram as suas pesquisas e quanto tempo levou para concluir seu livro? 

Pris Magalhães: acredito que levei cerca de oito meses ao todo. Talvez um pouco mais. 
Sempre me demoro mais por conta das pesquisas, pois gosto de ter certeza no que estou passando ao leitor, com descrições onde mesclo o que há de verdadeiro com a fantasia. Em Caçadores, por exemplo, há muitos fatos reais e histórias, como a floresta de Hoia-Baciu onde os personagens passam. Também costumes e alimentação do lugar e época.

Conexão Literatura: Poderia destacar um trecho que você acha especial em seu livro?

Pris Magalhães: “Vocês humanos não aprendem, não é? Sempre entrando por caminhos que não deviam, abrindo portas que estão fechadas por alguma razão”.

Conexão Literatura: Como o leitor interessado deverá proceder para adquirir os seus livros e saber um pouco mais sobre você e o seu trabalho literário? 

Pris Magalhães: Todos os meus e-books estão disponíveis na Amazon, entre contos e romances darks, bem como terror, suspense e inclusive fantasia. A continuação de Caçadores, inclusive.
Esse link facilita clique aqui.

Conexão Literatura: Existem novos projetos em pauta? 

Pris Magalhães: Estou terminando a continuação do livro sobre zumbis, que se passa na cidade de São Paulo, o Linha Vermelha (o primeiro está disponível na Amazon) e também o terceiro de Caçadores. Como projeto há minha antologia, a terceira que organizo, aberta sob o título “Terror Macabro – Quando surge a escuridão”.

Perguntas rápidas:

Um livro: E o Vento Levou
Um (a) autor (a): Monteiro Lobato 
Um ator ou atriz: Al Pacino 
Um filme: O Silêncio dos Inocentes
Um dia especial: nascimento dos meus filhos.

Conexão Literatura: Deseja encerrar com mais algum comentário? 

Pris Magalhães: Agradeço pela oportunidade em falar um pouco sobre mim e meus trabalhos e espero que conheçam meus livros. Obrigada à revista pela iniciativa em levar literatura e mostrar novos autores que ainda não são conhecidos pelos leitores.

Compartilhe:

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

6 livros de autores nacionais que vão tirar o seu sono

O CASAMENTO, por Victor Bonini
Meses atrás, os amigos diriam que o namoro de Plínio e Diana tinha prazo de validade. Eles se conheceram de um jeito bizarro, pensam completamente diferente e nenhuma das famílias aprova o relacionamento. Mas eles resistiram a tudo. E agora vão se casar. PARA O DETETIVE É A MELHOR CHANCE DE PEGAR UM CRIMINOSO O mais íntegro dos convidados esconde um segredo devastador. Mas alguém sabe e está disposto a espremê-lo com chantagens. É então que o detetive Conrado Bardelli se hospeda no hotel-fazenda onde ocorrerá o casamento. Ele precisa descobrir o lobo entre as ovelhas. E rápido. Pois, a cada nova ameaça, o chantagista eleva o tom e falta pouco para a bomba explodir. O CASAL ESTÁ PRONTO PARA O SIM. A NOIVA SE PREPARA PARA CAMINHAR PELO TAPETE VERMELHO. ATÉ QUE ALGUÉM DIZ: NÃO SAIA DO CARRO! Enquanto a plateia espera ansiosa em frente ao altar, algo brutal acontece na antessala. Só quando veem as paredes lavadas com sangue é que os convidados se rendem ao desespero. Começa uma confusão para interromper a marcha nupcial e chamar a polícia. Ninguém sabe o que fazer. E Bardelli, que lidava com um caso de extorsão, descobre que se meteu em algo muito pior. Agora, ele é o único capaz de encontrar respostas. O problema é que as mortes não param de acontecer...

NARRATIVAS DO MEDO 2, vários autores. Org Vitor Abdala
Narrativas do Medo 2, organizado por Vitor Abdala e publicado pelo Selo Neblina Negra, da Copa Books, traz 29 contos de não só de autores nacionais publicados em grandes editoras, como também escritores independentes, cineastas e outros artistas que fazem a diferença no terror nacional.
Entre os autores de Narrativas do Medo 2, estão Rodrigo de Oliveira, autor da maior série de zumbis do Brasil, As Crônicas do Mortos (Faro Editorial), que vendeu mais de 100 mil exemplares; Cesar Bravo, autor do aclamado Ultra Carnem (DarkSide Books); Rô Mierling, autora do polêmico Diário de uma Escrava (DarkSide Books), que teve mais de 1,5 milhão de leituras no Wattpad; e Alexandre Callari, autor da trilogia Apocalipse Zumbi (Ed. Generale) e editor da DC Comics no Brasil.
Entre outros nomes que integram a antologia estão o cineasta Petter Baiestorf, uma lenda do cinema independente trash nacional; o também cineasta Kapel Furman, apresentador do programa Cinelab, exibido no Universal Channel; o ator Felipe Folgosi, que também é autor de quadrinhos e escreveu a HQ de terror Comunhão; o músico Angelo Arede, compositor e vocalista da lendária banda de saravá metal Gangrena Gasosa; e o ator Wolf Warren, criador de personagens de terror como o Palhaço Klinty e o policial Spectro (que assina um conto com Paulo G. Marinho).
Há ainda autores que se destacam no cenário independente, como Cláudia Lemes (Eu Vejo Kate e Um Martini com o Diabo), Fábio Fernandes (Os Dias da Peste e tradutor de inúmeros livros de terror e scifi), Duda Falcão (autor de Treze, Mausoléu e Comboio de Espectros), Oscar Nestarez (Horror Adentro e Bile Negra), Tiago Toy (série Terra Morta), Márcio Benjamin (Maldito Sertão e Fome), Geraldo de Fraga (Histórias que nos Sangram), Melvin Menoviks (A Caixa de Natasha), Glau Kemp (Quando o Mal Tem um Nome), Juliana Daglio (Uma Canção para Libélula e série O Lago Negro), Flávio Karras (Contos Indigestos), Hedjan C.S (Sustos de Bolso), Rodrigo Ramos (HQ Carniça), Aislan Coulter (Cordel de Sangue e Twittando com o Vampiro), Ademir Pascale (O Desejo de Lilith e O Caçador de Demônios), Soraya Abuchaim (A Vila dos Pecados) e Vinícius Lisboa.

UMA NOITE NO CASTELO - CONTOS MAL-ASSOMBRADOS, vários autores. Org. Cida Simka e Sérgio Simka
Este livro, que é a primeira antologia da Editora Selo Jovem, reúne dezenove contos de terror ambientados e/ou inspirados no castelo do renomado músico Robson Miguel.
Com o objetivo de escreverem “contos mal-assombrados”, apropriando-se da atmosfera do lugar, os integrantes do Núcleo de Escritores do Grande ABC produziram obras que trazem, cada uma a sua maneira, um terror que nos faz talvez gritar como que condenados a não ver mais a luz por ação da porta que aos poucos se fecha, mas que também produz algo mais do que propriamente medo, talvez qualquer coisa próxima a uma revelação, ou a uma verdade que se mantinha oculta exatamente pelo medo que a encobria.
Não espere o leitor, porém, um terror sanguinolento, com vísceras à mostra; trata-se de histórias “bem-comportadas”, que beiram o psicológico, por isso, talvez mais assustadoras.
Ah, sim, também aparecem monstros, criaturas diabólicas, seres humanos...
Trata-se, enfim, de um riquíssimo material elaborado por uma plêiade de escritores que, sem exceção, gostam do que fazem e o fazem com dedicação e paixão irrestritas.

OS BRUXOS DE SÃO CIPRIANO, VOL. I, por Ben Oliveira
Os adolescentes Babi, Jess, Leo e Manu estão cansados de viver em São Cipriano, uma cidade minúscula, onde as coisas nunca acontecem. As férias acabaram e mais um ano letivo está prestes a começar. Manu passou as férias inteiras nos universos de fantasia de seus jogos favoritos de RPG. Babi voltou de um festival de música em São Paulo. Leo estava se divertindo em Nova Iorque. Jess ficou morrendo de tédio em casa.

Depois de um sonho com os amigos, Jess sente que as coisas não vão ser as mesmas em São Cipriano.





O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE, por Ademir Pascale
Situado numa sala de um antigo prédio do centro da cidade de São Paulo, o Clube de Leitura de Edgar Allan Poe, apresenta personagens intrigantes e problemáticos, iniciando pelo cofundador, um velho caolho de nome Clay, que não vê mais sentido na vida depois da morte trágica da esposa Virginia. Henrico e Marcelo, irmãos órfãos que tentam levar uma vida pacata em um sebo na garagem de casa, mas que eventos sobrenaturais assolam a vida de um deles, que é atormentado por corvos. Samanta é uma jovem gótica e solitária. Rafael, ex-vocalista da banda Nevermore, sente-se rejeitado pela rica família e vive nas ruas e noites paulistanas tentando encontrar um novo caminho. Bernardo e Kátia, casal que discute a relação entre casar ou apenas morar juntos, vivem aventuras perigosas. Mas, todos com algo em comum: a paixão que nutrem pela vida e obra do inigualável mestre do horror: Poe.


ZUMBIS & TENTÁCULOS, por Hugo Maximo
"Uma história surreal pelos clichês das histórias Trash de Horror do Cinema e da Literatura Pulp Fiction"


Compartilhe:

sábado, 13 de julho de 2019

Curte livro com Zumbis? Então conheça "O Uivo da Górgona", de Gian Danton


Gosta de livros sobre zumbis? Você precisa conhecer O uivo da Górgona, uma obra diferente, que mistura terror com crítica social. 27 reais com frete e vai autografado. Fico interessado? É só entrar em contato com Gian Danton para acertar os detalhes: profivancarlo@gmail.com
Compartilhe:

segunda-feira, 8 de julho de 2019

Mashup: quanto mais misturado, melhor - por Gian Danton



O termo remix surgiu em 1972, quando o DJ Tom Moulton lançou seu primeiro disco. Posteriormente, com o surgimento das tecnologias das multi-tracks e do sampling, a prática se popularizou. Essas tecnologias, somadas ao computador, permitiram separar partes de uma música, incluindo separando vocal de instrumentos e, ao mesmo tempo manipulá-los, alternado timbres, tempos e volumes. A partir do ano 2000, o termo “remix” passou a ser usado de maneira mais comum fora da área da música, uma vez que as artes visuais e a literatura começaram a adotar a reconfiguração como elementos de criação.
Entre os elementos do remix encontra-se o mashup. O termo pode ser traduzido como mistura. Neles, o artista une partes de vídeos e músicas pré-existentes, somando-os a composições novas e, muitas vezes, reconfigurando seus significados.
Mashup é misturar elementos de outras obras, criando uma obra original a partir dessa mistura.
A estética do mashup não se limita apenas à música. Há na internet vários vídeos que usam a técnica. Em um dos mais famosos, o então presidente norte-americano George Bush “canta” a música “Imagine”, de John Lennon (http://www.youtube.com/watch?v=n41bRHlr76Y). A música é retirada de falas reais do presidente norte-americano, editadas com um fundo musical eletrônico. Há aí um sentido irônico, uma vez que a música fala de paz e o presidente estava envolvido à época com a Guerra contra Iraque.
Esse mesmo sentido irônico pode ser encontrado no documentário Surplus (http://www.youtube.com/watch?v=YbpmWeymWWw), em que líderes mundiais de países capitalistas fazem um discurso contra o consumismo e o capitalismo num vídeo que apresenta técnicas de propaganda. O vídeo é a mistura de vários outros vídeos, pegando partes de falas dos presidentes e dando-lhes outro significado.
Na literatura, os mashups se caracterizam, principalmente, por releituras de obras clássicas da literatura acrescidas a gêneros pop. Exemplo disso é o romance Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, que se transformou em Orgulho e Preconceito e Zumbis nas mãos de Seth Grahame-Smith.
Na internet, fãs fazem mashups visuais de suas séries favoritas. Um dos mais comuns é a tira Peanuts, que foi misturada, por exemplo, com o filme Alien, Watchmen ou Jornada nas Estrelas. Super-heróis são incluídos em quadros famosos, o vilão de Harry Potter é introduzido na capa de um disco dos Ramones... Quanto mais inusitada a mistura, mais interessante o mashup.  

Compartilhe:

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Novo livro "Condenados", promete aventura eletrizante com zumbis

A vida de Jason havia voltado ao normal. Sem zumbis ou demônios, e prestes a entrar na faculdade. Mas, ao ser atacado por um morto-vivo, ele percebe que nunca estará a salvo, não enquanto for um Anjo do Apocalipse. As criaturas são mais fortes que antes e, enquanto reúne um grupo de sobreviventes, Jason tenta descobrir o que está acontecendo, e se tudo isso está relacionado com outro ataque de Mephistopheles.
Nessa continuação eletrizante de Sozinhos no Escuro, os Anjos do Apocalipse precisam confiar ainda mais uns nos outros, pois uma guerra se aproxima, e o inimigo não está para brincadeira. Em meio à tantas incertezas, eles estão certos sobre algo: algumas coisas se recusam a ficar enterradas.

Sobre o autor
Jessé Diniz nasceu em Osasco em 20 de outubro de 1994, mas atualmente reside em Dublin Irland , com seus pais e seu irmão caçula. Estudante de Bacharelado em Sistemas de Informação. Interessou-se por livros logo que aprendeu a ler, aos seis anos. Sempre se destacou em redações e textos escolares e, aos dezesseis anos, decidiu criar suas próprias histórias. Sozinhos no Escuro é seu romance de estreia.

Serviço
Edição: 1
Editora: Selo Jovem
ISBN: 978-85-66701-00-0
Ano: 2017
Categoria: sobrenatural
Formato: 16x23 cm
Autor: Jessé Diniz
Para adquirir o livro: http://www.selojovem.com.br/pd-52a198-condenados-livro-2.html?ct=449b2&p=1&s=1
Compartilhe:

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Rodrigo de Oliveira anuncia a pré-venda do livro "A Era dos Mortos - Parte 1", pela Faro Editorial

Iniciou a pré-venda do livro "A Era dos Mortos - Parte 1" (Faro Editorial)

E OS HUMANOS DESCOBREM QUE A PIOR DESGRAÇA NÃO SÃO OS ZUMBIS...

Vários anos se passaram desde que Uriel, agindo como um tirano, assumiu o controle da maior colônia de sobreviventes do apocalipse zumbi na Terra.

Ivan, Estela e quase todos os seus aliados estão mortos. Do grupo original, apenas Isabel, Mariana e alguns poucos conseguiram escapar de Ilhabela. E a cada dia, a fome de poder de Uriel e de seu filho, Otávio, aumenta, tornando a vida dos sobreviventes ainda mais penosa. O trabalho escravo se torna a regra. A cobrança de mais e mais tributos e a imprevisibilidade do poder central mantêm todos em constante alerta.

Otávio, que passou anos realizando pesquisas médicas, finalmente consegue um meio de controlar os bersekers, os zumbis monstruosos, transformando-os em cães de caça. É a sua forma de assegurar a permanência no comando da comunidade, mas também de destruir, pelo medo, qualquer intenção de resistência. Então, ele produz algo ainda pior, uma criatura feroz e diabólica com o poder de destruição em massa.

Há muito em jogo. O governo central ainda considera Isabel uma grande ameaça, seja viva, ou morta-viva, o que poderia transformá-la numa nova Senhora dos Mortos. Mas, duas crianças chamam a atenção de Isabel que decide prepará-las para batalhas ainda mais sangrentas. Serão elas a esperança para o fim daquela era de medo e destruição?

A derradeira batalha está para começar, mas os inimigos, humanos e zumbis, também têm suas surpresas.

Sejam bem-vindos a uma nova era de horror e violência. Esta é... a Era dos Mortos.

Links para compra:

Livraria Cultura:
goo.gl/9zPvX3
Amazon:
goo.gl/LR1Nsf

Outros livros do autor no mesmo universo de "A era dos mortos", poderão ser conferidos no site da Faro Editorial: http://faroeditorial.com.br/?s=Rodrigo+de+Oliveira&post_type=product 
Compartilhe:

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

10 antologias de terror nacionais para ler no Halloween


Finalmente chegou outra vez o mês do Halloween, pessoal! E junto com o Halloween, agora temos outra data especial neste mês: AllHallow’sRead, o feriado, criado pelo Neil Gaiman, cujo propósito é ler e dar de presente livros de terror para aproveitar o clima de Halloween com literatura. (Veja aqui o próprio Gaiman explicando o AllHallow’sRead)
Porém, como já são indicados com frequência os clássicos de terror internacionais, desta vez a lista de indicações de leituras para o Halloween não vai ser com clássicos, mas com contemporâneos. Para ser mais específico, contemporâneos nacionais. Porque, sim, há muita coisa boa no cenário nacional atual de terror que vale a pena conhecer.
Algo que vem crescendo nos últimos anos no mercado literário nacional é a publicação de antologias de todos os estilos, desde poesia, contos policiais, crônicas, eas que compõem esta lista que são as de contos de terror.E apenas a classificação de antologias de terror já abrange muita coisa, pois aqui veremos antologias em homenagem a autores consagrados como Edgar Allan Poe, Stephen King e Lovecraft, antologias com temas sobre vampiros, fantasmas, zumbis e até mesmo contos de fadas mais sangrentos, além de uma antologia com contos de um só autor nacional que lançou no ano passado um livro com diversos de seus contos – e que, aliás, é o primeiro da lista:
  1. Mausoléu – Duda Falcão
            Esta antologia, com uma capa ilustrada em um estilo que lembra aqueles quadrinhos antigos de terror e um design muito bem elaborado (todas as páginas têm a ilustração de um morcego que voa quando você folheia o livro!) traz diversos contos do escritor Duda Falcão, o qual conheci através de publicações nas antologias Poe 200 anos e Autores fantásticos. Os contos variam entre várias áreas do terror, como já diz na capa, trazendo desde lobisomens, zumbis, fantasmas até outras criaturas.
Porém, o que mais me chamou atenção neste livro não foi a presença de seres sobrenaturais nas narrativas, mas as diversas e bem utilizadas referências à literatura clássica de terror. Recomendo principalmente a leitura dos contos “Relíquia”, “A Pena do Corvo”, “Museu do terror”, e “Humanos, monstros e máquinas”: nos dois primeiros vemos referências a Edgar Allan Poe, um contando sobre o gato preto e outro sobre um narrador mais do que obcecado com Poe – um conto que vale a pena do corvo ler e reler. Em “Museu do Terror” vemos um cenário fantástico onde há peças retiradas de diversas obras da ficção, o que torna esta narrativa uma incrível obra de meta-ficção, e no último dos contos mencionados, que é o último conto do livro, vemos ninguém mais ninguém menos do que Mary Shelley, Percy Shelley, Byron, Polidori e o Doutor Frankenstein como os protagonistas. Claro que há outros contos muito bons neste livro, mas a leitura destes citados acima já é um bom começo para o mês do Halloween – ou qualquer outro mês do ano.
  1. Poe 200 anos - Ademir Pascale e Maurício Montenegro (org)
Uma das obras mais cativantes desta lista, esta antologia, organizada por Ademir Pascale e Maurício Montenegro, é uma homenagem a Edgar Allan Poe, a qual traz ótimos contos de diversos escritores inspirados na obra de Poe. Já fiz uma resenha deste livro anteriormente, analisando conto por conto aqui. É incrível como os autores, cada um com seu estilo próprio, conseguiram captar a atmosfera de Poe, incluindo narradores perturbados e obsessivos, ou narrativas mais fantásticas onde elementos de contos do autor americano surgem de maneira quase surreal. Enfim, uma leitura essencial para fãs de terror e/ou de Poe –e perfeita para a época do Halloween.
  1. Nevermore - Ademir Pascale (org)

Depois de Poe 200 anos, um dos organizadores da primeira antologia, Ademir Pascale, organizou outra antologia em homenagem a Poe, esta chamada Nevermore. Com uma edição muito bonita, de capa dura e um design bem elaborado, esta antologia contém menos contos do que a anterior, mas narrativas de ótima qualidade e muito interessantes para fãs do autor, as quais, assim como na antologia anterior, trazem referências a contos de Poe, algumas de forma mais direta, como “A Maldita Casa dos Usher”, e outras de forma mais indireta, como “O Olho da Gárgula”.
  1. Ascensão de Cthulhu                                                          
            Já é clássico ver escritores de terror se aventurando no misterioso universo de Lovecraft, criando novas versões e eventos em torno da mitologia do famoso Cthulhu – e não tinha como ser diferente no cenário da literatura de terror nacional. Neste livro, sete grandes autores contam eventos relacionados ao universo de Lovecraft, cada um com seu estilo narrativo, mas ainda remetendo à atmosfera de um dos grandes mestres do terror, que já influenciou e continuar a influenciar muitos autores talentosos.
  1. The King
Ok, depois de uma antologia em homenagem a Lovecraft, duas em homenagem a Poe, quem mais faltava homenagear? O rei do terror moderno, é claro, Stephen King! Esta antologia, lançada em dois volumes, contém um total de quarenta e quatro contos, nos quais diversos autores narram eventos contendo situações inexplicáveis ou obscuras a ocorrer em situações cotidianas, no estilo do King.
  1. Horas Sombrias - Alfer Medeiros (org)
Com mais de 500 páginas, esta antologia traz 96 contos curtos – de em média uma a sete páginas cada conto – perfeito para quem não tem muito tempo para ler romances inteiros ou contos maiores e quer doses rápidas de terror. Ou mesmo para quem quer ler diversas histórias sombrias e sangrentas em sequência, sem se demorar muito em nenhuma delas.
Este livro traz terror dos mais variados estilos, desde narrativas cheias de sangue, terror mais psicológico, suspense e narradores perturbados e obsessivos,cujas mentes vêem o normal no que se costuma considerar pérfido e doentio.
  1. Necrópole – Histórias de Vampiros
Essa antologia, lançada em 2005, é o primeiro volume da coleção deterror chamada Necrópole. O livro foi idealizado e escrito por cinco jovens escritores, Alexandre Heredia, Camila Fernandes, Gianpaolo Celli, Giorgio Cappelli e Richard Diegues, no NecroZine, um periódico de contos de terror, através do qual os cinco publicavam seus trabalhos em eventos culturais. Esta antologia traz 5 contos, um de cada autor, todos eles com o tema de vampiros.
Dentre todas as antologias desta lista, esta é a com menos contos, porém, seus contos são mais longos, tendo em média 20 a 30 páginas cada um, além de uma breve sinopse antecedendo-os. As histórias têm abordagens de vampiros no mundo contemporâneo e misturam realidade e ficção, trazendo-nos uma realidade onde as criaturas da noite andam por entre os humanos – e não só como fantasias no Halloween.
  1. Necrópole – Histórias de Fantasmas

            Para quem já leu o volume sobre vampiros ou se interessou pela coleção Necrópole, este é o segundo volume que, assim como o anterior, contém contos dos mesmos cinco autores do primeiro livro e mais dois e outros escritores, porém desta vez sobre fantasmas – o tema preferido de escritores como Dickens, Henry James, e muitos outros autores de obras clássicas de terror.  A mesma coleção também inclui um terceiro volume sobre bruxas, “Necrópole – Volume III: Histórias de Bruxaria”.
  1. Histórias envenenadas – Contos de fadas de terror
            Certo que ler os contos de fadas originais, não as versões que muitos conhecem hoje em dia, já pode ser uma leitura bem sombria para o Halloween. Entretanto, nesta antologia você encontra trinta narrativas que trazem releituras macabras de contos de fadas tradicionais, misturas de mais de um conto de fada em um só texto, em estilo Once upon a time, mas com um toque de terror e suspense, e até contos com histórias originais, isto é, sem serem baseadas em contos de fadas antigos, mas ainda no clima de contos de fadas.
Esta antologia agradou tanto ao público que teve um volume dois, onde há releituras de histórias como A Bela Adormecida, João e Maria e até uma Cinderela versão vampira. Perfeito pra quem gosta de contos de fadas e terror.
  1. Zumbis – Quem disse que eles estão mortos?
Uma das primeiras antologias nacionais a reunir contos de zumbis, este livro lançado em 2010 é frequentemente indicado quando o assunto é livros nacionais de zumbis – um tópico que, no cenário nacional, se tornou mais frequente de alguns anos para cá. Organizada por Ademir Pascale, o mesmo organizador de Poe 200 anos e Nevermore, esta antologia traz contos de diversos autores com distintas abordagens do tema de zumbis, construindo climas de suspense, terror e ação. Uma boa leitura para outubro, não?
Extra: Entre contos– desafios de fantasmas, cemitérios e bruxas
Além de publicações de contos de terror em antologias, o site Entre contos, onde todo mês há um desafio com um tema diferente, tem algumas seções bem interessantes para ler no Halloween, que foram temas de alguns dos mais disputados desafios do site. Como esses desafios já acabaram, vocês podem ler qualquer um dos contos concorrentes e ver quais foram os contos vencedores.
E é isso aí, essas são as dicas de leituras para o All Hallow’s Read deste ano. Então, acha que faltou alguma antologia de terror nessa lista? Conhece mais algum site interessante com mais contos de terror atuais para ler no Halloween? Comente e deixe suas indicações. E boas leituras!

Publicado originalmente em Literatortura.
Compartilhe:

terça-feira, 31 de maio de 2016

Já está disponível a Revista Conexão Literatura, nº 12

Edição nº 12
Estou sempre atento no mercado editorial; novos livros, autores que estão se destacando, editoras que batalham cada vez mais por espaço, etc. Rodrigo de Oliveira é um desses autores dos quais venho observando. Um escritor ativo e batalhador, ao lado de uma excelente editora que o apoia. Essa parceria autor/editora é fundamental para o sucesso. Rodrigo de Oliveira é autor da saga "As Crônicas dos Mortos", em edições publicadas pela Faro Editorial, tendo como editor o Pedro Almeida, gente fina que se dedica muito nos projetos da editora. E em entrevista exclusiva, o autor comenta sobre os seus livros e o que vem por aí ;)
E como o tema dessa edição é dedicado aos famigerados zumbis, entrevistamos fãs e autores que também fazem um trabalho super legal e que merecem atenção.
Essa edição de nº 12 está recheada de entrevistas, artigos e contos. Na coluna “Conexão Nerd”, entrevistamos Juliano Barbosa Alves, especialista em games que conta sobre o mercado de jogos no Brasil e sobre sua experiência como empreendedor na área.

Para os interessados, estamos promovendo um concurso cultural do melhor conto sobre zumbis. Saiba mais nas próximas páginas.

Para parcerias, escreva para: pascale@cranik.com e fale diretamente comigo ;)

Tenham uma ótima leitura e até a próxima edição comemorativa de 1 ano da Revista CONEXÃO LITERATURA.

Forte abraço!

Ademir Pascale - Editor
PARA BAIXAR A REVISTA CONEXÃO LITERATURA, Nº 12: CLIQUE AQUI.

Compartilhe:

sábado, 21 de maio de 2016

Participe do melhor conto sobre zumbis

PARTICIPE DO MELHOR CONTO SOBRE ZUMBIS

O melhor conto sobre zumbis será publicado na edição comemorativa de 1 ano da revista literária CONEXÃO LITERATURA, DE JULHO/2016, com direito a entrevista com o autor do melhor conto selecionado por nós. O autor também será mencionado no site UNIVERSO ZUMBI, o maior portal sobre zumbis do Brasil.

Uma parceria Universo Zumbi, o maior portal sobre zumbis do Brasil (www.universozumbi.com) e Revista Conexão Literatura (www.revistaconexaoliteratura.com.br).

REGRAS PARA PARTICIPAÇÃO:

1 - Curtir as fanpages:
A) - Revista Conexão Literatura: https://www.facebook.com/conexaoliteratura
B) - Universo Zumbi: https://www.facebook.com/universozumbi

2 - Escrever um conto tendo o zumbi como tema principal.

3 - Gênero do conto: pode ser qualquer gênero.

4 - Tamanho do conto: até 4 páginas, folha tamanho A4, fonte Times ou Arial, tamanho 12, incluindo título e minibiografia do autor no final do conto.

5 - Data para envio do conto: do dia 21/05/16 até 22/06/16.

6 - Envie o material (conto) para o e-mail: contato@fabricadeebooks.com.br com cópia para: pascale@cranik.com (envie para os dois e-mails), com o assunto: O MELHOR CONTO SOBRE ZUMBIS

O resultado será divulgado na edição de nº 13 da Revista Conexão Literatura (julho/2016), mas entraremos em contato antes com o vencedor do melhor conto para entrevistá-lo(a)

5 - Nossos critérios para avaliação:
A) - Criatividade;
B) - Seguir todas as regras para participação.

Não fique fora dessa. O concurso cultural será amplamente divulgado nas redes sociais. Dúvidas, escreva para: pascale@cranik.com - c/ Ademir Pascale

COMPARTILHE ;)

Compartilhe:

quarta-feira, 27 de abril de 2016

5 Livros Para Quem Curte Zumbis

Duda Falcão
Zumbi é um morto-vivo e nas mãos de diversos escritores, mortos foram reanimados de maneiras diferentes, alguns nem tanto assim. A realidade é que toda história tem uma origem e a do zumbi surgiu nos rituais do vodu haitiano. Por muitos anos eles estiveram na literatura e tornaram-se ainda mais populares nas grandes telas, como no longa-metragem "Guerra Mundial Z" e na série "The Walking Dead" (série que curto demais). Existe até uma passeata organizada por fãs de zumbis intitulada Zombie Walk, que é composta por grupos de pessoas que se fantasiam de zumbis, caminhando pelas ruas, shoppings, parques, etc.
Para adentrarmos ainda mais nesse mundo de seres reanimados, convidei um grande fã desse universo para indicar livros sobre o tema. Ele é um dos editores da Argonautas, além de excelente escritor. O seu nome é Duda Falcão. Vamos lá?

5 Livros Para Quem Curte Zumbis:

1. Frankenstein: Mary Shelley

2. Herbert West – Reanimator: H. P. Lovecraft

3. Eu sou a lenda: Richard Matheson

4. A noite dos mortos-vivos e a volta dos mortos-vivos: John Russo

5. O cemitério: Stephen King

Duda Falcão nasceu em 1975. Seu primeiro romance de aventura, com inserções de horror, Protetores, foi impresso em 2012. No ano seguinte, publicou o livro de contos Mausoléu – uma coletânea com textos inéditos e outros editados desde 2009. Lançou pela AVEC Editora em parceria com a Argonautas Editora, no final de 2015, o livro de contos Treze – com pegada pulp e weird. Foi curador do projeto Tu Frankenstein durante as 59ª, 60ª e 61ª Feira do Livro de Porto Alegre. Também é um dos idealizadores da Odisseia de Literatura Fantástica.dudaescritor.wordpress.com.

INSCREVA-SE NO CANAL "CONEXÃO NERD"---->



Compartilhe:

quarta-feira, 13 de abril de 2016

A Noite dos Mortos-Vivos | Classic Edition

A DarkSide® desenterra mais um clássico do terror. O título não poderia ser mais apropriado: A NOITE DOS MORTOS-VIVOS, considerado uma das maiores obras-primas do gênero.

Se hoje os zumbis estão em alta – influenciados em grande parte pela série The Walking Dead e por games como Resident Evil e filmes como Zumbilândia, além de contracenar com Brad Pitt – é porque, em 1968, George Romero e John Russo se reuniram para escrever o roteiro de A Noite dos Mortos-vivos e mudar a história do cinema. O filme revolucionou o mito sobre as criaturas que voltavam do além: as superstições vodus das velhas produções B deram lugar à epidemia de fome canibal nas ruas norte-americanas. Criaturas similares já haviam aparecido antes nas telonas, mas foi em A Noite dos Mortos-vivos a primeira vez em que foram retratados como uma praga devoradora de carne humana.

Tinha início o Apocalipse Zumbi, tornando-se uma reflexão do momento político dos Estados Unidos. Romero também revolucionou ao escolher um ator negro para protagonizar a história em um momento de tensões raciais à flor da pele; o ativista Martin Luther King fora assassinado meses antes da estreia do filme.

“Sempre nos referimos a A NOITE DOS MORTOS-VIVOS como o Cálice Sagrado dos filmes de zumbi. Regras como ‘Você deve atirar na cabeça para matá-los’ não existiam antes de 1969. Agora é parte da cultura pop. Então devemos muito à visão de Romero e de Russo e ao mundo que eles criaram. O filme foi uma espécie de farol para o episódio piloto da série The Walking Dead”, afirmou Greg Nicotero, o maquiador da série.

Outra obra que marcou definitivamente a cultura pop e teve como uma de suas inspirações o clássico de 1968 foi “Thriller”, o clipe de Michael Jackson, dirigido por John Landis, cultuado diretor de filmes como Um Lobisomem Americano em Londres e Além da Imaginação, o Filme.

O próprio John Russo (que também atua no clássico de 1968 como um zumbi, não creditado) adaptou a história do filme neste romance que a DarkSide® traz para o Brasil. O livro, inédito aqui até hoje, será lançado em março de 2014, comemorando os 45 anos do filme.

A NOITE DOS MORTOS-VIVOS inclui ainda uma surpresa para os leitores: o texto integral da sequência do clássico, que nunca chegou a ser filmada, chamada de
A VOLTA DOS MORTOS-VIVOS (não vai confundir com a comédia trash de 1985, que também contou com Russo no time de roteiristas).

Isso mesmo: são dois romances de John Russo no mesmo volume.

A obra sai em duas edições, já conhecidas pelos fãs da editora: a LIMITED EDITION, em capa dura; e a CLASSIC EDITION, em brochura e preço mais acessível. Ambas com o acabamento luxuoso das edições DarkSide®.

Autor:
John Russo (1939) é escritor, roteirista e diretor, conhecido por sua participação na obra seminal de George Romero A Noite dos Mortos-Vivos (1968). Escreveu os roteiros para Midnight (1982), filme que também dirigiu; The Return of the Living Dead (1985) (não confundir com o romance de mesmo nome que acompanha este livro); e Night of the Living Dead (1990). Atuou em pequenos papéis como ator, o mais conhecido deles como o zumbi não creditado do clássico de 1968. Seus livros de não ficção Making Movies e Scare Tactics são considerados Bíblias do cinema independente e reverenciados por nomes como Steven Spielberg, George Lucas, Stephen King e Quentin Tarantino.

Ficha técnica:
Especificações do livro | Encadernação: brochura - formato: 14x21cm - Número de páginas:320 - ISBN: 978-85-66636-21-5 - Autor: John Russo - Tradução: Lucas Magdiel - Editora: DarkSide® - Idioma: português - Gênero: Terror / Suspense 

Compartilhe:

Baixe a Revista (Clique Sobre a Capa)

baixar

E-mail: ademirpascale@gmail.com

>> Para Divulgação Literária: Clique aqui

Curta Nossa Fanpage

Siga Conexão Literatura Nas Redes Sociais:

Receba nossas novidades por e-mail (você receberá um email. Basta confirmar ):

Posts mais acessados da semana

Anuncie e Divulgue Conosco

CLUBE DO LIVRO UNIÃO

LIVRO: O CLUBE DE LEITURA DE EDGAR ALLAN POE

LIVRO DESTAQUE

FUTURO! - ROBERTO FIORI

SROMERO PUBLISHER

Leitores que passaram por aqui

Labels